A Soma de Todos os Medos | Gian Danton | Digestivo Cultural

busca | avançada
87108 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Contos do Índio e da Floresta estreia dias 03 e 04 de outubro na Sympla Streaming
>>> “Conversa de Criança – Coronavírus” discute o acolhimento das emoções das crianças durante pandemia
>>> São Paulo ganha grafitti gigante que propõe reflexão sobre igualdade racial
>>> Buena Onda Reggae Club faz maratona de shows online a partir de 1ª de outubro
>>> Filó Machado e Felipe Machado dividem o palco em show online pelo CulturaEmCasa
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
Últimos Posts
>>> Assim ainda caminha a humanidade
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Minhas Férias (reloaded)
>>> Poema em Linha Reta - Pessoa
>>> Perturbador e cosmogônico
>>> O Fino da Fina
>>> Poesia, no tapa
>>> Asia de volta ao mapa
>>> Um safra de documentários de poesia e poetas
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> Leitura, curadoria e imbecilização
>>> Robinson Shiba do China in Box
Mais Recentes
>>> Contos de Machado de Assis pela Agir (1963)
>>> Contos de Machado de Assis pela L&PM Pocket (1999)
>>> O Alienista de Machado de Assis pela L&PM Pocket (1998)
>>> Helena de Machado de Assis pela Tecno Print (1967)
>>> Uma mulher na escuridão de Charlie Donlea pela Faro Editorial (2017)
>>> Morte Súbita de J.K. Rowling pela Casa dos Livros (2012)
>>> Ressurreição de Machado de Assis pela Sociedade (1962)
>>> Levando a Vida Numa Boa de Ernie J. Zelinski pela Sextante (2003)
>>> Corpos Inversos de Rodrigo Noval pela LP-Books (2017)
>>> Parábolas Eternas - Reflexões para enriquecer a vida com sabedoria, alegria e emoção de Legrand pela Soler (2004)
>>> Memórias Póstumas de Brás Cubas de Machado de Assis pela Ciranda Cultural / W. Bucb (2007)
>>> Dom Casmurro de Machado de Assis pela Abril Cultural (1981)
>>> Dom Casmurro de Machado de Assis pela Ática (1976)
>>> Fundamentos em Ecologia de Colin R. Townsend, Michael Begon e JohnL. Harper pela Artmed (2006)
>>> Dom Casmurro de Machado de Assis pela Zero Hora / Click (1997)
>>> Folhas do Jardim de Morya Livro 2 de Mestre Morya pela Agna Yoga (1973)
>>> O banquete dos sentidos de Lúcia faria Nascimento e Edir Nascimento e Silva pela Bei (1998)
>>> Revista da Faculdade de Direito da FMP nº 06 de Fundação Escola Superior do Ministério Público (org) pela Fmp (2011)
>>> Repartição da renda - pobres e ricos sob o regime militar de Paulo Singer pela Zahar (1986)
>>> O código Da Vinci de Dan Brown pela Sextante (2004)
>>> O Grande Conflito de Ellen G. White pela Casa (2004)
>>> Tropical Sol da Liberdade de Ana Maria Machado pela Nova Fronteira (1988)
>>> Manuscritos do Mar Morto de Adam Blake pela Novo Conceito (2013)
>>> Estudios del Trabajo - nº 37/38 de Asociación Argentina de Especisalistas en Estudios del Trabajo (org) pela Aset (2009)
>>> Contos de amor rasgados de Marina Colasanti pela Rocco (1986)
>>> Quincas Borga de Machado de Assis pela Tecno Print
>>> Ciranda de pedra de Lygia Fagundes Telles pela José Olympio (1981)
>>> Amplitude 1- Você onde se põe -só para quem quer a verdade de Gasparetto pela Vida E Consciencia (1997)
>>> O que é psicologia de Richard H. Henneman pela José Olympio (1982)
>>> Amar, verbo intransitivo de Mário de Andrade pela Ime (1980)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (2010)
>>> Quincas Borba de Machado de Assis pela Globo (1997)
>>> Estudios del Trabajo - nº 34 de Asociación Argentina de Especisalistas en Estudios del Trabajo (org) pela Aset (2007)
>>> Magno de Maria Luiza de Queiroz pela José Olympio (2007)
>>> Filhotes de Cube Book pela Sextante (2010)
>>> A extinção do crédito tributário por decurso de prazo de José Hable pela Brasília Jurídica (2004)
>>> Procedimentos Básicos em Microbiologia Clínica de Vários pela Sarvier (2000)
>>> Canine - Feline Nutricion de Vários pela Mosby (2010)
>>> Você é Insubstituível - este livro revela a sua biografia de Augusto Cury pela Sextante (2002)
>>> Da ação cautelar fiscal de Carlos Henrique Abrão pela Universitária de direito (1992)
>>> Adão e Eva Voavam em Atlântida de José Francisco pela Futurama (2013)
>>> O mundo mudou ... bem na minha vez! de Dado Schneider pela Integrare (2013)
>>> Coreção monetária: concordata e créditos fiscais de Eros roberto Grau pela Revista dos Tribunais (1984)
>>> O Lugar dos Inocentes - A Trilha levava até a entrada dessa clareira de Núbia Moura Ribeiro pela Pensamento (1999)
>>> Memorial de Aires / Ressurreição de Machado de Assis pela Iracema (1975)
>>> Quincas Borba de Machado de Assis pela Iracema (1975)
>>> Iaiá Garcia / Helena de Machado de Assis pela Iracema (1975)
>>> Esaú e Jacó de Machado de Assis pela Iracema (1975)
>>> A aventura de Miguel Littin clandestino no Chile de Gabriel García Márquez pela Record (1986)
>>> A chave do tamanho de Monteiro Lobato pela Brasiliense (1950)
COLUNAS

Sexta-feira, 5/7/2002
A Soma de Todos os Medos
Gian Danton

+ de 3700 Acessos
+ 2 Comentário(s)

Acabei de assistir ao filme A Soma de Todos os Medos. A película só confirma uma suspeita que eu tinha há tempos: a paranóia é a doença do século. Segundo o dicionário, paranóia é uma doença mental em que a pessoa se sente perseguida. O paranóico sente que há alguém vigiando seus passos, um inimigo em cada esquina.

É exatamente assim que nos sentimos ao assistir ao filme estrelado por Ben Affleck e Morgan Freeman: um grupo de neonazistas consegue uma bomba atômica e a detona nos EUA, fazendo que o governo americano acredite que foi a Rússia e iniciando a Terceira Guerra Mundial. Mesmo ao final, quando tudo está resolvido, temos a impressão de que os passos do personagem principal (um historiador a serviço da CIA) são vigiados a todo instante.

A Soma de Todos os Medos não é um caso isolado. São incontáveis os filmes que têm como atrativo justamente esse sentimento paranóico de que uma conspiração que irá afetar a vida de todos nós está ocorrendo neste exato momento. O seriado Arquivo X baseou toda a sua popularidade na exploração da paranóia coletiva. Aliás, o próprio nome do seriado parte do princípio de que há uma pasta no FBI de investigação de assuntos sobre os quais a maioria das pessoas não têm qualquer conhecimento: Invasões alienígenas, experimentos governamentais, planos para controlar a mente....

O sentimento paranóico de que estão nos escondendo algo fundamentou até o posicionamento ideológico de uma parte da esquerda, que acredita em um grande monstro que domina todos os meios de comunicação de massa para transformar a população numa massa amorfa e acrítica. Boa parte dos herdeiros da Escola de Frankfurt seguiram essa linha, sem falar nos partidários da teoria dos aparelhos ideológicos do estado...

Até mesmo o diabo é acusado de ser o responsável por conspirações.

Um amigo meu, professor de pós-graduação em São Paulo, me conta que uma aluna sua era professora de educação artística em Cubatão. Em uma das aulas ela resolveu fazer um relaxamento com as crianças e, para isso, tocou uma música de Vivaldi. As crianças que eram filhas de evangélicos disseram aos pais que ouviram, no meio da música, a voz do demônio. Os pais tentaram destruir a escola e a professora teve de sair do local com a ajuda da polícia.

Aqueles pais que, com paus e pedras, tentavam linchar a professora sofriam da mesma doença daqueles que acreditam que Elvis não morreu, ou que Roberto Marinho inspeciona pessoalmente cada segundo da programação da Globo: paranóia. Mas não é um tipo qualquer de doença mental. É uma paranóia coletiva, que acomete grandes quantidades de pessoas.

Sabemos que os meios de comunicação de massa são apenas os sintomas disso, o veículo através do qual o inconsciente coletivo se manifesta. Daí a importância de estudar a maneira como a mídia exibe essa paranóia. Os filmes, histórias em quadrinhos e seriados são, para as massas, o que é o sonho para os indivíduos. É através deles que a grande mente coletiva se manifesta.

Basta uma olhada para o século XX para percebermos que esse sentimento de paranóia se justifica por vários fatos históricos. Não é à toa que no filme A Soma de Todos os Medos o inimigo oculto são os nazistas. O nazismo foi o paradigma político do século passado. Ao longo de 100 anos, muitas nações sofreram sob o julgo de estados ditatoriais. Na década de 70, por exemplo, quase toda a América Latina foi governada por ditaduras militares.

Minha avó, que passou pela ditadura de Vargas e dos militares, costumava pedir para que abaixássemos a voz quando conversávamos sobre política. Segundo ela, as paredes têm ouvidos. Não, ela não tinha qualquer envolvimento político e nunca foi presa, mas ainda assim desenvolveu a paranóia. Sabe-se que muitos presos políticos da época da ditadura se tornaram paranóicos, mas o problema se torna realmente chocante quando percebemos que até mesmo as pessoas apolíticas são acometidas pelo mal do século.

O nazismo e as violentas ditaduras do século passado (como a de Pinochet, no Chile, local em que toda família teve alguém preso e torturado) causaram um trauma no inconsciente coletivo. Afinal, a democracia parte do princípio de que todas as ações governamentais são transparentes e visam o bem comum. Apenas na ditadura os governantes agem às escondidas, com motivos escusos. Esse medo inconsciente da volta dos estados totalitários e ditatoriais são expressos através de seriados como Arquivo X e filmes como A Soma de Todos os Medos.

É um medo muitas vezes irracional e muitos poderão argumentar que se trata de uma volta ao irracionalismo da Idade Média. E é exatamente isso. O século XX demonstrou que o racionalismo modernista pode nos levar a episódios como a solução final dos nazistas (quem acha que Hitler era um louco irracional deveria assistir ao filme A Arquitetura da Destruição) e à bomba atômica. A conseqüência dessa percepção foi uma volta ao irracionalismo supersticioso da Idade Média. Na Idade Média as pessoas temiam o desconhecido e se protegiam fechando-se em pequenas comunidades. O diferente era visto com desconfiança e os males do mundo eram imputados a ele. Quando uma peste infestava uma localidade, por exemplo, era comum seus habitantes matarem alguns judeus por considerá-los responsáveis pela calamidade. É um fenômeno semelhante ao fundamentalismo religioso dos talibãs e dos evangélicos que tentam linchar a professora que toca Vivaldi para seus filhos. Num mundo dominado pela paranóia, qualquer um que faça algo diferente pode ser o inimigo, razão pela qual tudo que é novo deve ser visto com desconfiança.

Se já não bastassem todos os estímulos para essa paranóia coletiva, ainda tivemos 11 de setembro. O que, senão uma paranóia coletiva, pode explicar que um grupo de americanos linchem um brasileiro pensando que ele é árabe? Que diferença tem esse episódio dos massacres da Idade Média? É possível que a paranóia coletiva nos leve a uma nova Idade das Trevas? Para saber isso, tudo que podemos fazer é acompanhar a evolução da doença. E os sintomas estão aí, nos meios de comunicação de massa.


Gian Danton
Goiânia, 5/7/2002


Mais Gian Danton
Mais Acessadas de Gian Danton em 2002
01. A Teoria Hipodérmica da Mídia - 19/7/2002
02. A teoria do caos - 22/11/2002
03. Público, massa e multidão - 30/8/2002
04. A maçã de Isaac Newton - 16/8/2002
05. O filósofo da contracultura - 18/10/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
5/7/2002
08h51min
Prezado Gian: Seu texto tem pontos interessantes sobre a paranóia, mas infelizmente não passa dos pontos comuns já discutidos por todo mundo numa mesa de bar - e pontos equivocados, como chamar a Idade Média de "Idade das Trevas". Se vc ler Etienne Gilson, vai descobrir que a Idade Média não foi nada irracional e que a paranóia que dizem ter sido criado pela Igreja Católica era, na verdade, fruto de escolas dentro da Igreja e que foram expulsas pelo Papa por causa de seu cunho herético. Além disso, como vc pode chamar de "Idade das Trevas" uma época que tinha Santo Tomás de Aquino, Santo Agostinho, Abelardo, Meister Eckart e, bem no final, Dante Alighieri. Por acaso a nossa época - tão paranóica - tem como rivalizar com a honra destes nomes? No mais, se vc quer saber o que é realmente o efeito da paranóia na vida e na arte, leia Thomas Pynchon, em especial "V." e "O Leilão do Lote 49", ambos editados pela Cia de Letras. Um abraço e continue com seu trabalho Martim
[Leia outros Comentários de Martim Vasques]
9/7/2002
10h12min
Martim, concordo de certa forma com voc6e: que você falou apenas verdades, creio ser de comum acordo; porém você fez toda uma crítica a um excelente texto baseada apenas em três palavras -"idade das trevas" - quando o foco do texto é totalmente outro. E, se o que o autor falou é de certa forma "sendo comum", por outro lado ele apresentou muito bem seu ponto de vista, indo muito além de conversas de bar - que, aliás, mais comumente derivam para mulher, religião e futebol. Precisamos de mais pessoas que ajudem a criar o "senso comum", que falta ainda a boa parcela da sociedade.
[Leia outros Comentários de Alexandre Lobão]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PROJECT SURVIVAL MISSION 2
EDUARDO AMOS
MODERNA
(2006)
R$ 14,00



CÁLCULO - MATEMÁTICA PARA TODOS NÚMERO 38 - FAÇA A CONTABILIDADE
VÁRIOS AUTORES
SEGMENTO
(2014)
R$ 10,00



CÓDIGO BRASILEIRO DE DEFESA DO CONSUMIDOR - 6ª EDIÇÃO
ADA PELLEGRINI GRINOVER & OUTROS
FORENSE UNIVERSITÁRIA
(1999)
R$ 60,00



O CORAÇÃO DA ESFINGE DEUSES DO EGITO-LIVRO II
COLLEEN HOUCK
ARQUEIRO
(2016)
R$ 15,00



AVANÇOS E PERSPECTIVAS DA GESTÃO PÚBLICA NOS ESTADOS /// REFORMA ADMINISTRATIVA.
LUCIANA LIMA COSTA (COORDENADORA)
QUALITYMARK
(2008)
R$ 20,00



OS PINTORES E O SUPLÍCIO DE TIRADENTES - 4659
JOSÉ COSTA
ALERJ
(1992)
R$ 10,00



ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL
NELSON PILETTI
ÁTICA
(1998)
R$ 5,00



HISTÓRIA UNIVERSAL VOL. 4 - EMERGE A GRÉCIA
CARL GRIMBERG
EDITORIAL LORD COCHRANE
(1989)
R$ 7,00



DESCOBRIR O PRAZER DA VIDA
KHALIL GIBRÁN
V&R
R$ 14,00



A VERDADEIRA FACE DO ISLAM "MITOS E FATOS"
ZAID AHMAD SAIFI
MAKKAH
(2010)
R$ 9,00





busca | avançada
87108 visitas/dia
2,2 milhões/mês