O Auto da Paixão | Rennata Airoldi | Digestivo Cultural

busca | avançada
44557 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 9/4/2003
O Auto da Paixão
Rennata Airoldi

+ de 1700 Acessos

É sem dúvida um grande desafio falar de fé em tempos de guerra. Mas devo dizer que, ao mesmo tempo, é tocante poder assistir, hoje, um espetáculo que, sem ser religioso, fala de nossas raízes, de nossa busca por nós mesmos, pela nossa essência. A fé é inerente à existência do ser humano. Não importa com qual religião, seita ou crença o indivíduo se identifique: importa, sim, a necessidade de encontrar paz. Assim, sem querer, há poucas semanas atrás, me deparei com o Auto da Paixão, direção e concepção de Romero de Andrade Lima, montado pela Companhia Branca de Circo.

Tudo começou em 1993, quando o Romero, também artista plástico, realizou uma exposição de 12 retábulos (esculturas) na Galeria de Arte de Renato Magalhães Gouvêa. Para essa exposição, foram agendadas três apresentações, onde as 12 pastorinhas, através de cânticos e encenações, percorriam as esculturas recontando a Paixão de Cristo. O sucesso dessa iniciativa, unir a exposição a um auto teatral, fez com que as apresentações se multiplicassem e percorressem não só cidades brasileiras, mas também festivais internacionais. A peça já esteve na França, Itália, Portugal. E por incrível que pareça, a procissão continua descobrindo novas ruas até hoje!

Depois desta breve introdução, tão necessária como aquilo que é visto nessa uma hora e quinze de mergulho nas tradições populares, devo dizer que, aqui, o máximo é o mínimo. O que garante a sobrevivência desse espetáculo ao longo de 10 anos? A honestidade, a verdade e a simplicidade. Difícil explicar essas três palavras com outras mais: elas resumem muito o que é a peça. As doze esculturas, que estão dispostas em um circuito determinado, são visitadas pelo público juntamente com as atrizes que cantam, dançam e tocam instrumentos ao longo da encenação. O texto é simples e uma parte dele interpretado por um ator, o único homem do elenco, trazendo assim um contra-ponto às doze vozes femininas. De maneira singela, ouvimos e vemos a história sendo feita a cada nova imagem que se desvenda através de um novo retábulo que é aberto. As portas se abrem e, como nos conhecidos oratórios, revelam esculturas, que se tornam verdadeiras personagens, que, por sua vez, passam a fazer parte da história. Com total interatividade, elas somam e ajudam a compor a cena.

A procissão vai seguindo e, pouco a pouco, os espectadores tornam-se parte daquilo que está sendo contado. A medida que todos se deslocam unidos, a impressão é de se estar fazendo parte do conjunto. É dessa forma que as reações da platéia e as interferências na cena são mais ousadas do que aquelas que normalmente as pessoas têm, sentadas num teatro. Com isso, os comentários são igualmente inevitáveis. Quebra-se totalmente o "gelo" presente na relação palco-platéia. Risos, choro, medo, reflexão. Algo que é tão presente em nossa cultura popular, em nossas festas religiosas e folclóricas. A procissão é, por si só, um espaço democrático, que propõe, de imediato, a comunhão. Sem cooperação e participação de todos, a procissão não segue!

Não me admira, assim, o sucesso dessa peça. É tudo muito nosso, muito brasileiro, mas, ao mesmo tempo, muito humano. Unindo o sagrado e o profano. Há o momento de se divertir e de se recolher. O canto é sempre um complemento às imagens, ao texto e aos instrumentos (que são tocados ao vivo). Todos os pequenos elementos ajudam a compor as cenas. O espaço livre faz com que o espectador não se sinta intimidado e isso resulta num espetáculo acessível à todos.

Além de tudo disso, independente da religião, todos conhecem um pouco da história da vida de Jesus. Como me encanta esse teatro simples: na era da tecnologia, a magia está justamente no elemento humano; e naquilo que a comunicação homem a homem pode despertar. Sensações, emoções, pensamentos. A peça sobrevive até hoje como um milagre dentro de nossa cultura, que estimula, infelizmente, cada vez mais, o descartável e o instantâneo. A realidade é que: por mais tecnologia, por maior que seja a novidade, ainda hoje, percorrendo os diferentes pontos de nosso país, encontraremos as procissões, as festas populares e religiosas, que se repetem ano após ano, na mesma data revelando a tradição imortal de nossas raízes populares.

Para ir além
O Auto da Paixão será apresentado dia 12 de Abril, na R. das Barcas, nº 827. Também no dia 13, na Biblioteca Pública Presidente Kennedy (Av. São João Dias, nº 822). Sempre às 19 hrs. Depois, a procissão segue nos dias 18 e 19, no Itaú Cultural (Av. Paulista, nº 149) às 19h30.


Rennata Airoldi
São Paulo, 9/4/2003


Quem leu este, também leu esse(s):
01. 'As vantagens do pessimismo', de Roger Scruton de Celso A. Uequed Pitol
02. Xadrez, poesia de Ana Elisa Ribeiro de Jardel Dias Cavalcanti
03. O corpo em que nasci, de Guadalupe Nettel de Ricardo de Mattos
04. Como detectar MAVs (e bloquear) de Julio Daio Borges
05. Juan José Morosoli - a solidão, a pureza, a viagem de Eduardo Maretti


Mais Rennata Airoldi
Mais Acessadas de Rennata Airoldi em 2003
01. Temporada de Gripe - 17/11/2003
02. O Belo Indiferente - 24/9/2003
03. As Nuvens e/ou um deus chamado dinheiro - 4/6/2003
04. Zastrozzi - 2/7/2003
05. José Tonezzi: Arte e Pesquisa Sem Fronteiras - 12/2/2003


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ONDE ESTIVESTE ADÃO?
HEINRICH BOLL
EXPRESSÃO E CULTURA
(1973)
R$ 10,00



GUIA DE CONVERSAÇÃO INGLÊS
HUNTER BOOKS (ORG)
HUNTER
(2014)
R$ 20,00



SEM MEDO DE TER MEDO
TITO PAES DE BARROS NETO
CASA DO PSICOLOGO
(2000)
R$ 90,00



RICK E A GIRAFA
CARLOS DRUMOND DE ANDRADE
ÁTICA
(2012)
R$ 5,00



É TUDO VERDADE - ITS ALL TRUE 2001
AMIR LABAKI (ORG.)
CCBB
(2001)
R$ 8,11



CARNAVAL E SAMBA EM EVOLUÇÃO NA CIDADE DE SÃO PAULO
MARIA APPARECIDA URBANO
PLÊIADE
(2006)
R$ 23,00



UM MEDO POR DEMAIS INTELIGENTE, AUTOBIOGRAFIAS PESSOAIS
AMERICO LINDEZA DIOGO E ROSA SIL MONTEIRO
ANGELUS NOVUS
(1994)
R$ 33,07



CAVERNA DOS MONSTROS
STELLA CARR
MELHORAMENTOS
(1993)
R$ 5,00



JOGOS E BRINCADEIRAS
VARIOS
VOZES
(2018)
R$ 26,95



DA GORDURA À FORMOSURA EM QUALQUER IDADE
SARÍ HARRAR ALISA BAUMAN
PLÁTANO
(2000)
R$ 77,00





busca | avançada
44557 visitas/dia
1,2 milhão/mês