Literatura e infância: dois livros, duas viagens | Adriana Baggio | Digestivo Cultural

busca | avançada
78105 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Filó Machado e Felipe Machado dividem o palco em show online pelo CulturaEmCasa
>>> Cassio Scapin e artistas de grandes musicais fazem campanha contra o abuso sexual infantil
>>> Terça Aberta na Quarentena une teatro e a dança
>>> “Um pé de biblioteca” estimula imaginação e ajuda a criar novas bibliotecas pelo Brasil
>>> Diálogos na Web FAAP: Na pauta, festivais de cinema e crítica cinematográfica
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
Últimos Posts
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
>>> Lamentável lamento
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Escrevendo um currículo
>>> Frases que soubessem tudo sobre mim
>>> Por que somos piratas musicais
>>> 6 pedras preciosas do rock
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST)
>>> Para você que vai votar...
>>> A medida do sucesso
>>> Fuvest divulga lista de livros para 2017
>>> 35 anos do Clube da Esquina
>>> É Julio mesmo, sem acento
Mais Recentes
>>> A Cizânia de R. Goscinny - A. Uderzo pela Record (2002)
>>> Consciência operária no Brasil - Revista Ensaios n. 39 de Celso Frederico pela Ática (1978)
>>> O Sítio no Descobrimento: a turma do Picapau amarelo na expedição de Pedro Álvares Cabral de Luciana Sandroni pela Globo (2000)
>>> Zelia, uma Paixão de Fernando Sabino pela Record (1989)
>>> Volta ao Lar de Nora Roberts pela Harlequin Books (2006)
>>> Você Pode Curar Sua Vida de Louise L. Hay pela Best Seller (1984)
>>> Você é Tímido? de Núria Roca pela Companhia Nacional (2008)
>>> Vivências de Vozes pela Vozes
>>> Violetas na Janela de Vera Lucia Marinzeck de Carvalho Tipo: Semin pela Petit (2013)
>>> Vinte Anos de David Nicholls pela Intrínseca (2011)
>>> Vingadores Todos Querem Dominar o Mundo Marvel de Dan Abnett pela Novo Século (2015)
>>> Vidas Secas de Graciliano Ramos pela Record (1981)
>>> Vida Depois da Vida o Que Acontece Quando uma Pessoa Morre? de Dr. Raymond A. Moody pela Círculo de Livro (1979)
>>> Vida de Droga Sinal Aberto de Aberto Walcyr Carrasco pela Ática (2007)
>>> Vice-versa ao Contrário de Heloisa Prieto; Spacca pela Cia das Letrinhas (1994)
>>> Viagens de Gulliver Série Reencontro de Jonathan Swift pela Scipione
>>> Viagens de Gulliver de Jonathan Swift - Ad. Paulo Sergio de Vasconcellos pela Objetivo
>>> Vestido de Noivo de Pierre Lemaitre pela Vertigo (2013)
>>> Veronika Decide Morrer de Paulo Coelho pela Rocco (2003)
>>> Vencendo o Passado ( Bolso) de Zibia Gasparetto pela Vida e Consciência (2017)
>>> Várias Histórias Coleção a Obra-prima de Cada Autor de Machado de Assis pela Martin Claret (2003)
>>> Van Gogh Museum Vida, Obra y Coetáneos de Vicent Van Gogh pela Ne
>>> Valores para Viver Inspirações para Refletir de Maria Isabel Borja e Márcio Vassallo pela Guarda Chuva (2005)
>>> Urso Com Música na Barriga Ilustrações de Eva Furnari de Erico Verissimo pela Companhia das Letrinhas (2002)
>>> Uma Torre Além do Tempo: a Colmeia de Almas de Francisco José B. Sá pela Mnêmio Túlio (1999)
>>> Uma Questão de Tempo de Alvaro Esteves pela Objetiva
>>> Uma História de Sabedoria e Riqueza de Mark Fisher pela Ediouro
>>> Um Pai Criminalista um Ensaio Sobre Educação Infantil e Administração de Chistian Mirkos pela Ceitec (2008)
>>> Um Homem de Sorte Edição de Bolso de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2011)
>>> Um Estranho Segredo de Marcos Diego Mogami pela Db (2014)
>>> Um Estranho no Espelho de Sidney Sheldon pela Klick (1997)
>>> Um Dia de Bradley Trevor Greive pela Sextante (2001)
>>> Um Caso Muito Sujo de Shirley Souza pela Paulus (2011)
>>> Um Caldeirão de Poemas Vol 2 de Tatiana Belinky pela Companhia das Letrinhas (2007)
>>> Um Anjo Em Nossa Vida de Célia Xavier de Camargo pela Petit (2014)
>>> Um Amor Conquistado de Danielle Steel pela Record (1984)
>>> Ubirajara Série Bom Livro de José de Alencar pela Ática (1998)
>>> Turma da Mônica Jovem um Novo Amor? Número 82 de Mauricio de Sousa pela Panini Comics (2015)
>>> Turma da Mônica Jovem N° 63 Dia das Bruxas de Mauricio de Sousa pela Panini Brasil (2013)
>>> Turma da Mônica Jovem no País das Maravilhas Parte 2 de 2 de Mauricio de Sousa pela Panini (2010)
>>> Tudo Tem Seu Preço de Zibia Gasparetto pela Vida & Consciência
>>> Tudo Aquilo Que Nunca foi Dito de Marc Levy pela Suma de Letras (2011)
>>> Tudo a Ganhar de Barbara Taylor Bradford pela Record (1995)
>>> Triste Fim de Policarpo Quaresma Ler é Aprender Volume 18 de Lima Barreto pela Klick
>>> Triste Fim de Policarpo Quaresma Ler é Aprender Volume 18 de Lima Barreto pela Klick
>>> Triste Fim de Policarpo Quaresma (pocket) de Lima Barreto pela L&pm Pocket
>>> Tio Sam Chega ao Brasil a Penetração Cultural Americana de Gerson Moura pela Brasiliense (1988)
>>> Til Coleção a Obra-prima de Cada Autor de José de Alencar pela Martin Claret
>>> The Testament de John Grisham pela Penguin Readers (1999)
>>> The Plays and Sonnets of William Shakespeare Vol 2 de Shakespeare pela Britannica
COLUNAS

Quinta-feira, 18/8/2005
Literatura e infância: dois livros, duas viagens
Adriana Baggio

+ de 3100 Acessos

Eu adoro ler. Credito à minha mãe o desenvolvimento do meu gosto pelas letras. Eu e meu irmão crescemos rodeados de livros. Ouvíamos histórias antes de dormir, lidas em edições de capa dura e lombada dourada, ricamente ilustradas. Até hoje, as imagens desses livros aparecem em flashes na minha mente, disparadas pela visão de uma cor, de um desenho, de um cheiro ou de uma palavra.

Depois da infância, meu irmão se afastou um pouco dos livros. Como eu era a rata-de-biblioteca-mor da casa, por ser a mais velha, ele deve ter perdido um pouco o estímulo. As crianças têm um senso de posicionamento de marca bem interessante, que deveria ser observado melhor pelos estudiosos de marketing. Quando percebe que não pode competir pela atenção dos pais em algum segmento, já que o irmão mais velho se apossou do "primeiro lugar", a criança escolhe outro caminho, ao mesmo tempo em que rejeita a atividade que os pais valorizam no irmão. Aconteceu isso com o meu irmão, mas depois passou. Naquela época, porém, não bastasse parecer um querubim de cachinhos loiros e olhos bem azuis, ele foi em busca de outro "segmento" em que fosse o primeiro para, dessa forma, atrair a atenção dos meus pais para seus talentos.

Lembrei disso quando estava lendo um dos ensaios de Marina Colasanti em Fragatas para terras distantes, publicado em 2004 pela editora Record. No texto "Erros e acertos de uma mãe contaminada", ela conta suas experiências na relação entre os filhos e as letras. Em uma casa repleta de livros, onde a mãe e o pai vivem de e com a literatura, é normal que se espere dos rebentos a mesma afinidade. Foi tudo bem com a primeira filha, mas a segunda não seguiu o mesmo caminho. Marina faz uma autocrítica, especula os motivos para essa rejeição, abre seu coração de mãe-escritora. Para qualquer mãe, é (ou deveria ser) um motivo de preocupação se um dos filhos não gosta de ler. Para alguém como ela, no entanto, o incômodo é muito maior. A resposta que a filha deu aos questionamentos dos pais reforça minha teoria do posicionamento aplicado às crianças: "Nessa família não preciso ler. Vocês já estão cobrindo a minha cota".

Eu já estava grudada na história antes mesmo de chegar a esse clímax. Não é ficção, mas mesmo assim eu sabia que Marina não iria decepcionar seus leitores com um final infeliz. É fácil concluir que ela não falaria desse assunto se a menina tivesse se transformado em alguém como a ex-Spice Girl Victoria Beckham que confessou nunca ter lido um livro na vida (prefere ouvir música, como se uma coisa excluísse a outra...). Portanto, percorri avidamente o restante do texto para saber como a filha finalmente tornou-se uma leitora voraz e orgulho dos pais. Foi simples e o acaso contribuiu. Uma hepatite deixou a menina de 15 anos presa à cama, longe de todos os interesses típicos de uma adolescente. Ela descobriu o prazer da leitura com Eu, Christiane F., drogada e prostituída. De repente, ela vivenciava nos livros o que muitos de seus colegas experimentavam na prática. A partir daí, não parou mais de ler.

Nesse ponto, sem que o leitor perceba, Marina Colasanti une experiência pessoal e teoria literária. Da situação com a filha emergem conceitos sobre a relação dos jovens e das crianças com os livros e de como isso é importante para o seu amadurecimento. Os livros representam uma "viagem segura", uma forma de passar por experiências sem os prejuízos inerentes a algumas delas. Os monstros dos contos de fadas ensinam as crianças a lidar com o medo; a realidade das histórias podem ajudar a diminuir a ansiedade que a curiosidade provoca nos jovens.

Essa transição entre uma boa história, que envolve, emociona, prende, para o aspecto "teórico", acontece em todos os ensaios do livro. Sem a arrogância ou a insegurança de quem se apoia no hermetismo para valorizar a intelectualidade, Marina Colasanti aborda diversos tópicos da literatura de forma leve e agradável, entrelaçados em suas experiências pessoais. Dessa forma, a escritora fala da desvalorização do imaginário, de livros e infância, do problema da "literatura feminina", de Harry Potter e similares, etc.

Terminei o último ensaio extasiada, apaixonada por Marina Colasanti. Só um ponto me incomodava: a recorrência de algumas passagens da vida da escritora, como a infância na Itália em meio à Guerra, o evocar de certos personagens, o estilo marcante de escrever. Para quem leu de uma vez, a sensação era de repetição. Mas, no fim do livro, um pequeno texto esclareceu tudo. Ela explica que também ficou incomodada pela presença marcante do seu lado pessoal. É um risco que se corre quando se agrupam textos elaborados em épocas e situações diferentes - os dela são prefácios e discursos proferidos em congressos e seminários de literatura. Já falei sobre isso em relação a um livro do Ruy Castro. Acho que Marina resolveu melhor. Mas vale como observação para os editores. Muito da significação de um texto está atrelada ao tempo e espaço de sua produção e divulgação. O perigo das coletâneas é que agrupar vários deles em um único suporte altera essa significação.

Na mesma época de Fragatas..., li uma história dirigida para adolescentes, que conta um pouco da São Paulo do século XIX. Em Viagem virtual (Larousse, 2004), a autora Vera Carvalho Assumpção embala fatos históricos em um contexto atraente para o público jovem. No livro, Camila e sua avó Francisca descrevem a vida da senhora no computador, escaneiam fotos antigas, navegam na internet em busca de informações. Quando a avó morre, Camila veste as luvas e os óculos da velha senhora e faz uma viagem até a época da chegada da primeira estrada de ferro em São Paulo. Encontra uma Francisca jovem, que também viajou no tempo para uma época anterior ao seu nascimento. A autora não se preocupa muito com essa questão, mas não significa que ignora. Camila questiona a avó sobre isso, que responde: "na imaginação, podemos ir aonde queremos".

Através de Camila, o jovem leitor pode refletir sobre as brigas entre irmãos, a perda de um parente querido, as diferenças entre a vida de antigamente e a de hoje (e como hoje tudo é mais fácil e confortável, em termos de tecnologia), a importância da memória dos mais velhos. Vera também aborda, com delicadeza, o amor e as sensações que provoca nos adolescentes. Nesse aspecto, o ponto de vista é bem feminino. Nem por isso, no entanto, precisaria ser piegas. Acho que a autora abusa um pouco das metáforas quando se refere ao que Camila sente por um primo. O "bater de asas de pássaros e borboletas", utilizados repetidamente como metáforas para o amor, não combina muito bem com as referências que fazem parte do mundo desse público.

Embarcar nessas duas viagens, a Virtual de Vera Assumpção e a Fragata de Marina Colasanti, quase ao mesmo tempo, foi muito interessante. Alguns aspectos que Marina aborda em seus ensaios estão presentes nas aventuras de Camila e da vó Francisca. Mais do que nunca, é importante considerar o modo como as crianças e os jovens têm no livro um apoio para refletir e aprender sobre a vida. Fico tentando encaixar esse princípio na minha experiência, mas não consigo fazer nenhuma relação pontual. No entanto, tenho certeza de que os livros da minha infância, inclusive os que me eram proibidos, me ajudaram e me fizeram muita companhia - assim como fazem até hoje.

Para ir além









Adriana Baggio
Curitiba, 18/8/2005


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O palhaço no poder de Luís Fernando Amâncio
02. Elon Musk de Julio Daio Borges
03. A Garota do Livro: uma resenha de Heloisa Pait
04. Notas confessionais de um angustiado (III) de Cassionei Niches Petry
05. As sobras completas, poesias de Jovino Machado de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Adriana Baggio
Mais Acessadas de Adriana Baggio em 2005
01. Traficante, sim. Bandido, não. - 16/6/2005
02. Por que eu não escrevo testimonials no Orkut - 6/10/2005
03. A importância do nome das coisas - 5/5/2005
04. O erótico e o pornográfico - 20/10/2005
05. É preciso aprender a ser mulher - 4/8/2005


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O GRANDE LIVRO DE MAGIA DA BRUXA GRIMOIRE - 3ª EDIÇÃO
LADY SABRINA
MADRAS
(2016)
R$ 32,90



ATITUDE
LUIZ ANTONIO GASPARETTO
VIDA E CONSCIÊNCIA
(1991)
R$ 10,00



FRAGMENTOS DA SABEDORIA ROSACRUZ
RAYMOND BERNARD, F. R. C.
RENES
(1974)
R$ 45,00
+ frete grátis



CRÔNICAS ESCOLHIDAS
JOSE DE ALENCAR
ATICA
(1995)
R$ 6,90



A VIDA COM MINHA IRMÃ MADONNA
CHRISTOPHER CICCONE
PLANETA
(2008)
R$ 9,99



A VENERANDA JOANNA DE ÂNGELIS
DIVALDO FRANCO, CELESTE CARNEIRO
LEAL
(2019)
R$ 25,90



MERCADO FINANCEIRO CONCEITOS, CÁLCULO E ANÁLISE DE INVESTIMENTO
JOSÉ ROBERTO SECURATO E JOSÉ CLAUDIO SECURATO
SAINT PAUL
(2001)
R$ 15,20



ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS - UMA INTRODUÇÃO
CLEBER PINHEIRO DE AQUINO
ATLAS
(1980)
R$ 25,00



O SÁRI VERMELHO
JAVIER MORO
PLANETA
(2013)
R$ 17,00



DE LONDRES A KATHMANDU
MARCELO ABREU
RECORD
(1999)
R$ 7,90





busca | avançada
78105 visitas/dia
2,2 milhões/mês