singelo concerto em sol menor | Suzi Hong | Digestivo Cultural

busca | avançada
69289 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Mostra de Teatro traz quatro peças para assistir on-line
>>> Festival Som na Faixa apresenta edição online com atrações da música instrumental
>>> Leituras Urbanas começa novo ciclo literário
>>> Unil oferece abordagem diferenciada da gramática a preparadores e revisores de texto
>>> Conversas no MAB com Sergio Vidal e Ana Paula Lopes
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Aos nossos olhos (e aos de Ernesto)
>>> Carol Sanches, poesia na ratoeira do mundo
>>> O fim dos livros físicos?
>>> A sujeira embaixo do tapete
>>> Moro no Morumbi, mas voto em Moema
>>> É breve a rosa alvorada
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
Colunistas
Últimos Posts
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
Últimos Posts
>>> A busca
>>> O poder da história
>>> Caraminholas
>>> ETC. E TAL
>>> Acalanto para a alma
>>> Desde que o mundo é mundo
>>> O velho suborno
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Papa Francisco
>>> Pequena notável
>>> Notas de leitura sobre Inácio, de Lúcio Cardoso
>>> USP: 75 anos de histórias várias
>>> Asia de volta ao mapa
>>> Minicursos na PUC Minas
>>> 7 de Setembro
>>> Dublinenses
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> A Lógica do Cisne Negro, de Nassim Nicholas Taleb
Mais Recentes
>>> Cinquenta tons mais escuros de E L James; Juliana Romeiro pela Intrinseca (2015)
>>> Esta Terra Tem Dono - Esta Tierra Tiene Dueño - Co Yvy Oguereco Yara de Alcy Cheuiche pela Age (2012)
>>> A Odisseia da Filosofia: Uma Breve História do Pensamento Ocidental de José Francisco Botelho pela Abril (2015)
>>> Pureza mortal de Nora Roberts; J. D. Robb; Renato Motta pela Bertrand Brasil (2011)
>>> A Hisótira da Ciência Para Quem Tem Pressa: De Galileu a Stephen Hawking em 200 Páginas de Nicola Chalton; Meredith MacArdle pela Valentina (2017)
>>> Contos da seleção o principe e o guarda de Kiera Cass; Cristian Clemente pela Seguinte (2014)
>>> 1808 de Laurentino Gomes pela Planeta do Brasil (2007)
>>> Dublinenses de James Joyce pela Biblioteca Folha (2003)
>>> Viaje a Ixtlan de Carlos Castaneda pela Fondo de Cultura Económica (2009)
>>> História do amor no Ocidente de Denis de Rougemont pela Ediouro (2003)
>>> As cidades invisíveis - coleção biblioteca folha de Italo Calvino pela Biblioteca Folha (2003)
>>> O evangelho segundo o espiritismo de Allan Kardec pela Ide (2004)
>>> Breves Respostas para Grandes Questões de Stephen Hawking pela Intrínseca (2018)
>>> Presença do Vinho no Brasil. um Pouco de História de Carlos Ernesto Cabral de Mello pela Cultura (2018)
>>> Uberizacao de Tom slee pela Elefante (2020)
>>> O Processo de Franz Kafka pela 1117 (2012)
>>> União 100 anos - Receitas que fazem nossa história de Açucar União pela Gold (2000)
>>> Os Miseráveis de Victor Hugo; Walcyr Carrasco pela Moderna (2012)
>>> La Religión Dentro de los Límites de la Mera Razón de Immanuel Kant pela Alianza Editorial (2009)
>>> A Dama das Camélias de Alexandre Dumas Filho pela Nova Alexandria (2015)
>>> Mentes Inquietas: TDAH - Desatenção, Hiperatividade e Impulsividade de Ana Beatriz Barbosa Silva pela Objetiva (2004)
>>> A primeira história do cristianismo de Daniel Marguerat pela Paulus, Loyola (2003)
>>> As erras mais primitivas da terra (Tomo 1 e 2) de G. H. Pember pela Ed Clássicos (2003)
>>> The Witcher Livro 1: O Último Desejo de Andrej Sapkowski pela WMF Martins Fontes (2011)
>>> O Hobbit de J. R. R. Tolkien pela WMF Martins Fontes (2013)
>>> O Silmarillion de J. R. R. Tolkien pela WMF Martins Fontes (2011)
>>> Livro de Uma Sogra – Obra Completa Nº 5 de Aluísio Azevedo pela Waldré (1982)
>>> O Mulato de Aluísio Azevedo pela Ática (1992)
>>> Os Lusíadas de Luís de Camões pela Abril (1979)
>>> Os Trabalhadores do Mar de Victor Hugo pela Abril (1979)
>>> Decamerão (2 volumes) de Giovanni Boccaccio pela Abril (1981)
>>> Relações entre a Igreja e o Estado de Rafael Llano Cifuentes pela José Olympio (1989)
>>> A Interpretação do Homem de Renato Kehl pela Francisco Alves (1951)
>>> Envelheça Sorrindo de Renato Kehl pela Francisco Alves (1949)
>>> O Milagre de Lourdes de Ruth Cranston pela Melhoramentos (1955)
>>> Diário de um pároco de aldeia de Georges Bernanos pela Agir (1964)
>>> A Doutrina Social da Igreja de G. C. Rutten, O. P. pela Agir (1947)
>>> Maria e o Evangelho de Jean Galot pela Aster (1961)
>>> O que sobrou do paraíso? de Jean Delumeau pela Companhia das letras (2003)
>>> Senhores de engenho, judeus em Pernambuco colonial 1542-1654 de José Alexandre Ribemboim pela 20-20 Comunicação (2002)
>>> Os magnatas do tráfico negreiro de José Gonçalves Salvador pela Pioneira, Edusp (1981)
>>> A comunidade judaico-cristã de Mateus de Anthony J. Saldarini pela Paulinas (2000)
>>> A Formação da Terra - Biblioteca Salvat de Grandes Temas de Vários Colaboradores pela Salvat (1979)
>>> As origens do Novo Testamento de C. F. D. Moule pela Paulinas (1979)
>>> Mártires do coliseu romano de Emma Leslie pela Aeebar (1984)
>>> Filosofia para entender teologia de Diogenes Allen e Eric Springsted pela Paulus, Academia cristã (2011)
>>> Nigella Bites de Nigella Lawson pela Ediouro (2019)
>>> Minidicionário da Língua Portuguesa de Francisco da Silveira Bueno pela FTD (1996)
>>> Desenho Técnico de Thomas E. French pela Globo (1958)
>>> Métodos de Ensaios nas Indústrias de Celulose e Papel de Alfred Halward e Outro pela Brusco
COLUNAS

Segunda-feira, 12/11/2001
singelo concerto em sol menor
Suzi Hong

+ de 2000 Acessos

Eu dormia quando bati meu carro no poste da garagem.

Eu chovia quando o ônibus intermunicipal amassou toda a lateral direita do meu carro, arrancando-lhe o espelho retrovisor e me arrancando acessos de raiva histérica e muitos palavrões.

Eu bebia na casa de amigos quando bateram no pára-choques traseiro do meu carro estacionado na rua.

O pobre coitado, antes de começar a criar ferrugem, mofo, gnomos e alienígenas, está agora no conserto desde segunda-feira. Não sei quando o verei ainda, novo, piscando os faróis para mim.

Estou a pé e transporte público no meio da multidão de São Paulo. Anônima e desajeitada na hora de me equilibrar no metrô lotado e epiléptico, parecendo uma senhora gorda e esclerosada na hora de descer no ponto de ônibus, com meus reais 45 kg e surreais 26 anos.

Sinto-me perdida porque não sei mais os itinerários de quase todas as principais linhas de ônibus como sabia quando era estagiária de Direito; não sei mais dormir no metrô em pé, como quando demorava quase uma hora e meia para chegar às sete da manhã no colégio onde estudava. Esbarro nas pessoas, tropeço em buracos do chão. Só tenho o samba no pé do acelerador, freio e da embreagem. Só toco Debussy com as mãos no volante e os dedos postos sobre a marcha.

Sou uma passista patética, uma pianista decadente nas ruas de São Paulo. Há de existir um regente para guiar meus passos, batuques e cadências.

Não estou chateada com minha falta de jeito. Não me importo se minha esvoaçada mente sem direção e meus itinerários todos toscos são apenas conseqüências merecidas da vida pequeno-burguesa percorrida dentro de um bólido vermelho, cuja falta não sinto tanto assim.

Importa-me agora que existem pessoas que ainda falam boa tarde ao motorista de ônibus. Pessoas que me ajudam a levantar do chão depois de tropeçar no buraco. Homens cansados a caminho do trabalho que se oferecem a segurar minha pasta cheia de papéis. Mulheres despenteadas que perguntam onde comprei minha bolsa e aproveitam para conversar sobre o tempo, o antraz, o marido (ah, os homens...) e sorriem num consolo dizendo que sou jovem e tenho a vida inteira pela frente, para ser sofrida, amada, sonhada. “Quantas guerras terei que vencer por um pouco de paz? E amanhã se esse chão que eu beijei for meu leito e perdão, vou saber que valeu delirar e morrer de paixão. E assim, seja lá como for vai ter fim a infinita aflição e o mundo vai ver uma flor brotar do impossível chão”.

São rostos desconhecidos, cansados, alguns alienados, mas todos guardam uma essência em comum que não sei se tenho. São, sim, “flores que brotam do impossível chão”, inesperadas, abençoadas. Será que essas pessoas também chovem ouvindo o barulho da cidade lá fora que procuro tanto negar e lavar de mim? Não... acho que agradecem o orvalho que lhes cobrem todas as manhãs.

O “sonho impossível” tem beijo no fim da estrada. Meu carro tem conserto. Também o mundo, ainda que inóspito. Basta afinar alguns pianos, trocar as cordas de certos violinos e as baquetas quebradas por novas feitas de cedro, saudar o maestro com o olhar compenetrado e a alma pronta para ser devota ao concerto em Sol menor que a poucos iluminam, ainda que o auditório esteja repleto de cadeiras vazias.

Eu... bom, eu. Acho que não tenho conserto, porque rebelde que sou, quero me abster de um concerto triste que me tiram lágrimas abortadas. Quando o teatro estiver com a lotação esgotada, então, por favor, guardem um assento para que eu possa apreciar um mundo regido com maestria, paixão e notas acolhedoras, aquelas únicas e raras capazes de nos levar, em ônibus, metrôs e caminhadas, à tal essência comum às pessoas que brotam do impossível.

Para ir além

SpamZine


Suzi Hong
São Paulo, 12/11/2001


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O Brasil que eu quero de Luís Fernando Amâncio
02. Dilapidare de Elisa Andrade Buzzo
03. Gerald Thomas: uma autobiografia de Jardel Dias Cavalcanti
04. E por falar em aposentadoria de Fabio Gomes
05. Have a nice day de Adriane Pasa


Mais Suzi Hong
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




REVISTA BRASILEIRA DE MEDICINA VOL. 16
A. DA SILVA MELLO
REVISTA BRASILEIRA DE MEDICINA
(1959)
R$ 55,83



ILUSTRATION OF ACUPUNTURA & MOXIBUSTION TREATMENT FOR COMMON DESE
ZHANG JIANHUA (COMPILER)
JIANGXI SCIENCE AND TECHNOLOGI
(2010)
R$ 58,28



UMA NOVA FACE - UM ROSTO MAIS JOVEM SEM CIRURGIAS
GREGORY BAYS BROWN
PRESTIGIO
(2005)
R$ 8,39



TUDO TEM SEU PREÇO
ZIBIA GASPARETTO
VIDA E CONSCIENCIA
(2002)
R$ 10,00



O CANTO DOS MEUS AMORES - 5086
ARMANDO NOGUEIRA
DUNYA
(1998)
R$ 8,00



O GRANDE DESAFIO DA EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA 7 BILHÕES
JOÃO B. PEIXOTO
BIBLIOTECA DO EXÉRCITO
(1978)
R$ 9,90



ARCHITECTURE NOW! RESTAURANTS & BARS
PHILIP JODIDIO
TASCHEN ESPAÑA
(2009)
R$ 300,00
+ frete grátis



NASCIDO PARA VENCER
JAMES E. JONGEWARD
BRASILIENSE
(1978)
R$ 26,00
+ frete grátis



O MUNDO EGÍPCIO - DEUSES, TEMPLOS E FARAÓS - VOLUME 1
EDIÇÕES DEL PRADO
DEL PRADO
(1996)
R$ 6,90



QUANDO O PASSADO NÃO PASSA
ELISA MASSELI
VIDA E CONSCIÊNCIA
(1999)
R$ 9,00





busca | avançada
69289 visitas/dia
2,0 milhão/mês