Uma noite no desfile de moda | Adriana Baggio | Digestivo Cultural

busca | avançada
45185 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Terça-feira, 9/3/2010
Uma noite no desfile de moda
Adriana Baggio

+ de 3500 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Acho desfile de moda uma coisa muito legal. O que eu mais gosto nos desfiles é mais ou menos o que também me atrai nas escolas de samba do Rio: o significado das roupas, dos materiais, das cores, dos elementos. Pena que, tanto em um quanto em outro caso, o que chega até o público leigo é muito pouco do que o criador (estilista ou carnavalesco) imaginou. Então pensei: vou ver com meus próprios olhos.

Descolei um ingresso para o 4º Paraná Business Collection, que aconteceu em Curitiba entre os dias 22 e 26 de fevereiro. Como terça-feira é minha única noite livre na faculdade, tinha que ser um desfile neste dia. Escolhi o do Fábio Bartz, porque uma vez fiquei paquerando uma peça dele na Galeria Lúdica (uma loja descolada aqui da cidade que mistura moda, arte e café-bistrô). Fora isso, não tinha mais nenhuma informação sobre o trabalho do moço.

Vesti uma roupitcha bacana, que mostrasse personalidade, mas que não fosse um look fake para o meu estilo. Achei que a combinação de cores ficou original. Provavelmente não chamaria a atenção de nenhum sartorialist, mas também ninguém atiraria pedras em mim pelo visual.

Chegando ao local dos desfiles, vejo que a maior parte das pessoas está vestida de maneira "normal". As criaturas fashion são poucas, e mesmo assim relativamente discretas. Como sempre, havia uma ou outra menina mais novinha, sem muito senso de ridículo, usando roupas "da moda" totalmente inadequadas para o biotipo ou estilo delas. E como nem os que pretendem ser originais escapam dos clichês, vi diversos meninos vestindo bermudas de tecido xadrez e barra italiana. Não aquelas bermudas de grunge ou skatista, e sim umas mais ajustadas, de bom menino.

Havia duas filas no local, que começavam em lados opostos e terminavam na entrada da área do desfile. As duas estavam do mesmo tamanho, portanto imaginei que fosse apenas uma questão de espaço, ou de melhor distribuição. Me posicionei ao final da primeira e fiquei ali, observando as pessoas, lendo os cartazes da exposição de chapéus, digerindo a nova experiência. Nesse meio tempo, chega um rapaz do Viaje Curitiba e pergunta se eu aceito responder uma pesquisa. Claro que aceito. Sou publicitária, as pesquisas fazem parte do meu trabalho, sei como é importante obter informações das pessoas, por isso sempre colaboro. E também é uma oportunidade de ver como o questionário é estruturado, quais as técnicas para fazer as perguntas etc. Elogio o evento, detono o trânsito de Curitiba e faço minha contribuição para as estatísticas turísticas da cidade.

A fila começa a andar e chega minha vez de entrar. Apresento meu convitinho e sou barrada: "moça, sua fila é a outra. Essa é só para quem tem convite numerado". Levanto a cabeça, dou uma volta na écharpe e sigo bem bonitinha lá para o fim da outra fila, que ainda não se mexeu do lugar. Mais uns minutos de espera. Os salgadinhos do estande do Sebrae me dão água na boca. No estande do Senai, uns cabidinhos de papelão despertam minha curiosidade. Queria pegar: salgadinho, cabidinho, tudo, mas não posso sair da fila. Paciência.

Enfim, chega a vez dos não-numerados. Entramos na sala de desfiles e é muito parecido com o que já vi na TV. Uma passarela ladeada por duas arquibancadas. Num extremo da passarela ficam os DJs, técnicos de luz etc. Na outra é por onde vão entrar os modelos. Sigo as orientações da recepcionista e escolho um lugar vazio na área da ralé. O lugar até que é bom, mas não tem aquelas sacolinhas charmosas da Galeria Lúdica que eu vejo na parte dos VIPs.

Lá pelas 19h30, já instalada, envio um "tuíte" via celular dizendo que o desfile ainda não começou. Ouço algumas pessoas reclamando e outras dizendo que no dia anterior houve 1 hora de atraso. Me conformo e espero, mas nem foi preciso. Logo começam os vídeos dos patrocinadores. Depois o telão sobe e revela uma fonte com uma cabeça de leão.

Ah! Esqueci de dizer que na passarela havia três beliches de ferro, daqueles antigos. Os colchões eram escuros, de um tecido áspero. Pensei: "oba, tem cenografia". Tento apreender o significado dessas peças: hospital? Colégio interno? Penso até em campo de concentração, porque assisti O Leitor esses dias e tem uma cena que se passa em um deles. As camas do dormitório do campo não são de ferro, mas estão "empilhadas" como beliches. Acho também que associei a cor dos colchões do desfile com o tom escuro dessa cena.

Vamos em frente. Entra o som e o desfile começa. Meninos e meninas contornam os beliches, vão até o final, fazem pose e voltam. De onde estou dá para ter uma boa visão. Tento fazer um apanhado geral das informações visuais para extrair algum significado. As cores são bem escuras e sóbrias. Tem petróleo, preto, cinza chumbo, cinza claro. Não tudo ao mesmo tempo. Há um degradê de momentos, digamos assim. Os tons em cinza são da última parte do desfile.

Percebo casacos estruturados e amplos, com golas enormes, que adoro. Parecem ser de moletom, o que torna a peça divertida. Eles são fechados por grandes botões, ou então por faixas, estilo quimono. Começo a tentar fotografar alguma coisa, e aí me desconcentro das peças. É tudo muito rápido. Vejo algumas roupas masculinas com aplicações de renda e transparências e me pergunto se vai vender. Ok, um pensamento raso, convencional, de classe média ― mas inevitável.

Outra coisa interessante é que alguns modelos vêm com balões de HQ colados na cabeça. Agora não consigo lembrar do que falavam e só depois, vendo o material de divulgação do desfile, é que fui entender a referência. Esse material eu nem sabia que existia. Quando o desfile terminou, depois de uns 10 minutos (fiquei com cara de boba, pensando: "Já???"), e as pessoas começaram a levantar, vi umas caixinhas quadradas, da espessura de um CD, em algumas cadeiras. Peguei uma delas e levei comigo.

A saída era por outro lugar. Obrigatoriamente tínhamos que passar pelo show room dirigido aos lojistas, onde as marcas expunham suas coleções. Perambulei por ali e consegui ganhar alguns catálogos, mas logo a festa terminou. Em alguns estandes eles perguntavam de onde eu era, qual era minha loja, e quando eu dizia que era publicitária e queria um catálogo como referência, logo perdiam o interesse. Confesso que alguns até me olharam com cara feia, provavelmente achando que eu estava fazendo-os perderem tempo com gentilezas e salamaleques para quem não iria comprar nada. Depois disso, fiquei com medo de chegar em outros estandes e fui embora.

Mais tarde, em casa, abri a caixinha. Não havia nada dentro dela, só textos impressos na parte interna. Será que, originalmente, continha algum folder ou catálogo? Bem, o texto era o que me interessava mesmo. Finalmente, uma explicação! A coleção de Fábio Bartz chama-se Dream a little dream of me e foi inspirada nos quadrinhos Sandman. Tudo gira em torno do sono, dos sonhos, dos pesadelos, da noite e do amanhecer. Por isso as camas, as cores escuras e o degradê do desfile (yes, isso eu captei!). Fizeram sentido os cabelos meio desgrenhados dos modelos, como depois de uma noite de sono, e os lábios contornados de preto ou cinza, como lábios de zumbis.

Gostaria de ter lido esse material antes, para poder entrar no clima do desfile, absorver as informações visuais dentro do contexto. Fico encantada com esse processo criativo que parte de uma referência conceitual e se materializa em cores, tecidos e botões. Claro que todo esse processo exige profissionalismo, tempo, estudo, investimento em pesquisa, o que deixa a roupa mais cara lá na ponta. E nem sempre temos grana para bancar. Porém, nada impede que a gente imprima personalidade ao nosso vestir, mesmo que as peças venham do grande magazine, do supermercado ou até do camelô. Basta ter algo a dizer.


Adriana Baggio
Curitiba, 9/3/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. 40 anos sem Carpeaux de Celso A. Uequed Pitol
02. Apontamentos de inverno de Elisa Andrade Buzzo
03. A pós-modernidade de Michel Maffesoli de Guilherme Carvalhal
04. Seis meses em 1945 de Celso A. Uequed Pitol
05. Oswald de Andrade e o homem cordial de Celso A. Uequed Pitol


Mais Adriana Baggio
Mais Acessadas de Adriana Baggio
01. Apresentação - 31/5/1974
02. Maria Antonieta, a última rainha da França - 16/9/2004
03. Dicas para você aparecer no Google - 9/3/2006
04. Ser bom é ótimo, mas ser mau é muito melhor* - 24/4/2003
05. E você, já disse 'não' hoje? - 19/10/2011


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
5/3/2010
00h32min
Bacana quando um "alguém" (vulgo Adriana) que não é propriamente da área de moda, mas que curte desfiles e a loucura do tão chamado "mundinho fashion", entender que tudo que está alí na passarela não vem de devaneios ou de um porre em uma noite qualquer. Tudo exige muito trabalho e claro, pesquisa e mais pesquisa! Adorei a postagem, deu praticamente para "presenciar" o desfile mesmo que de longe. =)
[Leia outros Comentários de Jenifer]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




TEATRO INFANTIL
RUBEM ROCHA FILHO
LIDADOR
(1970)
R$ 12,00



O DESMONTE DE VÊNUS - CONTOS E CRÔNICAS
ALEXANDRU SOLOMON
TOTALIDADE
(2009)
R$ 15,17



A ROTA SANGRENTA
SVEN HASSEL
RECORD
(1977)
R$ 20,00



ANÁLISE DA INTELIGÊNCIA DE CRISTO: O MESTRE DA SENSIBILIDADE-LIVR
AUGUSTO JORGE CURY
ACADEMIA DE INTELIGENCIA
(2000)
R$ 10,00



MAIS FORTE EM MENOS TEMPO, EXERCÍCIOS DIÁRIOS PARA GANHAR O MÁXIM
BRIAN PAUL KAUFMAN E SID KIRCHHEIMER
LYON
(2001)
R$ 67,98



CATEGORIAS CONCEITUAIS DA SUBJETIVIDADE
FABIO THÁ
ANNABLUME
(2007)
R$ 18,00



CONTOS E CAUSOS DO RIO ARAGUAIA
FERNANDO ANTÔNIO SGRECCIA
EDIÇÃO DO AUTOR
R$ 8,00



SERVIÇO SOCIAL - DOCUMENTO HISTÓRICO
MARIA ESOLINA PINHEIRO
CORTEZ
(1985)
R$ 34,90



A QUESTÃO AMBIENTAL
LUIZ EDMUNDO DE MAGALHÃES COORDENADOR
TERRAGRAPH
(1994)
R$ 50,00



ARQUITETURA CIVIL III MOBILIÁRIO E ALFAIAS
VÁRIOS AUTORES
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
(1975)
R$ 45,00





busca | avançada
45185 visitas/dia
1,2 milhão/mês