Simplicidade ou você quer dormir brigado? | Daniel Bushatsky | Digestivo Cultural

busca | avançada
34554 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A crítica musical
>>> 26 de Julho #digestivo10anos
>>> Por que escrevo
>>> História dos Estados Unidos
>>> Meu Telefunken
>>> Uma Receita de Bolo de Mel
>>> O apanhador no campo de centeio
>>> Curriculum vitae
>>> O Salão e a Selva
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
Mais Recentes
>>> At Risk de Patricia Cornwell pela Little Brown And Company (2006)
>>> Gone For Good de Harlan Coben pela Na Orion Paperback (2007)
>>> When The Wind Blows de James Patterson pela Little Brown And Company (1998)
>>> Windmills Of The Gods de Sidney Sheldon pela William Morrow And Companhy (1987)
>>> If Tomorrow Comes de Sidney Sheldon pela William Morrow And Companhy (1985)
>>> Pearl Dakotah Treasures 2 de Lauraine Snelling pela Bethany House (2004)
>>> Pearl Dakotah Treasures 2 de Lauraine Snelling pela Bethany House (2004)
>>> Children Of The Lamp Book One de P. B. Kerr pela Orchard Books (2004)
>>> The Tale Of Despereaux de Kate Di Camillo pela Candlewick Press (2003)
>>> What She Left For Me de Tracie Peterson pela Bethany House (2005)
>>> Mulher (Trilingue) de Orestes Campos Barbosa pela Sografe, Belo Horizonte (2009)
>>> Mulher (Trilingue) de Orestes Campos Barbosa pela Sografe, Belo Horizonte (2009)
>>> A Christmas Carol de Charles Dickens pela Bendon (2014)
>>> A Christmas Carol de Charles Dickens pela Bendon (2014)
>>> Ruby Dakotah Treasures 1 de Lauraine Snelling pela Bethany House (2003)
>>> Opal Dakotah Treasures 3 de Lauraine Snelling pela Bethany House (2005)
>>> Amethyst Dakotah Treasures 4 de Lauraine Snelling pela Bethany House (2005)
>>> Amethyst Dakotah Treasures 4 de Lauraine Snelling pela Bethany House (2005)
>>> Amethyst Dakotah Treasures 4 de Lauraine Snelling pela Bethany House (2005)
>>> Amethyst Dakotah Treasures 4 de Lauraine Snelling pela Bethany House (2005)
>>> Amethyst Dakotah Treasures 4 de Lauraine Snelling pela Bethany House (2005)
>>> Amethyst Dakotah Treasures 4 de Lauraine Snelling pela Bethany House (2005)
>>> Amethyst Dakotah Treasures 4 de Lauraine Snelling pela Bethany House (2005)
>>> The 1999 - John Dinkeloo Memorial Lecture de Will Bruder pela The Univ. Michigan/ USA (1999)
>>> Não estamos abandonados de Eliana Machado Coelho pela Lúmen (2016)
>>> This Charming Man de Marian Keyes pela Penguin Books (2009)
>>> Anybody Out There de Marian Keyes pela Penguin Books (2007)
>>> The Undomestic Goddess de Sophie Kinsella pela A Dell Book (2005)
>>> A voz do fogo de Alan Moore pela Conrad (2002)
>>> The Innocent Man de John Grisham pela A Dell Book (2006)
>>> The Innocent Man de John Grisham pela A Dell Book (2006)
>>> Bluebonnet Belle de Lori Copeland pela Steeple Hill (1997)
>>> Bluebonnet Belle de Lori Copeland pela Steeple Hill (1997)
>>> Tratado de comunicação organizacional e política de Gaudêncio Torquato pela Cengage Learning (2011)
>>> Catálogo de Periódicos Brasileiros Microfilmados de Coord. Ana Fanda/ A. Romano de Sat' Anna:Presid. pela Biblioteca Nacional/ RJ. (1994)
>>> Vá em frente não deixe para depois de Zibia Gasparetto pela Vida e Consciencia (2016)
>>> Regimes de historicidade - presentismo e experiencias do tempo de François Hartog pela Autentica (2013)
>>> Amazônia: 20 Lendas e Mitos/ Legends And Myths from Amazônia (5 lín de Gea: Coordenadoria Editorial pela Graf. Ed. da Amazônia
>>> La Amada Inmóvil de Amado Nervo pela Soc. Edit. Latino- Americana (1950)
>>> Um (One) de Richard Bach pela Record/ RJ.
>>> Um (One) de Richard Bach pela Record/ RJ.
>>> Amando Uns aos Outros: o Desafio das Relações Humanas de Leo Buscaglia pela Record/ RJ.
>>> A força do entusiasmo de Prof.Gretz pela Viabilização de Talentos Humanos (2005)
>>> Legislação Penal Especial : Crimes Contra a Economia Popular.- Crimes Falimentares.- Crimes Contra a Liberdade de Imprensa de Manoel Pedro Pimentel (Min. Trib. Alçada Criminal / Sp) pela Revista dos Tribunais (1972)
>>> Os tomadores de decisão de Robert Heller pela Makron (1991)
>>> Farmácia de pensamentos de Sonia de Aguiar pela Relume Dumará (2000)
>>> Hipnotizando Maria de Richard Bach pela Integrare (2019)
>>> Tudo Sobre Finanças - Guia Prático de A a Z ( Exame) de Tim Hindle pela Nobel (2002)
>>> Estranho À Terra de Richard Bach pela Hemus
>>> Estranho À Terra de Richard Bach pela Hemus
COLUNAS

Segunda-feira, 31/5/2010
Simplicidade ou você quer dormir brigado?
Daniel Bushatsky

+ de 5800 Acessos
+ 6 Comentário(s)

Há uma falsidade no ar! Estão me enganando. Sorriem para mim (ora, mas eu nem o conheço). Estou um pouco abalado, apreensivo, talvez. Com certeza, uma depressãozinha, aquela sadia, que todos devem ter um dia.

Está frio! Isso piora a sensação. Devemos ser felizes? Devemos nos dar bem com todos? Vejo pessoas na rua desagasalhadas. Se eu fosse realmente bom, tiraria o meu melhor casaco e daria para ela?

Meus pensamentos começaram no teatro. A peça A grande volta, com Fúlvio Stefanini e Rodrigo Lombardi, discute a relação de um pai, ator malsucedido, com o filho, publicitário, recém-demitido ― logo eles, que vendem a felicidade. Nunca haviam se falado de verdade. Tido intimidade! Lá às tantas, Fúlvio diz que não precisa sempre falar coisas inteligentes ao comentar como a lua estava bonita.

Fiquei pensando se isso não era a causa da minha tristeza. Cansei de sempre termos que falar coisas bonitas, complexas, profundas. É tão gostoso sentir o cheiro da manhã, tomar um café à tardezinha, ler o jornal despretensiosamente, admitir que gosta de Zorra Total (tá bom, exagerei).

A sociedade parece sempre estar fingindo. Devemos ter os sentimentos certos, o gosto correto, a roupa adequada. Quantas obrigações. Haja sofisticação...

Como estou cansado de fingir, o bonito é aquele casal de velhinhos conversando em uma praça, de mãos dadas. Quantos conseguem atingir isso? Poucos: as estatísticas demonstram que a maioria dos casais se separa antes dos três anos de casamento.

Por que isso acontece? Provavelmente porque estamos em uma era de individualismo. Não se divide mais nada. O que é meu é meu! Não dou ou empresto. Todos querem muito. Como um casamento, que prega justamente o contrário, pode continuar e prosperar?

Talvez seja a sociedade: competitiva e predatória. Talvez, e pior, porque impossível mudar, seja a natureza humana. Nos unimos para vencermos, mas e quando vencemos sem nos unirmos? Separamos!

Falando em casamento, fui há um muito bonito no sábado passado. O pai do noivo era também o pastor. Na prédica, a simplicidade. Nada de discutir política mundial, macroeconomia ou tentar fazer os ouvintes terem uma epifania.

Pelo contrário: ele ensinou aos noivos o básico, mas algo que todos esquecem ou querem esquecer com o passar do tempo. Para o noivo, disse que toda a mulher gosta de pequenas surpresas, um chocolate, uma rosa, uma valsa e até mesmo, pasmem, um pequeno elogio. Um reconhecimento. Lembrou-o, também, que mulheres, em geral, são mais emotivas e gostam de ver as estrelas, a lua e o céu.

Para a noiva, disse que todo homem é mais prático. Não tem o sexto sentido. Porém gostam de uma comida caseira feita especialmente para ele, de ver a esposa bonita e bem arrumada, fidelidade e, também, pasmem, um pequeno elogio. Um reconhecimento.

Para os dois, advertiu: nunca durmam brigados. É a pior atitude que vocês podem ter.

Fiquei emocionado. Um discurso despretensioso, mas profundo, que todos comentaram durante e após a festa. Alguns tirando sarro da esposa, pela falta da comida gostosa, mas todos sabiam o principal daquela mensagem: a paz.

Se não a paz mundial, pelo menos a paz familiar. Os ensinamentos do pai-pastor fizeram com que todos refletissem se o que perseguimos é real. O que é a felicidade? Como você define a felicidade?

Os filmes nos mostram uma utópica. Os romances, idem. Eu sonho com um dia na praia, coqueiros, céu azul, sem nuvens de preferência, com uma linda mulher e uvas sendo colocadas na minha boca. Acho difícil que aconteça, mas quem sabe.

Tudo é tão pretensioso. Tudo deve ser tão sofisticado. Nunca estamos satisfeitos com o que temos. Aposto que se eu estivesse na praia, com os coqueiros, um lindo dia e uma linda mulher, ainda me faltaria a sombra.

Por isso gostei da prédica. Nada de dinheiro, casas, carros e viagens. Muito menos aqueles discursos bíblicos ininteligíveis. Falava sobre a simplicidade. Como podemos agradar um ao outro sem prepotência e fingimento.

Na peça, pai e filho se aproximam após uma boa e sincera conversa. Simples, não?

Mas não é só. Minha única mudança no discurso seria acrescentar que podemos fazer o mesmo com nossos filhos, irmão, amigos e colegas de trabalho. Podemos ser mais sinceros. Falar a verdade.

Temos tantos problemas inventados pela sociedade, que merecemos descomplicar o complicado. Bucólico? Não! Simplesmente mais tranquilo e menos pretensioso. Não precisamos voltar à vida campestre, mas chega de perseguirmos o inatingível ― antes que me critiquem, não estou coibindo o sonho, só chega da palavra "falta". Sonhem com algo possível, menos material, mais espiritual.

Ou você quer dormir brigado?


Daniel Bushatsky
São Paulo, 31/5/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. De volta à antiga roda rosa de Elisa Andrade Buzzo
02. Fazendo a coisa certa de Fabio Gomes
03. Abdominal terceirizado - a fronteira de Marta Barcellos
04. Você sabe quem escreveu seu show preferido? de Fabio Gomes
05. O pior cego de Luís Fernando Amâncio


Mais Daniel Bushatsky
Mais Acessadas de Daniel Bushatsky em 2010
01. Big Brother da Palmada - 9/8/2010
02. Simplicidade ou você quer dormir brigado? - 31/5/2010
03. A interpretação dos chatos - 1/3/2010
04. Simplesmente tive sorte - 8/2/2010
05. Dilma e o Big Mac - 1/11/2010


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
25/5/2010
18h10min
Concordo em número, gênero e grau. A conversa, o diálogo, serve para qualquer relação humana. Qualquer. E é imprescidível para o bom andamento das coisas.
[Leia outros Comentários de Hellen ]
26/5/2010
19h33min
A pior coisa do mundo é você conviver com alguém quardando uma mágoa desta pessoa. É essencial que exista diálogo entre as pessoas, principalmente com as que moram conosco; o esposo ou a esposa, principalmente. Nós nos sentimos muito melhores sabendo que estamos bem com todos ao nosso redor - e eles também.
[Leia outros Comentários de Maíra Barbosa]
7/6/2010
15h05min
simplesmente sofisticado Assim mesmo sem vírgula nem ponto e nem mesmo caixa alta. Essência, pura e simples. Infeliz daquele que, diante desse texto, diante das pessoas que praticam o que o texto simplesmente retrata, não for cordato. Temos aqueles que por falta de atitude, postura, caráter ou dignidade trocam o diálogo por silêncio calunioso, não querem se comprometer com o entendimento do mais simples, pois lhes exigirá o rogo da prática. Obrigado por seu texto, querido escritor.
[Leia outros Comentários de Fredh Hoss]
14/6/2010
17h12min
Um texto complicado para falar da simplicidade. Lembrou-me o "samba do crioulo doido". Mas não vamos dormir brigados: conversemos!
[Leia outros Comentários de José Frid]
18/6/2010
18h54min
Daniel, gratidão por esse texto. Me descomplicou, me aliviou. Que bom que profissionais da mídia tenham essa visão mais espiritual, mais equânime, menos inatingível! Esse lugar não existe, é um grande clichê que liga o nada a lugar nenhum. Que bom que há luz e discernimento na caverna de Platão.
[Leia outros Comentários de Paula Ribas]
16/10/2013
07h04min
Adorei o texto, professor. Sua coluna ganhou uma fã.
[Leia outros Comentários de Mariana]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




CÉLULAS A COMBUSTÍVEIS
KELLEN CRISTINA MESQUITA BORGES, ROSANA F. GONÇALVES UND MARIO J. GODINHO
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 349,00



AYRTON SENNA E A MÍDIA ESPORTIVA
RODRIGO FRANÇA (AUTOGRAFADO)
AUTOMOTOR
(2010)
R$ 24,00



USABILIDADE E ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO PARA ESTRUTURAÇÃO DE PORTAIS
THIAGO MARINHO
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 349,00



AMOR A ROMA
AFONSO ARINOS DE MELO FRANCO
NOVA FRONTEIRA
R$ 41,00



SOLUÇÃO GRADUAL
CARL HONORÉ
RECORD - GRUPO RECORD
(2016)
R$ 46,20



MEMÓRIAS DA SAUNA FINLANDESA
MEMÓRIAS DA SAUNA FINLANDESA
34
(2010)
R$ 20,00
+ frete grátis



TAPETES E TAPEÇARIAS ARRAIOLOS NR 10 ANO 2 PUBLICAÇÃO TRIMESTRAL
CASA MIDÕES

R$ 24,88



ÊSSE CONTINENTE CHAMADO BRASIL
EDUARDO TOURINHO
JOSÉ OLYMPIO
(1964)
R$ 7,38



CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL - 05 DE OUTUBRO DE 1988
EQUIPE DA EDITORA ATLAS
ATLAS
(1988)
R$ 7,00



INSTITUIÇÃO E RELAÇÕES AFETIVAS
MARLENE GUIRADO
SUMMUS EDITORIAL
(1986)
R$ 70,00





busca | avançada
34554 visitas/dia
1,1 milhão/mês