Você cumpre as promessas de final de ano? | Débora Carvalho | Digestivo Cultural

busca | avançada
69289 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Maurício Limeira lança coronavídeo GUERRA
>>> Mostra de Teatro traz quatro peças para assistir on-line
>>> Festival Som na Faixa apresenta edição online com atrações da música instrumental
>>> Leituras Urbanas começa novo ciclo literário
>>> Unil oferece abordagem diferenciada da gramática a preparadores e revisores de texto
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Aos nossos olhos (e aos de Ernesto)
>>> Carol Sanches, poesia na ratoeira do mundo
>>> O fim dos livros físicos?
>>> A sujeira embaixo do tapete
>>> Moro no Morumbi, mas voto em Moema
>>> É breve a rosa alvorada
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
Colunistas
Últimos Posts
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
Últimos Posts
>>> Cata-lata
>>> A busca
>>> O poder da história
>>> Caraminholas
>>> ETC. E TAL
>>> Acalanto para a alma
>>> Desde que o mundo é mundo
>>> O velho suborno
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O chá do imperador
>>> Papa Francisco
>>> Pequena notável
>>> Notas de leitura sobre Inácio, de Lúcio Cardoso
>>> USP: 75 anos de histórias várias
>>> Asia de volta ao mapa
>>> Minicursos na PUC Minas
>>> 7 de Setembro
>>> Dublinenses
>>> Robinson Shiba do China in Box
Mais Recentes
>>> Apocalipse Z: Os Dias Escuros de Manel Loureiro pela Planeta do Brasil (2011)
>>> Concordância dos Sanctos Evangelhos de Dom Duarte Leopoldo pela Ave Maria (1940)
>>> Nossa Senhora de Fátima de William Thomas Walsh pela Quadrante (1996)
>>> Um Espelho Distante: o Terrível Século XIV de Barbara W. Tuchman pela José Olympio (1989)
>>> Interatividade Química de Martha Reis pela FTD (2003)
>>> Atualidades e redação de Guimarães Júnior e Ademar Caledonio pela SAS sistema de ensino (2014)
>>> Dicionário dos sonhos de Zolar pela Nova Era (2009)
>>> Vocabulário da psicanálise de Laplanche e Pontalis pela Martin Fontes (1992)
>>> Praticando o ENEM de Guimarães Júnior e Ademar Caledonio pela SAS sistema de ensino (2014)
>>> Português concursos públicos de Carla Tullio pela Gold (2010)
>>> Redacao coleção concursos públicos de Jonas Rodrigues Gonçalves pela Gold (2010)
>>> Módulo vestibular tradicional (matemática, física e quimica) de Ademar Celedonio, Geórgia Marinho e Regina Gadelha pela SAS sistema de ensino (2010)
>>> Parto ativo: Guia Prático Para o Parto Natural de Janet Balaskas pela Ground (2015)
>>> Os Bastidores de Emma de Bruna Agra Tessuto pela Metamorfose (2018)
>>> O Estranho Caso do Cachorro Morto de Mark Haddon pela Record (2011)
>>> Barriga de Trigo: Livre-se do Trigo, Livre-se dos Quilos a Mais e Descubra seu Caminho de Volta para a Saúde de William Davis pela WMF Martins Fontes (2014)
>>> Pecados sagrados de Nora Roberts; Alda Porto pela Bertrand Brasil (2009)
>>> Orgullosamente Lupita de Marta Anchustegui Y Amparin Serrano pela Independente (2008)
>>> As Crônicas de Bane de Cassandra Clare; Sarah Rees Brennan; Maureen Johnson pela Galera Record (2014)
>>> Quem Manipula os Povos Indígenas Contra o Desenvolvimento do Brasil de Lorenzo Carrasco; Silvia Palacios pela Capax Dei (2013)
>>> FIlho do Hamas de Mosab Hassan Yousef pela Sextante (2010)
>>> Decida você - Como e quanto viver de Renato Maia Guimarães pela Saude e Letras (2008)
>>> O jardim de ossos de Tess Gerritsen; Alexandre Raposo pela Record (2009)
>>> Perdas Necessárias de Judith Viorst pela Melhoramentos (2005)
>>> O corretor de John Grisham pela Rocco (2005)
>>> Cinquenta tons mais escuros de E L James; Juliana Romeiro pela Intrinseca (2015)
>>> Esta Terra Tem Dono - Esta Tierra Tiene Dueño - Co Yvy Oguereco Yara de Alcy Cheuiche pela Age (2012)
>>> A Odisseia da Filosofia: Uma Breve História do Pensamento Ocidental de José Francisco Botelho pela Abril (2015)
>>> Pureza mortal de Nora Roberts; J. D. Robb; Renato Motta pela Bertrand Brasil (2011)
>>> A História da Ciência Para Quem Tem Pressa: De Galileu a Stephen Hawking em 200 Páginas de Nicola Chalton; Meredith MacArdle pela Valentina (2017)
>>> Contos da seleção o principe e o guarda de Kiera Cass; Cristian Clemente pela Seguinte (2014)
>>> 1808 de Laurentino Gomes pela Planeta do Brasil (2007)
>>> Dublinenses de James Joyce pela Biblioteca Folha (2003)
>>> Viaje a Ixtlan de Carlos Castaneda pela Fondo de Cultura Económica (2009)
>>> História do amor no Ocidente de Denis de Rougemont pela Ediouro (2003)
>>> As cidades invisíveis - coleção biblioteca folha de Italo Calvino pela Biblioteca Folha (2003)
>>> O evangelho segundo o espiritismo de Allan Kardec pela Ide (2004)
>>> Breves Respostas para Grandes Questões de Stephen Hawking pela Intrínseca (2018)
>>> Presença do Vinho no Brasil. um Pouco de História de Carlos Ernesto Cabral de Mello pela Cultura (2018)
>>> Uberizacao de Tom slee pela Elefante (2020)
>>> O Processo de Franz Kafka pela 1117 (2012)
>>> União 100 anos - Receitas que fazem nossa história de Açucar União pela Gold (2000)
>>> Os Miseráveis de Victor Hugo; Walcyr Carrasco pela Moderna (2012)
>>> La Religión Dentro de los Límites de la Mera Razón de Immanuel Kant pela Alianza Editorial (2009)
>>> A Dama das Camélias de Alexandre Dumas Filho pela Nova Alexandria (2015)
>>> Mentes Inquietas: TDAH - Desatenção, Hiperatividade e Impulsividade de Ana Beatriz Barbosa Silva pela Objetiva (2004)
>>> A primeira história do cristianismo de Daniel Marguerat pela Paulus, Loyola (2003)
>>> As erras mais primitivas da terra (Tomo 1 e 2) de G. H. Pember pela Ed Clássicos (2003)
>>> O Hobbit de J. R. R. Tolkien pela WMF Martins Fontes (2013)
>>> O Silmarillion de J. R. R. Tolkien pela WMF Martins Fontes (2011)
COLUNAS

Quarta-feira, 12/1/2011
Você cumpre as promessas de final de ano?
Débora Carvalho

+ de 3800 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Entra ano, sai ano, e a tradição de fazer uma lista de coisas que desejamos realizar no ano que vai começar é a mesma de sempre.

No ano que vem eu vou...

Emagrecer, fazer academia, virar vegetariano, parar de beber refrigerante, ler um livro por mês, estudar inglês, ser menos briguento, dar uma mesada mais gorda pros meus pais velhinhos, parar de brigar com a minha filha, parar de beber, parar de fumar, começar a fazer artesanato como hobby (em vez de assistir tanta televisão), não vou assistir a nenhuma novela, vou frequentar mais o teatro, frequentar mais a igreja, parar de ver pornografia na internet, parar de trair o meu cônjuge, fazer as pazes com minha ex-amiga que roubou meu namorado, pedir as contas e montar o meu próprio negócio, pagar direitinho a pensão do meu filho que mora com a mãe, parar de implicar com meu ex-marido e sua nova mulher, adotar financeiramente uma criança de alguma ONG ou orfanato, fazer uma boa ação por semana, casar com minha noiva dos 10 últimos anos, engravidar, não vou engravidar pela oitava vez, vou entrar na faculdade, vou voltar para a faculdade, vou escrever um livro, vou fazer uma plástica, vou aprender a tocar violão, vou abrir uma poupança para economizar dinheiro, vou fazer uma viagem para o exterior...

Tem gente que faz até uma listinha, ou listona, e guarda em algum lugar para no final do ano conferir quantas promessas conseguiu cumprir. Eu mesma já fiz isso algumas vezes. O engraçado é que raramente conseguia recordar onde a bendita lista estava escondida. Mentalmente, não conseguia recordar o que havia escrito. E, quando encontrava a dita cuja, não havia cumprido quase nada ― às vezes nada. Então, desisti desse ritual. Para mim, não funciona.

Tenho uma colega que desde a sétima série coloca "emagrecer" e "fazer academia" na lista de ano novo. Quase 10 anos depois ela conseguiu. Fiquei um tempo sem vê-la, pois foi fazer faculdade em outro estado. Quando voltou, estava irreconhecível. Mas, antes disso, todo início de ano ela se matriculava na academia e não frequentava nem um trimestre inteiro.

Outro colega é hilário: em todas as festas de final de ano ele diz que é a última vez que come carne. Aí se acaba de tanto comer, dizendo que é despedida. Uma ou duas vezes ele vai na churrascaria e só come massas e salada, repetindo o tempo todo que virou vegetariano e importunando todo mundo com aquelas piadas ridículas de "você está comendo um defunto", entre outras piores. Tudo bem que é verdade, mas não precisa ficar falando, né? Então, em algum almoço de galera, ele se rende: "Eu não tô comendo carne, mas esse cheirinho tá me matando. Uma vez só não tem problema, né?". E nas festinhas do final do ano é sempre aquela despedida.

Refrigerante é uma coisa. Inclusive para mim, que nunca tomei o desgraçado até os meus 18 anos de idade. "Dá celulite" ― era o meu firme pensamento para não tomar. Mas então você está morrendo de sede na festa de aniversário da sua amiga e não tem suco. Você bebe um gole para molhar a garganta e... não dá. Quando se dá conta, sua geladeira está cheia de garrafas da bebida gasosa, pois todas as visitas adoram e não dá trabalho nenhum ― além de ser mais barato do que suco de caixinha. Um belo dia você se conscientiza e passa longe dos engradados no supermercado. Mas fora de casa...

Ler um livro por mês, estudar inglês, não assistir a nenhuma novela, começar a fazer artesanato como hobby estão sempre na mesma lista, juntinhos. Lindo. Quem dera alguém conseguisse cumprir tudo isso. O sujeito até desiste de assistir o final da novela que já estava assistindo e começa a ler. A novela termina, ele perde o final, fica com raiva e esconde. Começa a criticar todo mundo que assistiu, diz que nem quer saber o final. Começa a nova novela. Ele vê alguns pedaços no comerciais, diz que a novela não vai ter a menor graça. Vai pro quarto ler. Quando visita um amigo que assiste a novela é que é a desgraça. Ele faz tantas perguntas que não deixa ninguém assistir o capítulo da noite. Critica, fala mal, mas depois vai procurar as sinopses na internet. Um belo dia, larga o artesanato pela metade, e o livro empoeirando... e promete mais uma vez que é a última novela que assiste.

Parar de beber e/ou de fumar é um drama que toda família tem. Algum parente tem que ter algum desses vícios. Perdi meu avô para o cigarro, e tenho alguns tios que todo ano as esposas dizem que vão abandoná-los se não pararem de beber. Deve ser mesmo muito difícil. Nem faço ideia.

"Pedir as contas e montar o meu próprio negócio." Ah... O gostinho de cumprir essa promessa eu conheço. Demorou, mas consegui. E olha que consegui justamente quando parei com a lista. Mas conheço gente que ainda não criou coragem, e outros que, depois de uns dois ou três anos no próprio negócio, resolveram voltar para a CLT.

"Casar com minha noiva dos 10 últimos anos" é outra novela. Uma amiga minha sofreu muito com isso. Todo ano o noivo prometia: Ano que vem a gente casa! Que nada... depois de 13 anos, ela conheceu um cara pela internet e em seis meses estava casada. Dá pra acreditar? Só que o noivo dela descobriu que ela era a pessoa com quem ele realmente queria ter se casado. Depois de 2 anos infernizando a vida dela pra voltar pra ele, ela cedeu. Foram morar juntos. Mas casamento mesmo, no papel, ainda está na promessa.

Ah, ainda tem o dilema feminino atual: gravidez. Muitas mulheres sofrem com isso. Até querem, mas a importância que a carreira tem para elas, hoje, faz com que a maternidade fique em segundo plano. E pensar que há até pouco tempo a prioridade era sempre a procriação. Eu mesma casei muito mais tarde do que imaginava que me casaria quando adolescente. Mas resolvi engravidar antes dos 35 ― embora quando casei a ideia era esperar para engravidar aos 34. De repente, decidimos. No mesmo mês, a Lara foi encomendada. Mas algumas amigas minhas já estão casadas há uns 10 anos e sempre deixam para "o ano que vem". Algumas já passaram dos 35. Por outro lado, também conheço algumas garotas que começaram a procriar aos 15 anos e hoje têm um time de futebol, cada um de um pai.

"Começar a poupar dinheiro" deveria ser uma coisa aprendida na infância. Infelizmente, a gente quase nunca aprende. E, quem quer, demora a conseguir praticar. Geralmente, nem bem recebemos o dinheiro e já sabemos exatamente como vamos gastar. Ou pior: vamos dar uma volta no shopping só para assistir a um filme e, de repente, o cinema se transforma numa reprise do filme Delírios de Consumo de Becky Bloom. E não é só mulher que faz isso não. Muitos homens também. A diferença é que mulher gosta de gastar mais com roupa e sapato. Os homens, com eletrônicos. Mas quando o sujeito finalmente consegue planejar seus gastos conforme as dicas do Gustavo Cerbasi, vira outra pessoa. De repente, começa a falar de investimentos, de cotação do dólar, de previdência... e até mesmo de realizações que antes jamais poderia fazer, porque nunca sobrava dinheiro. Aí, quer cortar tudo. As saídas, o cinema, o cabeleireiro, a esteticista... e até os almoços de família que deveriam ser na sua casa. Se não corta o almoço, muda o cardápio ou começa a pedir para cada um levar um prato, ou aceita que você leve um quando você só ofereceu por educação. Fala sério... Duvido que o Gustavo Cerbasi faça isso.

O ano que passou foi interessante para muita gente. Eu curti tudo o que me aconteceu, exceto os quilos a mais por não conseguir controlar minha alimentação no final da gestação (foi o ano em que me tornei mãe). E ainda espero que 2011 seja tão bom ou melhor do que 2010. A lista tradicional eu não vou fazer. Claro que quero realizar muitas coisas, e tenho consciência de que não conseguirei fazer tudo o que pretendo. Entre elas, emagrecer, fazer artesanato, ler mais livros, assistir menos televisão e não beber refrigerante nem fora de casa. Será que desta vez eu consigo?


Débora Carvalho
São Paulo, 12/1/2011


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Nos porões da ditadura de Luís Fernando Amâncio
02. YouTube, lá vou eu de Adriane Pasa
03. Simone Weil no palco: pergunta em forma de vida de Heloisa Pait
04. Eleições nos Estados Unidos de Marilia Mota Silva
05. Palavra de Honra de Daniel Bushatsky


Mais Débora Carvalho
Mais Acessadas de Débora Carvalho
01. Choque de realidade no cinema - 23/2/2010
02. Por que comemorar o dia das mães? - 4/5/2010
03. Metade da laranja ou tampa da panela? - 13/7/2010
04. Como você aprende? - 24/2/2011
05. Orgasmo ao avesso - 22/6/2010


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
21/12/2010
19h16min
Que texto legal. Eu faço uma lista mental e tenho conseguido. Consegui ler os 12 livros (no mínimo) que queria (um por mês); passei a ver menos televisão - me viciei na internet e me joguei no trabalho - que, aliás, foi um campo que eu também alcancei meus objetivos. E para ano que vem... Bem... no momento tô de férias, vou pensar nisso no ano que vem.
[Leia outros Comentários de Renan O. Pacheco]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O MUNDO NA CORDA BAMBA
WILLIAM GREIDER
GERAÇÃO
(1998)
R$ 15,00



AMANHÃ É OUTRO DIA
J M SIMMEL
NOVA FRONTEIRA
R$ 4,15



HISTÓRIA DA PSICOLOGIA MODERNA
DUANE SCHULTZ
CULTRIX
(1975)
R$ 75,80



O CICLO DE VARGAS VOL XI - 1939 VÉSPERA DE GUERRA 10023
HÉLIO SILVA
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(1972)
R$ 21,00



OS FUNDAMENTOS DA FÍSICA 2 TERMOLOGIA - ÓPTICA - ONDULATÓRIA
RAMALHO - NICOLAU - TOLEDO
MODERNA PLUS
R$ 125,00



FESTIM DOS BRUXOS : ESTUDOS DE RELIGIÃO NO BRASIL
CARLOS RODRIGUES BRANDAO
ICONE
(1987)
R$ 11,56



PARCEIRO DO FUTURO
JOSÉ COSTA
RONA
(2007)
R$ 6,90



BECKY BLOOM EM HOLLYWOOD
MOACYR SCLIAR
RECORD
(2015)
R$ 29,90



REPÚBLICA ESPANHOLA: UM MODELO A SER EVITADO
ISMARA IZEPE DE SOUZA
IMPRENSA OFICIAL DO ESTADO SP
(2001)
R$ 35,00



MEU CORAÇÃO, MINHA VIDA, MEU TUDO
WILLIAM MACDONALD
CHAMADA
(2013)
R$ 14,90





busca | avançada
69289 visitas/dia
2,0 milhão/mês