Fazer conta de cabeça e a calculadora | Ana Elisa Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
47877 visitas/dia
1,6 milhão/mês
Mais Recentes
>>> SÁBADO É DIA DE AULÃO GRATUITO DE GINÁSTICA DA SMART FIT NO GRAND PLAZA
>>> Curso de Formação de Agentes Culturais rola dias 8 e 9 de graça e online
>>> Ciclo de leitura online e gratuito debate renomados escritores
>>> Nano Art Market lança rede social de nicho, focada em arte e cultura
>>> Eric Martin, vocalista do Mr. Big, faz show em Porto Alegre dia 13 de abril
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Obra traz autores do século XIX como personagens
>>> As turbulentas memórias de Mark Lanegan
>>> Gatos mudos, dorminhocos ou bisbilhoteiros
>>> Guignard, retratos de Elias Layon
>>> Entre Dois Silêncios, de Adolfo Montejo Navas
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
>>> O segredo para não brigar por política
>>> Endereços antigos, enganos atuais
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Saudades, lembranças
>>> Promessa da terra
>>> Atos não necessários
>>> Alma nordestina, admirável gênio
>>> Estrada do tempo
>>> A culpa é dele
>>> Nosotros
>>> Berço de lembranças
>>> Não sou eterno, meus atos são
>>> Meu orgulho, brava gente
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Entrevista com Noga Sklar
>>> Tempo vida poesia 2/5
>>> The Social Network ou A Rede Social, o filme
>>> Só notícia boa
>>> Made in China
>>> Para ler o Pato Donald
>>> Prossiga
>>> Mozart 11 com Barenboim
>>> Para amar Agostinho
>>> Discos de MPB essenciais
Mais Recentes
>>> Livro -Exercicios de matematica volume 2 funçoes e logaritmos de Manoel Benedito Rodrigues pela Policarpo
>>> Revista Trip 207 de Herson Capri; Pedrinho Aguinaga; Rebeca Nunes; Anderson Silva pela Trip (2012)
>>> Livro - Um corpo na biblioteca de Agatha Christie pela Nova fronteira (1942)
>>> Aprendizado do Coração de Clara Rennó pela Associadas
>>> Exercite Sua Mente de Reader`s Digest pela Seleções
>>> Doce Rosas para Rosa de Dolores Soler-Espiauba pela Rama (1989)
>>> Sublime Missão: Resgatando Vidas no Mundo das Drogas de Assis Azevedo; João Maria pela O Clarim (2004)
>>> Gravidez Saudável de Cynthia Howlett; Suppa (ilustr.) pela Réptil (2007)
>>> Auto Liderança: Manual para Treinadores e Consultores de Projetos Pessoais de Suryavan Solar; Cóndor Blanco pela Gran Sol (2010)
>>> Estrada da Guerra: Novos Autores: Juiz de Fora de Vítor Ribeiro Halfeld pela Funalfa (2014)
>>> Um Coração Saudável de Dr. Roque Marcos Savioli pela Canção Nova (2006)
>>> Amor Ilimitado de Festo Kivengere; Dorothy Smoker; MyrianTalitha Lins pela Bethania (1979)
>>> Geração Perdida: Jovens na Contramão de Naor Pedroza pela Vinha (2013)
>>> Revista Arte e Estilo: Ano 2 de Beatriz Milhazes; Anderson Thives; Katia Politzer; Dulce Nascimento; Teresa de Oliveira Santos pela Arte e Estilo Design (2013)
>>> Metalurgia e Desenvolvimento: A Corrida dos Metais no Brasil de Indústria Metalúrgica pela Associação Brasileira de Metais (1989)
>>> O Vinho na Cozinha de Eduardo Viotti pela Moderna; Folha de S. Paulo (2010)
>>> Filosofia: Por Uma Inteligência da Complexidade de Celito Meier pela Pax (2010)
>>> O Almanaque do Futebol Brasileiro de Marco Aurélio Klein; Sergio Alfredo Audinino pela Escala (1996)
>>> O Teatro Norte-Americano Hoje de Alan S. Downer (org.); José Paulo Paes (trad.); Edward Albee; Richard Barr; Esther M. Jackson pela Cultrix (1969)
>>> Coleção de Receitas de Knorr pela Knorr
>>> A Tragédia: Estrutura e História de Lígia Militz da Costa; Maria Luiza Ritzel Remédios pela Ática (1988)
>>> História da Inconfidência de Minas Gerais de Augusto de Lima Junior pela Itatiaia (1968)
>>> Deus Pode: Gospel de Silas Malafaia pela Central Gospel (2014)
>>> Sonhos Sem Fim: John Lennon; Michael Jackson; Ayrton Senna de Jucelino Nóbrega da Luz pela Ibrasa (2011)
>>> Compêndio de Teoria Elementar da Música de Osvaldo Lacerda pela Ricordi (1966)
COLUNAS

Sexta-feira, 10/8/2012
Fazer conta de cabeça e a calculadora
Ana Elisa Ribeiro
+ de 6000 Acessos

Não guardei na memória como foi que aprendi matemática, mais precisamente, a aritmética mais básica que se pode imaginar. Talvez não tenha mesmo memória disso justamente porque acho que nunca aprendi direito a fazer contas. Somo, subtraio, multiplico e divido, claro, mas sem forçação de barra. Tenho cá uma quedinha pela adição, que, não sei por quê, me parece mais tolerável do que as demais continhas.

Depois de uns dias fazendo esforço para recuperar algo desse meu contexto de "ruim de matemática" (uma pecha que inibe todo aluno por não ser genial), consegui me lembrar das aulas de tabuada, isto é, decoreba, e do Quadro Valor de Lugar (QVL), apoio engenhoso para nos ensinar unidades, dezenas, centenas e lá vai.

Confesso que até hoje me fogem algumas contas de multiplicar. Essas tipo 7x8 me custam uns segundos de inspiração. E graças àquele que inventou o lápis-tabuada, que era, de outro lado, proibido na escola. Calculadora, então, nem num raio de quilômetros. A maquineta era coisa pra engenheiro ou pra gente que só precisava confirmar. Quem não domina tem de fazer conta de cabeça.

Conta de cabeça, conta de cabeça. Como é que eu vou enxergar isso? Abstração, visão, raciocínio. Foi outro dia que, conversando com um físico profissional, descobri por que razão dei de aprender apenas a demonstrar teoremas. É. A despeito de tudo, inclusive do professor, as únicas coisas que me pareceram ter sentido, nos tempos de segundo grau (nem se chamava ainda ensino médio), foram os escalonamentos e os teoremas. Paixão irrefreável por aquele finalmente, quando o mestre escrevia lá, com giz e suspiros, o CQD ou Como Queríamos Demonstrar. Para o meu delírio. Para tocar o sinal e vir lá qualquer outra aula. Bem, então, era isso: teorema é argumentação. Estava explicada minha associação.

E eu pensei que o tal de "fazer conta de cabeça" tivesse saído da moda, das diretrizes curriculares, dos programas de ensino, de onde quer que estivessem. Pensei que uma matemática mais pop ou uma fazeção mais aplicada de contas tivesse encontrado seu valor. Mas não. Estava cá meu pimpolho estudando a tabuada e tentando fazer contas de cabeça, isto é, tentando visualizar pauzinhos, bolinhas, cores, grossuras para então passar aos resultados.

Mas, não sejamos implicantes, houve um avanço: agora se pode calcular com calculadora. Não de primeira nem a conta mais fácil, mas para conferir. Qual não foi minha surpresa quando vi escrito, a tinta, no livro didático da editora famosa, um "Confira com a calculadora". Meu Deus, tiraram o peso das costas dos meninos, aleluia. Então pode-se conferir! Um elemento tão necessário, no dia a dia, para ir à padaria, para pegar ônibus, para comprar chiclete. Então admitiram a checagem, enfim.

Vamos lá. Faça as contas de cabeça. Some, diminua, divida, multiplique, mas veja se fez direito. Cate lá, com papai ou mamãe, uma máquina de calcular, calculadorinha aritmética, dessas made in China mesmo, pro adianto. Vai lá, fez a conta? Então mande bala: 34 + 72. E ainda tive de ensinar ao guri onde ficava o =.

Mas vocês nem imaginam o que foi que eu vi. Vocês não podem imaginar como foi que o garoto reagiu. Uma coisa linda mesmo, linda de se compartilhar. É um negócio que só vi poucas vezes, assim, de pegar no salto, no ato, na virada. Eu vi foi o encantamento dele ao ver a calculadora trabalhar. Foi um susto rápido e alegre o que ele demonstrou quando viu o produto da soma aparecer no visor, sem que ele visse a mágica por trás da interface, sem que ele percebesse qualquer suadeira no dispositivo, qualquer esforço ou tremedeira no somatório. Plim! Estava lá o 106 redondo, que nem o dele, confirmando que, sim, estava tudo certo. Calculadora não erra.

Eu mesma tenho umas tantas pra todo lado da casa, especialmente onde tiver gaveta, que é onde elas repousam sem poeira. Calculadora solar, sem precisar trocar baterias incômodas. Calculadora simples, dessas que vivem sumindo e aparecendo, feito caneta Bic. Isso sem falar naquelas HPs de engenheiros, que só faltam dar conselhos sobre o casamento.

Olha, mas eu vi o prazer e a exclamação nos olhos do menino. Tudo por conta de uma máquina que sabe calcular, sem fazer alarde. Tudo por causa de um tecladinho barato que me oferece o resultado certo, preventivo, atual.

E nessa brincadeira, fui lá na Wikipédia fuçar a calculadora, origens e espécies. Peguei logo um macete engraçado, que ninguém nunca me disse e que sempre me incomodou. Compro dessas calculadorinhas sem OFF e fico encucada, esperando que ela se apague. E não é que aprendi um truque? Se não tem OFF, é só apertar os sinais de dividir e multiplicar, ao mesmo tempo, junto com o ON. E a calculadora desliga. Diz que também funciona apertando-se o 5 e o 6 ou 4, 5 e ON. E nunca mais ficarei esperando a máquina desligar sozinha pra eu sossegar com meus múltiplos de dois.


Ana Elisa Ribeiro
Belo Horizonte, 10/8/2012

Mais Ana Elisa Ribeiro
Mais Acessadas de Ana Elisa Ribeiro em 2012
01. Quero estudar, mas não gosto de ler. #comofaz? - 10/2/2012
02. Voltar com ex e café requentado - 13/1/2012
03. iPad pra todo mundo - 13/4/2012
04. Como amar as pessoas como se não houvesse amanhã - 9/11/2012
05. Fazer conta de cabeça e a calculadora - 10/8/2012


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Sonho de uma Noite de Verão - Confira!
William Shakespeare
Global
(2004)



Versos Travessos
Angela Leite de Souza
Salesiana
(2010)



Legado Kardequiano 2ªed(1982)
Divaldo Pereira Franco
Leal
(1982)



Talking Straight - Pocketbook
Lee Iacocca
Bantam
(1989)



Bicho Bonito. Bicho Esquisito!
João Proteti
Cortez
(2007)



Coisa de Menina / 1ª Ed - Confira !!!
Priscila Ferrari Rezny
Companhia das Letrinhas
(2016)



Os Direitos Humanos na Sala de Aula: a Ética Como Tema Transversa
Ulisses F. Araújo, Julio Groppa Aquino
Moderna
(2002)



Defesa sem Embargos do Executado - Exceção de Pré-executividade
Alberto Camiña Moreira
Saraiva
(1998)



A Economia do Insumo-produto (1986)
Wassily Leontief
Nova Cultural
(1986)



A Thousand Splendid Suns
Khaled Hosseini
Riverhead Books
(2007)





busca | avançada
47877 visitas/dia
1,6 milhão/mês