Fazer conta de cabeça e a calculadora | Ana Elisa Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
37668 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Sexta-feira, 10/8/2012
Fazer conta de cabeça e a calculadora
Ana Elisa Ribeiro

+ de 5100 Acessos

Não guardei na memória como foi que aprendi matemática, mais precisamente, a aritmética mais básica que se pode imaginar. Talvez não tenha mesmo memória disso justamente porque acho que nunca aprendi direito a fazer contas. Somo, subtraio, multiplico e divido, claro, mas sem forçação de barra. Tenho cá uma quedinha pela adição, que, não sei por quê, me parece mais tolerável do que as demais continhas.

Depois de uns dias fazendo esforço para recuperar algo desse meu contexto de "ruim de matemática" (uma pecha que inibe todo aluno por não ser genial), consegui me lembrar das aulas de tabuada, isto é, decoreba, e do Quadro Valor de Lugar (QVL), apoio engenhoso para nos ensinar unidades, dezenas, centenas e lá vai.

Confesso que até hoje me fogem algumas contas de multiplicar. Essas tipo 7x8 me custam uns segundos de inspiração. E graças àquele que inventou o lápis-tabuada, que era, de outro lado, proibido na escola. Calculadora, então, nem num raio de quilômetros. A maquineta era coisa pra engenheiro ou pra gente que só precisava confirmar. Quem não domina tem de fazer conta de cabeça.

Conta de cabeça, conta de cabeça. Como é que eu vou enxergar isso? Abstração, visão, raciocínio. Foi outro dia que, conversando com um físico profissional, descobri por que razão dei de aprender apenas a demonstrar teoremas. É. A despeito de tudo, inclusive do professor, as únicas coisas que me pareceram ter sentido, nos tempos de segundo grau (nem se chamava ainda ensino médio), foram os escalonamentos e os teoremas. Paixão irrefreável por aquele finalmente, quando o mestre escrevia lá, com giz e suspiros, o CQD ou Como Queríamos Demonstrar. Para o meu delírio. Para tocar o sinal e vir lá qualquer outra aula. Bem, então, era isso: teorema é argumentação. Estava explicada minha associação.

E eu pensei que o tal de "fazer conta de cabeça" tivesse saído da moda, das diretrizes curriculares, dos programas de ensino, de onde quer que estivessem. Pensei que uma matemática mais pop ou uma fazeção mais aplicada de contas tivesse encontrado seu valor. Mas não. Estava cá meu pimpolho estudando a tabuada e tentando fazer contas de cabeça, isto é, tentando visualizar pauzinhos, bolinhas, cores, grossuras para então passar aos resultados.

Mas, não sejamos implicantes, houve um avanço: agora se pode calcular com calculadora. Não de primeira nem a conta mais fácil, mas para conferir. Qual não foi minha surpresa quando vi escrito, a tinta, no livro didático da editora famosa, um "Confira com a calculadora". Meu Deus, tiraram o peso das costas dos meninos, aleluia. Então pode-se conferir! Um elemento tão necessário, no dia a dia, para ir à padaria, para pegar ônibus, para comprar chiclete. Então admitiram a checagem, enfim.

Vamos lá. Faça as contas de cabeça. Some, diminua, divida, multiplique, mas veja se fez direito. Cate lá, com papai ou mamãe, uma máquina de calcular, calculadorinha aritmética, dessas made in China mesmo, pro adianto. Vai lá, fez a conta? Então mande bala: 34 + 72. E ainda tive de ensinar ao guri onde ficava o =.

Mas vocês nem imaginam o que foi que eu vi. Vocês não podem imaginar como foi que o garoto reagiu. Uma coisa linda mesmo, linda de se compartilhar. É um negócio que só vi poucas vezes, assim, de pegar no salto, no ato, na virada. Eu vi foi o encantamento dele ao ver a calculadora trabalhar. Foi um susto rápido e alegre o que ele demonstrou quando viu o produto da soma aparecer no visor, sem que ele visse a mágica por trás da interface, sem que ele percebesse qualquer suadeira no dispositivo, qualquer esforço ou tremedeira no somatório. Plim! Estava lá o 106 redondo, que nem o dele, confirmando que, sim, estava tudo certo. Calculadora não erra.

Eu mesma tenho umas tantas pra todo lado da casa, especialmente onde tiver gaveta, que é onde elas repousam sem poeira. Calculadora solar, sem precisar trocar baterias incômodas. Calculadora simples, dessas que vivem sumindo e aparecendo, feito caneta Bic. Isso sem falar naquelas HPs de engenheiros, que só faltam dar conselhos sobre o casamento.

Olha, mas eu vi o prazer e a exclamação nos olhos do menino. Tudo por conta de uma máquina que sabe calcular, sem fazer alarde. Tudo por causa de um tecladinho barato que me oferece o resultado certo, preventivo, atual.

E nessa brincadeira, fui lá na Wikipédia fuçar a calculadora, origens e espécies. Peguei logo um macete engraçado, que ninguém nunca me disse e que sempre me incomodou. Compro dessas calculadorinhas sem OFF e fico encucada, esperando que ela se apague. E não é que aprendi um truque? Se não tem OFF, é só apertar os sinais de dividir e multiplicar, ao mesmo tempo, junto com o ON. E a calculadora desliga. Diz que também funciona apertando-se o 5 e o 6 ou 4, 5 e ON. E nunca mais ficarei esperando a máquina desligar sozinha pra eu sossegar com meus múltiplos de dois.


Ana Elisa Ribeiro
Belo Horizonte, 10/8/2012


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Por que Harry Potter é boa literatura de Fernanda Prates
02. Plantar bananeira, assoviar e chupar cana de Pilar Fazito
03. Se a literatura subisse o morro... de Marcelo Spalding
04. Sombras Persas (IX) de Arcano9
05. Tabus do Orkut de Marcelo Miranda


Mais Ana Elisa Ribeiro
Mais Acessadas de Ana Elisa Ribeiro em 2012
01. Quero estudar, mas não gosto de ler. #comofaz? - 10/2/2012
02. Voltar com ex e café requentado - 13/1/2012
03. iPad pra todo mundo - 13/4/2012
04. Como amar as pessoas como se não houvesse amanhã - 9/11/2012
05. Fazer conta de cabeça e a calculadora - 10/8/2012


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




OS VOLUNTÁRIOS DA PÁTRIA NA GUERRA DO PARAGUAI VOL. 1
PAULO DE QUEIROZ DUARTE
BIBLIOTECA DO EXÉRCITO
(1983)
R$ 30,00



NONA MANHÃ
CARL JÓHAN JENSEN
MOINHOS
(2017)
R$ 35,00



MEIA LARANJA: O QUE OS JOVENS DIZEM DA TOXICODEPENDE^NCIA
LUI´SA CARRILHO
EDIC¸O~ES AFRONTAMENTO
(1995)
R$ 18,70



ANÁLISE DE SISTEMAS EMPRESARIAIS
STANFOR L. OPTNER
CONSELHO
(1973)
R$ 10,00



CLÁSSICOS DO MUNDO CORPORATIVO
MAX GEHRINGER
GLOBO ANTIGO
(2008)
R$ 10,00



PROJETO ARARIBÁ HISTÓRIA 8º ANO
MARIA RAQUEL APOLINÁRIO
MODERNA
(2007)
R$ 6,00



JOY
JOY LAUREY
CIRCULO DO LIVRO
R$ 6,00



A JORNADA - A SAGA DE HOMENS E MULHERES GUIADOS À ETERNIDADE
RICARDO AGRESTE
SOCEP
(2009)
R$ 20,00



KARE KANO: AS RAZÕES DELE, OS MOTIVOS DELA
MASAMI TSUDA
PANINI
(2007)
R$ 10,00



MICHELIN RED GUIDE 1990: MAIN CITIES, EUROPE
MICHELIN TRAVEL PUBLICATIONS
MICHELIN TRAVEL PUBLICATIONS
(1990)
R$ 24,28





busca | avançada
37668 visitas/dia
1,1 milhão/mês