Os bastidores de Psicose | Gian Danton | Digestivo Cultural

busca | avançada
47273 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Atmosphere
>>> O Segredo do Vovô Coelhão
>>> Separações é Amores II
>>> 10 de Abril #digestivo10anos
>>> Não presta, mas vá ver
>>> Sobre o Jabá
>>> Crise da Democracia
>>> Bill Gates e o Internet Explorer
>>> LEM na TV Cronópios
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
Mais Recentes
>>> A Resposta de Kathryn Stockett-- Caroline Chang pela Bertrand Brasil (2012)
>>> Guia Prático de Primeiros Socorros - o Que Fazer Em Casos de Dr Gerson Trevilato pela Dr Gerson Trevilato (2001)
>>> Política & Sociedade - Revista de Sociologia Política Nº 13 de Ufsc pela Cidade Futura (2008)
>>> Apesar de Tudo de Mônica de Castro pela Vida e Consciência (2013)
>>> Trangressões de Uzma Aslam Khan pela Bertrand Brasil (2008)
>>> Política & Sociedade - Revista de Sociologia Política Nº 15 de Ufsc pela Cidade Futura (2009)
>>> Política & Sociedade - Revista de Sociologia Nº 6 de Ufsc pela Cidade Futura (2005)
>>> Louis Frenzel Jr. - Jose Lucimar do de Luciano Raimundi - Direção pela Susaeta (1989)
>>> Memórias Alinhavadas de Beatriz Viegas pela Artes e Oficios (1997)
>>> Carlota Joaquina na Corte do Brasil de Francisca L. Nogueira de Azevedo pela Civilização Brasileira (2003)
>>> Revista National Geographic Brasil - Junho 2003 de Diversos pela Abril (2003)
>>> Revista National Geographic Brasil - Maio 2003 de Diversos pela Abril (2003)
>>> Os Amantes - Estado de Novo de Rod Nordland pela Harper Collins (2016)
>>> Revista National Geographic Brasil - Abril 2003 de Diversos pela Abril (2003)
>>> Política & Sociedade - Revista de Sociologia Política Nº 05 de Ufsc pela Cidade Futura (2004)
>>> Hot Metal Vol. II de Guitar pela Guitar (1989)
>>> Revista National Geographic Brasil - Março de 2003 de Diversos pela Abril (2003)
>>> Política & Sociedade - Revista de Sociologia Política Nº 10 de Ufsc pela Cidade Futura (2007)
>>> História do Brasil - 2ªdição - Revista e Atualizada de Francisco M. P. Teixeira pela Global (2000)
>>> Revista National Geographic Brasil - Janeiro 2003 de Diversos pela Abril (2003)
>>> Cálculo Aplicado à Gestão e aos Negócios de Nelson Pereira pela Intersaberes (2016)
>>> O Último Teorema de Fermat de Simon Singh pela Record (1999)
>>> Três Autos (Alma / Barca do Inferno / /Mofina Mendes de Gil Vicente pela Ediouro (1997)
>>> Corpo a corpo com a mulher. Pequena história das transformações do corpo feminino no Brasil de Mary del Priore pela Senac SP (2000)
>>> Ao Sul do Corpo. Condição feminina, maternidades e mentalidades no Brasil Colônia de Mary del Priore pela Edunb/José Olympio (1993)
>>> História do amor no Brasil de Mary del Priore pela Contexto (2006)
>>> História das crianças no Brasil de Mary del Priore. Organização pela Contexto (1999)
>>> Lançamento Col Eu Gosto Mais Caderno de Letras V1 Ed Inf do Professor de Jorge Yunes (dir. Sup) pela IBEP (2015)
>>> Lançamento Coleção Eu Gosto Mais Caderno de Letras V 2 Ed. Infantil de Jorge Yunes pela IBEP (2015)
>>> Coleção Eu Gosto Mais - Caderno de Alfabetização - Lançamento de Célia Passos e Zeneide Silva / Livro do Professor pela IBEP (2015)
>>> XIARARIBÓIACINE - MEMÓRIAS de Ministério da Cultura pela Festival de Niterói (2012)
>>> Tempo de Matemática 6ª série - LIVRO DO MESTRE de Miguel Asis Name pela do Brasil (1996)
>>> Matemática - Conceitos e Histórias 8ª série - EXEMPLAR DO PROFESSOR de Di Pierro Netto pela Scipione (1995)
>>> Interdisciplinar - Estação Criança 1 - Educação Infantil - Trenzinho de atividades- do Professor de Júnia La Scala e Outros pela Quinteto (2015)
>>> História das mulheres no Brasil de Mary del Priore. Organização pela Contexto/Unesp (1997)
>>> Moderna de Geografia vol. 1 - Noções Básicas de Geografia Geral e do Brasil - Primeiro Grau pela Moderna (1995)
>>> Ley Nº 393 - Ley de Servicios Financeiros de Ministério de Economía y Finanzas Públicas pela M.E.F.P
>>> Marco de Referência de Educação Alimentar e Nutricional para as Políticas Públicas de Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome pela SNSAN (2012)
>>> PDE Prova Brasil - Plano de Desenvolvimento de Educação - Ensino Fundamental de Ministério da Educação Secretária de Educação Básica pela PDE (2009)
>>> Secretaria de Programas Regionais - Desenvolver as regiões para reduzir as desigualdades de Ministério da Integração Nacional pela M.I.N
>>> Ritmos da História 6º ano - DO PROFESSOR de Flavio de Campos se Outros pela Escala Educacional (2009)
>>> Matemática 2 - DO PROFESSOR de Ênio Silveira e Cláudio Marques pela Moderna (2010)
>>> Porta Aberta - História e Geografia 5º ano - DO PROFESSOR de Mirna Lima pela FTD (2009)
>>> Novo História 8º ano - Conceitos e Procedimentos - DO PROFESSOR de Ricardo Dreguer e Eliete Toledo pela Atual (2009)
>>> Geografia - Rio de Janeiro 3ª série - DO PROFESSOR de Siomara Sodré Spinola pela Ática (2006)
>>> Sociologia em Movimento -1º 2º e 3º anos do Ensino Médio - DO PROFESSOR de Afrânio Silva e Outros pela Moderna (2014)
>>> Práticas Pedagógicas Em Educação Física: Espaço, Tempo e Corporei de Fernando Jaime Gonzalez; M Simone / do Professor pela Edelbra Ltda (2012)
>>> Pensar, Refletir e Filosofar 5º ano - MANUAL DO EDUCADOR de Maria Amélia Vieira e Rute de Souza Galvão pela Construir
>>> Pensar, Refletir e Filosofar 4º ano - MANUAL DO EDUCADOR de Maria Amélia Vieira e Rute de Souza Galvão pela Construir
>>> Pensar, Refletir e Filosofar 2º ano - MANUAL DO EDUCADOR de Maria Amélia Vieira e Rute de Souza Galvão pela Construir
COLUNAS

Sexta-feira, 21/3/2014
Os bastidores de Psicose
Gian Danton

+ de 3600 Acessos

Alfred Hitchcock já era um diretor consagrado quando dirigiu Psicose, em 1960. Seu nome num cartaz era quase certeza de sucesso de crítica e de público. Mas com essa obra, um filme barato e despretensioso, transformou-se num deus do cinema, ficou milionário e provocou verdadeira histeria coletiva. É a história dos bastidores desse sucesso inesperado que Stephen Rebello conta no livro Alfred Hitchock e os bastidores de psicose (Iluminuras).

A obra é um relato amplo de todas as circunstâncias relacionadas ao filme, a começar pela história do serial killer Ed Gein, que, no final dos anos 1950 assassinou várias mulheres na região rural de Wisconsin. Gein era um solteirão de 51 anos que vivia de pequenos biscates (entre eles tomar conta dos filhos dos casais da região), excêntrico, mas aparentemente inofensivo. Um dia o assistente do xerife foi visitar a sua mãe e encontrou a loja da qual ela era proprietária fechada. Ao lembrar que Gein mencionara que iria na loja naquele dia, resolveu visitar a fazenda do cinquentão. O que ele e os demais policias encontraram era um verdadeiro filme de horror: entre produtos para embalsamento e embalagens para comida, havia dois pares de lábios humanos pendurados num cordão, alguns narizes em cima da mesa da cozinha, um bolsa e braceletes feitos de pele humana, quatro cadeiras estofadas de carne, um tambor feito com pele humana, uma vasilha de sopa feita com um crânio, as peles descarnadas de quatro rostos de mulheres, com ruge e maquiagem presos à parede. Na estufa, o assistente do xerife encontrou sua mãe: estava nua, pendurada pelos calcanhares como um porco, e estripada.

O fato chocou a pequena localidade, principalmente depois que o assassino declarou à imprensa que nunca havia atirado em um cervo (e muitos se lembraram da deliciosa carne de veado que haviam ganhado dele).

Os jornais trataram Gein como o "açougueiro louco" e noticiaram seus assassinatos e suposto canibalismo, mas, com pudor, esconderam o travestismo, o roubo de cadáveres e a possível relação incestuosa com a mãe.

A 63 quilômetros dali, um escritor de 41 anos, discípulo e apadrinhado de H. P. Lovecraft, chamado Robert Bloch, procurava um tema para seu novo livro quando se deparou com uma pequena nota sobre um homem que fora preso após assassinar a dona de um armazém e pendurá-la, estripando-a como um cervo. Ele ficou intrigado com o fato de que um homem que nunca fora suspeito de nada e vivia numa pequena cidade do interior (em que, se alguém espirrasse no lado norte, alguém no lado sul diria saúde) acabara se revelando um assassino em série. Incrivelmente, as informações que conseguia sobre o fato eram mínimas, o que o fez usar mais a imaginação do que os fatos.

Na época, Freud estava em alta e Bloch decidiu dar ao seu personagem uma motivação psicológica bem ao gosto do criador da psicanálise: "Pensei: e se ele cometesse esses crimes num surto amnésico, sob controle de outra personalidade?". Essa outra personalidade, seria, claro, a mãe, fechando a relação edipiana. Para funcionar, a mãe deveria estar morta, mas "não seria legal se ela estivesse realmente presente de alguma forma? Foi quando me veio a ideia de que ele mantinha o corpo dela preservado". Segundo Rebello, ao usar a taxidermia como elemento principal da trama, Bloch cruzou a linha divisória entre o refinado mistério de salão do tipo "quem matou" e o puro terror. O livro seria revolucionário em mais um sentido: o escritor criou uma heroína simpática, deu a ela um problema, fez com que o leitor gostasse dela e a matou no primeiro terço da história, rompendo totalmente com o paradigma das histórias convencionais, em que os protagonistas sempre conseguem se safar das maiores dificuldades.

Bloch teria mais uma inspiração que seria fundamental para o filme: matar a heroína no chuveiro: "Eu tinha a opinião de que uma pessoa nunca está tão indefesa quanto no chuveiro".

Quando o livro já tinha sido publicado e era um sucesso, Bloch soube de todos os detalhes do caso e percebeu o quanto seu romance era semelhante com a história real: "Ao inventar meu personagem, cheguei muito perto da personalidade real de Ed Gein. Fiquei horrorizado em pensar como eu podia imaginar tais coisas".

Se de um lado Bloch estava assustado, do outro, Hitchcock se sentia obsoleto com o sucesso comercial e de crítica do thriller francês As diabólicas, de Henri-Georges Clouzot. Ele queria uma história diferente, para um filme tipicamente "não-hitchcockiano". Foi um assistente de produção que descobriu o livro, graças a uma resenha, e o apresentou ao diretor. Hitchcock ficou fascinado especialmente com a cena do assassinato no chuveiro. Além disso havia o acréscimo da heroína que morria no primeiro terço da história. Sem falar na esperteza do recurso do travestismo. O diretor viu ali uma ótima oportunidade para um filme de suspense que superasse a película francesa. Tanto que, quando os executivos da Paramount se negaram a financiar o projeto ele bateu o pé. "Você não vai conseguir o orçamento a que está habituado para fazer uma coisa assim. Nada de technicolor, nada de grandes atores. "Tudo bem eu dou um jeito", retrucou ele.

Uma das soluções foi utilizar a barata equipe de seu programa de TV, que já estava habituada a filmar diversas cenas por dia. Para escrever o roteiro, contratou o iniciante James Cavanagh e, quando este não conseguiu desenvolver a trama (na primeira versão havia até mesmo uma história romântica para desviar a atenção do assassinato da mocinha), contratou outro ainda mais novato: Joseph Stefano, um ex-ator que antes de começar a escrever episódios para TV nunca tinha nem mesmo lido um roteiro. Para interpretar o vilão contratou o astro em ascensão Antony Perkins, por apenas 40 mil dólares. Era o salário mais alto de todo elenco, ironicamente a exata quantia que a heroína Mary Crane surrupia de seu patrão no filme.

Os custos de produção eram tão baixos que durante muito tempo acreditou-se que ele estivesse produzindo um episódio para televisão.

Contrariando as expectativas dos produtores, o filme foi um sucesso absoluto, faturando quinze milhões de dólares apenas no mercado americano no seu primeiro ano de exibição e transformando seu diretor em um milionário.

Psicose foi mais do que um sucesso. Foi uma febre. Por causa dele a venda de cortinas de opacas de banheiro caiu nos EUA, assim como o número de hospedes de motéis de beira de estrada.

É essa história que o escritor e roteirista Stephen Rebello destrincha em uma prosa agradável. Um livro de mais de 200 páginas, mas que se devora em um tapa, em especial se o leitor for fã de cinema.


Gian Danton
Macapá, 21/3/2014


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Como se me fumasse: Mirisola e a literatura do mal de Jardel Dias Cavalcanti
02. A imaginação do escritor de Renato Alessandro dos Santos
03. Mais espetáculo que arte de Guilherme Carvalhal
04. Eu matei Marina Abramovic (Conto) de Jardel Dias Cavalcanti
05. As feéricas colagens de G.Comini de Eugenia Zerbini


Mais Gian Danton
Mais Acessadas de Gian Danton em 2014
01. Uma norma para acabar com os quadrinhos nacionais? - 25/7/2014
02. Monteiro Lobato: fragmentos, opiniões e miscelânea - 24/1/2014
03. O cão da meia-noite - 19/12/2014
04. Abelardo e Heloísa - 28/2/2014
05. A cultura visual e a emancipação do receptor - 20/6/2014


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ELABORAÇÃO E ORIENTAÇÃO DE PROJETOS
NILSON HOLANDA
APEC
R$ 10,00



HISTÓRIA DO BRASIL
AMÉRICO JACOBINA LACOMBE
NACIONAL
(1979)
R$ 32,00



SERVIDÃO HUMANA
W SOMERSET MAUGHAM
ABRIL CULTURAL
(1971)
R$ 29,08
+ frete grátis



BRASIL E PORTUGAL: A GERAÇÃO DE 70
BEATRIZ BERRINI
CAMPO DAS LETRAS
(2003)
R$ 28,70



LE MANNEQUIN DOSIER
ANATOLE FRANCE
CALMANN-LÉVY (PARIS)
(1973)
R$ 24,28



HOMEM ARANHA MILLENIUM Nº 62
MARVEL
PANINI COMICS
(2007)
R$ 8,00



O TEMPO E O VENTO O ARQUIPÉLAGO TERCEIRO TOMO
ERICO VERISSIMO
GLOBO
(1963)
R$ 13,00



O VESTIDO
CARLOS HERCULANO LOPES
GERAÇÃO EDITORIAL
(2000)
R$ 16,90



TURMA DA MÔNICA JOVEM - BAILE Á FANTASIA - 35
MAURÍCIO DE SOUSA
PANINI
(2011)
R$ 10,00



FARINHA ÓRFÃ
JOSÉ MAURO DE VASCONCELOS
MELHORAMENTOS
(1970)
R$ 4,00





busca | avançada
47273 visitas/dia
1,3 milhão/mês