Marcador de página inteligente | Wellington Machado | Digestivo Cultural

busca | avançada
75847 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> 10º FRAPA divulga primeiras atrações
>>> Concerto cênico Realejo de vida e morte, de Jocy de Oliveira, estreia no teatro do Sesc Pompeia
>>> Seminário Trajetórias do Ambientalismo Brasileiro, parceria entre Sesc e Unifesp, no Sesc Belenzinho
>>> Laura Dalmás lança Show 'Minha Essência' no YouTube
>>> A Mãe Morta
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
Colunistas
Últimos Posts
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
Últimos Posts
>>> A lantejoula
>>> Armas da Primeira Guerra Mundial.
>>> Você está em um loop e não pode escapar
>>> O Apocalipse segundo Seu Tião
>>> A vida depende do ambiente, o ambiente depende de
>>> Para não dizer que eu não disse
>>> Espírito criança
>>> Poeta é aquele que cala
>>> A dor
>>> Parei de fumar
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Boates
>>> A alegria de não ensaiar
>>> Tempo vida poesia 4/5
>>> The flow state
>>> O batom
>>> Como num filme
>>> Only time will tell
>>> Política - da filosofia à neurociência.
>>> Ideologia: você quer uma pra viver? Eu, não
>>> The Flickrization of Yahoo!
Mais Recentes
>>> Opinion Publique 1984 de Sofres pela Gallimard (1984)
>>> Valores Humanos e Gestão: Novas Perspectivas de Maria Luisa Mendes Teixeira pela Senac Sp (2008)
>>> Armadilha para Mkamba de Ivan Sant Anna pela Rocco
>>> Tudo Tem um Porque de Marcelo Cezar pela Vida e Consciencia (2016)
>>> Pontos & Contrapontos do Pensar ao Agir Em Avaliação de Jussara Hoffmann pela Mediação (2002)
>>> A Senhora das Sombras de Ely Vieitez Lisboa pela Funpec (2014)
>>> Der Zaubergarten de Sharon Maas pela Taschenbuch (2000)
>>> Vidas do Carandiru de Humberto Rodrigues pela Geração Editorial (2002)
>>> Para Fugir dos Vivos de Eltânia André pela Patuá (2015)
>>> Chama Negra de Alyson Noël pela Intrinseca (2011)
>>> Cupido de Jilliane Hoffman pela Rowohlt Taschenbuch Verlag (2005)
>>> Casamento um Salto de Qualidade de Pe. Augusto C. Pereira pela Recado
>>> Botânica - Morfologia Interna das Plantas de Mario Guimarães Ferri pela Nobel
>>> Feitas para Durar de Jerry I. Porras; James Charles Collins pela Rocco (2000)
>>> Ensino Fundamental II Sistema Etapa 7 o. Ano livro 5, 6, 7, 8 e espanhol de Diversos pela Moderna (2020)
>>> As Mulheres Francesas Não Engordam de Mireille Guiliano pela Campus (2005)
>>> Lá na Praia de Roberto Alzas pela Quartica
>>> Xeque-mate da Rainha de Elizabeth Fremantle; Maria Alice Stock pela Paralela (2016)
>>> Pequenos Milagres Coincidencias Extraordinarias do Dia-a-dia de Yitta Halberstam; Judith Leventhal pela Sextante (1998)
>>> Mantendo Clientes de John J. Sviokla e Benson P. Shapiro pela Makron Books (1994)
>>> O Cálice de Sangue de M. K. Hume; Heloisa Mourao pela Record (2015)
>>> Os Lusíadas de Luis de Camões pela Cultrix
>>> Por um Fio de Drauzio Varella pela Companhia das Letras (2004)
>>> Sombras de Reis Barbudos de José Veiga pela Bertrand Brasil
>>> The Davinci Project de Seeking the Truth pela Italiano
COLUNAS

Quarta-feira, 3/9/2014
Marcador de página inteligente
Wellington Machado

+ de 8000 Acessos

Seria o fim das leituras interrompidas? Na era dos gadgets, acabo de ler uma notícia sobre a invenção de um marcador de páginas inteligente. Trata-se do Tweet for a read. O aparelhinho envia um tweet ao leitor quando um livro começa a empoeirar na estante, sem que a leitura seja concluída. A cada semana o leitor poderá se surpreender com um puxão de orelhas de Machado de Assis, Dostoiévski ou Clarice Lispector, implorando por um novo reencontro literário. Antes mesmo de ser colocado à venda, tem sido grande a procura pelo marcador.

É surpreendente que, em tempos de internet, redes sociais, tablets e celulares, um aparelhinho companheiro dos livros tenha uma procura considerável. Particularmente, temo pelo fim dos livros, pois fui criado em meio a eles e não pretendo num futuro próximo comprar um e-Reader. Volta e meia me deparo com teorias apocalípticas sobre o fim dos livros em papel. Por outro lado, há pesquisas apontando um considerável crescimento no número de publicações. A situação me soa um tanto paradoxal. Vejo muito mais pessoas manipulando celulares e tablets do que livros. Onde e quando os consumidores de livros em papel estão lendo?

Os grandes vilões dos livros "físicos" parecem ser as redes sociais e a própria internet, com suas possibilidades infinitas de navegação. Há várias pesquisas comprovando a "perda" de tempo em bate-papos nas redes sociais. Mas o outro paradoxo é que a nova invenção usa uma rede social para alertar o leitor. Seria como se o livro clamasse por socorro num mar de possibilidades de entretenimento que nos rodeia.

Quais seriam, então, os livros mais abandonados cuja utilidade do aparelhinho fosse comprovada? Posso arriscar alguns. O nome da rosa, de Umberto Eco, certamente seria um deles. Vários leitores já me confessaram a desistência nas primeiras cinquenta páginas. Em busca do tempo perdido, do Proust, é bom de páreo não pela complexidade da obra em si (ainda que fosse uma razão para alguns), mas pela longa escalada. Tenho minhas dúvidas quanto ao abandono do Ulisses, de Joyce, pelo fato de o livro carregar a estigma de causar arrepios no leitor antes mesmo de ser aberto. Posso apostar em alguns autores, diria, "abandonáveis", como Virgínia Woolf, Thomas Mann, Conrad, Faulkner e Thomas Pynchon.

Mas acho que o marcador de páginas inteligente pode ter sua utilidade. Muitos dos meus marcadores tradicionais - aqueles promocionais, geralmente distribuídos em livrarias - estão perdidos no meio dos livros em minha estante. O pior é quando retiro um livro e vejo que há um marcador destes na metade. Dá uma sensação de desânimo e descrença na minha combalida memória, quando não lembro bulhufas do que foi lido até aquele ponto.

Em tom confessional, posso citar alguns escritores que me puxariam a orelha. Euclides da Cunha ia me tuitar toda semana pra voltar a Os sertões, abandonado umas quatro vezes. (Mas estou encarando o livro neste momento; agora vai!). David Foster Wallace me chamaria de volta ao Breves entrevistas com homens hediondos. Virgínia Woolf me jogaria no colo o Orlando, abandonado nas primeiras páginas. Posso imaginar o Nietzsche bradando por uma volta imediata ao Além do bem e do mal. É claro que não há demérito algum nessas obras. Muitos dos abandonos foram em virtude de uma leitura mais urgente naquele momento. Certamente voltarei a elas. Mas talvez eu tivesse de arrancar à força os marcadores de página de alguns livros de Hegel, Wittgenstein e Heidegger.


Wellington Machado
Belo Horizonte, 3/9/2014


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão de Elisa Andrade Buzzo
02. O que fazer com este corpo? de Ana Elisa Ribeiro
03. Sobreviver à quarentena de Luís Fernando Amâncio
04. Ao pai do meu amigo de Julio Daio Borges
05. A pandemia de Albert Camus de Wellington Machado


Mais Wellington Machado
Mais Acessadas de Wellington Machado em 2014
01. Marcador de página inteligente - 3/9/2014
02. Gullar X Nunos Ramos: o dilema da arte - 6/8/2014
03. O luto e o luto de Valter Hugo Mãe - 2/7/2014
04. Proust, rugas e colesterol - 9/4/2014
05. Ninfomaníaca: um ensaio sob forma de cinema - 12/2/2014


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Tragédias Vol 12 Col. Folha Grandes Nomes do Pensamento - Confira!
Sêneca
Folha de S Paulo
(2015)



Mundo Jovem - os Premiados do 1º Concurso Literário Infanto-juvenil
Vários Autores
Círculo do Livro



Revista Asas nº107 - Vive la France, os Warbirds da Aéronavale
Claudio Lucchesi Cavalca - editor
C&r
(2010)



Sistema de Ensino Poliedro; Redação Livro Único
Esther Pereira Silveira Rosado
Poliedro
(2011)



Gestos para Salvar El Planeta
Joaquín Araújo
Lunwerg
(2016)



Revista Marco 3
Instituto de Ciências São Marcos
Instituto de Ciências São Marc



Pesquisa e planejamento econômico vol3
Varios
Ipea
(1973)



Sociedade Civil e Democratização
Leonardo Avritzer Coordenador
Del Rey



Ferrugem
Marcelo Moutinho
Record1
(2017)



Assim se escreve gramática Assim escreveram literatura Brasil - Portugual
Leme Serra Pinho
Epu
(1981)





busca | avançada
75847 visitas/dia
1,8 milhão/mês