Quando morre uma paixão | Adriane Pasa | Digestivo Cultural

busca | avançada
24629 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Red Bull Station estreia exposições de letrista e de coletivo feminino em julho
>>> Alaíde Costa e Toninho Horta mostram CD em parceria na CAIXA Cultural São Paulo
>>> O Julgamento Secreto de Joana D'Arc com Silmara Deon estreia no Teatro Oficina
>>> Novo app conecta, de graça, clientes a profissionais e prestadores de serviço
>>> Inauguração da Spazeo com show do Circuladô de Fulô - 28/07
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Entrevista com a tradutora Denise Bottmann
>>> O Brasil que eu quero
>>> O dia em que não conheci Chico Buarque
>>> Um Furto
>>> Mais outro cais
>>> A falta que Tom Wolfe fará
>>> O massacre da primavera
>>> Reflexões sobre a Liga Hanseática e a integração
>>> A Fera na Selva, filme de Paulo Betti
>>> Raio-X do imperialismo
Colunistas
Últimos Posts
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
Últimos Posts
>>> Tempo & Espaço
>>> Mão única
>>> A passos de peregrinos ll
>>> PRESSÁGIOS. E CHAVES IV
>>> Shomin-Geki, vidas comuns no cinema japonês
>>> Con(fusões)
>>> A passos de peregrinos l
>>> Ocaso
>>> PRESSÁGIOS. E CHAVES I
>>> Sob o mesmo teto
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Brasil que eu quero
>>> Pensar sem memória
>>> A Fera na Selva, filme de Paulo Betti
>>> O Digestivo e o texto do Francisco Escorsim
>>> Restos, por Mário Araújo
>>> A maçã de Isaac Newton
>>> O que é um livro?
>>> Cisne Negro: por uma inversão na ditadura do gozar
>>> Lui Liu
>>> Sociedade dos Poetas Mortos
Mais Recentes
>>> Tércnicas de RH para selecionar e segurar o marido
>>> De Volta à Vida
>>> Salve sua vida
>>> O Kama Sutra - A Essência Erótica da Índia
>>> Mente Assassina
>>> Ambições
>>> Conde de Gabalis
>>> A Marca de uma Lágrima
>>> Primeiro Amor
>>> Posso Te Dar Meu Coração?
>>> Lia e o Sétimo Ano
>>> Quero ser Belo
>>> O Cão dos Baskervilles
>>> Feminismos, identidades, comparativismos: vertentes nas literaturas de língua inglesa Vol. IV
>>> A Saúde brota da Natureza
>>> Quatro Quartetos
>>> Quem é Você? Construindo a Pessoa à luz do Eneagrama
>>> Mecânica Vectorial para Engenheiros - Dinâmica (6ª ed.)
>>> O cachorro Skoz - Cão ao mar
>>> O cachorro Skoz - Passeio no ar
>>> Seu cliente pode pagar mais - 3ª edição
>>> O Pássaro Azul
>>> Zagreb
>>> The Rough Guide to Turkey
>>> Prague
>>> Dados Sobre a Coréia
>>> The Rough Guide to Morocco
>>> Lonely Planet - Argentina
>>> Lonely Planet - Bermuda
>>> Lonely Planet - Zimbabwe
>>> Hill Country
>>> Guatemala Sensacional
>>> Nova York no Meu Bolso
>>> Itália by Train
>>> Buenos Aires de A a Z
>>> Badajoz
>>> Imigrantes da Bessarábia - Jornada em Terras Tropicais
>>> Let's Visit Thailand
>>> The Man Who Deciphered Linear B - the Story of Michael Ventris
>>> Jean-Pierre Mocky
>>> Dialoguer Avec Son Ange - Une Voie Spirituelle Occidentale
>>> La Société de Consommation de Soi
>>> Cadernos de Lanzarote - Diário 1
>>> Marcelo Caetano - O Homem Que Perdeu a Fé
>>> A Construção da Beleza
>>> História dos Conceitos - Debates e Perspectivas
>>> Cidadania Proibida - O Caso Herzog Através da Imprensa
>>> Cleo e Daniel
>>> Children and Television
>>> Cholera and the Ecology of Vibrio Cholerae
COLUNAS

Segunda-feira, 22/9/2014
Quando morre uma paixão
Adriane Pasa

+ de 7100 Acessos

Quando morre uma paixão morre a taquicardia. Morrem os batimentos cardíacos acima de cem por minuto. Morre a sensação de ser assaltado de repente por uma série de pensamentos idiotas.


Morre uma coisa que fazia a ligação entre o real e o imaginário. Morre a saudade. E depois morre a saudade da saudade. Morre o mito da perfeição. E vem a feiura.

Morre o teto da Capela Sistina. Morre a Vênus de Milo. Morre o ideal. Morre aquilo que faz a gente brigar com todos os nossos piores defeitos para se adaptar a algo que amamos. Morre a pompa. Morre a sabedoria.

Vem uma sensação de estar indo para o nada. A gente fica meio falso, duvidoso, frágil, mas crente que sabe tudo e mais um pouco. Crente que saiu de uma experiência de vida sem precedentes e que não podia ser melhor. A gente se sente forte e novo. Batimento cardíaco normal. Os pés no asfalto. Pescoço ereto como uma gárgula olhando a cidade de cima da catedral, dona de si, achando que assusta alguém.

Mas quando morre uma paixão, a gente não passa de um personagem perdido. Não como um Humbert de Nabokov, que mesmo diante de sua Lolita decadente, busca na memória a risada viva de uma garota que ainda ama. Mas como um andarilho sem destino. Sem obsessão. No lugar da taquicardia vem a calma e o equilíbrio de um corpo sadio. E uma mente limpa. Mas não asséptica. Sempre haverá uma sujeirinha, um vírus, uma bactéria escondida.

A gente acaba ficando atento às coisas mais delicadas, que ninguém repara, pra ver se encontra alguma coisa dentro delas. Algo que traga de volta aquela pessoa tolerante e louca, aérea e fantasiosa que a gente era quando a paixão ainda estava viva. O interesse pelos problemas do outro, que um dia amamos, fica pequeno e faz a gente pensar que não somos assim pessoas tão boas, mas pelo menos somos sãs, porque a loucura, apesar de atraente, também machuca. Somos todos inseguros e cheios de confusões no campo amoroso e sexual, ao mesmo tempo em que queremos levar nossas vidas e projetos adiante. Como no filme A Dangerous Method (O Método Perigoso, 2011), de David Cronenberg, que mostra um episódio importante na vida do jovem psicólogo Carl Jung (Michael Fassbender) quando do início de um tratamento inovador da histérica Sabina Spielrein (Keira Knigthley), sob influência de seu mestre e colega, Sigmund Freud (Viggo Mortensen). Esse episódio viria a definir os rumos da psicanálise e também mexer nas bases da vida "certinha" do genial Jung, que tinha uma vida abastada com sua rica esposa.

O nome do filme refere-se a um artigo de Freud intitulado "Observações Sobre o Amor Transferencial", publicado em 1915. No texto, o psicanalista fala sobre a delicada questão do envolvimento amoroso entre analistas e pacientes, fazendo uma provocação direta a Jung, devido a sua relação com Sabina. Este seria o "método perigoso", segundo Freud.

Jung e Freud começam um debate de teorias ao mesmo tempo em que Jung vive um romance intenso com Sabina. Uma paixão daquelas que fazem a gente sentir interesse por tudo o que existe na pessoa, que faz a gente entender o lado mais louco e sombrio que possa existir nela, porque queremos mergulhar nisso, nesse jogo de dominação e submissão que certos amores proporcionam, causando um tipo de cumplicidade profunda e aparentemente indestrutível. O que me fez lembrar também de um filme chamado Secretária (2002), de Steven Shainberg, com os excelentes James Spader e Maggie Gyllenhaal como protagonistas de uma relação nada convencional, com comportamentos sadomasoquistas. No fundo, paixão é e sempre foi cumplicidade.

Em A Dangerous Method, Keira Knigthley está fantástica no papel, pois além de conseguir demonstrar fisicamente os sintomas de seu transtorno mental, mistura-os com sensualidade à grande paixão por Jung, que precisa de um jeito ou outro, acabar.

Não precisa ser um psicanalista famoso para querer entrar na mente do objeto da nossa paixão porque é uma condição dominante. Isso, misturado aos nossos conflitos interiores, pode ser uma bomba. Acho que Jung tinha um problema ainda maior, porque eram duas obsessões em uma: a mulher amada dentro do objeto de seu importante estudo.

Mas como na vida de gente comum, um dia, tudo morre. E quando morre a paixão morre também o espaço entre a razão e a loucura. Morre o gênio. Morre a paixão pela insanidade do outro. Morre a linha torta, morre o branco da folha e o caderno pautado aparece de novo, junto com a escuta atenta e o olhar para os detalhes do cotidiano que havia sido abandonado.

E depois de um tempinho tentando se adaptar a isso tudo, como um jogador de futebol que acaba de entrar em campo, ou um escritor que acaba de sair de uma sessão de autógrafos, a gente volta pra nossa vidinha ordinária. Que passa a ser um museu que não tarda a nos mostrar novas obras de arte.

Em uma das mais belas cenas do filme A Dangerous Method, Jung diz para Sabina: "(...) o meu amor por você me fez entender quem eu sou". Acho que é isso que uma paixão faz de melhor, não importa o quanto ela dure.



Adriane Pasa
Curitiba, 22/9/2014


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Cães, a fúria da pintura de Egas Francisco de Jardel Dias Cavalcanti
02. Primavera para iniciantes de Elisa Andrade Buzzo
03. A confissão de Lúcio: as noites cariocas de Rangel de Renato Alessandro dos Santos
04. Dos sentidos secretos de cada coisa de Ana Elisa Ribeiro
05. Joan Brossa, inéditos em tradução de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Adriane Pasa
Mais Acessadas de Adriane Pasa em 2014
01. Quando morre uma paixão - 22/9/2014
02. Casamento atrás da porta - 3/2/2014
03. Eu podia estar matando, podia estar roubando - 7/4/2014
04. A firma como ela é - 7/7/2014
05. Mamilos - 10/3/2014


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




VELÁZQUEZ - GÊNIOS DA PINTURA Nº 19 - BARROCO AO NEO CLASSICISMO
AUTOR VELÁZQUEZ
ABRIL
R$ 9,00



MIRÓ - GÊNIOS DA PINTURA Nº 68
ABRIL CULTURAL
ABRIL CULTURAL
(1967)
R$ 10,00



PARAPSICOLOGIA DIDÁTICA
RAUL MARINUZZI
LIVRARIA FREITAS BASTOS
(1977)
R$ 8,02



FUNDAMENTOS DO FENG SHUI - RIQUEZA
LILLIAN TOO
AVATAR
(1998)
R$ 9,03



A GUERREIRA DA LAPINHA
ELIESER CESAR
CASARÃO DO VERBO
(2012)
R$ 15,00



MANGÁ HITMAN - A SEGUNDA TEMPORADA 1
HIROSHI MUTO
SAMPA ARTE / LAZER
(2012)
R$ 14,90



PSICOLOGIA APLICADA AO COMPORTAMENTO 3 - VONTADE CRIADORA
GRUPO NOVO HORIZONTE
GRUPO NOVO HORIZONTE
(1980)
R$ 9,80



COLEÇÃO MARVEL TERROR: ZUMBIS MARVEL, VOLS. 1, 2, 3 & 4
ROBERT KIRKMAN, MARK MILLAR ET AL.
PANINI
(2003)
R$ 89,00



O LIVRO DE OURO DE SAINT GERMAIN
PONTE PARA A LIBERDADE
PONTE PARA A LIBERDADE
R$ 58,50



A CRISE DO SÉCULO XX
GILBERTO DE MELLO KUJAWSKI
ÁTICA
(1988)
R$ 7,00





busca | avançada
24629 visitas/dia
1,1 milhão/mês