As sobras completas, poesias de Jovino Machado | Jardel Dias Cavalcanti | Digestivo Cultural

busca | avançada
86234 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> ZapMusic, primeiro streaming de músicos brasileiros, abre inscrições para violonistas
>>> Espetáculo de dança em homenagem à Villa-Lobos estreia nesta sexta
>>> Filó Machado comemora 70 anos de vida e 60 de carreira em show inédito com sexteto
>>> Série 8X HILDA tem sessões com leitura das peças As Aves da Noite e O Novo Sistema
>>> Festival Digital Curta Campos do Jordão chega a todo o território nacional com 564 filmes inscritos
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> Tiro ao alvo
>>> A TETRALOGIA BUARQUEANA
>>> Bom de bico
>>> Diário oxigenado
>>> Canção corações separados
>>> Relógio de pulso
>>> Centopéia perambulante
>>> Fio desemcapado
>>> Verbo a(fiado)
>>> Janelário
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A Literatura na poltrona
>>> Eduardo Arcos en el EBE 2008
>>> Nasce um imortal: José Saramago
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Coração generoso
>>> Música Discreta
>>> Cada dia mais jovem - um retrato de minha mãe
>>> Sobre Sherlock Holmes
>>> 7 de Setembro
>>> Onde moram as crônicas
Mais Recentes
>>> Penso e Acontece de Bob Proctor pela CDG Grupo Editorial (2014)
>>> A Escada para o triunfo de Napoleon Hill pela CDG Grupo Editorial (2016)
>>> O Pajé de Cristo de Homer E. Dowdy pela Sepal (1997)
>>> A Verdadeira Religião Christã 2 Volumes de Emanuel Swedenborg pela Freitas Bastos S/A (1964)
>>> Direito Previdenciário em Tempos de Crise de Ana Paula Fernandes, Roberto de Carvalho Santos, Marco Aurélio Serau Júnior pela Ieprev (2019)
>>> História Geral da Civilização Brasileira - III o Brasil Republicano de Boris Fausto Diretor pela Difel (1981)
>>> Rumo a uma Civilização Solar de Omraam Mikhaël Aïvanhov pela Prosveta (1982)
>>> O Simbolismo das Religiões de Mario Roso de Luna pela Siciliano (1990)
>>> Os manuscritos do mar morto de Geza Vermes pela Mercuryo (1997)
>>> Estrutura e Origem das Paisagens Tropicais e Subtropicais de João José Bigarella pela Ufsc (2003)
>>> Jogos Radicais de Teresa M. G. Jardim pela Assírio & Alvim (2010)
>>> Brusque - Cidade Schneeburg de Saulo Adami/Tina Rosa pela S&t (2021)
>>> Psicología Y Alquimia (em Espanhol) de Carl G Jung pela Santiago Rueda (1957)
>>> The Beatles - a Biografia de Bob Spitz pela Larrousse (2007)
>>> Enciclopédia De Dificuldades Bíblicas de Gleason Archer pela Vida
>>> Wagner, Mitologo Y Ocultista de Mario Roso De Luna pela Glem (1958)
>>> Impactando cidades - 4 estratégias de batalha espiritual para avançar na conquista de sua cidade de Martin Scott pela Danprewan (2005)
>>> Cavalo de Troia 7 - Nahum de J.J. Benítez pela Mercuryo (2006)
>>> Harry Potter and the Half Blood Prince de J. K. Rowling pela Bloomsbury (2005)
>>> Cidades médias- espaços em transição de Maria encarnação beltrão sposito pela Expressão popular (2007)
>>> Amor É Tudo Que Nós Dissemos Que Não Era de Charles Bukowski pela 7 Letras (2012)
>>> Juliette Society de Sasha Grey pela Leya (2013)
>>> Oeuvres Complètes de Rabelais pela Biblioteque de la Pleiade NRF (1938)
>>> A lei e ilegalidade na produção do espaço urbano de Edesio fernandes pela Del rey (2021)
>>> O espaço público na cidade comtemporânea de Angelo serpa pela Contexto (2009)
COLUNAS

Terça-feira, 15/12/2015
As sobras completas, poesias de Jovino Machado
Jardel Dias Cavalcanti

+ de 3500 Acessos


Jovino é um poeta do balacobaco. Sua poesia cria um espaço de diversão, nonsense e delírio que é raro entre a turma das letras. Coitado de quem espera aquela seriedade cozida em sofrimento, trauma ou perturbação emocional nos seu poemas. De romântico, o poeta só tem a verve boêmia. E essa verve (com sua filosofia de bar, não sisuda) está presente na maior parte de sua criação. Resumindo: Jovino está mais para Oswald de Andrade do que para Drummond e muito menos ainda para João Cabral.

Uma publicação, que o poeta chamou divertidamente de "Sobras completas", acaba de reunir 10 dos seus livros e mais 20 poemas, além de uma apresentação e parte da fortuna crítica. Em edição de apenas 450 exemplares, pela editora Guayabo, de Belo Horizonte, o livro recebeu incentivo da Lei Municipal de Incentivo à Cultura da Prefeitura de Belo Horizonte.

O livro cobre mais de 20 anos de produção poética, que vai de 1993 até 2015, traduzindo um recorte que organiza os 10 últimos livros do autor. O objeto gráfico que é o livro, em si mesmo, nos agrada. O livro tem um aspecto de diário, com sua capa rosa e seu recheio de um belíssimo azul antigo e aquele elástico que faz pensar nos cadernos de memória que podem ser fechados para impedir o olhar bisbilhoteiro. Apenas nonsense, pois o livro é um convite à comunhão de almas e quer mesmo é ser lido.

O caráter lúdico de sua poesia vai de página a página contaminando nosso humor. Saímos mais leves, menos graves, dispostos a brincar com a vida como ela brinca com a gente. Veja-se a pequena série "Coração 1, 2 e 3":

Coração 1

fechado para balanço

agradecemos sua preferência



Coração 2

aberto por motivo de luto

venha velar comigo



Coração 3

Permitida a entrada de pessoas estranhas



No "Poema dos trinta anos", quando se espera a desilusão como melancolia anunciada, o que temos é a vitória sobre cada idade: "aos sete perdi a infância/ não perdi a elegância// aos dezessete perdi a virgindade/ não perdi a dignidade// aos vinte e sete perdi a ingenuidade/ não perdi a vaidade// não perdi a fé/ gosto de café/ ando a pé.

A positividade não perde o pé, mesmo quando se anuncia toda uma tradição familiar perdida, como no poema "Antena", pois para o poeta seu caminho é outro: se seu pai foi queimado, seu avô castrado, seu bisavô ignorado, "eu sou sambista".

A filosofia de boteco não deixa por menos. Quer exibir sua reflexão, e não é qualquer coisa que se anuncia, como se pode ver no mínimo poema "Nunca sempre":

deus não morre

deus não vive

Jovino trabalha com a quebra dos estados de humor. Quando o poema anuncia uma espécie de fechamento dramático, lá vem o poeta para desanuviar o ambiente e nos fazer pensar (filosofar), mas sem fazer drama, pois lhe parece que a vida, remendada ou não, consegue continuar, apesar dos pesares. O poema "Cind" é um exemplo disso: "amo a deus/ apesar das dores// amo o diabo/ apesar dos amores// amo você/ sem apesar".

A verve crítica do observador do humano e de sua tragédia pessoal também está presente no livro. Não se trata de sociologia da comédia humana, mas observação astuta, como no poema "Cor de cadáver":

a fumaça do cigarro

não esconde a sua beleza

sua tristeza não se afoga

no copo de cerveja

seu olhar é um fantasma

que, nu drible, oscila

entre a trave e o gol

no seu sorriso

vejo que você possui

apenas o que te falta



Na série "Inverno" segue uma dica de acompanhamento: "para ler ouvindo Brahmns". Ah! Essa música para liberar a delícia da energia livre!E o filósofo-poeta-boêmio se põe a tentar nos levar para uma certa gravidade que, sempre, no fim das contas, nos deixa com aquele sorriso maroto na cara. Conclusão: não é tão séria assim que ele queria que a vida fosse (nem a poesia também):

a vida não presta

quando eu adoro

e você detesta



a vida é uma bosta

quando eu amo

e você não gosta



a vida é vazia

eu vício

você vadia



a vida é neblina

eu enlouqueço

e você sublima



Já que seu bar é seu lar, como intitula um dos grupos de poemas, o ambiente propício para suas divagações é ali também: "o meu anjo/ beija o bar na boca/ sem cadeira tem colo/ intuição e sorte/ bom de cama/ ama egos e éguas".

Que silêncio deseja o poeta? Ah! Que poema mais contemporâneo o pequeno "Algodão nos ouvidos", nesse momento em que se grita tanto, se canta tanto, sem se dizer nada:

Dor de ouvido?

Não, dor de ouvir.

O percurso do poeta, suas andanças e vertigens pela vida, estão sintetizadas em todos esses poemas mínimos mais que máximos. Se é de amor, de dor, do calor sensual, da solidão fria ou do prazer vital que falam, é pela voz desse Lúcifer no cio, a poesia, que pode se transmutar em musa de minissaia só para seduzir a alma desse atrevido trovador, que nos leva junto para seu bar-livro-poema.


Jardel Dias Cavalcanti
Londrina, 15/12/2015


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Piada pronta de Luís Fernando Amâncio
02. Os Doze Trabalhos de Mónika. 6. Nas Asas da Panair de Heloisa Pait
03. Poesia e Guerra: mundo sitiado (parte II) de Jardel Dias Cavalcanti
04. A Coreia do Norte contra o sarcasmo de Celso A. Uequed Pitol
05. Gerald Thomas: cidadão do mundo (parte final) de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Jardel Dias Cavalcanti
Mais Acessadas de Jardel Dias Cavalcanti em 2015
01. Daumier, um caricaturista contra o poder - 24/2/2015
02. Livro das Semelhanças, de Ana Martins Marques - 24/11/2015
03. Fake-Fuck-Fotos do Face - 18/8/2015
04. Eu matei Marina Abramovic (Conto) - 17/3/2015
05. Gerald Thomas: cidadão do mundo (parte I) - 2/6/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Meu Livro de Cordel - 1ª Edição
Cora Coralina
Global
(2014)
R$ 37,95



Melhores Poemas de Luis de Camões
Luís de Camões / Leodegário Azevedo Filho
Global
(1998)
R$ 8,00



Leia-me Se For Capaz ( Autografado)
Alinne Simka
Giostri
(2012)
R$ 15,00



O poder infinito da sua mente 1
Lauro Trevisan
Mente
(1980)
R$ 28,00



É Preciso Coragem para Mudar o Brasil: Entrevistas do Brasil de Fato
José Arbex Jr. / Nilton Viana (orgs.)
Expressão Popular
(2006)
R$ 5,00



O Príncipe
Nicolau Maquiavel
Círculo do Livro
R$ 13,00



A Nova Luta pelo Poder Mundial, o Poder Financeiro Ou o Poder
João Vilela
Livros Horizonte
(2003)
R$ 31,87



Tiradentes E A Inconfidência Mineira
Carlos Guilherme Mota
Ática
(2006)
R$ 10,00



Cartas para Palavra
Adriano Gilberti
Pandorga
(2015)
R$ 19,00



O grande vazio
Norman Mailer, John Buffalo Mailer, Isa Mara Lando (Tradutor) & 1 mais
Companhia das Letras
(2008)
R$ 16,93





busca | avançada
86234 visitas/dia
2,1 milhões/mês