Que tal fingir-se de céu? | Ana Elisa Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
78320 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Sesc 24 de Maio apresenta novos episódios do projeto Música Fora da Curva
>>> Quarador de imagens partilha experiências em música, teatro e cinema
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Temporada Alfa Criança estreia Zazou, um amor de bruxa dia 24 de abril
>>> Operilda na Orquestra Amazônica Online tem temporada grátis pela Lei Aldir Blanc
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Estreia: Geração# terá sessões virtuais gratuitas
>>> Gota d'agua
>>> Forças idênticas para sentidos opostos
>>> Entristecer
>>> Na pele: relação Brasil e Portugal é tema de obra
>>> Single de Natasha Sahar retrata vida de jovem gay
>>> A melancolia dos dias (uma vida sem cinema)
>>> O zunido
>>> Exposição curiosa aborda sobrevivência na Amazônia
>>> Coral de Piracicaba apresenta produção virtual
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> A morte da Gazeta Mercantil
>>> A hora certa para ser mãe
>>> Blogging+Video=Vlogging
>>> In London
>>> Mil mortes de Michael Jackson
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Dalton Trevisan revisitado
>>> Who killed the blogosphere?
Mais Recentes
>>> Metanoia - A Chave Está Em Sua Mente de JB Carvalho pela Chara (2018)
>>> 8 Hábitos Do Líder Eficaz De Grupos Pequenos de Dave Earley pela Ministério Igreja em Células (2013)
>>> Final Da Tempestade de Deive Leonardo pela Quatro Ventos (2020)
>>> Enquanto Isso (journal) de Fernanda Witwytzky pela Quatro Ventos (2020)
>>> A caminho do Sótão de Denis Mattar pela Livraria Cultura (1978)
>>> Devocional Simplificando O Secreto (Capa Dura) de Vários pela Quatro Ventos (2020)
>>> A santa sem véu de Tibério Vargas Ramos pela Age (2013)
>>> Danuza & sua visão de mundo sem juízo de Danuza Leão pela Agir (2012)
>>> Fora de mim de Martha Medeiros pela Objetiva (2010)
>>> Contos de Voltaire pela Abril Cultural (1983)
>>> O assassino de Evelyn Anthony pela Martins (1974)
>>> O condenado de Gabriel Lacerda pela Lacerda Ed. (1998)
>>> Curso de Aperfeiçoamento Em Betão Armado - livro de J. Darga e Lima e Outros pela Lnec (1969)
>>> O dinheiro de Arthur Hailey pela Nova Fronteira (1975)
>>> A insurreição de Antonio Skármeta pela Francisco Alves (1983)
>>> Era Uma Vez o Amor, Mas Tive Que Matá-lo de Efraim Medina Reyes pela Planeta (2006)
>>> Dominó de Ross King pela Record (2010)
>>> Jogos Surrealistas de Robert Irwin pela Record (1998)
>>> Revista Planeta 11 - Julho 1973 - a Psicologia Pode Melhorar o Mundo de Ignácio de Loyola Brandão pela Três (1973)
>>> O Último Cabalista de Lisboa de Richard Zimler pela Companhia das Letras (1997)
>>> Livro Alegria e triunfo de Lourenço Prado pela Pensamento (2021)
>>> Perigos Que Rondam o Ministério de Richard Exley pela Ucb (2003)
>>> Revista Planeta 12 - Agosto 1973 - Para que serve a Ioga de Ignácio de Loyola Brandão pela Três (1973)
>>> Predestinação e Livre-arbítrio de John Feinberg pela Mundo Cristão (1989)
>>> Cartas de João Guia de Estudos Práticos de Laudir e Sonia Pezzatto pela Sepal (1989)
COLUNAS

Sexta-feira, 4/11/2016
Que tal fingir-se de céu?
Ana Elisa Ribeiro

+ de 4000 Acessos

Exceto por um ou outro aí que não se satisfazem com isso ou que têm uma performance mais blasé, todo autor quer ter leitores. E mais: leitor fiel, leitor cascudo, desses que compram livros, fazem coleção e não emprestam. Ou emprestam sob ameaça. Melhor: leitor que compra dois livros, sendo um para si e outro para emprestar. Leitor-consumidor, esse tipo raro, quase extinto, conforme dizem uns; ainda por nascer no Brasil, segundo outros.

Acho que sou dessa ala que olha o copo de água sempre meio vazio. É que há muito por fazer. E a culpa não é (só) do leitor. A culpa é da cadeia toda e da história editorial e educacional do país. Ou não, como diriam certos filósofos. Como aliciar leitores? Como iniciar contato com eles? Onde estão? Onde vivem? Como se reproduzem? Pauta para o Globo Repórter, cumpade.

Meu exemplo não serve para muita coisa, mas vai que alguém se identifica com minha trajetória de formação como leitora? Se não tinha livro em casa, eu pegava emprestado. Não sei de onde vem essa mania. Meus pais não eram de ler, mas também não eram de negar leitura a ninguém. Fui formando lá minha bibliotequinha básica e a tenho até hoje. Se tinha biblioteca na escola, eu aproveitava o gancho. Se o professor mandava ler, eu lia - lia às vezes sem gosto, mas lia. É que eu achava que precisava ler até pra falar mal. Tinha certa ética nisso: não falar do que não sei. Se tinha lista de livros do vestibular - isso foi meio extinto pelo Enem -, eu prestava atenção e anotava uns nomes, uns títulos. Não havia ainda Google, mas eu pesquisava. Quem são esses? Devem ser bambambãs para estarem nessa lista, não? E pegava emprestado e lia.

Quando dava vontade de ter um livro, dessas vontades corrosivas, necessárias mesmo, eu parava de lanchar. Estudava em escola pública municipal e meus pais davam uns trocados pro lanche, todo dia. Eu parava de gastar as moedas, juntava, juntava, até dar rock. Quando fazia certo montante, eu ia até uma livraria no centro da cidade e adquiria. Às vezes era em sebo, outras, em saldão. Felicidade de estudante. Felicidade clandestina? E agora, Clarice?

Fui conhecer vídeo com poesia depois de grande. Não tinha tanta parafernália naquela época. Como eu quis um videocassete! Mas meu pai era contra. Demorou a ter um. E quando teve, eu mexia, mexia, assistia e descobria coisas. Com um videocassete e uma câmera de mão, montei vídeos, pensei em roteiros, tudo sem um pingo de ideia do que estava fazendo. E até hoje é assim: um pingo de ideia.

Até hoje não sei muito da experimentação. É cada coisa linda demais da conta! Cada coisa encantadora. Dia desses, recebi o convite para os Poemas de brinquedo , do Álvaro Garcia & cols. Olha, mas que trem! (é como dizemos aqui nas Minas). É claro que não chego a esse nível de sofisticação e nem a qualquer outro - clique, brinque, escolha! Mas que vontade de ver poesia voar em vídeo!

Que vontade de gravar vozes. Que vontade de descolar do livro, só um pouquinho, e ou/ver poesia. Ou ver-ouvindo. Quem sabe se pode cativar um leitor via YouTube? Quem sabe? Poesia por um triz, em um clique. Será o que estava faltando? Três pílulas para vocês.

Espia, vai? Este "Fronteiras", da mineira Adriane Garcia, feito em trio.


Ou este "Nem mais um minuto", tão contemplativo:


Ou mais este, "O balé", sobre... a leitura. Ah, a leitura. Finja-se de céu, se puder.




Ana Elisa Ribeiro
Belo Horizonte, 4/11/2016


Quem leu este, também leu esse(s):
01. 'Hysteria' Revisitada de Duanne Ribeiro
02. A pérola do cinema sul-americano de Guilherme Carvalhal
03. Tempos de Olivia, romance de Patricia Maês de Jardel Dias Cavalcanti
04. Minha primeira vez - parte I de Rafael Rodrigues
05. A reação do cinemão de Marcelo Miranda


Mais Ana Elisa Ribeiro
Mais Acessadas de Ana Elisa Ribeiro em 2016
01. 12 tipos de cliente do revisor de textos - 26/2/2016
02. O que vai ser das minhas fotos? - 29/7/2016
03. Que tal fingir-se de céu? - 4/11/2016
04. Noturno para os notívagos - 10/6/2016
05. Com quantos eventos literários se faz uma canoa? - 15/1/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Política X Técnica No Planejamento Perspectivas Críticas
Ray Bromley / Eduardo S. Bustelo Orgs.
Brasiliense
(1982)



Acesso aos Direitos Socias: Infância, saúde, educação, trabalho
Paulo Sérgio Pinheiro e Regina Pahim Pinto
Contexto
(2010)



O Segundo Círculo
Patsy Rodenburg
Best Seller
(2009)



Bons Mots & Facéties des Pères Du Désert
Piero Gribaudi
Oeil
(1987)



Justiça, Direito e Cidadania
Marcelo Ribeiro Uchoa
Lumen Juris
(2014)



Teatro Mexicano: Teatro Mexicano del Siglo XX
Antonio Magaña-Esquivel
Fondo de Cultura Económica
(1970)



Matar por Prazer
Linda Howard
Bertrand Brasil
(2019)



Pedagogia e Comunicaçao no Registro da Liberdade
Sandra de Fátima Pereira Tosta
Puc Minas
(2006)



Quando a vida escolhe
Zíbia Gasparetto
Vida
(1997)
+ frete grátis



O livreiro de Cabul
Asne Seierstad
Record
(2006)





busca | avançada
78320 visitas/dia
2,6 milhões/mês