Oswald de Andrade e o homem cordial | Celso A. Uequed Pitol | Digestivo Cultural

busca | avançada
62561 visitas/dia
2,3 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Série Brasil Visual tem pré-estreia neste sábado no RJ e estreia dia 25/6, no canal Curta!
>>> Thiago Monteiro apresenta seu primeiro álbum autoral “Despretensioso”, em Rib. Preto - 25/06
>>> DIADORIM | NONADA SP
>>> Porto Blue Sound, festival de música gratuito chega a Belo Horizonte em julho
>>> Projeto Memória leva legado de Lélia Gonzalez ao CCBB BH
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
>>> Rodrigão Campos e a dura realidade do mercado
>>> Comfortably Numb por Jéssica di Falchi
>>> Scott Galloway e as Previsões para 2024
>>> O novo GPT-4o
>>> Scott Galloway sobre o futuro dos jovens (2024)
>>> Fernando Ulrich e O Economista Sincero (2024)
>>> The Piper's Call de David Gilmour (2024)
Últimos Posts
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Código de Defesa do Consumidor e Maradona
>>> Gerald Thomas: cidadão do mundo (parte I)
>>> Meu Sagarana
>>> Enquanto agonizo, de William Faulkner
>>> Silêncio e grito
>>> O óbvio ululante, de Nelson Rodrigues
>>> The News is Now Public
>>> Adeus, Tony Scott!
>>> Debret e o Brasil, pela editora Capivara
>>> Contrate seu Personal Twitter
Mais Recentes
>>> Histórias de além-túmo de Alfred Hitchcock pela Record (1976)
>>> A Última Flecha de Erwin McManus pela Chara (2018)
>>> O Iluminado de Stephen King pela Planeta de Agostini (2004)
>>> 100% Vegetariano de Brenda Davis pela Cultrix (2012)
>>> A Casa do Escritor de Vera Lucia Marinzeck De Carvalho, pelo espirito Patricia pela Petit (1993)
>>> Cristo está vivo de Michel Quoist pela Duas cidades (1982)
>>> Os Cem Mil Reinos de N. K. Jemisin pela Galera Record (2021)
>>> Jaco: O Patrulheiro Galáctico de Akira Toriyama pela Panini Brasil (2017)
>>> Curso de Iniciação Logosófica de Carlos Bernardo González Pecotche pela Logosófica (1983)
>>> Trilogia A Divina Comédia de Dante Alighieri pela Principis (2020)
>>> Mangás Opus - 2 Volumes de Satoshi Kon pela Panini Comics (2017)
>>> Livro Filosofia Hermenêutica de Richard E. Palmer pela Edicoes 70 (1969)
>>> Prática da Honra de Danny Silk pela Chara (2018)
>>> Uma bruxa na Cidade Uma Bruxa Apaixonada de Ruth Warburton pela Leya (2013)
>>> Poemas para rezar de Michel Quoist pela Duas cidades (1978)
>>> E se Você Juntasse Seus Sonhos Aos Sonhos de Deus de Beni Johnson e Sheri Silk pela Chara (2015)
>>> A Tentação Totalitária de Jean François Revel pela Difel (1976)
>>> Catecismo da Filosofia de Huberto Rohden pela Alvorada (1991)
>>> Trilogia Bruxos e Bruxas de James Patterson pela Novo Conceito (2013)
>>> O Corpo Da Liberdade. Reflexoes Sobre A Pintura Do Seculo Xix de Jorge Coli pela Sesi (2018)
>>> Berserk - Guia Oficial de Kentaro Miura pela Panini Comics (2017)
>>> Livro Biografias Springsteen de Emerson Lopes pela Multifoco (2021)
>>> A Comedia Humana de William Saroyan pela Paz E Terra (2002)
>>> Um Novo Olhar Sobre as Vivências Mediúnicas - Falando Francamente de Agnaldo Paviani pela Luminus (2007)
>>> Arte Egípcia de Arte Egípcia pela Sem (2009)
COLUNAS

Terça-feira, 14/2/2017
Oswald de Andrade e o homem cordial
Celso A. Uequed Pitol
+ de 5800 Acessos

Oswald de Andrade passou a segunda metade dos anos 40 dedicado ao estudo. O desligamento do Partido Comunista Brasileiro, ocorrido em 1945, e o desapontamento com os rumos do mundo pós-guerra levaram-no a rever posicionamentos: segundo o filósofo Benedito Nunes, Oswald esperava o “ocaso dos imperialismos, das ditaduras e da moral burguesa” – o que, como se sabe, não aconteceu. Ocupa-se, então, das leituras, sobretudo em filosofia, encaminhando ideias que frutificarão na década seguinte.

Um dos primeiros frutos destes anos decisivos para Oswald está na comunicação “Um aspecto antropofágico da cultura brasileira: o homem cordial”, apresentada no Congresso Brasileiro de Filosofia em março de 1950. Ali estão presentes dois elementos fundamentais: primeiro, a retomada das ideias antropofágicas dos anos 20, que a aproximação com o marxismo havia eclipsado; segundo, a leitura de “Raízes do Brasil”, de Sérgio Buarque de Holanda – sobretudo o capítulo dedicado ao “homem cordial”.

Oswald sublinha a tendência do brasileiro a incorporar em si os sentimentos do outro. Esta tendência guarda proximidade com características do homem cordial delineado por Sérgio Buarque de Holanda em “Raízes do Brasil”. Cordial, de cors, coração em latim; é o homem movido pelas emoções e que tende a preferir a vida social, a comunhão, a “expansão para com os outros”, o “viver nos outros”. São os traços definidores do brasileiro – o homem cordial por excelência. O homem que “devora” – ritualisticamente – o seu semelhante.

Na leitura de Buarque, estes são traços problemáticos: o homem cordial seria resquício de um passado rural, arcaico e atrasado. A superação do atraso, com a urbanização e o desenvolvimento, sinalizará, também, a superação do homem cordial. Já Oswald vê nele a prefiguração de uma nova forma de ser e estar no mundo, onde a alteridade e a comunhão substituirão o individualismo do homem moderno.

Oswald desenvolverá este ponto de vista no ensaio“ A Crise da Filosofia Messiânica”,também de 1950, onde a decepção da década anterior dá lugar à releitura otimista e à esperança. As novas ideias frutificam: o homem cordial – emotivo, dado à comunhão, ao “viver nos outros” e à antropofagia ritual – não apenas subsistirá como será o modelo de um novo homem, de um novo mundo.


Celso A. Uequed Pitol
Canoas, 14/2/2017

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Um caso de manipulação de Celso A. Uequed Pitol


Mais Celso A. Uequed Pitol
Mais Acessadas de Celso A. Uequed Pitol em 2017
01. Oswald de Andrade e o homem cordial - 14/2/2017
02. Thoreau, Mariátegui e a experiência americana - 14/3/2017
03. Um caso de manipulação - 11/7/2017
04. O Wunderteam - 5/9/2017
05. O Natal de Charles Dickens - 10/1/2017


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Mulheres sem Sombra - Maternidade e Novas Tecnologia
Silvia Tubert
Rosa dos Ventos
(1996)



João e Maria
Humperdinck
Altea
(2006)



A Arte de ser mestre de si mesmo para ser líder de pessoas
Anselm Grun
Vozes
(2012)



Ele está de volta
Timur Vermes
Intrínseca
(2014)



Livro Religião Jesus Mestre de Nazaré A História que Desafiou 2000 Anos
Aleksandr Mien
Cidade Nova
(1998)



Em Busca do Rigor e da Misericordia - Reflexões de um Ermitão Urbano
Lobão
Record
(2015)



A Arte de Agora Agora
Herbert Read
Perspectiva
(1981)



A Consciencia da Nova Geraçao Alem das Crianças Indigo
P. M . H. Atwater
Prolibera
(2008)



Roda-Viva
Jayne Anne Phillips
Record
(1987)



Strange Bedfellows: the First American Avant-garde
Steven Watson
Perseus Books
(1993)





busca | avançada
62561 visitas/dia
2,3 milhões/mês