O dia que nada prometia | Luís Fernando Amâncio | Digestivo Cultural

busca | avançada
80332 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Canto dos Recuados - espetáculo musical mergulha na cultura afrobarroca
>>> Primeiro Roteiro
>>> Festival Cine Inclusão abre inscrições de curtas-metragens com o tema terceira idade
>>> Musical Guerra de Papel estreia dia 3 de setembro no Teatro Viradalata
>>> Monólogo Te Falo com Amor e Ira de Branca Messina ganha nova temporada
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
>>> Poesia como Flânerie, Trilogia de Jovino Machado
>>> O mundo é pequeno demais para nós dois
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Unchained by Sophie Burrell
>>> Deep Purple em Nova York (1973)
>>> Blue Origin's First Human Flight
>>> As últimas do impeachment
>>> Uma Prévia de Get Back
>>> A São Paulo do 'Não Pode'
>>> Humberto Werneck por Pedro Herz
>>> Raquel Cozer por Pedro Herz
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
Últimos Posts
>>> O cheiro da terra
>>> Vivendo o meu viver
>>> Secundário, derradeiro
>>> Caminhemos
>>> GIRASSÓIS
>>> Biombos
>>> Renda Extra - Invenção de Vigaristas ou Resultado
>>> Triste, cruel e real
>>> Urgências
>>> Ao meu neto 1 ano: Samuel "Seu Nome é Deus"
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Por que as curitibanas não usam saia?
>>> Incubus - Circles
>>> Citizen Kane
>>> Da vitrola ao microchip
>>> De onde vem a carne que você come?
>>> (Re)masterizados e (Re)mixados
>>> Um mundo além do óbvio
>>> Anarchy in the U.K.
>>> História do Ganesha
>>> A sombra de Saramago
Mais Recentes
>>> Como Cuidar do Seu Meio Ambiente de Desconhecido pela Bei (2002)
>>> Esposa 22 de Melanie Gideon pela Intrinseca (2012)
>>> Você, Líder do Seu Sucesso de Inácio Dantas pela Clube dos Autores (2018)
>>> Mundo Em Transformação de Antonio Cabral; Leonardo Coelho pela Autêntica (2006)
>>> Nós Dois na Madrugada de Sanne Munk Jensen e Ringtve pela Suma (2018)
>>> O Videogame do Rei de Ricardo Silvestrin pela Record (2009)
>>> Cinema Transcendental: um Guia de Filmes Sobre a Vida Após a Morte de Lyn, Tom Davis Genelli pela Pensamento (2014)
>>> Histórias para o Coração da Mãe de Alice Gray pela United Press (2005)
>>> Lua Nova - Formato Menor de Stephenie Meyer pela Intrinseca (2009)
>>> O Mar de Monstros - Percy Jackson e os Olimpianos Livro Dois de Rick Riordan pela Intrinseca (2009)
>>> Amanhecer de Stephenie Meyer pela Intrinseca (2009)
>>> Os Lusíadas de Luís de Camões pela Estadão (1995)
>>> Lua Nova de Stephenie Meyer pela Intrinseca (2008)
>>> Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro Volume 321 de Vários Autores pela Imprensa Nacional (1978)
>>> Guia do Servidor Linux Edição Servidor 3 de Conectiva pela Conectiva (1999)
>>> Introdução a Teoria das Linhas de Transmissão de José Thomaz Senise pela Mauá (1979)
>>> Feijoada na Copa de Chico Anísio pela Círculo do Livro (1976)
>>> Espinhos do Tempo de Zibia Gasparetto pela Os Caminheiros (1990)
>>> Os Insaciáveis de Harold Robbins pela Record (1978)
>>> Catálogo Antunes 87/8 de José Manuel Antunes pela Do Autor (1988)
>>> Biologia de los Microelementos y Su Funcion de Karl H. Schutte pela Tecnos (1966)
>>> Dicionário do Antiquariato de Codex pela Codex (1968)
>>> Relais & Chateaux 2001 de Relais pela Relais (2001)
>>> Guatemala Kunst Der Maya de I. Bolz-augenstein pela Greven (1966)
>>> Julie Ou La Nouvelle Heloise de Rousseau pela Flammarion (1967)
COLUNAS

Sexta-feira, 26/5/2017
O dia que nada prometia
Luís Fernando Amâncio

+ de 3100 Acessos

Tem dias que não prometem absolutamente nada. Eles costumam ser os melhores. Você acorda pela manhã e sabe, exatamente, o que vai acontecer. É melhor assim, sem surpresas. Fica muito mais fácil aproveitar a vida sabendo o roteiro prévio.

E não se enganem. A felicidade está nas coisas simples. Eu digo isso, o pessoal não acredita. Ou finge acreditar, o que é pior. Acham que a felicidade é férias nas Bahamas. Oque é bom, também, não vou mentir. Tenho dicas, inclusive, se você estiver indo pra lá. Adoro o Caribe. Mas o que eu quero dizer é que a vida não são só as férias. A minha não é. Então, é isso, temos que nos apegar aos pequenos prazeres.

Aquele dia prometia não ser nada demais e eu estava aproveitando cada minuto dele. Acordei, era um dia frio, eu estava envolto por lençóis e cobertores macios, fragrância de lavanda. Minha esposa estava ao lado, seu corpo quente abraçado ao meu. Eu precisava levantar, ela não. Dei-lhe um beijo, ela me desejou bom dia. Na mesa de café, meus filhos, essas crianças lindas e amorosas, já estavam de banho tomado, uniforme, prontos para irem para a escola. A Luzia é muito responsável, cuida deles com pontualidade britânica.

Despedi dos pequenos e fiquei ali, tomando café e comendo os quitutes que a Dona Maria, nossa cozinheira, faz. Ela é como uma avó para mim, me mima demais. Fiquei lendo jornais, preciso estar bem informado. Leio três todo dia. Minha esposa levantou, mas quando chegou à mesa, eu já tinha que sair.

Fui para o banho. No frio, deixo a água quente jorrar, o banheiro fica inundado de vapor. Gosto assim. Vesti um terno, peguei minha pasta. Era hora de ir para o trabalho. Só então liguei o celular. Preciso de tranquilidade pela manhã.

O motorista perguntou se eu queria passar em algum lugar no caminho. Disse para ir direto. No trabalho, o roteiro era ainda mais conhecido. Ouvir e, principalmente, fingir ouvir cada discurso. Na minha vez, ser enérgico, se necessário, bradar frases de efeito. Sou um orador nato. Nasci pra brilhar no plenário.

E tudo ia bem, vejam como o dia estava agradável. Minha vida era boa e, o que me consola, eu sabia bem disso. Só que aí, no meio do plenário, o maldito do celular ligado, chega a mensagem. A desgraça da mensagem. "Vazou uma gravação com você pedindo propina". E o dia, que estava dentro do previsível, virou do avesso. O mundo veio abaixo.

Hoje, eu tento me apegar aos pequenos prazeres do dia a dia. Por menores que eles sejam, são o que me restam. A cama do presídio não tem lençóis cheirosos como os da minha casa, o colchão é duro, falta a minha esposa, as crianças, os quitutes da Dona Maria... Eu faço o que posso.


Luís Fernando Amâncio
Belo Horizonte, 26/5/2017


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Era uma casa nada engraçada de Cassionei Niches Petry
02. Noel Rosa de Fabio Gomes
03. O Abismo e a Riqueza da Coadjuvância de Duanne Ribeiro
04. Retratos da ruína de Elisa Andrade Buzzo
05. Vinicius de Julio Daio Borges


Mais Luís Fernando Amâncio
Mais Acessadas de Luís Fernando Amâncio em 2017
01. Bates Motel, o fim do princípio - 8/12/2017
02. Fake news, passado e futuro - 25/8/2017
03. Brasil, o buraco é mais embaixo - 7/7/2017
04. Em nome dos filhos - 31/1/2017
05. O dia que nada prometia - 26/5/2017


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Tempo de Espera - Autografado
Oseas Araújo
Oficina Ed
(2005)



100 Magias Para Guardar Segredos
Editora Edelbra
Eldebra
(2002)



Introdução á Sociologia-ensino Médio-volume único
Pérsio Santos de Oliveira
ática
(2009)



Os Anjinhos Inspiram a Sua Vida - 2ª Edição
Marlis Salzmann
Pensamento
(2006)



Ações Tipicamente Constitucionais e a Liminar
Antonio Moura Borges
Edijur
(2008)



Qual É a Cor do Amor
Patrícia Senna e Emerson Pontes
Prazer de Ler
(2011)



Ovni as Forças Armadas Falam
Jean-claude Bourret
Difel
(1980)



Direito Internacional Leituras
Cláudio Finkelstein
Atlas
(2007)



Papel
Alda
Ibep Nacional
(2005)



O Guarani
José de Alencar
Ática
(2004)





busca | avançada
80332 visitas/dia
2,6 milhões/mês