Paisagem interna agreste | Elisa Andrade Buzzo | Digestivo Cultural

busca | avançada
42881 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quinta-feira, 23/1/2020
Paisagem interna agreste
Elisa Andrade Buzzo

+ de 600 Acessos

Deslizar na estrada, dando adeus ao rebanho de vacas castanhas douradas de sol. Traçar curvaturas na linha do destino, uma grossa coleira de couro com um sino, que se visualiza, já que o grilhão resplandece, que não se ouve, pois tudo é já muito distante, e desencontrado, mujido e repique desaparecem antes do som estalar nos ouvidos. Atravessar minas arqueológicas em Aljustrel, tracejar no olhar campos granulados de milho e azeitonas.

Flutuar na ponte, e abrir os olhos, e fechar, desistir do novo caminho e da chegada que se aproxima como linha a ser transposta, como cancela a ser levantada. Anonimamente, entrar na cidade, levitando como se do fado houvesse uma dança muito lenta. E os prédios tão baixos começam a aparecer do nevoeiro branco e azul-claro, afastando essa cortina e colocando seus rostos para fora, em boas-vindas calmas pois qualquer movimento brusco é capaz de transtornar a passageira em eterna convalescência.

Deixar o oceano, para encontrar um rio, que é mar, um mar, que é rio e nenhuma das duas coisas, só um estranho e calmo azul habitado por um navio abandonado, num cais esquecido. Esquecer as ondulações calmas, as estrias de água azul-turquesa, a espuma esbravejando calma nas rochas feridas, a agreste vegetação rasteira sagrense. Olvidar o azul mixado ao amêndoa, entornado por uma moldura de algas marinhas castanhas ondulejando, como pestanas vivas e comunicativas; esquecer, nunca, mas enterrar com essa terra mais areia porque esbugalhada, e fina, para se poder pisar em algo, nas sobras da própria ruína, para não ser engolida pela boca do oceano instalada no ponto mais derradeiro da península recortada.

Entrar em um ônibus, entrar, não, ser empurrada, pois os estrangeiros querem ver peixes, tirar fotos, macaquear pinguins em ambientes artificiais, alimentar almas e lontras escorregadiças. Sair, empurrada, adentrar por galerias de espinhas de peixe transparentes, iluminadas, concretadas. Redesenhar novamente um caminho protomarítimo, que deve se afastar da fundura querida do real oceano, mas um caminho em que há uma pegada de morte por todo lado, em esqueletos brancos, em palmeiras artificiais, no que já se sabe que não volta a encarnar, em barcos que não são navegáveis mas construções cenográficas onde homens se adelgaçam.

E surgir em um jardim atapetado de degraus, habitado por patos casmurros, pombas sisudas. Andar como quem nada encontrará, mas que ouve o primeiro latejar, o sopro do Bolero de Ravel, e nesse labirinto penumbroso surgirão pesados casacos, perucas brancas, o pastel de nata queimado pedido, a sopa, o vinho serão ainda mais despropositados, perversos. A comida, as gentes, entrando, dando encontrões, nas filas, nos banheiros, as tosses esgueladas, o lenço de pano fazendo malabarismos ao nariz enquanto os violinos esguaniçam, e o maestro dança um balé de movimentos egípcios.

No olhar-se no grande espelho da sala de concerto, cada personagem vai se imiscuindo, aqueles já quase esquecidos, de repente surgem na ponta das baquetas lânguidas e orientais das cordas, mas já num tom menor, como fantasmas transparecidos, mansas águas-vivas encantadoras de ratazanas, até a apoteose das notas finais em uníssono. Ser definitivamente sugada pela roda, alçada por guindastes. Então retornar à civilização terrestre e suas habitações de tocas enfurnadas, apegar-se à aparência e ao irrisório, ouvir o apito das operações das máquinas e o manejar de roldanas que pretendem carregar o peso do mundo e modelar o desenho das construções infinitas.


Elisa Andrade Buzzo
Lisboa, 23/1/2020


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Championship Vinyl - a pequena loja de discos de Renato Alessandro dos Santos
02. Relatório de compra de Ana Elisa Ribeiro
03. O palhaço no poder de Luís Fernando Amâncio
04. As pedras de Estevão Azevedo de Wellington Machado
05. O Brasil que eu quero de Luís Fernando Amâncio


Mais Elisa Andrade Buzzo
Mais Acessadas de Elisa Andrade Buzzo
01. Novos autores na poesia brasileira - 18/5/2006
02. Mia Couto revisitado - 14/9/2006
03. Mais outro cais - 7/6/2018
04. Ecos digitais: poema-em-música - 4/1/2007
05. O dia em que não conheci Chico Buarque - 21/6/2018


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ADORÁVEL HEROÍNA
MICHAEL HINGSON; SUSY FLORY; MAURICIO TAMBONI
UNIVERSO DOS LIVROS
(2012)
R$ 15,00



SOBRE A CHINA
HENRY KISSINGER
OBJETIVA
(2011)
R$ 50,00



AS ORIGENS DA CANÇÃO URBANA
JOSÉ RAMOS TINHORÃO
34
(2011)
R$ 41,90



O HOLANDÊS
ANA BANDEIRA DE CARVALHO
DO AUTOR (RJ)
(2008)
R$ 16,82



METAL SEM HÚMUS
DÉRCIO BRAÚNA
7 LETRAS
(2006)
R$ 9,80



CINCO CONVERSAS COM ALVARO CUNHAL
ALVARO CUNHAL
CAMPO DAS LETRAS
(1999)
R$ 43,70



PSICOFÁRMACOS: CONSULTA RÁPIDA
ARISTIDES VOLPATO CORDIOLI
ARTES MEDICAS
(1997)
R$ 35,00



DETALLES GRÁFICOS PARA ARQUITECTOS
CARL KEMMERICH
GUSTAVO GILLI
(1997)
R$ 45,00



UPPS, DIREITOS E JUSTIÇA
FABIANA LUCI
FGV
(2012)
R$ 24,90



RETRATO DE FAMÍLIA
ADELINA CLARA HESS DE SOUZA
NOVA LETRA
(2010)
R$ 10,00





busca | avançada
42881 visitas/dia
1,2 milhão/mês