Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa | Elisa Andrade Buzzo | Digestivo Cultural

busca | avançada
67078 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Universidades públicas apresentam lições aprendidas com as crises
>>> Mega evento de preparação ao ENEM reúne personalidades e conteúdo exclusivo ao público jovem
>>> Lançamento do livro 'Pesquisa e ensino de história na Amazônia'
>>> Maurício Limeira lança coronavídeo GUERRA
>>> Mostra de Teatro traz quatro peças para assistir on-line
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Coisa mais bonita é São Paulo...
>>> Cuba e O Direito de Amar (1)
>>> Aos nossos olhos (e aos de Ernesto)
>>> Carol Sanches, poesia na ratoeira do mundo
>>> O fim dos livros físicos?
>>> A sujeira embaixo do tapete
>>> Moro no Morumbi, mas voto em Moema
>>> É breve a rosa alvorada
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
Colunistas
Últimos Posts
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
Últimos Posts
>>> Saudade do amanhã
>>> Cata-lata
>>> A busca
>>> O poder da história
>>> Caraminholas
>>> ETC. E TAL
>>> Acalanto para a alma
>>> Desde que o mundo é mundo
>>> O velho suborno
>>> Normal!
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Bailes & Festas
>>> Une jeune fille normale
>>> O retorno dos que não foram
>>> A Música Erudita no Brasil
>>> Vândalos são eles
>>> Nelson ao vivo, como num palco
>>> Nelson ao vivo, como num palco
>>> Suzana Andres
>>> Que exemplo arrebatador a Colômbia dá ao mundo
>>> Poeira, pra que te quero?
Mais Recentes
>>> A História Vivida (I) de Lourenço Dantas Mota pela O Estado de São Paulo (1981)
>>> Textos & Idéias (Autografado) de Renato Báez pela Resenha Tributária (1983)
>>> O assassinato e outras histórias de Anton Tchekhov pela Cosacnaify (2011)
>>> O Valete de Espadas de Gerardo Mello Mourão pela Guanabara (1986)
>>> Segundo livro do catequizando de Mary Donzellini pela Paulus (2010)
>>> Segundo livro do catequizando de Mary Donzellini pela Paulus (2010)
>>> Subliminar: Como o Inconsciente Influencia Nossas Vidas de Leonard Mlodinow pela Zahar (2013)
>>> Dom Casmurro de Machado de Assis pela Biblioteca Folha (1997)
>>> Geração de Valor 2 de Flávio Augusto da Silva pela Sextante (2015)
>>> Meu Pequeno Mundo de Izulina Gomes Xavier pela Caravela (1988)
>>> Cinquenta tons de cinza de E L James; Adalgisa Campos Da Silva pela Intrinseca (2012)
>>> Coleção Concursos - Volume.11 de Aniello Aufiero pela E.Aufiero (2007)
>>> Escritos e ambiente do Novo Testamento de Odette Mainville (org) pela Vozes (2002)
>>> Nunca pare de lutar de Ludmila Ferber pela Thomas Nelson (2012)
>>> The secret / o segredo de Rhonda Byrne pela Ediouro (2007)
>>> Medical update. Demência vascular n°20 / 2005 de Vários pela Bolina (2005)
>>> As Dez Leis da Realização e A força de Ian Mecler pela Best bolso (2012)
>>> Diário de um Banana Volume 7: Segurando Vela de Jeff Kinney pela V&R (2013)
>>> Diário de um Banana Volume 12: Apertem os Cintos de Jeff Kinney pela V&R (2017)
>>> Diário de um Banana Volume 9: Caindo na Estrada de Jeff Kinney pela Vr (2015)
>>> O conceito de amor em Santo Agostinho de Hannah Arendt pela Instituto Piaget
>>> O inusitado na vida e na morte de Ellio Tigger-Hiriesty de J. V. Di Bobbo pela J. V. Di Bobbo (1982)
>>> Os quatro grandes de Agatha Christie pela L&Pm Pocket (2014)
>>> A mulher que escreveu a biblia de Moacyr Scliar pela Companhia de Bolso (2007)
>>> 1919 de John dos Passos pela Abril Cultural (1983)
>>> As Brumas de Avalon: O prisioneiro da árvore de Marion Zimmer Bradley pela Círculo do livro
>>> As Brumas de Avalon: A grande Rainha livro dois de Marion Zimmer Bradley pela Imago (1982)
>>> As Brumas de Avalon: A senhora da Magia de Marion Zimmer Bradley pela Imago (1982)
>>> Sem olhos em gaza de Aldous Huxley pela Abril Cultural (1985)
>>> A igreja Latino-americana no contexto mundial de Martin N. Dreher pela Sinodal (1999)
>>> Se houver amanhã; Nada dura pra sempre de Sidney Shedon pela Best-Bolso (2010)
>>> A teia da aranha de Agatha Christie pela L&Pm Pocket (2014)
>>> Um brinde de de Agatha Christie pela L&Pm Pocket (2014)
>>> Punição para a inocência de Agatha Christie pela L&Pm Pocket (2014)
>>> Diário de um Banana Volume 8: Maré de Azar de Jeff Kinney pela Vr (2014)
>>> As Brumas de Avalon: O gamo-rei de Marion Zimmer Bradley pela Imago (1982)
>>> O senhor dos ladrões de Cornelia Funke pela A página (2012)
>>> Coração de tinta de Cornelia Funke pela A página (2010)
>>> O Mistério de Jesus de Vamberto Morais pela Edições (1990)
>>> O Gesto Essencial - Literatura, Politica e Lugares de Nadine Gordimer pela Rocco (1995)
>>> Brandão Entre o Mar e o Amor de Jorge Amado;José Lins e outros pela Record (2000)
>>> Getting Things Done: A Arte de Fazer Acontecer de David Allen pela Elsevier (2005)
>>> Dracula - Pre-Intermediate - Acompanha CD de Bram Stoker pela Disal (2011)
>>> O Jovem Torless de Robert Musil pela Biblioteca Folha (2003)
>>> O Andar do Bêbado: Como o Acaso Determina Nossas Vidas de Leonard Mlodinow pela Zahar (2009)
>>> Questões Comentadas - Direito Administrativo de Matheus Carvalho e Raphael Santana pela Juspodivm (2016)
>>> Inteligência Emocional no Trabalho de Hendrie Weisinger,PhD pela Objetiva (1997)
>>> O caçador de pipas de Khaled Hosseini pela Nova Fronteira (2006)
>>> Encontro com o Cristo de Jesus de Wilson Ribeiro pela Master Book (1999)
>>> A História do Século 20 Para Quem Tem Pressa: Tudo Sobre os 100 Anos que Mudaram a Humanidade em 200 Páginas! de Nicola Chalton; Meredith MacArdle pela Valentina (2017)
COLUNAS

Quinta-feira, 20/8/2020
Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
Elisa Andrade Buzzo

+ de 2700 Acessos

Ah, Cinemateca, Cinemateca brasileira um dia minha, tu és um dos motivos da minha vida agora ser indefinidamente macambúzia e contrafeita. A bem dizer, tu, não, mas aqueles lá na capital federal, em seu projeto de poder pessoal, que te perseguem. Seria exagero dizer que um dia minha existência já girou em tua volta, como um planetinha azul em torno de uma lua em um campo escuro de projeções estelares? Um cronograma pautado nos horários de suas sessões, no tempo de sair de casa, da faculdade, pegar dois ônibus (ou dois ônibus e um metrô), e aportar no aconchegante largo Senador Raul Cardoso, uma clareira charmosa incrustada em um ponto baixo da Vila Mariana. Então, talvez eu não seja tão diferente assim daqueles lá, pois temos uma fixação pela Cinemateca; muito embora haja uma pequena mas bastante e significativa diferença em seus motivos: eu, por amar e valorizar o Brasil de verdade, aqueles, que criam uma versão própria de Brasil, e por odiar a cultura e o patrimônio.

E não é só o seu acervo, o maior de imagem em movimento da América Latina, que seduz, mas o local também, desde, apenas, 1992, a largueza e conforto de suas duas salas de exibição, seu jardim com esculturas. Fiz um acompanhamento em um curto período das transformações no largo, de um curioso e amplo espaço asfaltado, que eu preferia, à uma geometrização forçada de faróis e vagas de estacionamento. A retirada de um ponto de ônibus bem em frente à porta da Cinemateca, aliás, foi o que me fez ir desistindo de frequentar o local, muito ermo, ainda que por isso mesmo cativante, no final da última sessão noturna.

E eu já quis morar nos predinhos de alto padrão em frente à Cinemateca, só para não perder essas sessões... E eu já imaginei os bois entrando no antigo matadouro municipal da cidade, edifícios históricos construídos em 1887, observando restos de trilhos envidraçados no solo já como uma arqueologia recente das relações entre homem, artefatos e ambiente natural. E as construções e reformas continuaram, até mesmo na destruição do mais belo e original banheiro que já vi, o antigo feminino da Cinemateca, com seus amplos espelhos, vasos sanitários e portas pretas, as torneiras como cascatas em cubas verticais de pedra clara, onde a água caía estranha e perpendicular.

A memória falha na lembrança dos filmes assistidos com entusiasmo nos tantos ciclos, sobretudo aqueles de cinema nacional, da nossa história ou aqueles mais recentes, tão judiados de exibições. Uma longínqua sessão noturna lotada com acompanhamento musical ao vivo do clássico mudo Limite, de Mário Peixoto, O grande momento, com o Gianfrancesco Guarnieri tão novinho, Como era gostoso o meu francês, Matou a família e foi ao cinema, Compasso de espera, filme importante e bem esquecido que trata do racismo, Macunaíma com o Grande Otelo, o impactante Alma corsária, o mais recente e diferente Reflexões de um liquidificador, com uma boa interpretação da Ana Lúcia Torre... E os clássicos da Companhia Vera Cruz, Tico-tico no fubá, com um Anselmo Duarte e uma Tônia Carreiro tão bonitos... Todas as pornochanchadas que gostaria de ter visto e perdi, críticas políticas agudas disfarçadas em camadas de humor e sexo, como a Super Fêmea, com a Vera Fischer.

Havia também cursos de cinema com professores da ECA-USP, como o que fiz, sobre Griffith, com uma sessão inicial de O nascimento de uma nação. E ciclos estupendos de cinema estrangeiro, como o da obra de Alain Resnais, com os divertidos Smoking e No smoking, com Pierre Arditi e Sabine Azéma, e os importantes curtas, como o impactante Noite e neblina. Houve também filmes que ficaram na memória por não terem sido vistos, como o mudo alemão O Gabinete do Dr. Caligari, que eu veria neste ano em outra cinemateca. Antes das sessões, o cafezinho, tão simples, pequenino, disfarçado, com um ou outro salgado, quase nada, mas já suficiente em sua escassez, em suas mesas rígidas e cadeiras de madeira velha de cinema antigo.

Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa, fecharás eternamente? volatizarás? encontrar-nos-emos nas imagens raras de uma outra vida inteligente, quiçá em uma outra galáxia, na qual tudo isto que vemos será um ponto idiota e fulminante de um passado obscuro? Com que esgar atônito de boi em dor e espanto assistiremos a um abatedouro macabro ressurgir, sobrenaturalmente, pelos atos imperdoáveis contra a cultura e memória brasileira inflingidos por isto a que se chama governo federal e ministério do turismo?


Elisa Andrade Buzzo
São Paulo, 20/8/2020


Mais Elisa Andrade Buzzo
Mais Acessadas de Elisa Andrade Buzzo em 2020
01. Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa - 20/8/2020
02. Alma indígena minha - 14/5/2020
03. Vandalizar e destituir uma imagem de estátua - 1/10/2020
04. Alameda de água e lava - 29/10/2020
05. Paisagem interna agreste - 23/1/2020


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A AMIZADE
FRANCESCO ALBERONI
ROCCO
(1989)
R$ 20,00



A QUE PONTO CHEGAMOS
VICENT VILLARI
PRUMO
(2013)
R$ 18,00



O ANJO DO ADEUS
IGNACIA DE LOYOLA BRANDAO
GLOBAL
(1995)
R$ 5,00



PROJETO LUME LÍNGUA PORTUGUESA 8º ANO
EDITORA OXFORD
OXFORD
(2013)
R$ 6,00



PORTUGAL E O FIM DO ULTRACOLONIALISMO.
PERRY ANDERSON
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(1966)
R$ 81,30
+ frete grátis



O PODER E O DELÍRIO (NOVO, LACRADO)
ENRIQUE KRAUZE
BENVIRÁ
(2013)
R$ 22,00



BATMAN ANO ZERO N 21
DC COMICS
PANINI COMICS
R$ 8,00



OS DIAS FELIZES
LUÍS T. RODRIGUES
CAMINHO
(1989)
R$ 11,33



TÁBUAS DE LOGARITMOS (7 DECIMAIS)
IRMÃOS MARISTAS
FTD
R$ 5,00



O PACTO CASSANDRA
ROBERT LUDLUM E PHILIP SHELBY
ROCCO
(2002)
R$ 7,50





busca | avançada
67078 visitas/dia
2,0 milhão/mês