Confissões pandêmicas | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
48369 visitas/dia
1,6 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Sempre Um Papo com Silvio Almeida
>>> FESTIVAL DE ORQUESTRAS JUVENIS
>>> XIII Festival de Cinema da Fronteira divulga Programação
>>> Centro em Concerto: ¡Navidad Nuestra!
>>> Edital Retomada Cultural apresenta Conexão Brasil-Portugal: podcast produzido pelo Coletivo Corpos p
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
>>> O segredo para não brigar por política
>>> Endereços antigos, enganos atuais
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Nosotros
>>> Berço de lembranças
>>> Não sou eterno, meus atos são
>>> Meu orgulho, brava gente
>>> Sem chance
>>> Imcomparável
>>> Saudade indomável
>>> Às avessas
>>> Amigo do tempo
>>> Desapega, só um pouquinho.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Garanto que você não vai gostar
>>> Colunismo em 2004
>>> Frases de Drummond
>>> Luciano do Valle (1947-2014)
>>> 28 de Junho #digestivo10anos
>>> 19 de Julho #digestivo10anos
>>> Citizen Kane
>>> Gal Costa (1945-2022)
>>> Vida conjugal
>>> Querem acabar com as livrarias
Mais Recentes
>>> O mágico poder da sua mente de Walter M. Germain pela Papelivros
>>> A Magia Egipcia de E. A. Wallis Budge pela Madras (2003)
>>> Vanguarda Européia e Modernismo Brasileiro de Gilberto Mendonça Teles pela Vozes (1977)
>>> Como Elaborar Projetos de Pesquisa Linguagem e Metodo de Roberto S. Kahlmeyer Outros pela Fgv (2007)
>>> Empreendedorismo- Dando Asas ao Espirito Empreendedor de Idalberto Chiavenato pela Saraiva (2006)
>>> O Poder dos Salmos de Celina Fioravanti pela Ground (1996)
>>> Dêxa Eeuuu!!! o Livro de Culinária para Filhos e Pais de Mayra Abbondanza pela Mayra Abbondanza São Paulo (2018)
>>> O Sistema Político-econômico do Futuro: o Societarismo de Oscar Dias Corrêa pela Forense Universitária (1994)
>>> Contato Imediato - Como Fazer Histórias Em Quadrinhos de Juan Acevedo pela Global (1990)
>>> Mulheres no Topo de Diane F. Halpern ; Fanny M. Cheung pela Atitude (2010)
>>> História da Questão Religiosa no Brasil de Antonio Carlos Villaça pela Francisco Alves (1974)
>>> O Néctar da Devoção - a Ciência Completa da Bhakti-yoga de A C Bhaktivedanta Swami Prabhupáda pela The Bhaktivedanta Book Trust (1995)
>>> 3333 Pontos Riscados e Cantados - Volume 1 de Pallas pela Pallas (2008)
>>> 3333 Pontos Riscados e Cantados de Pallas pela Pallas (2011)
>>> As Chaves do Inconsciente de Renate Jost de Moraes pela Agir (1985)
>>> Mapas Mentais e Memorização para Provas e Concursos de Felipe Lima e William Douglas pela Impetus (2010)
>>> Yes, Nós Temos Bananas - Histórias e Receitas Com Biomassa de Banana de Heloisa de Freitas Valle Marcia Camargos pela Senac (2003)
>>> Técnicas de Redação para Concursos Teoria e Questões de Lilian Furtado/vinicius Carvalho Pereira pela Método Ltda. (2013)
>>> A Magia do Caminho Real de Anna Sharp pela Rocco (1993)
>>> Krsna - a Suprema Personalidade de Deus de A. C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada pela The Bhaktivedanta Book Trust (2006)
>>> Relâmpagos com Claror - Lygia Clark e Helio Oiticica, vida como arte de Beatriz Scigliano Carneiro pela Imaginária (2004)
>>> Introduçao a Estilistica de Nilce Santanna Martins pela Tao (1997)
>>> Filosofia Concreta - Tomo 2 de Mário Ferreira dos Santos pela Logos (1961)
>>> Psicologia de Mário Ferreira dos Santos pela Logos (1963)
>>> Noologia Geral de Mário Ferreira dos Santos pela Logos (1961)
COLUNAS

Domingo, 13/12/2020
Confissões pandêmicas
Julio Daio Borges

+ de 2400 Acessos

Acabei não escrevendo sobre a pandemia. Achei que seria clichê.

Mas confesso a vocês que acordei algumas vezes, de madrugada, achando que estava com falta de ar.

Nas primeiras vezes, descia as escadas e lia o jornal do dia inteirinho. Depois, ficava com sono, deitava e dormia de novo.

Então, prometia a mim mesmo que iria correr na praça no dia seguinte - ou no mesmo dia -, para tirar a prova dos nove.

Até que, nas últimas vezes, fui correr de madrugada mesmo. Na verdade, nem era tão de madrugada assim. Quando eu ia ver, eram quatro horas da manhã. E, quando eu chegava na praça, já eram quatro e meia. De modo que - quando eu voltava, tomava banho etc. - coincidia, praticamente, com o meu horário de levantar, entre seis e meia e quinze para as sete.

Hoje, por exemplo, foi assim. Eram umas quatro horas da manhã e eu acordei como se fosse de um pesadelo. Me ocorreu a falta de ar, mas era só o calor do quarto mesmo, que - quando eu desci, eu percebi - estava uma sauna.

Na dúvida, sempre pego um perfume da Tia Techy para cheirar. Se consigo, é porque não é Covid-19. E tem dado certo até agora. (Ah, e eu também fico em casa a maior parte do tempo.)

Minha prova dos nove é a corrida porque, se eu consigo dar uma volta correndo, significa que meus pulmões, obviamente, não foram atingidos.

Sou meio hipocondríaco, eu admito. Quando a Aids apareceu, no final dos anos 80, assisti a um Globo Repórter e já imaginei que estava contaminado.

Impossível; já que eu era um pré-adolescente imberbe, não era hemofílico e o mais perto que passei de uma transfusão de sague foi, aos dezoito anos, quando, dispensado do serviço militar (obrigado, Tio Ronaldo), fui obrigado a doar.

Fiquei maravilhado quando me entregaram um cartão vermelho com meu tipo de sangue (type O positive) e lá dizia, também, que eu era HIV negativo.

Guardei aquele cartão durante anos, como um amuleto. Funcionou.

Meus mal-estares (é assim que se escreve, acabo de conferir) estão relacionados à digestão. Fígado. Quando estou preocupado, alguma taquicardia. Pressão. Aí, paro de tomar café no dia seguinte. Depois, volto. E assim vamos indo.

Em teoria, eu tenho menos medo de morrer do que de deixar as coisas por fazer. Projetos que eu gostaria de terminar. (Um dia, quem sabe, falo sobre eles.)

E tem, naturalmente, a Catarina. Tem muita coisa que eu gostaria de fazer com ela ainda. Muita coisa.

As pessoas nunca falam sobre a própria morte numa rede social, talvez porque não combine com a ostentação digital da vida.

Mas duvido que, nestes últimos meses, nunca tenham parado para pensar nisso. Afinal: se ocorreu de maneira tão aleatória para algumas pessoas... poderia ter ocorrido para todas.

Não faço campanha para as pessoas ficarem em casa. Vai da cabeça de cada um.

Tenho sorte de poder trabalhar de casa, de poder fazer as minhas coisas de casa. Mas e quem não tem? Não sou eu quem vai julgar.

Sobre a vacina, não tenho opinião formada. No sentido de que não arriscaria uma data. Torço para que ela venha, porque acho que já estamos todos cansados e não imagino um outro ano assim. Mas não sou cientista; não tenho respostas.

Não posso reclamar, porque a pandemia foi boa para o meu negócio. Só acho ruim pela Catarina, que sofreu por não poder ir à escola. Os demais sobreviveram.

Não me arrisco a desejar um bom Ano Novo. Uma boa segunda onda? (Uma segunda quarentena?)

Estou soando clichê agora; então é melhor parar.

Fiquem bem - eis o que posso desejar.

Para ir além
Curtir, comentar, compartilhar


Julio Daio Borges
São Paulo, 13/12/2020


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Pastelão de Eduardo Mineo


Mais Julio Daio Borges
Mais Acessadas de Julio Daio Borges em 2020
01. Doutor Eugênio (1949-2020) - 7/12/2020
02. Minha biblioteca de sobrevivência - 30/3/2020
03. Confissões pandêmicas - 13/12/2020
04. Eddie Van Halen (1955-2020) - 9/10/2020
05. Zuza Homem de Mello (1933-2020) - 12/10/2020


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Como Ser uma Mulher de Deus
Ginger Gabriel
Candeia
(1996)



Rainha do Sol
E. J. Michael
Ediouro
(1996)



Trapo
Cristovão Tezza
Record
(2007)



Memórias Sexuias no Opus Dei
Antonio Carlos Brolezzi
Panda Books
(2006)



Mini Larousse da Pré-história
Pierre Masson
Larousse
(2007)



Atos dos Apostolos
Osmar Barbosa / David Jardim Junior
Ediouro
(1984)



Unb Contábil
Vários
Paralelo 15
(2002)



O Evangelho Segundo Jesus Cristo
José Saramago
Companhia de Bolso
(2005)



Blade - a Lamina do Imortal: 33
Hiroaki Samura
Conrad
(2005)



Cayman, O Dossiê do Medo
Leandro Fortes
record
(2002)





busca | avançada
48369 visitas/dia
1,6 milhão/mês