O Mistério dos Incas | Gian Danton | Digestivo Cultural

busca | avançada
38289 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Sexta-feira, 26/7/2002
O Mistério dos Incas
Gian Danton

+ de 11300 Acessos
+ 2 Comentário(s)

Uma grande quantidade de pessoas conhece tudo sobre a história da Europa ou dos EUA, mas desconhece completamente a histórias dos povos que nos deram origem. Para os que se ressentem dessa falha, uma boa pedida é o livro O Império Inca, lançado recentemente pela Time Life Livros e pela Abril Coleções.

A civilização Inca sempre intrigou os estudiosos. Afinal, o povo andino conseguiu criar um dos impérios mais importantes e extensos do mundo sem conhecer a roda. Os incas formaram uma das sociedades mais complexas e bem estruturadas de todos os tempos, com uma hierarquia rígida e um sistema social em que nenhum integrante do império jamais passava fome, mesmo nos períodos de seca, terremotos ou outras catástrofes naturais.

O exército era muito bem estruturado, com guerreiros que pareciam não sentir medo.

E no entanto, todo esse império foi vencido por menos de duzentos homens comandados por um analfabeto.

Para compreender a derrocada dos Incas é importante conhecer as circunstâncias políticas da época em que Francisco Pizarro (um filho ilegítimo sem nenhum estudo que fora para a América em busca de fortuna) chegou aos Andes.

No período em que os primeiros europeus começaram a saquear a América, os Incas eram governados por um grande guerreiro chamado Huayna Capac. Pouco tempo depois ele morreu, provavelmente vítima da varíola, uma doença trazida pelos espanhóis.

Junto com o Sapa Inca (que era como se chamavam os governantes desse povo) morreu seu sucessor e dois irmãos começaram a lutar pelo trono. Huascar (gentil colibri) foi eleito pelos nobres em Cuzco, mas o exército, acampado em Quito, preferia Atahualpa.

Embora Anahualpa reconhecesse o irmão como o novo Sapa Inca, Huascar desencadeou a crise exigindo a presença de seu irmão em Quito. Desencadeou-se uma sangrenta guerra, que Huascar foi derrotado e aprisionado.

Quando Pizarro chegou no Peru, o grande Império estava, assim, debilitado por guerras e pela varíola.

O espanhol acampou com seus poucos homens na praça principal de Cuzco. Os guerreiros que os esperavam eram tantos que uma testemunha da época escreveu que os espanhóis ficaram apavorados.

Pizarro convidou o Sapa Inca a visitá-lo. O Imperador, achando que apenas um punhado de homens não poderia inspirar um perigo real, deixou seu exército fora da cidade e compareceu apenas com sua guarda pessoal, que na verdade tinha cerca de cinco mil homens. Mas, embora fossem muitos, eles vinham sem armas, mais numa atitude cerimonial do que guerreira.

Encontraram a praça vazia, a não ser por um padre com um missal em uma mão e a cruz em outra. É que o Rei da Espanha havia dado ordens de só derramar sangue dos povos conquistados depois de ter dado a eles a chance de se converter ao cristianismo. Claro que tudo era apenas uma pantomima para justificar o massacre que se seguiria.

Os incas adoravam o sol, Inchi, e, evidentemente, a lenga-lenga do padre não logrou convencê-lo. "Tu dizes que seu deus foi levado à morte, porém o meu está sempre vivo", disse Atahualpa, mostrando o sol que se punha. Disse isso e jogou ao chão a cruz que havia recebido.

O padre dominicano se voltou para Pizarro e deu a deixa para o ataque: "Acabem com eles! Eu concedo absolvição a todos!". O que se seguiu não estava nem nos mais negros sonhos do Sapa Inca. Canhões começaram a retumbar, matando dezenas de indígenas. Os soldados atacaram a multidão apavorada, aos gritos de "Santiago!", o santo protetor dos combates. Os incas nem mesmo reagiram, tamanha foi a surpresa. O máximo que fizeram foi tentar proteger o imperador, levantando a liteira que o carregava. Como resultado tiveram suas mãos cortadas. Atahualpa só foi poupado porque Pizarro havia prometido a pena de morte para quem o molestasse. Com o Imperador aprisionado, os espanhóis iniciaram o saque do Império.

O objetivo dos espanhóis não era colonizar as novas terras, mas tirar delas todas as suas riquezas e destruir todos os traços do poderoso e organizado povo que vivia naquele lugar. Não só todo o ouro inca foi mandando para a Espanha, mas também todos os monumentos foram destruídos e a até as múmias dos antigos Sapa Incas foram encontradas e queimadas.

A população local reduziu de sete milhões para 500 mil, tantos foram os que pereceram, vítimas de doenças ou dos trabalhos forçados.

Como resultado, pouca coisa sobrou sobre esse povo que está na base de nossa origem. Hoje um brasileiro comum sabe mais sobre a Grécia antiga que sobre o Império Inca.

O livro da editora Abril é uma boa oportunidade de compreender um pouco melhor essa fantástica civilização em uma edição ricamente ilustrada, com figuras em marca d'água impressas em dourado e texto envolvente. São 168 páginas de uma agradável história da América do sul.

Se considerarmos a qualidade gráfica (encadernação em capa dura, impressão em policromia e papel cochê), o preço é uma barbada: apenas 38 reais. Só para comparar, a maioria dos livros da série O Senhor dos Anéis, embora sejam em preto e branco e papel normal, custam muito mais do que isso.

O volume faz parte de uma coleção que inclui também os títulos Egito - a Terra dos Faraós; O Esplendor dos Maias; Roma - Ecos da Glória Iimperial; Os Vikings - Intrépidos Navegantes do Norte; Astecas - Reinado de Sangue e Esplendor e Os Reinos Soterrados da China.

Para ir além



O Império Inca
Editora: Time-life e Abril Coleções


Gian Danton
Macapá, 26/7/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A poesia afiada de Thais Guimarães de Jardel Dias Cavalcanti
02. Bruta manutenção urbana de Elisa Andrade Buzzo
03. A Garota do Livro: uma resenha de Heloisa Pait
04. Transformação de Lúcifer, obra de Egas Francisco de Jardel Dias Cavalcanti
05. Ação Social de Ricardo de Mattos


Mais Gian Danton
Mais Acessadas de Gian Danton em 2002
01. A Teoria Hipodérmica da Mídia - 19/7/2002
02. A teoria do caos - 22/11/2002
03. Público, massa e multidão - 30/8/2002
04. A maçã de Isaac Newton - 16/8/2002
05. O filósofo da contracultura - 18/10/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
26/7/2002
09h48min
Desde garoto quando estudei a história do Império Inca na escola, passados mais de 50 anos, ainda tenho um certo ressentimento dos espanhóis por causa disso. É claro que as lutas internas no império abriram espaço para a invasão e saque. Certamente a história da América seria outra e consequentemente seu presente, não fora o objetivo da espanha a destruição pura e simples do império inca.
[Leia outros Comentários de Hélio Araujo]
27/7/2002
15h40min
Acredito que o destino de nosso menos potentoso povo indígena não deva ter sido muito diferente, dadas as facilidades de se deixarem dominar. O censo demográfico na época me parece que não funcionava muito bem, então não há a menor idéia de quanto se matou direta (armas de fogo) e indiretamente (trabalho forçado, pestes e doenças). O mais "fascinante" e amedrontador foi o papel desta mesma igreja católica no processo, consolidada ao longos de nossos anos como a maior instituição dos aspectos místicos humanos. O continente Africano escapou da barbárie histórica indireta sobre seus nativos, mas definha na ingerência da humanidade para estas questões de solidariedade, uma vez que padecem de epidemia de AIDS, Ebola...etc... Homem dito Branco, Cara Pálida....o que você fez com o mundo?
[Leia outros Comentários de Eduardo Vianna]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ANTROPOLOGIA
VARIOS
VOZES
R$ 25,50



DE BERLIM A JERUSALÉM (DEBATES)
GERSHOM SCHOLEM
PERSPECTIVA
(1991)
R$ 35,00



GUIA PRÁTICO PARA ENTENDER PIAGET
MOLLY BREARLEY & ELIZABETH HITCHFIELD
IBRASA
(1973)
R$ 15,00



KAIRÓS
PADRE MARCELO ROSSI
PRICIPIUM
(2013)
R$ 4,00



ALÉM DO RIO
ZIRALDO
MELHORAMENTOS
(1996)
R$ 12,00



THE MURDER BOOK
JONATHAN KELLERMAN
BALLANTINE BOOKS
(2002)
R$ 20,00



SELEÇÕES DO READERS DIGEST - FEVEREIRO DE 1971
READERS DIGEST
READERS DIGEST
(1971)
R$ 15,00



AUTO DA COMPADECIDA
ARIANO SUASSUNA
FOLHA DE SÃO PAULO
(2008)
R$ 13,50



LIVRO 1 GEOGRAFIA 8O ANO PITÁGORAS
GAMA, ELCE MARÍLIA SILVA F.; LOPES, LUCILENE BATISTA; LOPES, MARCELO LEMOS
EDUCACIONAL
(2017)
R$ 60,00



ONTEM , EU CHOREI
IYANLA VANZANT
SEXTANTE
(2001)
R$ 15,00





busca | avançada
38289 visitas/dia
1,4 milhão/mês