A voz que não quer calar | Rennata Airoldi | Digestivo Cultural

busca | avançada
87666 visitas/dia
2,7 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Nova Exposição no Sesc Santos tem abertura online nessa quinta, 17/06
>>> Arte dentro de casa: museus e eventos culturais com exposições virtuais
>>> “Bella Cenci” Estreia em formato virtual com a atriz Thais Patez
>>> Espetáculo teatral conta a história de menina que sonha em ser astronauta
>>> Exposição virtual 'Linha de voo', de Antônio Augusto Bueno e Bebeto Alves
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
>>> André Barcinski por Gastão Moreira
>>> Massari no Music Thunder Vision
>>> 1984 por Fabio Massari
>>> André Jakurski sobre o pós-pandemia
>>> Carteiros do Condado
>>> Max, Iggor e Gastão
Últimos Posts
>>> A lei natural da vida
>>> Sem voz, sem vez
>>> Entre viver e morrer
>>> Desnudo
>>> Perfume
>>> Maio Cultural recebe “Uma História para Elise”
>>> Ninguém merece estar num Grupo de WhatsApp
>>> Izilda e Zoroastro enfrentam o postinho de saúde
>>> Acentuado
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Autores & Ideias no Sesc-PR I
>>> Balangandãs de Ná Ozzetti
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> A sétima temporada de 24 horas
>>> De olho neles
>>> Saudações cinemusicais
>>> 1998 ― 2008: Dez anos de charges
>>> The Book of Souls
>>> Carta ao pai morto
>>> Rousseau e a Retórica Moderna
Mais Recentes
>>> Cristãos Hoje de N. Maccari pela Paulinas (1976)
>>> Salmos de Edgard Armond pela Aliança (1979)
>>> Lobas, Lobos e Afins - a Eterna Busca da Liberdade... de Solange Torino pela Virgo (2001)
>>> Vida, Morte e Destino de Maria Fernanda S. e Edson Olivari de Castro pela Cia Ilimitada (1992)
>>> Rezas, Orações e Preces de Varios Autores pela Rita Carneti (1992)
>>> Como Falar em Publico e Influenciar Pessoas no Munndo dos Negócios de Dale Carnegie pela Record (1962)
>>> Uma Jornada Interior de Sara Mariott pela Pensamento (1993)
>>> Jovens e Adultos Dominical Fidelidade de Varios Autores pela Betel
>>> O Manual da Felicidade de Pe. Alberto Luiz Gambarini pela Ágape (2008)
>>> Como Enfrentar o Stress de Marilda Novaes Lipp e Colaboradores pela Ícone (1990)
>>> Auxiliares Invisíveis de C. W. Leadbeater pela Pensamento (1997)
>>> Oito Passos para Você ter Saúde de Ana Maria Freitas pela N/a
>>> O Livro do Destino de Herman Kirchenhoffer pela Círculo do Livro (1978)
>>> Eles Voltaram de Francisco Cândido Xavier pela Instituto de Difusão Espírita (1982)
>>> Os Remédios Florais do Dr. Bach de Dr. Edward Bach pela Pensamento (2006)
>>> Encontros, Desencontros e Reencontros de Florangela M. Desidério pela Paulinas (1982)
>>> Cavaleiro da Concórdia de Manoel Jacintho Coelho pela Racional (1988)
>>> Fátima, Aurora do Terceiro Milênio de João S. Clá Diaz pela Associação Cultural Nossa Senhora de Fátima (2000)
>>> I Ching, O Livro das Mutações de Juan Echenique Pérsico pela Melhoramento (2012)
>>> O Encontro, os mais Belos Encontros de Cristo de João Mohana pela Agir (1979)
>>> Boca de Forno de Olga Diniz de Castro pela Santo Alberto Artes Graficas
>>> Ginástica Cerebral de Paul E. Dennison pela Século xxi (2000)
>>> Brasil Coração do Mundo Pátria do Evangelho de Francisco Cândido Xavier pela Feb (1999)
>>> Evangelho no Lar de Maria T. Compri pela Feesp (1991)
>>> Guia do Outro Mundo de Ornella Volta pela Hemus (1973)
COLUNAS

Quarta-feira, 7/8/2002
A voz que não quer calar
Rennata Airoldi

+ de 2000 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Teatro é como um bicho carpinteiro que corrói por dentro lentamente. Tudo começa de repente e quando nos damos conta, não há mais nada a se fazer. É assim com todos aqueles que são fisgados pela paixão de atuar. Nesta semana, a "II Mostra de Teatro 'Cemitério de Automóveis'" foi uma mescla de sonho e realidade. No Porão do Centro Cultural São Paulo, muitas estréias, muitas celebridades, muitos espectadores. Não há como fugir deste tema, uma vez que o porão se tornou minha segunda casa. São horas e horas respirando teatro: ouvindo textos, ensaiando, apresentando e assistindo.

Foi também uma semana de muita responsabilidade, pois estrearam vários textos adaptados por Mário Bortolotto. O primeiro foi "O Herói Devolvido" de Marcelo Mirisola. Em seguida, vieram: "Faroestes" de Marçal Aquino, "Ovelhas que voam e se perdem no céu" de Daniel Pellizari, "Dentes Guardados" de Daniel Galera e, por fim, "Tanto Faz" de Reinaldo Morais. E para a alegria de todo o elenco da mostra, contamos com a presença dos autores na platéia.

Tive a oportunidade de conversar com Marcelo Mirisola e com o Marçal Aquino mais a fundo. Para eles, foi uma deliciosa surpresa assistir suas obras encenadas. Conversando com os mesmos e refletindo sobre o que temos vivido ali, desde o dia 9 de julho, chego a conclusão de que há um movimento que não podemos controlar ou deter. Somos todos pequenos grãos de areia de uma grande duna, que está sendo visitada por muitas pessoas. Há, sem dúvida, uma onda que nos toma e que aproxima pessoas para ver e ouvir o que temos dito e feito.

É como uma voz que não quer calar! Somos atores, somos de teatro e amamos carregar esse bicho carpinteiro dentro de nossas vísceras. Falamos através dos textos de Mário Bortolotto (autor da maioria deles), sobre nosso tempo e nossas vidas. Talvez aquele porão frio e úmido nunca mais seja o mesmo depois de nossa estadia. É a energia que circula o tempo todo, entre os atores, entre o público, e que nos redime a cada grito de euforia. Parece piegas - e até meio ridículo- mas, sem dúvida, "a união faz a força".

Estou escrevendo tudo isso não para nos colocar como heróis ou como sujeitos geniais, mas para esclarecer àqueles que não sabem o que é Teatro. Apesar de todas as dificuldades que existem, e elas são muitas, não podemos permanecer apáticos diante da realidade. Não podemos deixar que outras bocas falem por nós. Não podemos aceitar essa situação ridícula dessa cultura descartável que é imposta pela mídia à nossa sociedade.

Nós respeitamos nosso templo e nosso público e eles têm comparecido e prestigiado nosso trabalho. Enquanto a cidade corre do lado de fora do porão, um outro mundo se constrói a cada dia para receber as pessoas que vêm de todos os cantos assistir às peças. E só estando lá para ver o que é quando, mais uma vez, temos uma sessão lotada! Isso tudo sem dinheiro, sem patrocínio, mas com muita dedicação e paixão. Esse esforço coletivo que faz com que o moinho não deixe de funcionar um único instante.

É gratificante fazer parte dessa loucura e, sem dúvida, se existem heróis nessa mostra, são eles: Mario Bortolotto e Fernanda D'Umbra. Não tirando ou diminuindo o mérito de ninguém mas: quem, em "sã consciência", seguraria esse rojão? Juntar 79 atores, 26 textos, direção, produção, trilha sonora, atuação... Dá para imaginar o tamanho da encrenca? E eles tiveram peito para isso! Agora a criança está crescendo e ganhando o mundo, uma vez que já estrearam praticamente todas as obras previstas pela mostra.

Público chama público. É sem dúvida o boca-a-boca que tem contribuído muito para o sucesso da mostra. Além disso, temos um grupo de espectadores cativo que já é parte do espetáculo! Aparecem todos os dias, assistem a tudo e a todos. É isso. O público é fundamental e nosso trabalho só faz sentido com presença dele. Em nome de todos da "II Mostra de Teatro do 'Cemitério de Automóveis'", muito obrigado àqueles que já estiveram no Centro Cultural São Paulo, prestigiando nosso trabalho. Nós não vamos nos calar, porque há muitas pessoas dispostas a nos ouvir. Sejam todos bem-vindos, vocês também fazem essa história acontecer!

Para ir além
www.cemiteriodeautomoveis.hpg.ig.com.br


Rennata Airoldi
São Paulo, 7/8/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Existe na cidade alguém, assim como você... de Elisa Andrade Buzzo


Mais Rennata Airoldi
Mais Acessadas de Rennata Airoldi em 2002
01. Cartas que mudaram a História! - 10/4/2002
02. Saudosismo - 10/7/2002
03. Do primeiro dia ao dia D - 13/3/2002
04. Enfim: Mário Bortolotto! - 25/9/2002
05. A Nova Hora, A Hora da Estrela! - 6/3/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
13/8/2002
1.
13h31min
Renatta Airoldi, Acabei de ler sua mensagem sobre Primeiro dia de aula. Muito expressiva e que me deixou bastante emocionado com suas sabias palavras. Fez-me percorrer feito uma bala por toda a minha vida de estudante. Agora que eu estou voltando para a universidade, sinto um pouco desta tão comentada euforia. Abraços Regis Brasil.
[Leia outros Comentários de Regis Brasil]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Terra dos Peixes - Memórias de Rio das Ostras
Selma Rocha (2ª Ed.)
Prefeitura de Rio das Ostras
(1997)



Desejo Cigano: Sob o Fascínio da Linguagem Muda
Betânia Ferreira
Comunicarte (recife)
(1995)



Entre os Reinos de Gog e Magog
Sílvio Fiorani
Siciliano
(1994)



Meu Pai, Seu Porco e Eu
Jna Scheerer
Rocco
(2006)



Malditos Frutos do Nosso Ventre
Carlos Alberto Luppi
Ícone
(1987)



Direito Tributário e Finanças Públicas
Arché Interdisciplinar Nº 27 Vol. 9 de 2000
Univ Cândido Mendes
(2000)



Véu do Passado
Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho/antônio Carlos
Lúmen
(1997)



Alô Você! Conquiste Seu Lugar
Evandro Guedes
AlfaCon
(2016)



Longitudes and Attitudes: Exploring the World After September 11
Thomas L. Friedman
Farrar Straus and Giroux
(2002)



Santa Cruz del Vale de los Caidos - Tourist Guide Book
Editorial Patrimonio Nacional (tenth Edition)
Patrimonio Nacional (madri)
(1974)





busca | avançada
87666 visitas/dia
2,7 milhões/mês