Comentários de Alvaro Domingues | Digestivo Cultural

busca | avançada
56367 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Ana Cañas e Raíces de América abrem a programação musical de junho, no Sesc Santo André
>>> Sesc Santo André recebe Cia. Vagalum Tum Tum, em junho
>>> 3º K-Pop Joinville Festival já está com inscrições abertas
>>> Clube do Disco - Clube da Esquina
>>> MONSTRA exibe filmes feitos por e com crianças nos dias 25 e 26/5
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Mamãe falhei
>>> Sobre a literatura de Evando Nascimento
>>> Velha amiga, ainda tão menina em minha cabeça...
>>> G.A.L.A. no coquetel molotov de Gerald Thomas
Colunistas
Últimos Posts
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
>>> Trader, investidor ou buy and hold?
>>> Slayer no Monsters of Rock (1998)
>>> Por que investir no Twitter (TWTR34)
Últimos Posts
>>> Parei de fumar
>>> Asas de Ícaro
>>> Auto estima
>>> Jazz: 10 músicas para começar
>>> THE END
>>> Somos todos venturosos
>>> Por que eu?
>>> Dizer, não é ser
>>> A Caixa de Brinquedos
>>> Nosferatu 100 anos e o infamiliar em nós*
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Trump e adjacências
>>> Entrevista com Pollyana Ferrari
>>> O novo sempre vem
>>> O estilo de Freddie Hubbard
>>> Fábrica
>>> Brasileiros aprendendo em inglês
>>> A revista Bizz
>>> Recortes da paisagem: a fotografia de Rei Santos
>>> Deus 3.0
>>> Cartas Pônticas, de Ovídio
Mais Recentes
>>> Um Amor de Swann - Coleção L&pm Pocket de Marcel Proust pela L&pm (2005)
>>> Nosso Homem Em Havana de Graham Greene pela Biblioteca Folha
>>> A Dieta do Abdomen de David Zinczenko / Ted Spiker pela Sextante (2005)
>>> A Palavra professada gera vida de Bispo César Augusto pela Do Autor (2014)
>>> Os Viuvos de Mario Prata pela Leya
>>> Super Manual para Garotos Fantásticos de Ale Mcgiver pela V&r (2010)
>>> Amigos Inimigos - a Formatura de Vanessa Martinelli pela Tlb (2013)
>>> O Canalha de Carly Phillips pela Planeta (2011)
>>> Pensando em você de Nelson Lopes pela tipogresso (1998)
>>> Conquite Seu Bem Estar Interior e Aproveite a Vida de Maria Jose Costa Felix pela Gente (2006)
>>> O Que é Folclore de Carlos Rodriguês Brandão pela Brasiliense (1984)
>>> Bibliografia Brasileira de Literatura Infantil e Juvenil de Bli pela Bli (2002)
>>> O Guarani - Coleção Bom Livro de José de Alencar pela Atica (2012)
>>> Gestão de Pessoas de Joel Souza Dutra pela Atlas (2002)
>>> O Santo Sudário de Giulio Calvatti pela Planeta
>>> O Muçulmano e a Judia de Gilberto Abrão pela Ibep Nacional (2011)
>>> Dinamicas de Grupo para Csais e Familias de Gilson e Elizabete Bifano pela Oikos (2002)
>>> À Esperança do Amado de Debby Jones & Jackie Kendall pela Betania (1995)
>>> Uma Vida para Seu Filho de Bruno Bettelheim pela Campus (1988)
>>> sartre de os pensadores pela Unb (1973)
>>> Raio x de Gabriela Pugliesi pela Reptil (2014)
>>> Statistics and Econometric Models 1: General de Christian Gourieroux; Alain Monfort pela Cambridge Print On (1995)
>>> Como Conseguir Emprego no Brasil no Século XXI de Thomas A. Case Ph. D pela Catho (2004)
>>> Quero Continuar Gerente e Agora? de Garrido pela Nobel (2004)
>>> Diário de um Consultor a Consultoria sem Segredo de João Coelho pela Atlas (2013)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Quarta-feira, 17/6/2009
Comentários
Alvaro Domingues


Aqui não se lê nem se escreve?
Escrevo e escrevo muito. Atualmente escrevo sobre o que outros escrevem. Resenho livros, do ponto de vista do leitor. Em sua maioria sobre ficção científica e fantasia. E o pessoal tem escrito. Muito. As editoras "sob demanda" têm aparecido aos montes. Textos bons e ruins têm aparecido em grande quantidade. Fanzines, eletrônicos ou não, também pululam. Eventos que reúnem escritores têm surgido, não só em são Paulo e Rio como no Paraná, em Pernambuco, no Rio Grnade do Sul. Será que só sabemos lamentar? Seria conveniente sair deste discurso fácil de que no Brasil não se lê ou escreve, baseado no anedotário do ENEM. Isso vem sendo repetido desde que eu era criança e isso faz tempo...

[Sobre "Escrever? Quantas linhas?"]

por Alvaro Domingues
http://www.homemnerd.com.br
17/6/2009 às
17h38 189.108.185.188
 
Sigam-me os bons...
Talvez tanto quanto o blog, Orkut ou sites pessoais... Talvez a origem do Twitter seja a conversa de bar, em que falamos, falamos e depois esquecemos, e mesmo que tenham sido decididos os destinos da nação, nada de concreto virá dali. Mas os bares continuam cheios... Mas do mesmo jeito que selecionamos amigos, podemos selecinar quem seguir no Twitter. Uso o Twitter para postar contos breves e meu blog para postar contos e poesias. Quem gosta, me acompanha, como acompanham o cara que leva o violão no bar e sabe algumas letras e cifras de cor. Pode entrar um cara que conta piadas velhas e ninguém querer "acompanhá-lo". Se quiser Twittar, siga pessoas com um perfil que lhe agrade. A vantagem do Twitter é que você pode simplesmente "desligar" o sujeito...

[Sobre "Xexéo: Twitter é uma besteira"]

por Alvaro Domingues
http://www.homemnerd.com.br
3/6/2009 às
07h13 189.120.64.49
 
Boatos e fatos
Artigos como estes me lembram a morte anunciada de muitas coisas, que de fato não ocorreram: do teatro (face ao cinema), do cinema (face à TV), do livro, do rádio etc. A internet, como está hoje, é uma torre de Babel: de fato, rechada de informação, mas ainda recheada de boatos. Coisa que atinje menos o jornalismo impresso. Tem-se acesso a informações de forma rápida, mas de que jeito? Perde-se mais tempo separando o joio do trigo (e o trigo é bem pouco) do que realmente se informando. Tem-se, é lógico, fontes confiáveis. Mas o joio é repassado numa velocidade estonteante, alimentando uma rede de boatos de fazer inveja às velhas fofoqueiras de bairro...

[Sobre "Jornal: o cadáver impresso"]

por Alvaro Domingues
http://bloghomemnerd.blogspot.com/
28/4/2009 às
12h08 189.108.185.188
 
Nevasca
Gostei de ver em sua lista o excelente "Nevasca" de Neal Steoehson, que também resenhei para o Homem Nerd. O livro realmente merece ser lido com muita atenção. Uma trama muito bem elaborada, com personagens marcantes e enredo tenso e complexo.

[Sobre "Algumas leituras marcantes de 2008"]

por Alvaro
http://www.homemnerd.com.br
24/12/2008 às
09h32 189.120.88.225
 
desejo sucesso a seu romance
Gostei bastante do artigo e sei que seu objetivo principal foi falar de Jorge Amado, como um mentor distante, mas presente através do textos. Porém você começa seu texto falando de uma pizzaria presente em seu livro que foi pelos ares o que redundou em reescrever o trecho em seu livro onde ela era pano de fundo. Sinceramente, fiquei pensando o que faria em seu lugar, já que a explosão do local de encontro de seus personagens é por demais dramática. Talvez eu os fizesse se encontrar na pizzaria segundos antes da explosão, dando a entender que a explosão estava a eles direcionado. Talvez isso te desse um puta trabalho, mais pra frente, tentando justificar isso (como não li seu livro ainda, não sei se isto teria um impacto muito grande na trama). Talvez eu deixasse como estava, pois raríssimos leitores iriam conferir in loco se a pizzaria estaria de pé ou não, principalemnte se a trama os prendesse á leitura. Bom, desejo sucesso a seu romance. Um abraço

[Sobre "Saudades de Jorge Amado"]

por Alvaro Domingues
http://www.homemnerd.com
13/10/2008 às
17h42 201.56.141.252
 
Um blogueiro é melhor em que?
Realmente falta um aprofundamento, como disse Claire, inclusive para entendermos melhor o posicionamento do autor, sobretudo sobre a frase de fechamento de seu artigo: "Os blogueiros já estão, há muito, em melhor situação que os jornalistas - deveriam parar de querer ser iguais a eles. " A pergunta é: em que os bloqueiros estão em melhor situação que os jornalistas e em que eles querem ser iguais a eles? E baseado em que faz esta afirmação?

[Sobre "E os blogs viraram mainstream..."]

por Alvaro Domingues
http://www.homemnerd.com
12/10/2008 às
09h22 189.120.88.225
 
Cultura já (ou desde já)
Excelente texto! Concordo com a necessidade de que um povo culto e com maior acesso à leitura fará um melhor exercício de seu direito ao voto. Infelizmente, ao contrário das Diretas já, não há uma mobilização visando "cultura já". Quem está interessado em "cultura já", tem que se conformar com a "cultura desde já", e continuar fazendo seu trabalho de "revolucionário silencioso", sem cara-pintada, mas com um livro embrulhado pra presente para seus sobrinhos. Em vez do palanque, a palestra pra meia duzia de gatos pingados (quené justamente quem não precisa ouvir), em vez do panfleto, artigos em blogs e revistas eletrônicas. A cultura não vem de imediato, e não podemos dá-la apenas promulgando uma lei. O trabalho é longo e árduo. Cultura desde já! E para sempre.

[Sobre "A evolução da nova democracia brasileira"]

por Alvaro Domingues
http://www.homemnerd.com
12/10/2008 às
09h00 189.120.88.225
 
Harry Potter? Lost Girls!
Alguém leu a entrevista inteira? Harry Potter aparece apenas de maneira ligeira e não é foco da entrevista. O foco é o excelente Lost Girls. Parace que todos leram Harry potter, amando-o ou odiando-o, inclusive os editores do Digestivo Cultural. Lost Girls, do ponto de vista estético e pela provável polêmica, deveria merecer mais atenção dos leitores e editores do Digestivo.

[Sobre "Não, não gosto de Harry Potter"]

por Alvaro
http://sombrasesonhos.zip.net
20/8/2007 às
13h26 201.56.141.252
 
A escola em Harry Potter
Alan Moore tem razão quanto à magia. E ele entende do assunto. Harry Potter está muito distante do que seria a magia. Tudo ocorre num mundo distante da nossa realidade, como se a verdade fosse pra uns poucos escolhidos. Sobre a escola inglesa: a escola ressuscitada em Harry Potter é a mesma que traumatizou o personagem do filme "The Wall", do Pink Floyd. "Hey teacher, live our kids alone!"

[Sobre "Não, não gosto de Harry Potter"]

por Alvaro
http://sombrasesnhos.zip.net
15/8/2007 às
17h08 201.56.141.252
 
Blogs e auto-ajuda
A internet não acabou com a escrita, mas democratizou a edição. Todos nós podemos escrever e publicar o que desejamos a um custo baixo. O que acaba ocorrendo é um mar de blogs onde cada um diz o que quer da maneira que quer. Estes textos acabam vez por outra se agrupando e tomando a forma de um volume impresso. Que talvez seja lido. Quando a auto-ajuda, apontado por João Macedo como responsável pelo assassínio da literatura, não creio ser este o caso. A literatura de auto ajuda ainda assim é literatura (sem julgamento de valor, se boa ou má). Uma literatura que reflete a realidade de nosso tempo. Há escritores sem leitores, porque todos escrevem, há psicólogos sem clientes, porque todos se auto-ajudam. Lembro-me que o primeiro romance em português foi um livro de auto ajuda: "Máximas de Virtude e Formosura", de Tereza Margarida da Silva Horta. Que talvez percebendo a possivel má recepção (especulo...), mudou o nome do livro para "Aventura de Diófanes".

[Sobre "A literatura de ficção morreu?"]

por Alvao
http://sombrasesonhos.zip.net
29/7/2007 às
11h58 201.93.249.157
 
Rótulos novos
Realmente não há "autores novos" (isso entendido como um rótulo), mas sim autores. Porém os chamados "escritores consagrados" (outro rótulo) começaram falando de seu tempo. E surgiram no meio de um infindade de autores "de seu tempo", a maioria mediocres ou que não decolaram como eles. Será que buscar um produto já testado pelo tempo não tem um quê de preconceito, similar a consumir o novo só porque é novo? "A velocidade de mundo de hoje" é que estamos vivenciando -- um dado que não pode ser desprezado quando se escreve ou quando se lê. Essa velocidade pode dar bons frutos, como, por exemplo, o "conto mínimo" e a revalorização da poesia. Talvez esta rapidez dê origem a uma nova forma de expressão. E que daqui a algum tempo tenhamos alguns escritores consagrados que souberam pintar seu tempo com maestria.

[Sobre "Não existem autores novos"]

por Alvaro Domingues
http://sombrasesonhos.zip.net
15/5/2006 às
08h52 201.0.23.76
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Livro da Vida
Santa Teresa Dávila
Minha Biblioteca Católica
(2020)



Clássicos Históricos Especial sem Medo de Sonhar
Lynna Banning
Nova Cultural



Congresso Internacional do medo- Grace Passô
Espanca!
Cobogó
(2004)



Trópico de Câncer
Henry Miller
Globo
(2003)



Primo Altamirando e Elas
Stanislw Ponte Preta
Civilização Brasileira
(1980)



Biometria medidas de segurança
Douglas Vigliazzi
Visual Books
(2003)



21 de Abril Tiradentes Sonho de Liberdade
Alfredo Boulos Jr.
Ftd
(1991)



Um Reflexo no Espelho
Wade Miller
De ouro
(1975)



It Girl - Garota Inesquecível - Volume 4
Cecily Von Ziegesar
Galera
(2009)



Ibm Websphere V40 Advanced Edition Handbook
Ibm Redbooks; Mark Endrei
Vervante
(2002)





busca | avançada
56367 visitas/dia
1,8 milhão/mês