Emoção e carinho | Mario José Da Silva

busca | avançada
56138 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Centro em Concerto - Palestras
>>> Crônicas do Não Tempo – lançamento de livro sobre jovem que vê o passado ao tocar nos objetos
>>> 10º FRAPA divulga primeiras atrações
>>> Concerto cênico Realejo de vida e morte, de Jocy de Oliveira, estreia no teatro do Sesc Pompeia
>>> Seminário Trajetórias do Ambientalismo Brasileiro, parceria entre Sesc e Unifesp, no Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
Colunistas
Últimos Posts
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
Últimos Posts
>>> Melhores filme da semana em Cartaz no Cinema
>>> Casa ou Hotel: Entenda qual a melhor opção
>>> A lantejoula
>>> Armas da Primeira Guerra Mundial.
>>> Você está em um loop e não pode escapar
>>> O Apocalipse segundo Seu Tião
>>> A vida depende do ambiente, o ambiente depende de
>>> Para não dizer que eu não disse
>>> Espírito criança
>>> Poeta é aquele que cala
Blogueiros
Mais Recentes
>>> De re coquinaria
>>> Mas, afinal, qual o futuro da TV?
>>> Vida e morte do Correio da Manhã
>>> Arte, cultura e auto-estima
>>> Publicidade e formação política
>>> Os 33 mineiros e nossa visão limitada
>>> Uma Obra-Prima Sertaneja
>>> As pessoas estão revoltadas
>>> As duas facetas da eternidade
>>> Ilustres convidados
Mais Recentes
>>> Bourne Legacy, The de Eric Van Lustbader pela St Martins Press (2005)
>>> Ciranda do Meio Ambiente Vol II de Virginia Schall - Coord. pela Fundação Oswaldo Cruz (1991)
>>> O Colo Uterino Humano de Alfredo de Moraes e Silva Filho pela Artes Médicas (1991)
>>> The Uses of Life - a History of Biotechnology de Robert Bud pela Cambridge (1993)
>>> Farei Com Que a Morte Me Ame de Ruth Rendell pela Publicações Europa-américa (2000)
>>> Os Agravos no Cpc Brasileiro - Recursos no Processo Civil - 2 de Teresa Arruda Alvim Wambier pela Revista dos Tribunais (2000)
>>> Livro - para Gostar de Ler 9 - Contos Brasileiros 2 de Clarice Lispector, Outros pela Atica (2002)
>>> Jãnio Quadros - Sete Meses Que Abalaram o Brasil de Vários Autores; Carlos Mendes Rosa pela Folha de São Paulo
>>> Luta e Sonhos: cultura política e hegemonia progressista em santos (1945-1962) de Alcindo Gonçalves pela Unesp (1995)
>>> Architecture Now! Vol. 2 de Philip Jodidio pela Taschen (2002)
>>> Um Ônibus do Tamanho do Mundo de J. M Simmel pela Nova Fronteira (1976)
>>> Pretty Little Liars: Maldosas de Sara Shepard pela Rocco Jovens Leitores (2010)
>>> Suicidio - a Sombria Trilha da Ilusao de Agnaldo Cardoso pela Mundo Maior (2006)
>>> Poder pode mas... Não deve de Barbara Virginia pela Vozes (1989)
>>> Direito Eleitoral Digital de Diogo Rais; Daniel Falcão; Andre Zonaro pela Revista do Tribunais
>>> Arte e Meio Artistico, V. 1 de Aracy A. Amaral pela Studio Nobel (1983)
>>> Mind Over Labor: a Breakthrough Guide to Giving Birth de Carl Jones pela Penguin Books (1988)
>>> Les Peintres Chinois - Etude Critique de Raphael Petrucci pela Renouard (1927)
>>> Projeto Tipográfico: Análise e Produção de Fontes Digitais de Claudio Rocha pela Rosari (2005)
>>> Quincas Borba de Machado de Assis Volume 11 pela Estadão
>>> Fundamentos da Psicologia das Relaçoes de Trabalho de Roberto Heloani pela Zagodoni (2014)
>>> Entrelinhas Urbanas SP de Vários Autores pela Ed. Selo (2017)
>>> A Culpa é das Estrelas de John Green pela Intrinseca (2012)
>>> Sombra de Karin Alvtegen; Marisol Santos Moreira pela Record (2015)
>>> Biologia para um Planeta Sustentável - Manual do Professor de Armênio Uzunian pela Harbra (2017)
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 5/3/2008
Comentários
Leitores


Emoção e carinho
Infelizmente, como dito em outros artigos postados neste site, a vida é muito curta e a morte sem sentido. Ainda bem que há pessoas como a Tatiana Cavalcanti que ainda dão valor ao trabalho feito em vida por alguns mestres deconhecidos. Parabéns por sua homenagen a Jeff Healey. Em poucas palavras vc consegue transmitir emoção e carinho por esse grande músico.

[Sobre "Um brilhante guitarrista"]

por Mario José Da Silva
http://urbanorocknroll.blogspot.com
5/3/2008 às
18h39 201.81.231.213
(+) Mario José Da Silva no Digestivo...
 
Pessoas e cidades
Adorei seu texto, Elisa. Gostei muito do filme, mesmo quando perde um pouco do ritmo no final. A poesia e não-linearidade da linguagem presente no filme são seus grandes méritos. A história é quase uma poesia sobre São Paulo, sobre o modo como as pessoas amam e às vezes se desentendem com quem amam, sejam pessoas ou cidades.

[Sobre "A Via Láctea de Lina Chamie"]

por Bia Cardoso
http://groselha.wordpress.com
5/3/2008 às
17h42 201.67.11.141
(+) Bia Cardoso no Digestivo...
 
Cuidado com as fogueiras
Gostei. Uma análise corajosa da questão religiosa. Cuidado com as fogueiras. Elas ainda existem. Abraço.

[Sobre "Escrevo deus com letra minúscula"]

por Adriana Godoy
5/3/2008 às
14h25 201.58.189.146
(+) Adriana Godoy no Digestivo...
 
um ateu metido a besta
Seu texto está recheado de informações e opiniões bastante incomuns. Na realidade, não importa o tamanho do universo. Importa o que o homem faz com ele. Talvez, o grande problema da humanidade é se achar grande. Shiva e seus simbolismos, deus dos cristãos, seus significados e dogmas. O univeso e sua infinitude. Não sei o que quer dizer isso. Também acho que um agnóstico, como o meu caso, é um ateu metido a besta, ou em cima do muro. E daí? É bom enveredar por esses caminhos, mas temo que nunca chegaremos a respostas que nos satisfaçam. Ou, então, recolhamo-nos à nossa insignificância e façamos o máximo, como no fim de seu artigo, para tornar a vida legal. E dancemos com Shiva e todos os outros deuses pagãos. Certamente é mais emocionante. Parabéns pelo texto. Bj

[Sobre "Dançando com Shiva"]

por Adriana Godoy
5/3/2008 às
14h21 201.58.189.146
(+) Adriana Godoy no Digestivo...
 
vamos lá!
é isso mesmo, precisamos melhoras a leitura desse país, e concordo plenamente com o Matta. obrigada! =)

[Sobre "Literatura de entretenimento e leitura no Brasil"]

por leticia
5/3/2008 às
13h31 200.158.82.194
(+) leticia no Digestivo...
 
sem burocracia
gostei do enfoque, não precisamos de intermediários para vivermos felizes!

[Sobre "Big Bang"]

por jaques
5/3/2008 às
11h15 200.204.171.30
(+) jaques no Digestivo...
 
Vamos estar falando português
Pobre Saramago, pobre Camões, pobre idioma português! Deu azar de ser falado em nosso país bonito, mas pobre em corpo, mente, alma e ignorante por natureza. Também, ninguém liga para educação desse nosso povo mesclado, é ou não é? No início eram só os degredados, os que, por serem excluídos da vida social européia, já não sabiam falar bem o idioma da terrinha, depois miscigenaram-se com os índios e colocaram palavras de indígenas no nosso vocabulário, e ainda, depois, vieram os escravos que trouxeram palavras de suas tribos. Que mistura, hein, fizemos com a língua dos cajos, ó pá! Mas o pior não é isso... Ruim mesmo são os brasileirinhos atuais, os que já estão grunindo, daqui a pouco poderão até voltar para as árvores e imitar os antepassados monos, gritando pretensas palavras na involução constante. Dá no saco ouvir mocinhas, mocinhos, estudantes e até alguns jornalistas, dizerem: - Vamos estar falando português! Isso sim é o fim do idioma!

[Sobre "A língua nossa de cada dia"]

por I. Boris Vinha
http://www.sitedoslivros.com
5/3/2008 às
10h06 201.52.244.48
(+) I. Boris Vinha no Digestivo...
 
Ser ateu ou agnóstico?
Eis a questão! O ateu diz na cara que não acredita, já o agnóstico tem dúvidas. Entretanto, já ouvimos ateus dizendo em horas de apuro: - Livra-me, meu deus! (Deus com minúscula porque o Deus dele é um pouco menor.) Já o agnóstico diz: - Não afirmo que o açuçar é doce, mas que parece doce, parece! (Coloca a divindade em dúvida.) Como comentamos em um Digestivo passado, religião e política nos aprisionam nas amarras filosóficas, e por essas filosofias ficamos na dúvida se somos ateus ou agnósticos... Na religião, o humano cria os seus céus e faz o seu próprio inferno, e não sabe que o céu e o inferno estão ao seu lado... é só escolher o seu! Para ficar bem com todos, em uma hipocrisia que caracteriza o humano, digo que sou ecumênico, assim saio bem na foto! Agora, se Deus existe, ele não é O nem A, não tem gênero, número nem grau. Não mata e não manda matar... e não é tão branquinho como querem as... igrejas brancas. Deve ser só uma Energia Singular e não tem dono!

[Sobre "Dançando com Shiva"]

por I. Boris Vinha
http://www.sitedoslivros.com
5/3/2008 às
08h48 201.52.244.48
(+) I. Boris Vinha no Digestivo...
 
moral de escravos
Congratulações pelo artigo corajoso e caprichado. Você realmente conseguiu, num espaço breve, resumir as questões mais letais contra a crença infantil e mitômana dos fanáticos. Como dizia Nietzsche, são os que têm medo de ser humanos que se entregam a essa moral de escravos, ressentidos que estão com a felicidade (alheia) além do bem e do mal. Se cuidassem apenas da própria vida ainda seria muito bom. Pena é que estão criando um poder político cada vez maior, ameaçando nossas liberdades, a tanto custo conquistadas. Mais uma vez, meus parabéns!

[Sobre "Escrevo deus com letra minúscula"]

por Fúlvio Antônio Lopes
5/3/2008 às
08h46 201.45.111.146
(+) Fúlvio Antônio Lopes no Digestivo...
 
Sangue Negro
"o rosto carismático e assustador de Daniel Plainview"; é exatamente isso que eu pensava a cada momento que a câmera focava aquele homem. Por mais que "Onde os fracos não têm vez" seja um bom filme, "Sangue Negro" é muito superior, é a saga de um homem como há muito não víamos. Há cenas inesquecíveis, além claro das batidas da trilha sonora. Uma das minhas preferidas é a volta de H.W., depois de toda aquela loucura que foi o acidente, a tomada em que ele retorna estamos meio distantes dos dois, assistindo de longe. Daniel Day-Lewis fez um personagem incrível, cheio de nuances, a relação com o filho, com o desconhecido que diz ser seu irmão, com Eli, com os concorrentes. Tudo é grandioso, as cenas são carregadíssimas de sentido. É realmente uma experiência única e rara, como bem disse Montana.

[Sobre "Haverá sangue"]

por Bia Cardoso
http://groselha.wordpress.com
4/3/2008 às
18h32 201.88.66.174
(+) Bia Cardoso no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Homens Imprudentemente Poéticos
Valter Hugo Mãe
Biblioteca Azul
(2016)



Babbitt
Sinclair Lewis
Abril Cultural



Homens São de Marte Mulheres São de Vênus
John Gray
Rocco
(1997)



The Standby Book - Activities For the Language Classroom
Seth Lindstromberg
Cambridge University Press
(2001)



Broquéis, Faróis, Últimos Sonetos
Cruz e Sousa Simbolista
Avenida
(2008)



Introdução ao I Ching
Tom Riseman
Ediouro
(1980)



O Pequeno Príncipe
Antoine de Saint Exupéry
Harper Collins Br
(2006)



Ligue o Foda - Se e Seja Feliz
Évelin Santos e Fábio Lemos
Do Autor
(2010)



A Aposta
Rachel Van Dyken; Claudia Mello Belhassof
Suma de Letras
(2014)



O jogo da sorte
Giulia Alberico
Record
(2005)





busca | avançada
56138 visitas/dia
1,8 milhão/mês