um ateu metido a besta | Adriana Godoy

busca | avançada
66543 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Filó Machado encerra circulação do concerto 60 Anos de Música com apresentação no MIS
>>> Mundo Suassuna, no Sesc Bom Retiro, apresenta o universo da cultura popular na obra do autor paraiba
>>> Liberdade Só - A Sombra da Montanha é a Montanha”: A Reflexão de Marisa Nunes na ART LAB Gallery
>>> Evento beneficente celebra as memórias de pais e filhos com menu de Neka M. Barreto e Martin Casilli
>>> Tião Carvalho participa de Terreiros Nômades Encontro com a Comunidade que reúne escola, família e c
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Marcelo Mirisola e o açougue virtual do Tinder
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
Colunistas
Últimos Posts
>>> A melhor análise da Nucoin (2024)
>>> Dario Amodei da Anthropic no In Good Company
>>> A história do PyTorch
>>> Leif Ove Andsnes na casa de Mozart em Viena
>>> O passado e o futuro da inteligência artificial
>>> Marcio Appel no Stock Pickers (2024)
>>> Jensen Huang aos formandos do Caltech
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
Últimos Posts
>>> Cortando despesas
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Meu beijo gay
>>> A história de Rogério Xavier e da SPX (2023)
>>> Waldstein por Andsnes
>>> Festival de Inverno Ouro Preto
>>> Para gostar de ler
>>> Dos livros que li
>>> O legado de Graciliano Ramos
>>> Mané, Mané
>>> Ele é o Rei
>>> Corpos
Mais Recentes
>>> A arquitectura do universo de Robert Jastrow pela Edições 70 (1971)
>>> Conselho De Amiga de Siobhan Vivian pela Novo Conceito (2012)
>>> As Quatro Leis da Multiplicação Financeira de Arão Henrique Xavier pela Ministerio Prospere (2008)
>>> Focus 2 de Sue Kay, Vaughan Jones, Daniel Brayshaw pela Pearson (2021)
>>> Arcanos e Mitos Herméticos de Vera Facciollo pela Do autor (2006)
>>> Psicologia e Educação de Anna Maria Baeta pela Forma & Ação (2006)
>>> O giz vermelho de Iris Van Der Heide pela Martins Fontes (2006)
>>> Titi E Tati Um Dia Na Escola de Claudia Lins pela Mundo Leitura (2022)
>>> Idéias - Como Usá-las Para Renovar Seus Negócios, Sua Carreira E... de Joey Reiman pela Futura (2004)
>>> O Jardim Das Aflicoes de Olavo De Carvalho pela Vide editorial (2019)
>>> Tecendo A Cidadania de Vera Maria Candau pela Vozes (1995)
>>> Kalki de Gore Vidal pela Rocco (2000)
>>> Tem um monstro no meu jardim de Janaina Tokitaka pela Cata Sonho (2011)
>>> Seu Futuro Astrológico de Linda Goodman pela Record (1993)
>>> The Beautiful and Damned - Penguin Classics (Capa Dura) de F. Scott Fitzgerald pela Penguin Classics (2010)
>>> Washington D.C de Gore Vidal pela Rocco (1993)
>>> Memoria De Mis Putas Tristes de Gabriel García Márquez pela Sudamericana (2004)
>>> Documentário: Contribuilçao à Memória da Comunidade Judaica Brasileira de Samuel Malamud pela Imago (1992)
>>> Cachinhos de Ouro de Robert Southey pela Ftd (2013)
>>> Documentário: Contribuilçao à Memória da Comunidade Judaica Brasileira de Samuel Malamud pela Imago (1992)
>>> O Lobo De Wall Street de Jordan Belfort pela Planeta (2008)
>>> Juliano de Gore Vidal pela Rocco (1986)
>>> Sapo Comilão de Fernando Vilela pela Dcl (2012)
>>> Eu E Você No Fim Do Mundo de Siobhan Vivian pela Intrinseca (2017)
>>> Transitos Astrologicos - Um Caminho Para O Autoconhecimento de Nezilda Passos pela Roca (1994)
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 5/3/2008
Comentários
Leitores

um ateu metido a besta
Seu texto está recheado de informações e opiniões bastante incomuns. Na realidade, não importa o tamanho do universo. Importa o que o homem faz com ele. Talvez, o grande problema da humanidade é se achar grande. Shiva e seus simbolismos, deus dos cristãos, seus significados e dogmas. O univeso e sua infinitude. Não sei o que quer dizer isso. Também acho que um agnóstico, como o meu caso, é um ateu metido a besta, ou em cima do muro. E daí? É bom enveredar por esses caminhos, mas temo que nunca chegaremos a respostas que nos satisfaçam. Ou, então, recolhamo-nos à nossa insignificância e façamos o máximo, como no fim de seu artigo, para tornar a vida legal. E dancemos com Shiva e todos os outros deuses pagãos. Certamente é mais emocionante. Parabéns pelo texto. Bj

[Sobre "Dançando com Shiva"]

por Adriana Godoy
5/3/2008 às
14h21 201.58.189.146
(+) Adriana Godoy no Digestivo...
 
vamos lá!
é isso mesmo, precisamos melhoras a leitura desse país, e concordo plenamente com o Matta. obrigada! =)

[Sobre "Literatura de entretenimento e leitura no Brasil"]

por leticia
5/3/2008 às
13h31 200.158.82.194
(+) leticia no Digestivo...
 
sem burocracia
gostei do enfoque, não precisamos de intermediários para vivermos felizes!

[Sobre "Big Bang"]

por jaques
5/3/2008 às
11h15 200.204.171.30
(+) jaques no Digestivo...
 
Vamos estar falando português
Pobre Saramago, pobre Camões, pobre idioma português! Deu azar de ser falado em nosso país bonito, mas pobre em corpo, mente, alma e ignorante por natureza. Também, ninguém liga para educação desse nosso povo mesclado, é ou não é? No início eram só os degredados, os que, por serem excluídos da vida social européia, já não sabiam falar bem o idioma da terrinha, depois miscigenaram-se com os índios e colocaram palavras de indígenas no nosso vocabulário, e ainda, depois, vieram os escravos que trouxeram palavras de suas tribos. Que mistura, hein, fizemos com a língua dos cajos, ó pá! Mas o pior não é isso... Ruim mesmo são os brasileirinhos atuais, os que já estão grunindo, daqui a pouco poderão até voltar para as árvores e imitar os antepassados monos, gritando pretensas palavras na involução constante. Dá no saco ouvir mocinhas, mocinhos, estudantes e até alguns jornalistas, dizerem: - Vamos estar falando português! Isso sim é o fim do idioma!

[Sobre "A língua nossa de cada dia"]

por I. Boris Vinha
http://www.sitedoslivros.com
5/3/2008 às
10h06 201.52.244.48
(+) I. Boris Vinha no Digestivo...
 
Ser ateu ou agnóstico?
Eis a questão! O ateu diz na cara que não acredita, já o agnóstico tem dúvidas. Entretanto, já ouvimos ateus dizendo em horas de apuro: - Livra-me, meu deus! (Deus com minúscula porque o Deus dele é um pouco menor.) Já o agnóstico diz: - Não afirmo que o açuçar é doce, mas que parece doce, parece! (Coloca a divindade em dúvida.) Como comentamos em um Digestivo passado, religião e política nos aprisionam nas amarras filosóficas, e por essas filosofias ficamos na dúvida se somos ateus ou agnósticos... Na religião, o humano cria os seus céus e faz o seu próprio inferno, e não sabe que o céu e o inferno estão ao seu lado... é só escolher o seu! Para ficar bem com todos, em uma hipocrisia que caracteriza o humano, digo que sou ecumênico, assim saio bem na foto! Agora, se Deus existe, ele não é O nem A, não tem gênero, número nem grau. Não mata e não manda matar... e não é tão branquinho como querem as... igrejas brancas. Deve ser só uma Energia Singular e não tem dono!

[Sobre "Dançando com Shiva"]

por I. Boris Vinha
http://www.sitedoslivros.com
5/3/2008 às
08h48 201.52.244.48
(+) I. Boris Vinha no Digestivo...
 
moral de escravos
Congratulações pelo artigo corajoso e caprichado. Você realmente conseguiu, num espaço breve, resumir as questões mais letais contra a crença infantil e mitômana dos fanáticos. Como dizia Nietzsche, são os que têm medo de ser humanos que se entregam a essa moral de escravos, ressentidos que estão com a felicidade (alheia) além do bem e do mal. Se cuidassem apenas da própria vida ainda seria muito bom. Pena é que estão criando um poder político cada vez maior, ameaçando nossas liberdades, a tanto custo conquistadas. Mais uma vez, meus parabéns!

[Sobre "Escrevo deus com letra minúscula"]

por Fúlvio Antônio Lopes
5/3/2008 às
08h46 201.45.111.146
(+) Fúlvio Antônio Lopes no Digestivo...
 
Sangue Negro
"o rosto carismático e assustador de Daniel Plainview"; é exatamente isso que eu pensava a cada momento que a câmera focava aquele homem. Por mais que "Onde os fracos não têm vez" seja um bom filme, "Sangue Negro" é muito superior, é a saga de um homem como há muito não víamos. Há cenas inesquecíveis, além claro das batidas da trilha sonora. Uma das minhas preferidas é a volta de H.W., depois de toda aquela loucura que foi o acidente, a tomada em que ele retorna estamos meio distantes dos dois, assistindo de longe. Daniel Day-Lewis fez um personagem incrível, cheio de nuances, a relação com o filho, com o desconhecido que diz ser seu irmão, com Eli, com os concorrentes. Tudo é grandioso, as cenas são carregadíssimas de sentido. É realmente uma experiência única e rara, como bem disse Montana.

[Sobre "Haverá sangue"]

por Bia Cardoso
http://groselha.wordpress.com
4/3/2008 às
18h32 201.88.66.174
(+) Bia Cardoso no Digestivo...
 
Em defesa dos dummies
Quanto aos livros "para dummies", creio que vc precisava se informar melhor sobre eles. Há nessa série muitos livros bons, que se propõe, SIM, a ensinar o básico sobre o assunto. Apesar disso, você escreve bem. Abraço.

[Sobre "Como parecer culto"]

por Guilherme
4/3/2008 às
14h56 200.138.42.92
(+) Guilherme no Digestivo...
 
O deslocamento do Guga
Sempre me delicio com a maneira pela qual o Guga nos apresenta busca um aspecto tradicionalmente mais marginal da cultura (como os quadrinhos) e o recoloca no centro da apreciação artística. Foi o que fez com o Pequeno Príncipe, numa das colunas aqui no DC. Às vezes ele faz o contrário, marginaliza o que normalmente está bem centrado no coração da concepção cotidiana de cultura. Foi o que fez com o Dom Quixote. Obrigado, Guga, por nos fazer ver as coisas de modos diferentes!

[Sobre "HQ: Estórias Gerais"]

por Luisa Linhares
4/3/2008 às
12h34 150.164.100.86
(+) Luisa Linhares no Digestivo...
 
Brindando com milkshakes
As tags que ficaram na minha mente, depois de ver o filme, foram "experiência" e "rara". Até hoje lembro do filme em embascadado estado de contemplação. A Sangue Negro, milkshakes em brinde!

[Sobre "Haverá sangue"]

por Montana
http://guilhermemontana.blogspot.com
4/3/2008 às
09h31 200.198.192.194
(+) Montana no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Fim é Sempre o Recomeço
Japer
Dpl
(1999)



How To... Bookmarks - Chambers Crossword Dictionary
Elaine Higgleton, una Mcgovern e Catherine S.
Readers Digest
(2002)



A Mulher do Meu Marido (lacrado)
Jane Corry
Record
(2018)



Augusto e Lea - Um Caso de Desamor em Tempos Modernos
José Carlos Sebe B. Meihy
Contexto
(2006)



A Nova Secretária - Metacompetente - Proativa - Dinâmica
Laurinda Grion
Madras
(2008)



De um Grande Amor e de Uma Perdição Maior Ainda
Letícia Wierzchowski
Record
(2007)



Livro Gibis The Promised Neverland Vol. 12
Kaiu Shirai
Panini Comics
(2020)



Seja Seu Próprio Psicólogo
Miguel Lucas
Paulus
(1994)



Pensar e Ser Si Mesmo: Preleções Sobre a Subjetividade
Dieter Henrich
Vozes
(2018)



The Art of Japanese Gardening
Takashi Sawano
Hamlyn
(1981)





busca | avançada
66543 visitas/dia
2,1 milhões/mês