Qual o sentido da vida afinal? | Gleiciano Sacramento

busca | avançada
84470 visitas/dia
2,7 milhões/mês
Mais Recentes
>>> A bailarina Ana Paula Oliveira dança com pássaro em videoinstalação de Eder Santos
>>> Festival junino online celebra 143 da cidade de Joanópolis
>>> Nova Exposição no Sesc Santos tem abertura online nessa quinta, 17/06
>>> Arte dentro de casa: museus e eventos culturais com exposições virtuais
>>> “Bella Cenci” Estreia em formato virtual com a atriz Thais Patez
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
>>> André Barcinski por Gastão Moreira
>>> Massari no Music Thunder Vision
>>> 1984 por Fabio Massari
>>> André Jakurski sobre o pós-pandemia
>>> Carteiros do Condado
>>> Max, Iggor e Gastão
Últimos Posts
>>> A lei natural da vida
>>> Sem voz, sem vez
>>> Entre viver e morrer
>>> Desnudo
>>> Perfume
>>> Maio Cultural recebe “Uma História para Elise”
>>> Ninguém merece estar num Grupo de WhatsApp
>>> Izilda e Zoroastro enfrentam o postinho de saúde
>>> Acentuado
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Viver Mata
>>> De uma volta ao Brasil
>>> O momento Rafinha de todos nós
>>> Cinema em Atibaia (Final)
>>> Paulistânia, a mais nova cerveja do Brasil
>>> A Belém pulp, de Edyr Augusto
>>> García Márquez, o filme (1999)
>>> Quem Não Lê Não É Humano
>>> Carmela morreu.
Mais Recentes
>>> 50 tons de cinza de EL James pela CBT Brasil (2021)
>>> Iracema de José de Alencar pela CBT Brasil (2021)
>>> Mulheres de Cabul de Harriet Logan pela CBT Brasil (2021)
>>> Wood Package de Vários pela CBT Brasil (2021)
>>> Momentos de paixão de Danielle Steel pela CBT Brasil (2021)
>>> Marketing Básico de Marcos Cobra pela CBT Brasil (2021)
>>> Controle da qualidade de Robson Seleme e Humberto Stadler pela CBT Brasil (2021)
>>> O primo Basilio de Eça de Queiroz pela CBT Brasil (2021)
>>> O estágio no curso de pedagogia de Monica Caetano V. da Silvia Pedagogia pela CBT Brasil (2021)
>>> Mudando a história da minha vida de Claudia Pereira pela CBT Brasil (2021)
>>> A Fundação do Brasil de Darcy Ribeiro pela CBT Brasil (2021)
>>> Nunca desista dos seus sonhos de Augusto Cury pela CBT Brasil (2021)
>>> A mulher só de Harold Robbins pela CBT Brasil (2021)
>>> International Logotypes. Volume One de Yasaburo Kuwayama pela CBT Brasil (2021)
>>> Hollywood de Gore Vidal pela CBT Brasil (2021)
>>> Sobre o signo de gêmeos de Rosamunde Pilcher pela CBT Brasil (2021)
>>> Para sempre, os imortais de Alyson Noel pela CBT Brasil (2021)
>>> Quem vai decifrar o Leonardo de Tomás Brasil pela CBT Brasil (2021)
>>> Pesquisa planejamento de marketing e propaganda de Vários pela CBT Brasil (2021)
>>> O siciliano de Mario Puzzo pela CBT Brasil (2021)
>>> A salamandra de Morris West pela CBT Brasil (2021)
>>> O Jardim dos Orixás de Ramatis (espírito), Norberto Peixoto pela CBT Brasil (2021)
>>> Anjos e demônios de Dan Brown pela CBT Brasil (2021)
>>> Plano de Negócios Passo a Passo de Adonai José Lacruz pela CBT Brasil (2021)
>>> O Ouro de Mefisto de Eric Frattini pela CBT Brasil (2021)
COMENTÁRIOS

Sexta-feira, 6/3/2009
Comentários
Leitores


Qual o sentido da vida afinal?
A vida, que muitos passam anos procurando, Chris MacCandless encontrou em quase 1/4 de século. Qual o sentido da vida, afinal? Encontrar seu caminho - ainda que seja breve e viver conforme as escrituras -, ou lutar para viver um século sem encarar a vida de frente, se escondendo pelos cantos e driblando a morte? Li o livro "Into The Wild - O Lado Selvagem" e assisti ao filme "Na natureza Selvagem". Acredito que ele tenha encontrado, em sua breve jornada, a paz interior, deixando um rastro de otimismo e amizades verdadeiras, encontrando a luz que todos buscamos e morrendo com a paz espiritual almejada. Excelente texto, Borges, principalmente pelo desfecho.

[Sobre "Na Natureza Selvagem, de Sean Penn"]

por Gleiciano Sacramento
6/3/2009 às
08h52 189.65.182.213
(+) Gleiciano Sacramento no Digestivo...
 
Vida e morte na viagem
tô na espreita pra ver se passa na minha cidade... até por outros filmes "parecidos" que gosto - "inocência selvagem", "dersu uzala", "homem urso", "montanha dos gorilas" - mas, sem deslumbramento, quero entender essa de morrer de fome por descuido, parece morrer como escravo do senhor liberdade e bem maltratado - bad trip. fora ideias religiosas, Francisco (o de Assis) fez o mesmo, sofreu muito e curtiu muito mais cercado de Clara e amigos... ah, sim, o Sean Penn tem valido cada vez mais o ingresso e/ou a locadora (eu e meu filho assistiremos ainda umas quatro ou cinco vezes "I'am Sam") construindo uma bela e sólida carreira, depois de sandices juvenis rsrsrs - very good trip!

[Sobre "Na Natureza Selvagem, de Sean Penn"]

por sandra vissotto
6/3/2009 às
08h03 201.5.233.238
(+) sandra vissotto no Digestivo...
 
Por uma nova convergência
Culpar a TV a cabo pela programação? Poderíamos dizer que ela vende o que queremos comprar. Nós é que pioramos, dia após dia. Ou nos transformamos? "Agora que podemos viajar para qualquer lugar, não mais precisamos tomar os poetas e os criadores de mitos por testemunhas seguras sobre fatos questionados." Heráclito. Muita informação e pouca escolha. Estamos - momentaneamente - com a vista nublada, poluída. O nosso velho jornal vem agonizando há tempo. Perdendo leitores. Talvez a questão se resolvesse com entretenimento de boa qualidade que despertasse a curiosidade, não a morbidez. E o jornal, com o privilégio da leitura como meio, pudesse oferecer mais análises e interpretações que fatos. Essa seria uma nova convergência. Será?

[Sobre "O fim (da era) dos jornais, por Paul Starr"]

por Djabal
http://havesometea.net/nonliquet
6/3/2009 às
07h03 201.27.130.236
(+) Djabal no Digestivo...
 
Escrever me dá paz
Escrever, para mim, é uma arte. Minha habilidade com a palavra escrita compensa minha timidez e minha falta de tato para relações interpessoais. Além disso, consigo expor meus medos, minhas angústias, minha imaginação e até mesmo experiências não vividas. Escrever me traz uma paz, uma plenitude, me acalma a alma. Quando escrevo não penso em agradar e/ou conquistar leitor algum. Quero apenas deixar fluir as mais profundas prospecções a respeito da vida, do amor, pessoas, fatos e meu eu. Além disso, grande parte do que escrevo mantenho guardado, em sigilo, a sete chaves, até que a coragem me faça compartilhá-los com alguém ou publicá-los.

[Sobre "Por que você escreve?"]

por Edi Kersting
5/3/2009 às
21h42 200.96.80.106
(+) Edi Kersting no Digestivo...
 
A arte que vem da crise
Acho que é por aí, sim, que muita coisa legal acontece... sou um pouco mais velha do que você, convivi - sendo mais jovem e menos engajada - com as energias de criação de incríveis artistas nos longos anos de ditadura no Brasil e aprendi muito. "Pasquim", Henfil, Millôr, letras e melodias, textos e espetáculos teatrais, Ferreira Gullar, uma overdose: contribuição inestimável, amigo ;-)

[Sobre "A Criação em tempos de Crise"]

por Gisele Lemper
http://cartasdacigana.blogspot.com
5/3/2009 às
20h50 189.27.14.123
(+) Gisele Lemper no Digestivo...
 
Escrevendo para si mesmo
Por pensadores leia escritores cujas obras têm um cunho social, como Dickens: seus livros são um retrato perfeito da era Vitoriana, e também uma crítica... É claro que não falta sensibilidade à obra de pensadores, mas não é o foco. Já os sentimentais se contentam apenas em escrever seus "sofrimentos". Um choro eterno e idiota sobre a vida. Assim como Oscar Wilde, que você citou: escritor pobre e fresco. E o bom escritor não escreve para agradar os outros, nem para desagradar: escreve para agradar a si mesmo.

[Sobre "Por que você escreve?"]

por Felipe
5/3/2009 às
20h47 189.83.4.113
(+) Felipe no Digestivo...
 
Apenas escrever não basta?
Não me interessa muito saber o que pensam de escritores como eu. Apenas escrevo, mesmo que escreva, amasse e joque no lixo meus "escritos". Penso que tudo que faço por prazer é válido, portanto, se sou ou não boa no que faço, problema! E daí...

[Sobre "Por que você escreve?"]

por Solange Boy
5/3/2009 às
15h52 200.223.252.194
(+) Solange Boy no Digestivo...
 
Se não concorda, argumente
E como é? Você é que escreve para agradar outros (se não é vaidade, é...?) e sou eu quem não pensa? Pelo visto você já se encaixou bem em uma das categorias ali em cima...

[Sobre "Por que você escreve?"]

por Felipe
5/3/2009 às
13h00 189.91.31.190
(+) Felipe no Digestivo...
 
Pensadores e sentimentais
Existem dois tipos de escritores: os pensadores, os que escrevem porque têm ideias e as querem compartilhar; e os sentimentais, sem qualquer ideia acerca do mundo em que vivem, que escrevem para afastar ou compartilhar tristezas inventadas. Pelo visto, o pessoal aqui pertence, em massa, à segunda categoria. É uma pena...

[Sobre "Por que você escreve?"]

por Felipe
5/3/2009 às
10h42 189.91.31.190
(+) Felipe no Digestivo...
 
Teses a toque de caixa
Gostei do seu texto; ele chama a atenção para um problema: a avaliação quantitativa está se sobrepondo ao qualitativo. Ou seja, se um idiota qualquer escreve 20 artigos de merda por ano e os publicar, ele ficará na frente de um pesquisador sério que leve um ano prá escrever um artigo de primeira linha. Veja as teses, todas engavetadas pela péssima qualidade. A tese do Sérgio Buarque de Hollanda ficou engavetada? Não, e durou séculos para a pesquisa dele ser concluída, mas era uma pesquisa responsável, coerente, importante, como referência para o conhecimento da história brasileira. Hoje escreve-se teses a toque de caixa e elas acabam na caixa... de lixo. Em boa hora seu artigo. Parabéns!

[Sobre "Quanto custa rechear seu Currículo Lattes"]

por jardel dias
5/3/2009 às
02h12 189.35.137.4
(+) jardel dias no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Como Não Ser Enganado Nas Eleições
Gilberto Dimenstein
Atica
(1994)



AIDS e Exclusão Social - Um Estudo Clínico com Pacientes com o HIV
Cláudio Vital de Lima Ferreira
Lemos Editorial
(2003)



Administração Financeira e Orçamentária
Renato Jorge Brown Ribeiro
Vestcon
(2003)



A Arte de Pintar 1
Célia Soibelmann Melhem
Nova Cultural
(1986)



Pnl e Comunicação - a Dimensão da Criativadade
Catherine Cudicio
Record
(1996)



Manual Prático de Licitações e Contratos Administrativos
Leonardo Campos Marinho
Scortecci
(2014)



A Albion Revisitada
Luiz Carlos Soares
7 Letras
(2007)



Años de Infancia
Susan Isaacs
Horme
(1965)



O Mesmo e o Outro da Cidadania
Lílian do Valle (org)
Dp&a
(2000)



Doenças da Mama
Vários Autores
Atheneu
(2011)





busca | avançada
84470 visitas/dia
2,7 milhões/mês