E se der pau no Kindle? | Albarus Andreos

busca | avançada
56607 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> FAAP discute Semana de Arte Moderna de 22
>>> Toda Quinta retoma 1ª edição no Teatro Vivo com menção a Dominguinhos
>>> ENSINAR A FAZER - MARCENARIA
>>> O Peso do Pássaro Morto faz duas sessões online dias 30 e 31/10
>>> Exposição recupera a memória da ditadura brasileira
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
Últimos Posts
>>> Mundo Brasil
>>> Anônimos
>>> Eu tu eles
>>> Brasileira muda paisagens de Veneza com exposição
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
Blogueiros
Mais Recentes
>>> 40 belas atrizes
>>> Meu primeiro computador pessoal
>>> Um homem de Oz
>>> 12 de Junho #digestivo10anos
>>> crônica - ou ensaio - à la hatoum
>>> Prenda-me se for capaz
>>> Sobre futebol e hinos nacionais
>>> Zeitgeist
>>> Capacidade de expressão X capacidade linguística
>>> Silêncio e grito
Mais Recentes
>>> Geometria Analítica Plana e no Espaço de Joseph H. Kindler pela Ao Livro Técnico (1962)
>>> Trigonometria Plana e Esférica - Coleção Schaum de Frank Ayres Jr pela Ao Livro Técnico (1962)
>>> Palingênesis de Willabett Thompson e Antonio Martins pela Imprensa Oficial (2000)
>>> Pedaços de Mim de Eliana Ellinger pela Imprensa Oficial (2000)
>>> Pôquer dos Deuses de Miguel Dias pela Imprensa Oficial (2000)
>>> Um Amante Muito Amado: Machado de Assis de Maria Eli de Queiroz pela Imprensa Oficial (2000)
>>> Fabiano de Cristo: O Peregrino da Caridade de Roque Jacintho pela Luz no Lar (1997)
>>> Curso de Direito Processual Civil Vol. de Fredie Didier Jr. pela Podivm (2007)
>>> Criatividade Para Administradores de José Luiz Hesketh PH.D pela Vozes (1980)
>>> Teoria e Pratica da Locação de Imóveis de Nilton da Silva Combre pela Saraiva (1987)
>>> Abc do Direito Civil * Dos Contratos de Munir Moukarzel pela Affonso (1978)
>>> Locações de Imóveis de Attilio José Aguiar Gorini pela Biblioteca de Legislação Freitas Bastos (1979)
>>> Primeiras Linhas de Direito Econômico de Washington Peluso Albino de Souza pela Fbde (1992)
>>> Da Denunciação da Lide de Aroldo Plínio Gonçalves pela Forense (1995)
>>> Código de Processo Civil Reformado de J. E. Carreira Alvim pela Del Rey (1996)
>>> Código Civil Vol. VI de Clóvis Bevilaqua pela Livraria Francisco Alves (1939)
>>> Curso de Direito Administrativo de Diogo de Figueiredo Moreira Neto pela Forense (1974)
>>> Manual de Direito Penal Brasileiro de Eugenio Raúl Zaffaroni e Outro pela Revista dos Tribunais (1999)
>>> Estatuto da Advocacia e da OAB de Paulo Luiz Neto Lôbo (org.) pela Brasília Jurídica (1994)
>>> Renovatória de Locação Revisional de Aluguel e Despejos de Ivan de Hugo Silva pela Aide (1981)
>>> Consolidação das Leis do Trabalhos de Juarez de Oliveira e Marcus Cláudio Acquaviva pela Saraiva (1974)
>>> Querer Poder Conjugar de Paulo Aragão pela Imprensa Oficial (2000)
>>> Mangá X Clamp Volume 14 de Arashi Kishu pela Jbc (1992)
>>> Mangá X Clamp Volume 8 de Yuziha Nekoi pela Jbc (1992)
>>> Mangá X Clamp Volume 7 de Sorata Arisugawa pela Jbc (1992)
COMENTÁRIOS

Segunda-feira, 5/4/2010
Comentários
Leitores


E se der pau no Kindle?
Só uma dúvida: se der pau no Kindle (ou Sony Reader, wherever...), perco 600 livros? Se meu filho joga a coisinha na banheira, molho 600 livros? Se esqueço no ônibus, esqueço 600 livros? Se deixo no porta-malas do carro e ponho uma caixa de Skol em cima, esmago todos meus 600 livros? Não consigo imaginar tantas possibiliades de perder todos os meus livros de formas tão corriqueiras, se eles forem de papel e estiverem na estante... A menos que pegue fogo em casa, mas aí já não vou me preocupar tanto com os livros, certo?

[Sobre "O futuro (incerto?) dos livros"]

por Albarus Andreos
http://www.albarusandreos.blogspot.com
5/4/2010 às
07h51 136.1.1.101
(+) Albarus Andreos no Digestivo...
 
Pobre Campanella
Pobre Campanella. Depois de fazer mais um filme de sua obra extraordinária, é brindado pelo mais tosco dos clichês: o do texto crítico metido a politicamente correto, como se ganhar o Oscar fosse uma espécie de condenação no tribunal da pseudovanguarda cultural. Pobre Ricardo Darin, que ao protagonizar novamente mais um filme de Campanella, como faz desde o início da carreira, é acusado de "popular", como se sua presença fosse uma espécie de apelação comercial, enquanto nada mais é do que a coerente atuação na melhor e mais importante linhagem cinematográfica do nosso tempo. Pobre cinema brasileiro, que caiu, com algumas exceções, no ramerrão da pornografia depois de ter atingido o esplendor, numa decadência que atinge de frente a crítica cinematográfica. Pobre jornalismo cultural, que se quer acima do talento invocando o plágio dos americanos onde existe um filme que navega nas águas da liteatura policial clássica e na tradição de cinema de denúncia. Chore por nós, Argentina.

[Sobre "Como se vive uma vida vazia?"]

por Nei Duclós
http://twitter.com/neiduclos
5/4/2010 às
07h27 187.7.29.190
(+) Nei Duclós no Digestivo...
 
Todo o texto que apresenta-...
Todo o texto que apresenta-se muito cômico é bem mais sério do que espera-se, pois por tras do riso da ficção, está o desejo de uma realidade bem diferente de um presente.Encabule isto.

[Sobre "A alma boa de Setsuan e a bondade"]

por Manoel Messias Perei
http://www.pop.com.br
5/4/2010 às
03h39 189.79.194.134
(+) Manoel Messias Perei no Digestivo...
 
O segredo do grão
Usei a busca do site para encontrar algo sobre "O segredo do grão" e encontrei uma rápida resenha-quase-uma-citação nesse texto. O filme merecia um pouco mais, na minha opinião. Nunca tinha visto a luz do sol ser utilizada de maneira tão explícita. A luz dos postes, de dentro de casa, das lâmpadas fluorescentes. A luz ambiente é a estrela do filme, e seu objetivo é iluminar os diálogos e as situações sem roteiro que vemos na tela. Sem luzes e efeitos especiais, a humanidade dos personagens, da economia, da política, da sociedade salta aos olhos. É preciso sobreviver, mas será preciso fazê-lo sem abrir mão de nossa dignidade, quando ainda há alguma? Talvez seja esse o segredo do grão.

[Sobre "O melhor de 2008 ― literatura e cinema"]

por arqpita
5/4/2010 à
00h18 189.1.128.85
(+) arqpita no Digestivo...
 
Valeu pela homenagem!
Valeu pela homenagem :) Abraços, força sempre!

[Sobre "O dia em que traduzi Renato Russo"]

por David Obadiah
http://www.twitter.com/legiaojovem
4/4/2010 às
21h01 189.71.122.229
(+) David Obadiah no Digestivo...
 
Nada de tão profundo
Não sei o que as pessoas veem de tão profundo: o garoto está de saco cheio e chutou o pau da barraca; como não sabia mais o que fazer, foi pra casa... Qualquer coisa além disso é invenção da cabeça de quem leu.

[Sobre "O apanhador no campo de centeio"]

por jonathan
4/4/2010 às
11h12 201.67.220.254
(+) jonathan no Digestivo...
 
É impossível encontrar a cura
Tão lindo de ler, tão triste de viver. Inútil buscar essa receita; impossível encontrar a cura... As lágrimas escorrem pelos poros e não existem palavras pra expressar a dor do fim do antigo maior amor do mundo. Marcelo, ótimo texto. "Porque o amor é a coisa mais triste quando se desfaz..." [Tom Jobim/ Vinicius de Moraes]

[Sobre "Receita para se esquecer um grande amor"]

por Isabela Muniz
http://presosnacontramao.blogspot.com/
3/4/2010 às
03h18 200.207.63.104
(+) Isabela Muniz no Digestivo...
 
Falta de tempo e dinheiro
Essa semana houve uma greve de professores em São Paulo. Folha e Estadão primeiro disseram se tratar de meia dúzia de gatos pingados. Outra manifestação, com centenas de professores indignados com a situação da educação no país e com sua própria situação. Folha e Estadão tentaram vincular a greve a grupos políticos adversários do governador Serra, e não ao salário de fome e às precárias condições dos mestres. Ok, ok, os professores são maus, o governador é um herói puro e bondoso e a Folha e o Estadão recebem vultosas quantias em publicidade estatal (como os professores poderiam pagar propaganda na mídia impressa?!). Com uma imprensa de tal modo vendida e corrompida por verbas publicitárias, como seria possível o povo brasileiro ler tanto jornal? Mesmo porque, lembremos, as políticas do PSDB, PT, PMDB etc, de empobrecimento e exploração do povo são cada vez maiores. Não sobra tempo nem dinheiro para ler jornal, como fazem os britânicos, franceses, alemães e norte-americanos...

[Sobre "Como os jornais vão sobreviver na era da internet?, por Hal Varian"]

por Luciano Pita
2/4/2010 às
12h24 189.1.128.85
(+) Luciano Pita no Digestivo...
 
Concordo plenamente
Concordo plenamente com o artigo. O filme é muito bonito, enche os olhos, tem um ritmo que respeita a inteligência humana, diferente do cinema USA - onde se tenta a todo custo esconder as deficiências e a precariedade de enredo e roteiro geralmente superficiais e moralistas. Mas "O Segredo..." tem um clima conservador pairando o tempo todo, e, embora citique a ditadura, acaba agindo como a mesma: perseguindo e pré-julgando, tornando a investigação policial em objeto fetichizado, voyerizado, suscitando sentimentos de justiça com as própiras mãos na plateia, despertando pena em vez de consciência crítica. Por trás de um verniz de arte se esconde a lógica e a ideologia de nosso tempo, sem contestação de suas mazelas, tão gritantes na Argentina e no restante da América Latina de nossos dias. O filme, ao ir na direção do Oscar, deixou de lado sua chance de reflexão e arte verdadeira, e essa influência, com certeza, será sentida, queira ou não, nas produções latinas que ainda virão.

[Sobre "Como se vive uma vida vazia?"]

por Luciano
2/4/2010 às
12h09 189.1.128.85
(+) Luciano no Digestivo...
 
A necessidade do verso
Engraçado você lincar tudo isso num texto tão irônico quanto este do Rogério Pereira e Paulo Polzonoff Jr. Aliás, quem são eles? O bom de ler um texto assim é que a gente percebe bem claro em que os rapazes sustentam suas opiniões (ironia). Sempre uma cobra mordendo o rabo, né? Pois não me proponho a discutir essas questões do gosto poético, mas me pergunto se tradutores tão profícuos que foram os concretos (a um incompetente é possível negar essa afirmação?) poderiam realmente ser considerados anacrônicos diante de pessoas que ainda sustentam que o verso é necessário à poesia.

[Sobre "50 anos de poesia concreta"]

por Marcelo
http://asapenaspalavras.blogspot.com
2/4/2010 às
11h37 187.27.1.196
(+) Marcelo no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Guadal-canal the Definitive Account of the Landmark Battle
Richard B. Frank
Random House
(1990)



A Segunda Vida de Canção de Fogo
Minelvino Francisco Silva
Não informado



Las Ideais Estéticas de Marx
Adolfo Sánchez Vázquez
Pe
(1990)



Recreio Nº 200
Revista Recreio
Abril Cultural



Patologia Social - uma Introdução ao Estudo da Desorganização Social
Felippe A. de Miranda Rosa
Zahar
(1966)



Vivendo de Bem Com a Vida
Sonia Hernandes
Thomas Nelson Brasil
(2011)



Onde Está Teresa?
Zíbia Gasparetto
Vida&consciência
(2007)



Meditações para Alcançar a Felicidade
Rosana Braga
Escala
(2010)



Direito Internacional Privado
Edgar Amorim
Forense
(1998)



Em nossos dias de intolerância
Mario martins
Tempo Brasileiro
(1965)





busca | avançada
56607 visitas/dia
1,8 milhão/mês