Sem o corpo a alma não goza | Welington

busca | avançada
44238 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COMENTÁRIOS

Sábado, 22/5/2004
Comentários
Leitores


Sem o corpo a alma não goza
Por um bom tempo, vivemos o que chamamos de "ditadura do espírito" ou, se quiserem, da razão. Os elementos sensíveis ou que emocionavam era coisa menor, a prevalência era do mundo das idéias platônico. A emoção era a vilã. Nos dias atuais, o que percebo é uma inversão dos papéis. Na ordem do dia prevalecem os discursos sobre (e para) o corpo. A racionalidade? Essa virou a vilã. E, neste mar de fragmentação, prefiro ficar com o pensamento totalizante de Adélia Prado: sem o corpo a alma não goza!!! (Ponto para o corpo?)

[Sobre "Ausência de espírito: presença de corpo"]

por Welington
22/5/2004 às
16h24 201.8.228.67
(+) Welington no Digestivo...
 
O Rio é invencível
Luis, parabéns pelo artigo -- pela relevância do tema, pela autoridade com que o aborda e pela serenidade ao escrever. Deveria ser de leitura obrigatória pelos poderes: o municipal, o estadual e o cada vez mais distante (do Rio) poder federal. Dediquei ao assunto um capítulo inteiro de um livro recente, "Carnaval no fogo -- Crônica de uma cidade excitante demais", e o silêncio com que foi recebido foi, como se diz mesmo?, ensurdecedor. Mas o Rio, você sabe, é invencível. Grande abraço.

[Sobre "Arquitetura carioca: um patrimônio menosprezado"]

por Ruy Castro
21/5/2004 às
13h46 201.5.162.36
(+) Ruy Castro no Digestivo...
 
Muito sóbrio
Muito bom o texto do Julio. Muito sóbrio, eu diria. A única coisa que me inquietou foi a dicotomia corpo e mente em algumas passagens, mas nada que implicasse na destituição dos bons exemplos mostrados no texto. Aliás, são 21h18... Vou dormir!!!

[Sobre "Mens sana in corpore sano"]

por Welington Silva
20/5/2004 às
21h19 201.8.228.67
(+) Welington Silva no Digestivo...
 
reparos
O texto está bem escrito, como sempre. Mas o conteúdo merece reparos. A abordagem de Odair José sempre foi pra lá de conservadora. "Pare de tomar a pílula/ ela não deixa nosso filho nascer". Ou seja, nada que contrariasse as já então velhas senhoras do "com Deus, pela família", TFP e coisas afins. Também não é nem um pouco verdadeiro afirmar que Odair José e Waldik Soriano faziam mais sucesso que Chico Buarque. Eles não chegavam nem perto, apesar de suas músicas tocarem mais nas rádios. Acho que aí devem entrar outras variáveis. Chico, Caetano, Gil, etc., sempre atingiam um público com maior poder aquisitivo, nos grandes centros urbanos. Talvez por isso, vendiam mais discos. Quando fez sucesso no sul/sudeste, o Waldik já era "macaco velho". Aqui em Belém, por exemplo, ele fazia sucesso desde 1962/63. Mas vendia pouco, em âmbito nacional. Seu sucesso durou pouco no "sul maravilha". Uns dois ou três anos, se tanto. Não há como comparar esses artistas com gente do porte de Chico Buarque, seja em termos artísticos, seja do ponto de vista do sucesso. A menos que o objetivo seja, exclusivamente, fazer polêmica.

[Sobre "Apesar de vocês"]

por Elias Tavares
18/5/2004 às
22h53 200.147.42.245
(+) Elias Tavares no Digestivo...
 
A importância de ser saudável
Julio, seu texto é perfeito! Estou tendo que fazer dieta forçada (descobri que estava diabética em fevereiro e tenho apenas 26 anos) e "na marra" estou descobrindo exatamente tudo o que você conta acima!!! Seu há alguns anos atrás eu tivesse feito uma revolução como a sua, tudo seria diferente hj. Meu problema foi justamente por excesso de açúcar, que eu sempre comi indiscriminadamente. Agora lamentavelmente estou tendo principalmente que reeducar meu paladar para obter prazer comendo coisas saudáveis e naturais. Grande beijo!

[Sobre "Mens sana in corpore sano"]

por Carolina Linden
18/5/2004 às
18h27 201.5.34.251
(+) Carolina Linden no Digestivo...
 
culto ao falo
Andréa, adorei seu texto. E gostaria de sugerir que você leia uma coluna que escrevi há um tempo sobre "homens". Chama-se culto ao falo e fica na super on line.

[Sobre "Apresentação"]

por luciana pinsky
17/5/2004 às
15h20 200.152.201.234
(+) luciana pinsky no Digestivo...
 
Escrever é parir
Texto bacana. Excelente autor. Li Garcia Marques na adolescência e fiquei estarrecido. Realismo fantástico de qualidade. Sobre os "conselhos" para se tornar um escritor, acho-os de pouca valia. Apesar de que saber mentir ajuda bastante. Principalmente se você é aquele escritor que nunca publicou nada e na hora de preencher os cartões de hotel ou as fichas de emprego, você escreve: "Escritor" e sente-se ruborizado. É certo que a adversidade, os momentos críticos, a solidão, a náusea e tudo mais fazem com que vejamos o mundo e tudo o que está contido nele com olhos argutos e isso nos faz mais ferinos, cáusticos e então a pena flui com maestria sobre o papel branco. É a libertação da arte através do sofrimento. Nietzsche uma vez disse que só o aprazia aquilo que fosse escrito com sangue. Creio que ele tem razão.

[Sobre "Por que me ufano da América Latina"]

por Gui
17/5/2004 às
12h56 200.100.58.42
(+) Gui no Digestivo...
 
meu grande problema
É tudo como está escrito no artigo. Mas tem mais uma coisa: será que sou só eu que, depois de tanta aflição querendo ler-escrever-ler-escrever-etc, perde a sensibilidade justamente quando o tempo vem? Fico o tempo todo querendo me livrar de tudo pra me dedicar à literatura, mas quando o tempo vem alguma coisa acontece e me deixa insensível... Esse, e não o outro, é o meu grande problema (porque não tenho nem nunca tive ilusão de ter tempo pra fazer o que gosto).

[Sobre "Escrever para não morrer"]

por Víktor Waewell
16/5/2004 às
19h21 200.217.49.235
(+) Víktor Waewell no Digestivo...
 
o escritor e as estaçoes...
Lembra quando a Clarice ficou a sombra do seu marido nas suas viagens diplomaticas? Acho que essas interrogaçoes tambem passaram por sua cabeça... Um bom escritor pode se resguardar por muito tempo, mas um belo dia acontece de se expressar, como de fato uma estaçao faz, vem indiferente a tudo e a todos. O escritor sempre resiste as intemperies da vida, ele continua latente e um dia explode em arte...

[Sobre "Escrever para não morrer"]

por themis
16/5/2004 às
13h25 213.224.65.47
(+) themis no Digestivo...
 
Servidão Humana
Parebéns pelo texto, Ricardo. De Maugham, li somente Servidão Humana (1915), um belo livro sobre a sordidez humana, no caso, de uma mulher, Mildred, que faz gato e sapato do protagonista, Philip. Tratava-se de um rapaz que nasceu com um defeito no pé, torna-se médico e se disciplina a entender das artes. O livro tem a descrição de uma bela e trste cena, que se passa em um teatro, onde o Philip está sentado ao lado de Mildred e ela, por sua vez, ao lado de um amigo em comum. Philip, que não tem certeza dos sentimentos de Mildred, sofre com a possibilidade de ela estar sorrateiramente dando pegando na mão ao amigo. Mas Philip nem tem coragem de olhar e muito menos de por a situação a limpo. Um belo e imperdível texto. Abs, Bernardo Carvalho - Goiânia-GO

[Sobre "Leituras Inglesas (I) - W.S. Maugham"]

por Bernardo Carvalho
15/5/2004 às
23h26 200.221.146.157
(+) Bernardo Carvalho no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




VAI COMEÇAR A BRINCADEIRA- BATE PAPO COM A FAMÍLIA 3
JUNIA LA SCALA - ARNALDO RODRIGUES E OUTROS
FTD
(2012)
R$ 15,00



BERLIM IR E VOLTAR GUIA DE VIAGEM
EDITORIAL ESTAMPA
EDITORIAL ESTAMPA
(1999)
R$ 47,77



THE UNCONQUERABLE SPIRIT: VIGNETTES OF THE JEWISH RELIGIOUS SPIRIT
SIMON ZUKER/GERTRUDE HIRSCHLER
ZACHOR INSTITUTE
(1980)
R$ 56,70
+ frete grátis



LA REPUBLICA MODERNA
P. MENDÉS FRANCE
AGUILAR (MADRID)
(1963)
R$ 26,82



POR MAIS UM DIA
MITCH ALBOM
SEXTANTE
(2006)
R$ 6,00



IMPOSTO DE RENDA DAS EMPRESAS
EDMAR OLIVEIRA ANDRADE FILHO
ATLAS
(2016)
R$ 160,00



MAQUIAVEL: O PODER - HISTÓRIA E MARKETING
JOSÉ NIVALDO JUNIOR
MARTIN CLARET
(2010)
R$ 11,00



O MUNDO DE RUBEN A,
LIBERTO CRUZ JOSÉ BRANDÃO NICOLAU ANDRESEN
ASSÍRIO & ALVIM
(1996)
R$ 170,00



STAR WARS - ALVO EM MOVIMENTO
CECIL CASTELLUCCI - JASON FRY
SEGUINTE
(2015)
R$ 18,00



HERÓIS RENASCEM HOMEM DE FERRO Nº 1
N/D
ABRIL
(1998)
R$ 10,00





busca | avançada
44238 visitas/dia
1,1 milhão/mês