Levando o Orkut a sério | Eurandi Corvello

busca | avançada
51744 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> O Buraco d’Oráculo leva dois espetáculos de seu repertório a praça em São Miguel Paulista
>>> Eleições 2022: Bolsonaro ganha no Nordeste e Lula no Sul e Sudeste, mas abstenções ganhará em todo o
>>> Paisagens Sonoras (1830-1880)
>>> III Seminário Sesc Etnicidades acontece no Sesc 24 de Maio nos dias 10, 11 e 12 de agosto.
>>> Longa nacional 'Dog Never Raised' estreia no 50º Festival de Gramado
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
Últimos Posts
>>> Os chinelos do Dr. Basílio
>>> Ecléticos e eficazes
>>> Sarapatel de Coruja
>>> Descartável
>>> Sorria
>>> O amor, sempre amor
>>> The Boys: entre o kitsch, a violência e o sexo
>>> Dura lex, só Gumex
>>> Ponto de fuga
>>> Leite, Coalhada e Queijo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Alive and Kicking 1997
>>> Da preguiça como método de trabalho
>>> O Uso do Twitter no Brasil
>>> Górgias, de Platão, por Daniel R.N. Lopes
>>> Brothers Gather Round
>>> Poesia em Fibonacci
>>> Freud pela Companhia das Letras
>>> Parangolé: anti-obra de Hélio Oiticica
>>> Da Poesia Na Música de Vivaldi
>>> O novo sempre vem
Mais Recentes
>>> The Silent Passage de Gail Sheehy pela Random House (1992)
>>> The Undercover Economist de Tim Harford pela Random House (2007)
>>> Fruit Tree Island Hotshot Puzzles: Level 2 de Sue Arengo pela Oxford (2000)
>>> Livro - Você Quer Ser um Milionário? - Transforme Sua Pequena Empr... de Clate Mask Scott Martineau pela Universo dos Livros (2012)
>>> Organização do Ensino no Brasil de Romualdo Portela de Oliveira / Outros pela Xamá (2002)
>>> Ornitologia Brasileira Vol 2 de Helmut Sick pela Universidade de Brasília (1986)
>>> Five Dialogues de Plato pela Grube (1981)
>>> The Money Game de Adam Smith pela Random House
>>> Tinkers Island - Penguin Readers de Stephen Rabley pela Pearson Elt (2008)
>>> Livro - um Sonho Americano de Norman Mailer pela Civilização Brasileira (1966)
>>> O livro da loucura e das curas de Regina 'O Melveny pela No Conceito (2013)
>>> Direito Processual do Trabalho: Doutrina e prática forense 27ª edição. de Sergio Pinto Martins pela Atlas (2007)
>>> Direito Processual do Trabalho: Doutrina e prática forense 27ª edição. de Sergio Pinto Martins pela Atlas (2007)
>>> Dicionário Jurídico - Academia Brasileira de Letras Jurídicas 9ª edição. de J M Othon Sidou org pela Forense Universitária (2004)
>>> O código gaudi de Esteban Martin e Andreu Carranza pela Record (2009)
>>> A rainha do castelo de ar/ Millennium 3 de Stieg Larsson pela Companhia das Letras (2009)
>>> American Life (level 2) de Vários Autores pela Pearson
>>> American Life de Vários Autores pela Pearson
>>> A menina que brincava com fogo/ Millennium 2 de Stieg Larsson pela Companhia das Letras (2009)
>>> Mais um drinque/uma história de amor dos anos 90 de Kate Christensen pela Ediouro (2000)
>>> Martina Em Movimento de Flávia Bolaffi pela Quelonio (2018)
>>> Tensão máxima de Suzanne Brockmann pela Landscape (2005)
>>> O anel/ A herança do último templário de Jorge Molist pela Planeta (2005)
>>> Comentários à Nova Lei de Falências e de Recuperação de Empresas 5ª edição. de Fábio Ulhoa Coelho pela Saraiva (2008)
>>> Volume 1 Curso de Direito Penal Brasileiro Parte Geral 3ª edição. arts 1º a 120 de Luiz Regis Prado pela Revista dos Tribunais (2002)
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 15/2/2006
Comentários
Leitores


Levando o Orkut a sério
Não consigo levar o ORKUT a sério. Imagino que a possibilidade de usar o Orkut seriamente esbarra, primeiro na exclusão digital e depois na qualidade de artigos e comentários postados no ORKUT. Seria necessario ter um perfil fantasma onde teriamos nossa verdadeira personalidade e um "perfil profissional", voltado somente para o "corretamente sério". Não, eu realmente não gosto desta superexposição que o Orkut traz. Comentários, "Scraps", tudo isto mostra o que o vírus "I Love You" revelou com precisão: somos todos carentes de atenção. E, Realmente somos extremamente numerosos no ORKUT, mas isso não implica em qualidade. É uma pena que, já no século 21 o acesso às necessidades básicas : educação, saúde, alimentação, moradia e emprego ainda seja um privilégio. Sempre que entro no ORKUT lembro de um quadro humorístico cujo bordão era "Não traz a máfia pro Brasil que esculhamba!". 8)

[Sobre "Por que eu não escrevo testimonials no Orkut"]

por Eurandi Corvello
15/2/2006 às
23h58 201.1.60.164
(+) Eurandi Corvello no Digestivo...
 
Para o Diego (parte 2)
(Continuando...) Não que eu queira me mostrar, mas simplesmente pq são recados inofensivos, que não fazem ninguém saber mais ou menos de mim ao lê-los. Saber que saí ontem ou que minha namorada gosta de mim? Ora, isso é público e notório no meu círculo de convivência, :-) Mas, como dito, é particular. Meu objetivo com o texto era defender uma posição e ir contra alguns tabus criados em torno do Orkut. Defenderei sempre a permanência dos scraps, quando bem utilizados e na sua real função. Sei de gente que teve problemas com isso, mas qualquer ferramenta mal utilizada pode ser transtorno. Aí a culpa não é da ferramenta, mas de quem não sabe utilizá-la. Valeu mesmo pelas considerações, elas apenas enriquecem o debate. Forte abraço!

[Sobre "Tabus do Orkut"]

por Marcelo Miranda
15/2/2006 às
22h30 201.19.141.240
(+) Marcelo Miranda no Digestivo...
 
Para o Diego (parte 1)
Diego, muito bom o seu retorno, e concordo com muita coisa que vc falou. Confesso que nem pensei muito no lance do Orkut estar servindo a empresas de RH e mesmo à polícia, é um dado que eu deveria ter abordado no texto. Agora, acho que enviar ou não um email não tem relação com os scraps, teoricamente. Eu frisei no artigo que o scrapbook facilita a vida justamente por não se precisar de todos os emails, servindo como mural de RECADOS, e não necessariamente de MENSAGENS. E no fim, eu defendo o uso responsável e correto dos scraps como forma de harmonizar as relações do Orkut sem que se obrigue as pessoas a "cancelarem" os scraps ou mesmo sair do site. Realmente é uma decisão pessoal, mas eu discordo de que o scrapbook seja algum livro aberto. Depende da relação que vc mesmo cria com ele - se vc dá liberdade, as pessoas escrevem. Eu, por exemplo, gosto de trocar scraps saudáveis com os amigos, e são coisas que não tenho motivos pra que não fiquem expostas.

[Sobre "Tabus do Orkut"]

por Marcelo Miranda
15/2/2006 às
22h29 201.19.141.240
(+) Marcelo Miranda no Digestivo...
 
Orkut não é brincadeira 2/2
(Continuando...) Apagar um scrap não desvirtua, de maneira nenhuma, a essência interativa do Orkut. Por que não enviar um bom (e agora velho, pelo jeito) e-mail? Por que não deixar um scrap pedindo, por exemplo, o MSN da pessoa (se ele não estiver disponível no perfil)? Perfis no Orkut e scraps expõem as pessoas. Deletar essas mensagens é apenas uma tentativa de minimizar essa exposição, que a meu ver é pouco saudável quanto o conteúdo dessas mensagens é bastante pessoal. Mas vai de cada um, claro. Há aqueles que estão dispostos a se expor, há aqueles que preferem controlar essa exposição. Ninguém tem a obrigação de transformar sua vida num livro aberto, e nem todo mundo tem essa disposição. É isso.

[Sobre "Tabus do Orkut"]

por Diego Maia
15/2/2006 às
21h43 201.1.136.229
(+) Diego Maia no Digestivo...
 
Orkut não é brincadeira 1/2
Marcelo, não concordo contigo, especialmente no item dos scraps. O Orkut não é uma brincadeira: já foi usado pela polícia para prender criminosos (pedófilos, líderes de gangues de torcidas organizadas, etc.), e é até utilizado por recrutadores de RH para avaliar candidatos a vagas de emprego! Por mais que queiramos NÃO levá-lo a sério, tratá-lo como mera brincadeira, o Orkut já não funciona mais assim. Em decisão tomada recentemente, apaguei todos os meus scraps recebidos, cerca de 1500, trabalhão que me tomou quase 1 hora. Valeu a pena. É como uma libertação. Não devo nada a ninguém, mas isso não quer dizer, de maneira nenhuma, que estou disposto a abrir minha vida para qualquer um lê-la. Muitos scraps têm conteúdo bastante pessoal que eu detestava ver ali, publicado pra todo mundo ver. É uma escolha que diz respeito à privacidade do usuário, não a uma suposta interferência na interatividade entre ele e seus amigos. (Continua...)

[Sobre "Tabus do Orkut"]

por Diego Maia
15/2/2006 às
21h35 201.1.136.229
(+) Diego Maia no Digestivo...
 
Orkut 'a moda antiga
Achei o seu e-mail bastante sincero, estava pensando em entrar no Orkut e sair depois, mas agora desisti, e' muito complicado ficar preso numa coisa que voce nao quer. Talvez seja melhor encontrar amigos 'a moda antiga!!!

[Sobre "Por que quero sair do Orkut (mas não consigo)"]

por Haylon Araujo
15/2/2006 às
20h04 201.30.188.66
(+) Haylon Araujo no Digestivo...
 
sensível, fluente, encantador
Sou mineira, nascida em Belo Horizonte, e tive muito prazer em ler seu texto - sensível, fluente, encantador. Meu enteado, paulistano, hoje com 20 anos, quando tinha 10, ouvia minhas histórias sobre a vida em Minas Gerais e, certa vez, contou-me que seu grande sonho era conhecer um cavalo. Mal pude acreditar no que me dizia. Mas era verdade. Ele jamais tinha visto um. Penso que não tenha se deparado, até hoje, com um cavalo.

[Sobre "Copacabana-Paulista-Largo das Forras"]

por Rina
15/2/2006 às
19h45 201.17.217.106
(+) Rina no Digestivo...
 
Concordo!
Pequenos comentários meus: sobre o Cocadaboa.. excelente! E sobre o Avast, há tempos eu o utilizo e endosso as palavras do autor. É isso! Saudações.

[Sobre "Digestivo nº 266"]

por Manoel Pinho Filho
15/2/2006 às
19h05 201.31.114.27
(+) Manoel Pinho Filho no Digestivo...
 
Correção sobre Bethânia
Acredito que o autor desconheça que a imagem de Bethânia cantando com Raul de Souza faça parte do documentário "Saravah" recentemente lançado no mercado brasileiro pela Biscoito Fino. Trata-se da filmagem de um ensaio da grande cantora Maria Bethânia que sempre se fez acompanhar por igualmente grandes músicos.

[Sobre "Cinema em Atibaia (III)"]

por Adélia
15/2/2006 às
17h08 200.222.51.246
(+) Adélia no Digestivo...
 
a televisão nos deixou burros
Adorei seu texto mas preciso dizer duas coisas: o talento dramático de Nicole Kidman é comparável ao de um espinafre, mas ela é linda e, nesse filme, está muito bonita; Reencarnação é um dos piores filmes que eu já assisti na vida (e nem é pelo tema - embora devam existir ao menos uma dúzia de filmes sobre o mesmo tema infinitamente superiores). Mas todo filme tem alguma coisa pra dizer para alguém. Você gostou do filme porque o filme te disse alguma coisa. Agora, Elefante é um filme de primeira grandeza. Está na minha lista dos 10 melhores de todos os tempos. Para completar: sim, a televisão nos deixou todos burros demais. Não assisto TV há mais de dez anos e nem sinto falta.

[Sobre "A falta de paciência com o cinema"]

por Daniela Castilho
15/2/2006 às
14h59 200.162.242.189
(+) Daniela Castilho no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Um novo dia para amar
Célia Xavier De Camargo
Petit
(2016)



A Inspetora e o Caso dos Automóveis
Santos de Oliveira
Ediouro



O Antigo Segredo da Flor da Vida - Volume 1
Drunvalo Melchizedek
Pensamento
(2009)



A Coruja do Bosque
Roberto Alves de Toledo
Do Autor
(1991)



Desenvolvimento do Adoslecente
Elizabeth B Hurlock
Mcgrawhill
(1979)



The Descent of Woman
Elaine Morgan
Souvenir Press
(1972)



Ilusoes Perdidas - Vol. 01 (Capa dura)
Honoré de Balzac
Abril
(2010)



O Espelho dos Nomes
Marcos Bagno
Ática
(2005)



Melhor que comprar sapatos
Cristiane Cardoso
Unipro
(2014)



A Vida do Ives Ota o Mensageiro da Paz
Iolanda Keiko Ota; Masataka Ota
Do Autor
(1999)





busca | avançada
51744 visitas/dia
2,0 milhão/mês