A Mente dos Outros | Alexandre Soares Silva | Digestivo Cultural

busca | avançada
40082 visitas/dia
993 mil/mês
Mais Recentes
>>> Big Band Infanto-Juvenil do Guri traz o melhor do Jazz para Casa-Museu Ema Klabin
>>> Pátio Alcântara realiza a '6ª Mostra de Orquídeas'
>>> Espetáculo 'Ana Bastarda' dança o feminismo no Brasil
>>> Série Bravos! apresenta a trajetória da artista maranhense Thabata Lorena
>>> Caminhos da Reportagem discute preconceito, tabu e silêncio em torno do suicídio
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> Notas de leitura sobre Inácio, de Lúcio Cardoso
>>> O jornalismo cultural na era das mídias sociais
>>> Crítica/Cinema: entrevista com José Geraldo Couto
>>> O Wunderteam
>>> Fake news, passado e futuro
>>> Luz sob ossos e sucata: a poesia de Tarso de Melo
>>> Da varanda, este mundo
>>> Estevão Azevedo e os homens em seus limites
>>> Séries da Inglaterra; e que tal uma xícara de chá?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
Últimos Posts
>>> O que sei do tempo V
>>> É de fibra
>>> O indomável Don Giovanni
>>> Caracóis filosóficos
>>> O mito dos 42 km
>>> Setembro Paulista
>>> Apocalipse agora
>>> João, o Maestro (o filme)
>>> Metropolis e a cidade
>>> PETITE FLEUR
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O corpo-reconstrução de Fernanda Magalhães
>>> Julie (Powell) & Julia (Child), com Meryl Streep
>>> MPTA, Dança feita de Afetos Condensados
>>> Parangolé: anti-obra de Hélio Oiticica
>>> Bonecas russas, de Eliana Cardoso
>>> O Meu Mundo das Idéias
>>> O Filho da Noiva
>>> Entrevista com Guilherme Fiuza
>>> A literatura de Giacomo Casanova
>>> Dom Quixote, matriz de releituras
Mais Recentes
>>> Casados Com Paris
>>> Atividade Física E Osteoporose
>>> Encargos Sociais
>>> Viva Como Você Quer Viver - 5 passos para a realização
>>> Escrevendo e Normalizando Trabalhos Acadêmicos - Um guia metodológico
>>> Pais, Educando Para O Século 21
>>> Treinando Profissionais
>>> Macromedia Dreamweaver M X - Guia Prático
>>> Fundamentos do Direito Tributário
>>> Estações
>>> Band Of Brothers (Companhia de Heróis)
>>> Gestão Racional Empresa Excepcional
>>> Cidade De Ladrões
>>> Fora de Controle - Como o Acaso e a Estupidez Mudaram a História do Mundo
>>> Pedagogia e Pedagogos, para quê?
>>> Eu Creio, nós Cremos: Tratado da Fé
>>> Desistir? Nunca!
>>> A Guerra Do Macarrão
>>> Uma Historia de Deus - Quatro Milênios de Busca do Judaísmo, Cristianismo e Islamismo
>>> Você Mais Jovem - Descubra como sentir-se e parecer 15 anos mais jovem
>>> Jesus Mestre de Nazaré
>>> A Lira Da Lida
>>> A Febre do Ouro
>>> Jesus e Javé. Os Nomes Divinos
>>> Terceirização - Uma Alternativa De Flexibilidade Empresarial
>>> Humanidade, Fracasso Da Natureza?
>>> Grande Enciclopédia Larousse Cultural Vol. 2
>>> Grande Enciclopédia Larousse Cultural Vol. 1
>>> As mulheres das tragédias gregas: Poderosas? 1ª ed.
>>> A Literatura Brasileira Através dos Textos
>>> Gramática Construtural da Língua Portuguesa Volumes 1 e 2
>>> Português Funcional Volume 8
>>> Português Funcional Volume 7
>>> Português Funcional Volume 6
>>> Português Funcional Volume 5
>>> Português Funcional Volume 4
>>> Português Funcional Volume 3
>>> Português Funcional Volume 2
>>> Português Funcional Volume 1
>>> Gramática da Língua Portuguesa
>>> O livro de J
>>> O Juízo Moral na Criança
>>> O Desaparecimento de Deus - Um Misterio Divino
>>> 50 Tons de Liberdade
>>> Mil Anos de Felicidade: uma história do Paraiso
>>> Jesus Existiu? História e Hermenêutica
>>> Gestalt - Terapia: Refazendo um Caminho
>>> Encontro Fatal
>>> Asterios Polyp
>>> Sin City A Cidade do Pecado
COLUNAS

Sexta-feira, 23/5/2003
A Mente dos Outros
Alexandre Soares Silva

+ de 4900 Acessos

Um dos aspectos horríveis dos blogs é ver que pessoas bonitinhas escrevem feio. Uma amiga do colégio ouve você dizer que tem um blog. Sorri e diz que também tem um. Você contrai o esfíncter de desgosto, porque sabe que a sua amiga é tão normal, tão normal, que só pode escrever bestamente.

Ou essas garotas altas de dezesseis, que andam por aí carregando no alto de um corpo lindo uma mente brega. Mas você só descobre isso ao ver o blog dela. Antes disso, poderia pensar que é uma leitora de Cioran.

Quem poderia dizer que a minha vizinha linda escreve posts assim?: Ah... Ontem eu fiz um jantar aki em casa e convidei a dani, a luisa, a joana e o paulim!* foi masaaaaaaaaaaaa; * *** adoreeeeeeeeiiiiiiii1!!! ; ******* fikamo keimando o povo lah e falando sobre nossas experiências amorosas! ; ) kkkkkkkkkkkkkk :P

Pessoas bonitas deviam escrever bem; seria uma extensão natural do cuidado que têm com a pele. Ainda mais que essa garota usa oclinhos na ponta do nariz. É linda em tudo, mas tem uma prosa deformada; é uma mutilada-de-guerra da prosa. Uma menina-feia da prosa, com aparelhos dentários na sintaxe e acnes nas orações.

Também me dói saber (se a mente dela é como o blog dela) que sua mente é decorada por unicórnios, que num passado mítico foram símbolo de pureza, e agora são só símbolo do retardamento fofo.

Ah, e ela termina todos os posts com um bjauM. É importante colocar esse M final em maiúsculas, repare. bjauM.

Como também se recomenda a troca de todos os Cs por Ks, e a alternância enTrE leTraS mAiÚsCulaS e minÚsCulAs. Vieira faria assim, se fosse uma garotinha meiga chamada *Ingrid*, e fosse amiga da dani, da luisa, da joana e do paulim.

Sabe do que eu estou falando? Conhece o tipo?
Há mulheres que só chamamos de mulheres por uma espécie de cortesia - mas é estranho usar a mesma palavra para Lauren Bacall e Marilena Chauí. E não se trata de beleza: certas mulheres feias são inegavelmente mulheres. Nem de virilidade; não estou dizendo que certas mulheres na verdade são homens. Estou dizendo que certas mulheres - como por exemplo aquelas que trabalham nas secretarias de faculdades - são uma coisa à parte, como potes de iogurte, xaxins ou girinos.

Sim, o tipo a que me refiro é invariavelmente burocrático - um ser humano sem pênis, às vezes até mãe, freqüentemente tia, que se recusa a carimbar o seu papelzinho porque falta outro papelzinho, e que ri com desprezo da sua tragédia burocrática - sim, aposto que na secretaria da sua faculdade a pessoa que atende é assim (ela e um rapazinho usando dreadlocks, cara de percussionista, provavelmente chamado Tim). Reparem no sorriso de desprezo dela, como ela acha engraçado que você não saiba que a secretaria do SACSP não abre às quartas ou que para obter um cadastro de aluno especial classe 4 você precisa de um folheto verde preenchido, afixado a um boleto de pagamento e duas fotos. E você já está saindo da secretaria quando ela diz: Mas o prazo venceu ontem, viu?

Vocês estão vendo - não estão? - a cara amassada, o cabelo ruim, o penteado de Gal Costa circa 1983, o paletó bege com as mangas arregaçadas, o cigarro comprido? Estão ouvindo a voz rascante, mandona?

E isso é uma mulher? Como Louise Brooks era uma mulher?

Os Polemistas Mortos
É impressionante como todas as bestas amam os polemistas mortos. O mais irresponsável dos polemistas, porque morreu, é elogiado por um acadêmico fanho que seria sua vítima, mas não sabe disso.

Um polemista sábio deveria xingar a posteridade, para que os acadêmicos fanhos nunca pudessem achar que seriam amados pelo polemista. Deveria descrever os tipos que acha abomináveis, e proibi-los sequer de gostar dele. E cem anos depois, o acadêmico fanho leria aquilo, e secretamente se reconheceria, e teria convulsões de amor não-correspondido.

Porque é realmente duro ler textos de bestas reclamando contra polemistas vivos, dizendo que eles são irresponsáveis, como se a graça de todo polemista não fosse sua irresponsabilidade; e pior, batendo nos polemistas vivos com o busto dos polemistas mortos.

Acadêmicos exangues, ouçam, de uma vez por todas: Camilo Castelo Branco detestaria vocês; Mencken os xingaria; Paulo Francis não lhes daria bom-dia.

Literatura, amor e greve
Duas espécies de prostituição na literatura: por dinheiro, e por respeitabilidade.

No Brasil ninguém quer se prostituir, literariamente, por dinheiro. É muito difícil, nem parece possível. Donde a mais perigosa prostituição é a que é feita para ganhar respeitabilidade. Adota-se seja qual for o estilo considerado respeitável no momento, e seja qual for o tema. No Brasil, seria de fato uma virtude, para um escritor, se prostituir por dinheiro.

O que me parece ideal para um escritor seria fazer muita força para ser conhecido como escritor comercial, só como escritor comercial - passando uma vida inteira escondendo sua própria genialidade em pequenas passagens. Só depois de morto os leitores mais inteligentes diriam: olha a delicadeza deste parágrafo, olha a beleza desta cena. No século vinte, me parece que Patrick O´Brian foi assim.

O talento devia ter o talento de se esconder um pouco. Nem sempre a Grande Arte vem pela Estrada da Grande Arte. Etc, etc.

Nota do Editor
Alexandre Soares Silva assina hoje o soaressilva.wunderblogs.com, ondes estes textos foram originalmente publicados.


Alexandre Soares Silva
São Paulo, 23/5/2003


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Meio Sol Amarelo de Guilherme Carvalhal
02. No tempo da ficha telefônica de Elisa Andrade Buzzo
03. Maria Erótica e o clamor do sexo de Gian Danton
04. Meu primeiro computador pessoal de Julio Daio Borges
05. Abbas Kiarostami: o cineasta do nada e do tudo de Marcelo Miranda


Mais Alexandre Soares Silva
Mais Acessadas de Alexandre Soares Silva em 2003
01. Defesa dos Rótulos - 30/5/2003
02. Que espécie de argumento é uma bunda? - 2/5/2003
03. Breve História do Cinismo Ingênuo - 11/4/2003
04. A Mente dos Outros - 23/5/2003
05. As Quatro Salas - 9/5/2003


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




POR FAVOR, IGNORE VERA DIETZ
A S KING
NOVO SÉCULO
(2015)
R$ 17,90



ESCUTAR, RECORDAR, DIZER
LUÍS CLÁUDIO FIGUEIREDO
ESCUTA/EDUC
(1994)
R$ 25,00



LUXO
ANNA GODBERSEN
ROCCO JOVENS LEITORES
(2009)
R$ 24,00



CHICO XAVIER ENCONTROS NO TEMPO
FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER - ESPÍRITOS EMMANUEL E HÉRCIO MARCOS C. ARANTES
IDE
(2005)
R$ 20,90



O CRIME DO PADRE SÓRIO: MAÇONARIA E IGREJA CATÓLICA NO RIO GRANDE DO
LUIZ EUGÊNIO VÉSCIO
UFSM
(2001)
R$ 22,90



APENAS UMA MULHER
D. H. LAWRENCE
RECORD
(1951)
R$ 4,90



LOVE - POEMS BY DANIELLE STEEL
DANIELLE STEL
DELL BOOK
(1989)
R$ 11,00



MILAGRES DE AMOR E AMIZADE
YITTA HALBERSTAN E JUDITH LEVENTHAL
BUTTERFLY
(2005)
R$ 6,00



TEATRO CUBANO: TEATRO ESCOGIDO DE EUGENIO HERNÁNDEZ ESPINOSA
EUGENIO HERNÁNDEZ ESPINOSA
LETRAS CUBANAS
(2006)
R$ 20,00



EXCELÊNCIA NO SECRETARIADO
BETE D'ELIA, MAGALI AMORIM E MAURICIO SITA
SER MAIS
R$ 29,45
+ frete grátis





busca | avançada
40082 visitas/dia
993 mil/mês