Inutilidades e pianos | Ana Elisa Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
29120 visitas/dia
870 mil/mês
Mais Recentes
>>> ABCDança 2017 segue com programação gratuita até o dia 28 de maio
>>> Crianças travessas também podem gostar de ler
>>> Banda Silibrina, de Gabriel Nóbrega, lança o álbum O Raio com temporada de shows no Jazz nos Fundos
>>> Dom Quixote chega a USP Leste
>>> Documentário
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Dilapidare
>>> A imaginação do escritor
>>> Inquietações de Ana Lira
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 1. À Beira do Abismo
>>> Minha finada TV analógica
>>> Aquarius, quebrando as expectativas
>>> Amy Winehouse: uma pintura
>>> Casa Arrumada
>>> Revolusséries
>>> Mais espetáculo que arte
Colunistas
Últimos Posts
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
>>> Ajudando um amigo
>>> Ebook gratuito
>>> Poesia para jovens
>>> Nirvana pra todos os gostos
>>> Diego Reeberg, do Catarse
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
Últimos Posts
>>> Greve geral
>>> Hoje Ella Fitzgerald faz 100 anos
>>> Vermelho (série: Sonetos)
>>> Os vãos nunca em vão
>>> O VERBO ALQUÍMICO
>>> Procissão
>>> Questionamento
>>> As 13 Razões Pra se Escolher a Vida!
>>> Black Mirror, nós e os outros
>>> Quadro negro
Blogueiros
Mais Recentes
>>> As redes sociais e a política
>>> 2007 e os meus CDs ― Versão Internacional 1
>>> Bill Gates e o Internet Explorer
>>> A fotografia cínica de Maurícius Farina
>>> A era e o poder do Twitter
>>> Os bons companheiros
>>> Diego Reeberg, do Catarse
>>> Da vitrola ao microchip
>>> Confissões de um crítico em tempos de internet
>>> Rumos, rumores e rumeiros
Mais Recentes
>>> Fim de Milênio: Os Perigos e Desafios da pós- Modernidade na Igreja
>>> Anatomia Dos Animais Domésticos - Textos e Atlas Colorido
>>> Rousseff
>>> A Arte da Guerra
>>> Ansiedade
>>> Qual é a tua obra?
>>> Revolucione sua qualidade de Vida
>>> A Cabana
>>> O que realmente importa?
>>> Os Segredos da Mente Milionária
>>> Corações descontrolados
>>> Volta ao Lar- Como resgatar e defender sua Criança interior
>>> Iniciação no laboratório de Química
>>> Arte na Educação Escolar
>>> Gestão do Conhecimento
>>> Curso de Física Básica 2-Fluidos, Oscilações e Ondas Calor
>>> Estudo de História - Ensino Médio - Vol. Único
>>> Bio volume único- Teste de Vestibulares e Enem
>>> Atualidades em Ergonomia-Logística, Movimentação de Materiais, Engenharia Industrial, Escritórios
>>> Bio volume único
>>> Marketing de A a Z-80: Conceitos que todo profissional precisa saber
>>> Diálogos sobre educação (Audio-livro)-E se Platão voltasse?
>>> Manual de Matemática-Conceitos básicos para nivelamento
>>> Aplicações de Vygotsky à educação matemática
>>> Educação Especial -Práticas de aprendizagem, convivência e inclusão
>>> PORTUGUÊS: CONTEXTO, INTERLOCUÇÃO E SENTIDO - Vol. 3
>>> Antropologia e Educação: Um saber de fronteira
>>> O prazer da leitura-Como a adaptação de clássicos ajuda a formar leitores
>>> Música(s) e seu Ensino
>>> A Condicão Humana
>>> Bioquímica Básica-Introdução à Bioquímica dos hormônios, sangue, sistema urinário, processos digestivos e absorptivo e micronutrientes
>>> História Concisa da Literatura Brasileira
>>> Gestão do Conhecimento no Brasil-Casos, experiências e práticas de empresas privadas/organizadora
>>> Contabilidade básica-Fundamentos essenciais
>>> Administração da Produção
>>> Moléculas em exposição-O fantástico mundo das substâncias e dos materiais que fazem parte do nosso dia-a-dia
>>> Exemplos de Álgebra Linear sobre Corpos-Volume 1 - Corpos Finitos
>>> Competência Social-Mais que etiqueta, uma questão de atitude
>>> Álgebra Linear
>>> Cultura, Linguagem e Subjetividade no Ensinar e Aprender
>>> Gravitação e Cosmologia-Uma introdução
>>> Desenvolvimento Moral na idade evolutiva-Um guia a Piaget e Kohlberg.
>>> História e raízes do princípio de conservação de energia
>>> O Mito da Doença Mental- Fundamentos de uma teoria da Conduta Pessoal
>>> Uma História de Natal - 5ª ed.
>>> Apresento-lhe a Baronesa
>>> O Desenvolvimento adulto de C.G.Jung
>>> Não mais eu, mas Cristo- Livro de Jó
>>> O Ápice da Visão e a Realidade do Corpo de Cristo
>>> Ensaios sobre a Psicologia de C. G. Jung
COLUNAS

Quarta-feira, 16/8/2006
Inutilidades e pianos
Ana Elisa Ribeiro

+ de 2300 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Tia Lígia

Minha melhor amiga tem uma tia chamada Lígia. A tia Lígia é esposa de um desses caras que passaram a vida se mudando de cidade, de estado, por causa do emprego. Não sei se é funcionário público, do tipo auditor da Receita. Ou se é gerente de banco. Não sei. Mas o cara vivia pulando de galho em galho e a tia Lígia ia atrás. Do mesmo jeito que ela mal conseguia esquentar o assento, ela tinha lá suas mordomias. O empregão do maridão valia as penas previstas. Quando se casou, tia Lígia não sabia que seria assim, tão nômade, mas bem que gostava de ter grana de sobra, fazer boas viagens, ter bons casacos e criar os dois pimpolhos, nascidos entre uma estrada e outra, com mimos de mamãe ricaça.

Tia Lígia nem era muito apegada a nada. Era um transtorno fazer mudança, tirar menino da escola, matricular de novo, arrumar novos amigos para jogar buraco, essas coisas. Mas o maior problema de tia Lígia era o piano. Aquela coisa enorme pra lá e pra cá. E tia Lígia não largava a mão.

O trambolho carcomido por cupins estetas, o diabo do piano que ela punha na sala de toda casa em que morava. Mandava trazer o piano, depois mandava chamar o afinador de pianos, que cobrava uma fortuna. Mas tia Lígia não abria mão do piano. Ele tinha que ser o cenário de toda sala de estar em que tia Lígia morava. O mais interessante, no entanto, era que ninguém em casa, nem tia Lígia, sabia tocar piano.

Antônio

Eu tenho uma amiga casada há muitos anos. Ela é loura, magra, dos olhos tão azuis que deixam a gente cego. Os olhos dela parecem sempre bem cedo. Ela é professora e tem uma fala muito mansa.

A Áurea, minha amiga, é esposa do Antônio, que também é professor, só que de outro lugar. O Antônio teve uma vida difícil, cheia de arritmos que ele não deixou que se metessem nos planos dele. Antônio estudou, trabalhou, casou com a Áurea e teve dois filhos.

A infância do Antônio foi complicada. O pai saiu, a mãe desistiu, a avó reagiu como podia. Antônio cresceu, leu, escreveu e virou professor. Comprou um lote, construiu uma casa e expandiu os planos. Criou os meninos e mudou de vida, junto com a Áurea. Mas embora tudo isso pareça muito evoluído, tem uma coisa que Antônio não saciou na vida: a vontade de tocar piano.

Aquele instrumento grande, bonito e imponente lhe parecia uma jóia de fazer música. O som do piano e os pedais davam em Antônio uma paixão diferente. E bem que Antônio tentou. Insistiu, pediu, sugeriu, insinuou. Queria aprender a tocar piano. Mesmo com toda aquela agenda: "tocar piano bem leva 15 anos". Tempo não era problema para Antônio, ele era vivo que nem gente.

Antônio não desistia. Queria tocar. Não precisava nem dizer outra coisa. Não servia. O piano era o instrumento de cordas mais bonito do mundo. Até que um dia Antônio resolveu pedir. Atravessou, um dia, o caminho da avó e disse, com todas as notas: quero um piano. A avó sorriu. Teve uns dias para pensar. Todo corredor da casa era esconderijo. Antônio sonhava acordado, já tinha planos até de onde pôr o piano. A avó pensava e sofria. Onde já se viu? Um piano no meio da casa? Casa pequena, quarto, sala, banheiro. Onde enfiar um piano? Bobagem de menino que não sabe de nada. Antônio não teria tempo nem dinheiro para ter aulas de piano. Fazer o quê com aquele elefante branco?

Mas Antônio não desistiu. Pediu mais uma vez. Quero muito um piano. E a avó pensou em sanar o problema. Pôs Antônio na aula de datilografia.

Ana

Minha infância foi cheia de instrumentos musicais. O pai tinha o sonho de tocar teclados eletrônicos. Achava lindo. Piano não, porque demora demais a virar pianista, mas teclado é diferente, mais prático, mais rápido. E ler partitura? Era quase um segredo. Até que um dia o pai entrou numa escola de música. Aprendeu muito. Comprou teclado, modelo novo, teclado de móvel ou portátil. A casa cheia de música.

O irmão tocava flauta. Diz a mãe que flauta doce é o instrumento ideal para criança. Musicalização. Solfejo. Sabe solfejar. Daí eu também quis. O curso era o Leila Fletcher. Piano. Eu pedi uma guitarra, mas ganhei o curso de piano.

A professora ensinava a ler partitura e a entender arranjos. Também espetava meus pulsos quando eu os deixava caídos sobre as teclas. Piano é bonito, não posso negar. Mas o piano não era a minha praia. Pedi a guitarra.

Depois veio o professor de violão. Mas como é que eu ia aprender a tocar "Atirei o pau no gato"? Queria tocar muito em dois meses. Ansiedade, calos, cortes, cordas. Foi-se o violão. Mais tarde veio a bateria. Queria tocar Rush em um mês. Pudera. Ninguém quer que um adolescente ganhe uma bateria. Fiquei assim, treinando no colchão da cama, sujeita a batucar nas panelas. Nem isso.

De repente, o clique. O melhor instrumento é aquele que já nasce comigo. Então veio o canto. Esse, sim, atravessou as vontades todas da família. Cantar é bonito, mais do que piano. Um por um, todos juntos, e teríamos formado uma banda, cada um com seus sonhos musicais de infância.


Ana Elisa Ribeiro
Belo Horizonte, 16/8/2006


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O risco de se tornar um sem-noção de Marta Barcellos
02. Rememórias e túmulos multimídia de Carla Ceres
03. Duros tempos da vida moderna de Elisa Andrade Buzzo
04. Tempo vida poesia 1/5 de Elisa Andrade Buzzo
05. Quatro dias em São Paulo de Rafael Rodrigues


Mais Ana Elisa Ribeiro
Mais Acessadas de Ana Elisa Ribeiro em 2006
01. Digite seu nome no Google - 8/3/2006
02. Eu não uso brincos - 27/9/2006
03. Não quero encontrar você no Orkut - 8/2/2006
04. Poesia para os ouvidos e futebol de perebas - 7/6/2006
05. Ex-míope ou ficção científica? - 20/12/2006


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
17/8/2006
17h38min
ana elisa, muito legal! gostei mais da parte romanceada do que da verdadeira. estou curiosa para ver o que o antonio vai achar dessa mistura. eu gostei muito também de você ter colocado que eu sou magra e espero que seja parte do que é real e não do romanceado...
[Leia outros Comentários de Áurea]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




OS CAROLINOS - CRÔNICAS DE CARLOS XII - PRÊMIO NOBEL DE LITERATURA DE 1916
VERNER VON HEIDENSTAM
OPERA MUNDI
(1973)
R$ 25,90



O COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR: COMPRANDO, POSSUINDO E SENDO
MICHEL R SOLOMON
BOOKMAN
(2008)
R$ 59,00



AUTO DA BARCA DO INFERNO
GIL VICENTE
LPM POCKET
(2005)
R$ 6,90



CHUMASH COM COMENTÁRIOS DE RASHI( VOL 1 'BERESHIT'- 'NO PRINCÍPIO'.
MOISÉS, AUTOR DO PENTATEUCO, OU TORAH, A BÍBLIA HEBRAICA COM COMENTÁRIOS DO RABBI SHLOMO BEN ITZHAK
TREIJGER
(1993)
R$ 90,00
+ frete grátis



HELLENICA, VOLUME I-V
XENOFONTE
WILLIAN HEINEMANN LTD LONDON
(1930)
R$ 89,00



MAR MORTO OBRAS ILUSTRADAS DE JORGE AMADO
JORGE AMADO
LIVRARIA MARTINS
(1970)
R$ 3,00



O TEATRO MODERNO EM PERNAMBUCO
JOEL PONTES
BURITI
(1966)
R$ 20,00



O PLANO PERFEITO
SIDNEY SHELDON
RECORD
(1997)
R$ 17,00



JUNG E ASTRLOGIA
ARTHUR DIONE
NOVA FRONTEIRA
(1990)
R$ 30,00



IRMÃOS E ASSASSINOS
GEORGES SIMENON
LIVROS DO BRASIL
(1970)
R$ 5,90





busca | avançada
29120 visitas/dia
870 mil/mês