Fazer conta de cabeça e a calculadora | Ana Elisa Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
33365 visitas/dia
862 mil/mês
Mais Recentes
>>> Em agosto, o Largo do Machado receberá a segunda edição do Hoje é dia de comer na rua
>>> ÀTMA - De que tamanho é o teu deserto?
>>> Vivo EnCena traz Paulo Betti a São Paulo com Autobiografia Autorizada
>>> EAS, novo filme de ação brasileiro tem toque de Hollywood
>>> Memória da Eletricidade realiza a terceira edição do Preserva.ME
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Apontamentos de inverno
>>> Literatura, quatro de julho e pertencimento
>>> O Abismo e a Riqueza da Coadjuvância
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 4. Museu Paleológico
>>> Um caso de manipulação
>>> Brasil, o buraco é mais embaixo
>>> Nós que aqui estamos pela ópera esperamos
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 3. Um Jogo de Poker
>>> Retratos da ruína
>>> Notas confessionais de um angustiado (VI)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
>>> Ajudando um amigo
Últimos Posts
>>> Cubica(mente)
>>> Adentrando o mundo humano - Pensamento
>>> Modelar(mente)
>>> Trans(corrente)
>>> Quanto às perdas III
>>> O pão nosso de cada dia
>>> Os opostos se atraem
>>> Coração de mãe
>>> Mascarando a dor
>>> Quanto às perdas II
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Rimbaud, biografia do poeta maldito
>>> Mazelas do coronelismo
>>> Dizem que a crítica acabou; só se foi quando o verão chegou
>>> Semana da Canção Brasileira
>>> 15 destaques do cinema internacional em 2005
>>> Lembranças de Ariano Suassuna
>>> Sobre a leitura dos clássicos
>>> Renato Russo: arte e vida
>>> Fragmentos para a História da Filosofia, de Schopenhauer
>>> O inventário da dor de Lya Luft
Mais Recentes
>>> A questão judaica
>>> AION - Estudos sobre o simbolismo do Si-Mesmo
>>> Psicologia e Religião Oriental
>>> Psicologia e Religião
>>> Resposta a Jó
>>> Interpretação Psicológica do Dogma da Trindade
>>> Os símbolos da transformação na missa
>>> Mysteryum Coniunctionis
>>> Mysteryum Coniunctionis
>>> Um Judeu sem Deus
>>> O Rei do Cinema Luís Severiano Ribeiro
>>> Signo antologia metapoética
>>> Psicoterapia e Sentido da Vida. Fundamentos da Logoterapia e análise existencial
>>> Um Sentido para a Vida
>>> A Presença Ignorada de Deus
>>> Psicoterapia para todos
>>> Tilly And The Wild Goats
>>> Jogos Vorazes
>>> CSI: Investigação da cena do crime. A cidade do pecado.
>>> Política pra quê?
>>> Criando meninas
>>> Criando meninos
>>> As tribos do mal. O neonazismo no Brasil e no mundo
>>> A auto-estima do seu filho
>>> A inconfidência mineira - História do Brasil
>>> As 100 melhores piadas de todos os tempos
>>> A independência do Brasil - História do Brasil em quadrinhos
>>> A revolução francesa - história mundial em quadrinhos
>>> Far Out Isn't Far Enough: Life in the Back of Beyond
>>> Sortes de Villamor
>>> Dizem que sou louco
>>> Dar sentido à vida. A Logoterapia de Frankl
>>> Antropologia e Psicanálise. Uma introdução à produção simbólica, ao imaginário, à subjetividade
>>> Respeita os teus limites. Fundamentos Filosóficos da Terapia da Imperfeição
>>> Contos e lendas afro-brasileiros- A criação do mundo
>>> O conde de Monte Cristo
>>> Em chamas
>>> A esperança
>>> Depois daquela viagem
>>> Na Luz Perpétua. Leituras religiosas da Vida dos Santos de Deus, para todos os dias do ano, apresentadas ao povo cristão. (II Volume)
>>> New english file
>>> Realidades Adaptadas
>>> Strang Angels
>>> A Criação como Eucaristia
>>> 2001 Uma Odisseia no Espaço
>>> Peça e Sera Atendido
>>> As Sete Leis Espirituais do Sucesso
>>> A Saude Da Mulher
>>> A magia da Arrumação
>>> Contos de Pânico
COLUNAS

Sexta-feira, 10/8/2012
Fazer conta de cabeça e a calculadora
Ana Elisa Ribeiro

+ de 4200 Acessos

Não guardei na memória como foi que aprendi matemática, mais precisamente, a aritmética mais básica que se pode imaginar. Talvez não tenha mesmo memória disso justamente porque acho que nunca aprendi direito a fazer contas. Somo, subtraio, multiplico e divido, claro, mas sem forçação de barra. Tenho cá uma quedinha pela adição, que, não sei por quê, me parece mais tolerável do que as demais continhas.

Depois de uns dias fazendo esforço para recuperar algo desse meu contexto de "ruim de matemática" (uma pecha que inibe todo aluno por não ser genial), consegui me lembrar das aulas de tabuada, isto é, decoreba, e do Quadro Valor de Lugar (QVL), apoio engenhoso para nos ensinar unidades, dezenas, centenas e lá vai.

Confesso que até hoje me fogem algumas contas de multiplicar. Essas tipo 7x8 me custam uns segundos de inspiração. E graças àquele que inventou o lápis-tabuada, que era, de outro lado, proibido na escola. Calculadora, então, nem num raio de quilômetros. A maquineta era coisa pra engenheiro ou pra gente que só precisava confirmar. Quem não domina tem de fazer conta de cabeça.

Conta de cabeça, conta de cabeça. Como é que eu vou enxergar isso? Abstração, visão, raciocínio. Foi outro dia que, conversando com um físico profissional, descobri por que razão dei de aprender apenas a demonstrar teoremas. É. A despeito de tudo, inclusive do professor, as únicas coisas que me pareceram ter sentido, nos tempos de segundo grau (nem se chamava ainda ensino médio), foram os escalonamentos e os teoremas. Paixão irrefreável por aquele finalmente, quando o mestre escrevia lá, com giz e suspiros, o CQD ou Como Queríamos Demonstrar. Para o meu delírio. Para tocar o sinal e vir lá qualquer outra aula. Bem, então, era isso: teorema é argumentação. Estava explicada minha associação.

E eu pensei que o tal de "fazer conta de cabeça" tivesse saído da moda, das diretrizes curriculares, dos programas de ensino, de onde quer que estivessem. Pensei que uma matemática mais pop ou uma fazeção mais aplicada de contas tivesse encontrado seu valor. Mas não. Estava cá meu pimpolho estudando a tabuada e tentando fazer contas de cabeça, isto é, tentando visualizar pauzinhos, bolinhas, cores, grossuras para então passar aos resultados.

Mas, não sejamos implicantes, houve um avanço: agora se pode calcular com calculadora. Não de primeira nem a conta mais fácil, mas para conferir. Qual não foi minha surpresa quando vi escrito, a tinta, no livro didático da editora famosa, um "Confira com a calculadora". Meu Deus, tiraram o peso das costas dos meninos, aleluia. Então pode-se conferir! Um elemento tão necessário, no dia a dia, para ir à padaria, para pegar ônibus, para comprar chiclete. Então admitiram a checagem, enfim.

Vamos lá. Faça as contas de cabeça. Some, diminua, divida, multiplique, mas veja se fez direito. Cate lá, com papai ou mamãe, uma máquina de calcular, calculadorinha aritmética, dessas made in China mesmo, pro adianto. Vai lá, fez a conta? Então mande bala: 34 + 72. E ainda tive de ensinar ao guri onde ficava o =.

Mas vocês nem imaginam o que foi que eu vi. Vocês não podem imaginar como foi que o garoto reagiu. Uma coisa linda mesmo, linda de se compartilhar. É um negócio que só vi poucas vezes, assim, de pegar no salto, no ato, na virada. Eu vi foi o encantamento dele ao ver a calculadora trabalhar. Foi um susto rápido e alegre o que ele demonstrou quando viu o produto da soma aparecer no visor, sem que ele visse a mágica por trás da interface, sem que ele percebesse qualquer suadeira no dispositivo, qualquer esforço ou tremedeira no somatório. Plim! Estava lá o 106 redondo, que nem o dele, confirmando que, sim, estava tudo certo. Calculadora não erra.

Eu mesma tenho umas tantas pra todo lado da casa, especialmente onde tiver gaveta, que é onde elas repousam sem poeira. Calculadora solar, sem precisar trocar baterias incômodas. Calculadora simples, dessas que vivem sumindo e aparecendo, feito caneta Bic. Isso sem falar naquelas HPs de engenheiros, que só faltam dar conselhos sobre o casamento.

Olha, mas eu vi o prazer e a exclamação nos olhos do menino. Tudo por conta de uma máquina que sabe calcular, sem fazer alarde. Tudo por causa de um tecladinho barato que me oferece o resultado certo, preventivo, atual.

E nessa brincadeira, fui lá na Wikipédia fuçar a calculadora, origens e espécies. Peguei logo um macete engraçado, que ninguém nunca me disse e que sempre me incomodou. Compro dessas calculadorinhas sem OFF e fico encucada, esperando que ela se apague. E não é que aprendi um truque? Se não tem OFF, é só apertar os sinais de dividir e multiplicar, ao mesmo tempo, junto com o ON. E a calculadora desliga. Diz que também funciona apertando-se o 5 e o 6 ou 4, 5 e ON. E nunca mais ficarei esperando a máquina desligar sozinha pra eu sossegar com meus múltiplos de dois.


Ana Elisa Ribeiro
Belo Horizonte, 10/8/2012


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O dia que nada prometia de Luís Fernando Amâncio
02. O que te move? de Fabio Gomes
03. Inquietações de Ana Lira de Fabio Gomes
04. Minha finada TV analógica de Elisa Andrade Buzzo
05. Thoreau, Mariátegui e a experiência americana de Celso A. Uequed Pitol


Mais Ana Elisa Ribeiro
Mais Acessadas de Ana Elisa Ribeiro em 2012
01. Quero estudar, mas não gosto de ler. #comofaz? - 10/2/2012
02. Voltar com ex e café requentado - 13/1/2012
03. iPad pra todo mundo - 13/4/2012
04. Como amar as pessoas como se não houvesse amanhã - 9/11/2012
05. Fazer conta de cabeça e a calculadora - 10/8/2012


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




STEPPING IN STEPPING OUT
L. A. T. VAN DOOREN
THE LATIMER PUBLISHING CO
(1978)
R$ 24,00



ÉDUCATION ET COMMUNICATION INTERCULTURELLE
MARTINE ABDALLAH-PRETCEILLE E LOUIS PORCHER
PRESSES UNIVERSITAIRES DE FRANCE
(1996)
R$ 150,00



PSICOLOGIA APLICADA À ORIENTAÇÃO E SELEÇÃO PROFISSIONAL
OSWALDO DE BARROS SANTOS
PIONEIRA
(1963)
R$ 4,00



LUZIA-HOMEM
DOMINGOS OLÍMPIO
MODERNA
(2003)
R$ 15,00
+ frete grátis



SAPOS EM PRÍNCIPES- PROGRAMAÇÃO NEUROLINGUÍSTICA
RICHARD BANDLER E JOHN GRINDER
SUMMUS
(1982)
R$ 19,60



LA HISTORIA ME ABSOLVERA - FIDEL CASTRO (EM ESPANHOL)
FIDEL CASTRO
EDICIONES POLÍTICAS - CUBA
(1983)
R$ 8,00



BRASIL DE TODOS OS ORIXÁS
PAI ROBERTO DE JAGUM
ÌCONE
(2013)
R$ 33,00



AS VIAGENS DE GULLIVER
JONATHAN SWIFT
SOL / OBJETIVO
(2000)
R$ 7,00



WEAVING . THE WEB- THE ORIGINAL DESIGN AND ULTIMATE DESTINY OF THE WORLD WIDE WEB
TIM BERNERS LEE, MARK FISCHETTI
HARPER
(2000)
R$ 59,90



A ARTE DE EDUCAR: CRIANDO FILHOS NOTÁVEIS
KENDRA SMILEY E JOHN SMILEY
VIDA
(2007)
R$ 10,00





busca | avançada
33365 visitas/dia
862 mil/mês