O que está por baixo do medo de usar saia? | Adriana Baggio | Digestivo Cultural

busca | avançada
40570 visitas/dia
957 mil/mês
Mais Recentes
>>> Martie sobe ao palco ao lado do pianista Marcos Nimrichter
>>> Embaixador croata lança livro de poemas no Brasil
>>> Cia. Sansacroma dança a loucura em Sociedade dos Improdutivos
>>> Jornalista lança primeiro livro com crônicas inspiradas em percepções sobre as relações humanas
>>> Livro revisita a popularização da fotografia amadora
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Omissão
>>> Preparar Para o Impacto
>>> Fazendo a coisa certa
>>> Malcolm, jornalismo em quadrinhos
>>> Lembrança de Plínio Zalewski
>>> Que tal fingir-se de céu?
>>> As crianças do coração do Brasil
>>> Três filmes sobre juventude no novo século
>>> Poesia e Guerra: mundo sitiado (parte II)
>>> Notas confessionais de um angustiado (V)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Ebook gratuito
>>> Poesia para jovens
>>> Nirvana pra todos os gostos
>>> Diego Reeberg, do Catarse
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
>>> Lançamento e workshop em BH
>>> Reid Hoffman por Tim Ferriss
>>> Software Programs the World
>>> Daphne Koller do Coursera
>>> The Sharing Economy
Últimos Posts
>>> Marola
>>> Quando algo está para acabar, chove. Foi testado.
>>> Tem café?
>>> Ferreira Gullar (1930-2016)
>>> 4 de Dezembro de 2016
>>> Carta aberta ao povo brasileiro
>>> Que bela lição a Colômbia está dando ao mundo
>>> No rastro de Augusto dos Anjos (série: sonetos)
>>> Taxi Driver 40 anos - um retrovisor do presente.
>>> Rio, ontem e hoje
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Guimarães Rosa: um baiano de sangue
>>> Contos de imaginação e mistério
>>> Circulação dos jornais caindo
>>> Perguntas sagradas
>>> A fragilidade da literatura
>>> Simone de Beauvoir: da velhice e da morte
>>> Fazer conta de cabeça e a calculadora
>>> Semana de 22 e Modernismo: um fracasso nacional
>>> Crônicas do DC em livro
>>> A fúria do demônio
Mais Recentes
>>> Nuances Da Memória
>>> A Expedição Kon Tiki
>>> Introdução À Botânica Sistemática Volume 1
>>> Pesquisas Em Relações Econômicas Internacionais
>>> Dr. Clorofila Contra Rei Poluidor
>>> Fundamentos Do Humanismo Jurídico No Ocidente
>>> Para Tarsila
>>> A Nova Era Do Franchising
>>> Sandman - Versão Definitiva Vol. 4
>>> A honra do poderoso Prizzi
>>> Sandman - Edição Definitiva Vol. 3
>>> Sandman - versão definitiva vol. 2
>>> Os intocáveis
>>> Bandidos
>>> Sandman - versão definitiva vol. 1
>>> Os pecados cardeais
>>> Preparation Course for the TOEFL test
>>> Hitler
>>> Ser e Tempo - edição em alemão e português
>>> The Complete Fiction of H.P. Lovecraft
>>> Introdução a Filosofia
>>> Cérebro
>>> Raízes do Brasil
>>> O oitavo mandamento
>>> Eichmanm em Jerusalém
>>> Le Capital au XXI siècle
>>> Carapau
>>> Xaviera
>>> Menos Que Nada - Hegel é a Sombra do Materialismo Dialético
>>> Suave é a noite
>>> Minha Luta
>>> Rebecca, a mulher inesquecível
>>> Grimms Märchen - Vollständige Ausgabe
>>> Expresso do Oriente
>>> Tempo para a paz
>>> O Morro dos ventos uivantes
>>> Os Cem Melhores Contos Brasileiros do Século
>>> À Espreita das Estrelas
>>> A História de Biafra
>>> O Ano Em Que Sonhamos Perigosamente
>>> O milagre de Lázaro
>>> Fausto - Uma Tragédia PRIMEIRA PARTE
>>> Os dez dias que abalaram o mundo
>>> The Introduction of Nazism into Philosophy
>>> Homo Sacer
>>> Os velhos marinheiros.
>>> Era dos Extremos O breve século XX 1914-1991
>>> Dicionário alemão-português-alemão
>>> História da Loucura
>>> Curso de Alemão
COLUNAS

Quinta-feira, 27/2/2014
O que está por baixo do medo de usar saia?
Adriana Baggio

+ de 2600 Acessos



Em meados de fevereiro, último dia daquela onda de calor que torrou os miolos dos curitibanos, alunos de uma faculdade de Comunicação Social aqui da cidade foram para aula usando saia.

A inspiração veio do rapaz no Rio de Janeiro que não pode ir trabalhar de bermuda. Já que as saias não eram proibidas, foi o que ele vestiu. Ficou famoso nas redes sociais. Aproveitando o vácuo da repercussão, o apresentador de TV Rodrigo Faro postou fotinha no dia seguinte chegando de saia na emissora. Como se fosse o que ele veste todo dia.

Mas enfim. Os alunos não são celebridades em busca de audiência e nem são proibidos de usar bermuda na faculdade. Suas motivações eram outras: questionar as proibições sem sentido; gerar uma reflexão sobre as constrições sociais que regem o que se pode ou não vestir; provocar uma fratura no senso comum, para que se entenda que essas coisas que parecem tão certas não têm nada de naturais. São culturais e, como cultura, podem mudar de uma época para outra, dependendo do pendor da sociedade.

Ao serem apresentados a esta ideia - ir de saia para a faculdade -, alguns tiveram receio: "Melhor não, vão pensar que sou gay". Por mais que não haja a mínima relação entre roupa e orientação sexual, quem pode culpá-los por pensar assim? Estamos tão habituados aos simulacros de gênero e sexualidade da nossa sociedade que mal nos damos conta do tanto de desconhecimento que envolve o assunto e a maneira como lidamos com ele.

A saia é uma roupa associada ao gênero feminino. Mas não foi sempre assim. Durante muito tempo, todo mundo, fosse homem ou mulher, usava "saia". Imperadores machos e viris usavam saia. Conquistadores bárbaros e cruéis usavam saia. Jesus usava saia. (E eu nunca ouvi ninguém dizer que Jesus era gay por causa disso.)

Gênero é uma construção cultural que classifica os seres humanos em homens e mulheres, ou seja, em gênero masculino e feminino. As marcas de gênero incluem, é óbvio, aspectos físicos e gestuais, mas não se limitam a eles. E nem sempre as marcas de gênero que certa pessoa apresenta correspondem ao seu sexo biológico.

Ser homem ou mulher - ou melhor, macho e fêmea -, tem a ver com a genitália que apresentamos ao nascer. Mas nem sexo (genitália) nem gênero (construções culturais) definem o que é ser gay ou hétero. A homossexualidade e a heterossexualidade têm a ver com a orientação dos nossos relacionamentos afetivo-sexuais.

É importante frisar o uso da palavra orientação (e não de outra mais determinante ou normativa). Primeiro: trata-se de algo com o qual a pessoa nasce, e não de uma "opção" feita em determinado momento da vida. Segundo: ela indica, e talvez isso seja o mais assustador para alguns, que eventualmente um heterossexual pode experimentar um episódio de homossexualidade. E vice-versa.

Se essas explicações desconstroem a associação entre a roupa e a homossexualidade, elas não dão conta de outros aspectos do receio expresso lá no começo, que seriam: a masculinidade de alguém é algo tão frágil que pode ser colocada em xeque pelo simples uso de uma peça de roupa? Quantos pesos é preciso carregar para ser reconhecido como homem em nossa sociedade? E mais: por que essa obsessão em determinar o que homens e mulheres podem ou não vestir?

Até poucos anos atrás, ainda existia no código penal da França uma lei que proibia as mulheres de usarem calça comprida. Na sua origem, a justificativa para essa lei era a necessidade de se identificar claramente os gêneros. Algo que não seria tão peremptório se os gêneros fossem tratados com igualdade, se um não tivesse mais privilégio do que outro. Certo?

Aliás - e isso é interessante -, as saias, hoje, são quase que "proibidas" também para as mulheres. No dia em que os alunos foram de saia à faculdade, suas colegas também usaram a mesma peça. E não precisa ser muito observador para se dar conta que poucas vezes elas foram vistas na sala de aula com aquela roupa, tão obviamente feminina.

É porque hoje não se usa saia impunemente. Uma mulher de saia (não importa o comprimento) é mais suscetível ao assédio físico e verbal, às "passadas de mão" e "encoxadas" nos transportes coletivos, ao estupro. Duvida? Dê uma olhada nos cartazes e nas palavras de ordem das manifestantes quando protestam contra a violência. Você vai ler e ouvir muitas vezes a palavra "saia".

A experiência que meninos e meninas viveram naquele dia ensinou mais do que qualquer aula sobre o respeito ao outro, sobre diversidade, sobre o fato de que roupa não determina caráter. Já o tratamento dado ao episódio por um certo programa de TV também ofereceu a estes alunos, futuros publicitários e jornalistas, uma lição inestimável: a do papel e da responsabilidade que tem a mídia no reforço e na perpetuação de estereótipos negativos, que por sua vez servem de base para a discriminação, a intolerância e a violência.

Apesar da abertura de pensamento que certamente o "saiaço" conseguiu promover, não há ilusão de que o preconceito acabe. Preconceito todos nós temos. Se é difícil desconstruí-los, pelo menos compreenda como eles se estruturam, controle-os e guarde-os para você. Ter opinião é permitido. Mas julgar e agredir outras pessoas por um motivo tão besta quanto a roupa que decidiram vestir (ou despir), isso é inadmissível.

P.S.: também sobre saias, veja Por que as curitibanas não usam saia? e Pô, gostei da sua saia.


Adriana Baggio
Curitiba, 27/2/2014


Quem leu este, também leu esse(s):
01. América Latina, ainda em construção de Heloisa Pait
02. Ossos, mulheres e lobos de Eugenia Zerbini
03. A pintura intempestiva de Egas Francisco de Jardel Dias Cavalcanti
04. Elke Coelho e a estética glacial-conceitual de Jardel Dias Cavalcanti
05. O Som ao Redor de Humberto Pereira da Silva


Mais Adriana Baggio
Mais Acessadas de Adriana Baggio
01. Apresentação - 31/5/1974
02. Maria Antonieta, a última rainha da França - 16/9/2004
03. Dicas para você aparecer no Google - 9/3/2006
04. Ser bom é ótimo, mas ser mau é muito melhor* - 24/4/2003
05. E você, já disse 'não' hoje? - 19/10/2011


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




RENATO RUSSO - O TROVADOR SOLITÁRIO - PERFIS DO RIO
ARTHUR DAPIEVE
RELUME DUMARÁ
(2000)



200 EXERCÍCIOS E JOGOS PARA O ATOR E O NÃO-ATOR COM VONTADE DE DIZER ALGO ATRAVÉS DO TEATRO - AUGUSTO BOAL
AUGUSTO BOAL
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(1980)



VIDA DA CONDESSA DE IGUASSÚ (FILHA DE D.PEDRO I E DA MARQUESA DE SANTOS)
CARLOS MAUL
ZÉLIO VALVERDE
(1942)



MESTRE DOS MARES
PATRICK O'BRIAN
RECORD
(2004)



A ALMA DO NEGÓCIO - PARA UMA GESTÃO POSITIVA
KEN O DONNELL
BRAHMA KUMARIS
(2002)



TEATRO MODERNO
ANATOL ROSENFELD
PERSPECTIVA
(1977)



CONAN - TREVAS SOBRE YARALET - NÚMERO 48 - HISTÓRIA EM QUADRINHOS
VÁRIOS
MYTHOS
(2008)



MARIA A MULHER DO GÊNESIS AO APOCALIPSE
JONAS ABIB
LOYLA
(1999)



O RETRATO DE DORIAN GRAY
OSCAR WILDE
FRANCISCO ALVES
(1981)



ANTOLOGIA POÉTICA DE AUGUSTO DOS ANJOS
AUGUSTO DOS ANJOS
EDIOURO
(1997)





busca | avançada
40570 visitas/dia
957 mil/mês