Um menino à solta na Odisseia | Carla Ceres | Digestivo Cultural

busca | avançada
30533 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Show com grupo Tambora faz um mergulho na obra de compositoras de diversos países da América Latina
>>> Pianista revelação, Juliana D'agostini mostra seu talento no Natal Musical do VillaLobos
>>> Ana Marson lança livro de crônicas em São Paulo
>>> Música, dança e boa conversa na "Semana Preta" do Centro de Referência da Dança
>>> Vila Cultural Cora Coralina recebe exposição 'Tempos Líquidos'
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A poesia afiada de Thais Guimarães
>>> Manchester à beira-mar, um filme para se guardar
>>> Noel Rosa
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> Notas de leitura sobre Inácio, de Lúcio Cardoso
>>> O jornalismo cultural na era das mídias sociais
>>> Crítica/Cinema: entrevista com José Geraldo Couto
>>> O Wunderteam
>>> Fake news, passado e futuro
>>> Luz sob ossos e sucata: a poesia de Tarso de Melo
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
Últimos Posts
>>> Rios inversos
>>> Você pertence a um não lugar
>>> Olho d'água
>>> A música da corrida
>>> Retalhos da vida
>>> Limbo
>>> Transmutações invisíveis
>>> Quem te leu, quem te lê
>>> Bom dia e paz
>>> O que sei do tempo II
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Lula e o Genocídio Negro
>>> Para entender Paulo Coelho
>>> Souza Dantas, Almoço e Chocolate
>>> Conto de amor tétrico ou o túmulo do amor
>>> Conto de amor tétrico ou o túmulo do amor
>>> Conto de amor tétrico ou o túmulo do amor
>>> Proxxima: primeiro dia
>>> O jornalismo cultural na era das mídias sociais
>>> Ária da Rainha da Noite
>>> Let us protect you in the labyrinth
Mais Recentes
>>> Ensino de Ciencias e Cidadania
>>> Temas Transversais e a Estratégia de Projetos
>>> Sagarana
>>> Justiça e Esperança para Hoje
>>> Atlas Geográfico Escolar
>>> Trocando a Negação pela Graça de Deus
>>> Passagem para o Poético
>>> Atlas Geográfico Melhoramentos
>>> Morri para Viver Meu Submundo de Fama, Drogas e Prostituição
>>> Em Manhattan do terceiro Mundo
>>> Dança do fogo estudo sobre o Desejo
>>> Itinerário Espiritual de Santa Tereza de Ávila
>>> O Demônio e a Sra. Prym
>>> Inimigo Rumor 20
>>> Viena, Guia visual da Folha
>>> A Cura
>>> Pensamento Complexo: suas aplicações à liderança, à aprendizagem e ao desenvolvimento sustentável
>>> Dictionnaire D'Analyse du Discours (1ª ed.)
>>> Defenda seus direitos
>>> O momento da sua virada
>>> Uma Viagem Aos Reinos
>>> Trilha para os Jovens
>>> Titan - O mundo de aventuras fantásticas
>>> Sonhos Lúcidos
>>> Raiva. Seu Bem, Seu Mal
>>> O Shadowdale Vale Das Sombras
>>> O perdedor
>>> O livro secreto da maçonaria
>>> O livro da quituteira
>>> O caso Schreber
>>> O Caminho do mago
>>> Lobisomem O - Apocalipse - Rpg
>>> Livro do Mestre - Advanced Dungeons e Dragons
>>> Gurps. Modulo Básico
>>> Francisco de Assis e Francisco de Roma: Uma Nova Primavera na Igreja
>>> Forgotten Realms 3 Guia De Campanha Para Undermontain
>>> Cinema: O Divã e a Tela
>>> Até os Felizes Sofrem
>>> Assessoria de Imprensa
>>> As Virtudes da Casa
>>> Além do bem e do mal
>>> Aleister Crowley - A Biografia de um Mago
>>> A realização espontânea do desejo
>>> Belo Desastre
>>> Nao deixe para depois o que voce pode fazer agora
>>> Ecos Dos Mortos
>>> O pai sessenta minutos
>>> A Noite dos Quatro Furacões
>>> Caixa de Pássaros
>>> Qualidade em Serviços
COLUNAS

Quinta-feira, 6/11/2014
Um menino à solta na Odisseia
Carla Ceres

+ de 4200 Acessos

Esta semana ganhei de presente um livro que adoraria ter lido na infância. Pena que, na época, ele ainda não existia. Foi lançado em 2013, pela Editora Gaivota e vai deliciar a garotada que se interessa por humor, aventura e mitologia grega. Estou falando de Odisseia de Homero (segundo João Vítor), de autoria do escritor e designer Gustavo Piqueira. Há tempos não me divertia tanto com uma obra oficialmente destinada a crianças e adolescentes.

Não se trata de mais uma das inúmeras adaptações da Odisseia para crianças, longe disso. A primeira parte do livro, a "Odisseia de Homero (segundo João Vítor)" propriamente dita, é um delicioso trabalho escolar, sem pé nem cabeça, escrito durante uma noite, pelo personagem João Vítor, um aluno enrolador e pouco inteligente que está prestes a ser reprovado caso não entregue, na manhã seguinte, um resumo interpretativo das aventuras de Ulisses. Sem acesso à internet e sem saber que deveria resumir e interpretar uma versão adaptada (que não passava de quarenta e sete páginas com ilustrações coloridas), o menino pega, por engano, a obra original e se vê obrigado a decifrar centenas de páginas sem ilustrações, retratando um universo que lhe é totalmente estranho.

João Vítor se vira como pode. Resume cada canto da Odisseia, tendo por referência seu universo familiar e novelas de TV. Aproveita várias oportunidades para deixar recadinhos à professora, ressaltando seus esforços para "aprimorar" o livro original, corrigindo os erros e as "burrices" do autor "Homero da Silva":

"(Professora, na edição que peguei da biblioteca não havia sobrenome do autor, apenas o primeiro nome, Homero. Como todo mundo tem sobrenome, coloquei um bem comum. Um chute, confesso. Se errei, quero apenas deixar claro: a culpa não foi minha, mas sim da biblioteca do colégio que empresta livros incompletos a seus alunos, pouco se lixando se alguém repetir de ano por causa disso)."

Do ponto de vista de João Vítor, Ulisses, além de ser um galinha que traiu "a submissa Penélope (...) com metade das mulheres e deusas do mundo", é um bandido. "Não há outra palavra para definir Ulisses a não ser essa, professora Denise. Ladrão, assassino e sequestrador? Bandido."

Tão divertidas e relevantes quanto o texto, numerosas ilustrações nos mostram como João Vítor "vê" a história. Gustavo Piqueira criou-as através da montagem de fotos contemporâneas e gravuras neoclássicas da Odisseia. O deus Hermes, como motoboy dos deuses, e os muitos churrascos que Ulisses faz na praia, com seu bando de farofeiros são exemplos inesquecíveis. Mesmo tendo capa dura e ilustrações coloridas, o livro não é dos mais caros.

Na segunda parte, a "Odisseia de João Vítor (segundo Gustavo Piqueira)", temos breves e importantes considerações do autor a respeito de obras adaptadas. Até que ponto vale a pena adaptar uma história para envolver o leitor? O que os leitores perdem quando outra pessoa determina quais aspectos de uma obra merecem destaque ou esquecimento?

A terceira parte se chama "Odisseia de Homero através dos tempos" e traz mais de quarenta reproduções coloridas de obras de arte retratando diferentes episódios da Odisseia e dois quadros com o próprio Homero como tema. Selecionando trabalhos de períodos diferentes, Gustavo Piqueira mostra como os personagens "tiveram suas feições e vestuários adaptados ao sabor de cada século".

Mais didática, a quarta parte, "Breve enciclopédia da Odisseia (sem João Vítor para atrapalhar)", explica os pontos que possam ter gerado dúvidas. Autor, obras, personagens, história, geografia, mitologia, usos e costumes, nada escapa, nem o canto final da Odisseia, que João Vítor não teve tempo nem condições de resumir a seu modo. Se lermos atentamente as explicações, nem precisamos conhecer a obra original para concluir que os tais churrascos feitos na praia talvez fossem sacrifícios aos deuses.

João Vítor avacalha a Odisseia, mas deixa o leitor com vontade de conhecer a história original ainda que seja apenas para descobrir de onde o menino tirou suas ideias absurdas. Já as versões adaptadas, embora muitas vezes necessárias, induzem ao comodismo, pois levam a crer que os pontos omitidos são irrelevantes.

O livro de Gustavo Piqueira nem precisaria conter tamanha riqueza de imagens e informações culturais para valer por si mesmo. Bastariam a ideia e o texto. Avacalhar é uma forma festiva de conhecer. Pelo menos para muitos de nós, brasileiros. A irreverência e o senso de humor fazem parte de nosso modo de analisar e apreender o mundo. Preferimos aprender brincando, mesmo que essa brincadeira, aparentemente, ponha em risco a integridade do objeto de estudo.

Nota do Editor
Carla Ceres mantém o blog Algo além dos Livros. http://carlaceres.blogspot.com/


Carla Ceres
Piracicaba, 6/11/2014


Quem leu este, também leu esse(s):
01. E Foram Felizes Para Sempre de Marilia Mota Silva
02. Esboços de uma biografia precoce não autorizada de Cassionei Niches Petry
03. O sublime Ballet de Londrina de Jardel Dias Cavalcanti
04. Novos velhos e lagostas de Carla Ceres
05. O armário que me pariu de Lisandro Gaertner


Mais Carla Ceres
Mais Acessadas de Carla Ceres em 2014
01. HQs sombrias, anjos e demônios - 2/1/2014
02. Duas distopias à brasileira - 7/8/2014
03. Um menino à solta na Odisseia - 6/11/2014
04. Adolescentes e a publicação prematura - 4/9/2014
05. Vaidade, inveja e violência - 8/5/2014


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




GUIA VALOR ECONÔMICO DE SEGUROS - PESSOA FÍSICA E BENS
JANES ROCHA
GLOBO
(2003)
R$ 9,00



SACRAMENTARIO
EDITORA VOZES
VOZES
(1998)
R$ 17,00



MÉTODOS DE DOSAGEM DE CONCRETO AUTOADENSÁVEL
PAULO CÉSAR CORREIA GOMES E ALEXANDRE RODRIGUES DE BARROS
PINI
(2009)
R$ 68,89



DEUSES, TÚMULOS E SÁBIOS: O ROMANCE DA ARQUEOLOGIA
C. W. CERAM
MELHORAMENTOS
(1973)
R$ 12,30



THE WOMAN IN WHITE
WILKIE COLLINS
PENGUIN READERS
(2008)
R$ 25,00



PROBLEMAS DA FILOSOFIA CONTEMPORÂNEA
JÚLIO FRAGATA, SJ
FACULDADE DE FILOSOFIA DA UCP (BRAGA)
(1989)
R$ 73,00



HISTORIA DA EDUCAÇAO DA ANTIGUIDADE AOS NOSSOS DIAS.
MARIO ALIGUIERO MANACORDA
CORTEZ
(1999)
R$ 60,00
+ frete grátis



O PRIMEIRO-MINISTRO - 11ª EDIÇÃO
ARTHUR HAILEY
NOVA FRONTEIRA
(1977)
R$ 6,00



POPEYE Nº 12 - EDITORA GLOBO 1989
BUD SAGENDORF
GLOBO
(1989)
R$ 15,00



A UNIVERSIDADE INOVADORA
CLAYTON M. CHRISTENSEN E HENRY J. EYRING
BOOKMAN
(2012)
R$ 24,90





busca | avançada
30533 visitas/dia
1,1 milhão/mês