Os 'Dicionários' de Voltaire e Paulo Francis | Digestivo Cultural

busca | avançada
55141 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Além do Mais

Segunda-feira, 9/9/2013
Os 'Dicionários' de Voltaire e Paulo Francis
Julio Daio Borges

+ de 4600 Acessos




Digestivo nº 494 >>> Paulo Francis, elogiando Millôr Fernandes, sentenciou que se o Guru do Meyer escrevesse numa língua mais conhecida, seria "um Voltaire". A frase, exata ou inexata, pegou. Quando se lê o Dicionário Filosófico, contudo, se constata que a frase guarda uma verdade oculta. Daniel Piza contava que Paulo Francis se decepcionou com o tamanho de seu Waaal ― O Dicionário da Corte (1996). Francis imaginara um livro da envergadura de A Bíblia do Caos (1994), de Millôr. Era a comparação mais aparente; a outra, menos honrosa, era com Voltaire ― François-Marie Arouet ―, o próprio. Francis, quando aproximava Millôr Fernandes de Voltaire, tentava se aproximar, ele próprio, do Dicionário Filosófico ― porque é bastante provável que Millôr não tivesse a mesma "pretensão". Irreverente, o Guru do Meyer não guardava o mesmo "respeito" pela filosofia ― como instituição ―, e muito menos pelos filósofos. A escolha do subtítulo de Waaal ― "Dicionário" da Corte ― é significativa. Por que não "Diário" da Corte, o título da coluna de Francis nos jornais (como a Publifolha veio a lançar depois)? E Voltaire, como se sabe, fazia parte da corte, de verdade ― da corte de Frederico, o Grande. Era um sábio a serviço do rei. Qual intelectual não se sentiria lisonjeado com uma "posição" assim? Paulo Francis gostava de usar o ponto de vista de alguém "próximo" ao poder. (Vide Trinta anos esta noite: 1964 ― o que vi e vivi.) Alguns jornalistas o foram, de fato, mas será que ele foi? Tudo bem, Diário da Corte, como o próprio Francis conta, na introdução de Waaal, foi uma sugestão de Cláudio Abramo. "Ficou". E Dicionário da Corte pode ter sido uma sugestão de Luiz Scharwcz, seu editor. Temos de admitir, contudo, que Voltaire dá um charme renovado à história. E as aproximações não são meramente formais. Por que começar Waaal com "aborto"? Por que transformar uma coletânea de artigos de imprensa numa coleção de verbetes (como se o embrulha-peixe guardasse uma dimensão filosófica)? Daniel Piza também conta que Francis tinha um projeto de escrever sobre "pensadores católicos". Por "católicos", entenda-se "cristãos". Mas não consta que Paulo Francis estivesse se referindo a Santo Agostinho ou ao autor da Suma Teológica. Alguém se lembrou de Pascal? Era nos "moralistas", afinal, que Francis estava pensando. Começar Waaal por "aborto", tecendo considerações ― morais? ―, não soa tão estranho, portanto... Voltaire, apesar de seu discípulo ilustre, contudo, dá um "baile" em Paulo Francis. Sua erudição transcende o próprio século. Paulo Francis era um "erudito em cinema", segundo Sérgio Augusto; "completou sua educação" em música e pintura, como assinalava, dos EUA; e foi mais que um resenhista, ou crítico literário, embrenhou-se na produção literária, lançando-se como romancista e memorialista. Cinema, música (popular) e jornalismo ― era um retrato do século XX. Já Voltaire, que ficou conhecido como "crítico" do cristianismo, fala da Bíblia como uma familiaridade de despertar inveja em Bento XVI. Não era um "simples" político, nem um "simples" filósofo ― Voltaire, concordando-se ou não com ele, é um titã das letras francesas. Além de não ser páreo para qualquer escritor, seu Dicionário não é para qualquer leitor. Na nossa época, talvez Umberto Eco pudesse resenhá-lo. Harold Bloom? Wilson Martins, mesmo sabendo tudo de literatura, precisaria saber tudo de religião; e de História do Mundo. Voltaire não perdoaria o "engajamento" em Antonio Candido. Sainte-Beuve poderia encarar Voltaire. Será que não encarou? (Deve ter encarado.) Claro, o humor inspirou o polemista Paulo Francis. Já as inconsistências que Voltaire encontra, na Bíblia sobretudo, antecipam os "estalos de Vieira" de Millôr. Traduzir o Dicionário Filosófico de Voltaire seria uma tarefa, por si só, hercúlea. No Brasil, quem foi o cristo que a encarou? (E em Portugal?) De Sartre, personagem do último romance inacabado de Francis, um biógrafo disse que "foi um século". De Voltaire, poderíamos dizer que foi... "mais de um século".
>>> Waaal ― O Dicionário da Corte de Paulo Francis | Dicionário Filosófico de Voltaire
 
Julio Daio Borges
Editor

Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




BRILHE A SUA LUZ!
SEBASTIÃO BICALHO
DO AUTOR
(1996)
R$ 14,00



CRIANÇA LIVRE - SEU FILHO SOB UMA VISÃO HOMEOPÁTICA
CARLOS BRUNINI E CARLOS DO AMARAL SAMPAIO
NÃO CONSTA
(1988)
R$ 10,00



O SEGUNDO SEXO NA POLÍTICA
ANA CECÍLIA DE MORAIS
EDUFAL
(2011)
R$ 150,00



LAZER E TURISMO - CONCEITOS E REFLEXÕES - VOLUME 2
BEATRIZ HELENA GELAS LAGE (ORG.)
PLÊIADE
(2009)
R$ 33,00



O LIVRO DAS INVENÇÕES
MARCELO DUARTE
COMPANHIA DAS LETRAS
(1999)
R$ 10,00



GREGOR, O GUERREIRO DA SUPERFÍCIE (VOL. 1)
SUZANNE COLLINS; EDMO SUASSUNA
GALERA RECORD
(2008)
R$ 15,00



O ANTÓNIO MARIA - A PARÓDIA VOL 33 DA COL. TESTEMUNHOS CONT...
RAFAEL BORDALO PINHEIRO
ALFA
(1990)
R$ 39,07



O VAREJO DE MATERIAL DE CONSTRUÇAO NO BRASIL
JOAQUIM RAMALHO DE OLIVEIRA FILHO
DVS
(2006)
R$ 25,00



A EVOLUÇÃO DA FÍSICA
ALBERT EINSTEIN E L EOPOLD INFELD
ZAHAR
(1980)
R$ 24,00



ZAC POWER - MISSAO ALTO RISCO
H. I. LARRY
FUNDAMENTO
(2009)
R$ 14,50





busca | avançada
55141 visitas/dia
1,1 milhão/mês