Sem cortes, o pai do teatro realista | Tais Laporta | Digestivo Cultural

busca | avançada
107 mil/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Conib vai discutir discurso de ódio e antissemitismo nas redes sociais em evento
>>> Evento gratuito em Mogi das Cruzes celebra o forró e o cordel no dia 8 de junho
>>> Mundo Suassuna faz duas únicas apresentações no Teatro B32
>>> Em novo romance, Carla Guerson elabora a complexidade das relações familiares e o fim da infância
>>> Herança cultural: Luciana Viganó enfatiza laços familiares através da arte
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> Sim, Thomas Bernhard
Colunistas
Últimos Posts
>>> Comfortably Numb por Jéssica di Falchi
>>> Scott Galloway e as Previsões para 2024
>>> O novo GPT-4o
>>> Scott Galloway sobre o futuro dos jovens (2024)
>>> Fernando Ulrich e O Economista Sincero (2024)
>>> The Piper's Call de David Gilmour (2024)
>>> Glenn Greenwald sobre a censura no Brasil de hoje
>>> Fernando Schüler sobre o crime de opinião
>>> Folha:'Censura promovida por Moraes tem de acabar'
>>> Pondé sobre o crime de opinião no Brasil de hoje
Últimos Posts
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
>>> Calourada
>>> Apagão
>>> Napoleão, de Ridley de Scott: nem todo poder basta
>>> Sem noção
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Armazém de secos e molhados
>>> Uma nova aurora para os filmes
>>> Jornal da Cultura - 17/11/2014
>>> Páginas e mais páginas da vida
>>> No final do telejornal tinha um poeta...
>>> No final do telejornal tinha um poeta...
>>> Máfia do Dendê
>>> CaKo Machini
>>> Alberto Dines sobre a Copa
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Mais Recentes
>>> O Jogo De Não Jogar de Julieta de Godoy Ladeira pela Atual (1994)
>>> O Terror Do 6º B E Outras Histórias de Reyes Yolanda pela Ftd (2014)
>>> Os Bichos Que Tive - memórias Zoológicas de Orthof pela Salamandra - Moderna (2009)
>>> Como Treinar O Seu Dragão de Cressida Cowell pela Intrinseca (2010)
>>> Um Detetive Muito Louco - Coleção Girassol de Nilton Tornero pela Moderna (1995)
>>> Os Grandes Negócios Da Bruxa Onilda - Coleção Novas Histórias Da Bruxa Onilda de Enric Larreula pela Scipione (2011)
>>> Estranhos Hóspedes Da Bruxa Onilda - Coleção Novas Histórias Da Bruxa Onilda de Enric Larreula pela Scipione (2010)
>>> Quem Perde Ganha de Ana Maria Machado pela Global (2008)
>>> Aninha E João de Paula Yne - Lucia Miners pela Atica (1991)
>>> Estatística - Teoria E Exercícios De Aplicação de Ladir Souza Freitas pela Fisicalbook (2010)
>>> Manual de Instalações Elétricas de Ademaro Cotrim pela Mc Graw Hill (1985)
>>> Cade Maricota - Coleçao Ciranda Dos Bichos de May Shuravel pela Salamandra (2006)
>>> Frank Einstein e o Eletrodedo de Jon Scieszka - Brian Biggs pela Intrinseca (2015)
>>> O Jardim Secreto - Coleção Aventuras Grandiosas de Frances Hodgson Burnett pela Rideel (2004)
>>> Bruxa Onilda Vai a Nova Iorque de Enric Larreula pela Scipione (paradidaticos) (2006)
>>> Máquina Fantabulastica - Coleção Diálogo Jr de Simone Saueressig -Mauro Souza ilustrador pela Scipione (paradidaticos) (2016)
>>> Tudo o Que Voce Precisa Saber Sobre as Infrações de Ronaldo Jose Benedet - Ricardo Alves da Silva pela Letras Juridicas (2009)
>>> Descubra a Itália de Abigail Blase pela Globo Livros (2014)
>>> As Aventuras Do Bonequinho Do Banheiro de Ziraldo pela Melhoramentos (2000)
>>> A Fenda do Tempo - Coleção Barco a Vapor de Dionisio Jacob - Ilustrações Fernando Vilela pela Sm (2017)
>>> Ligadas e Antenadas de Inês Stanisiere pela Galera Record (2009)
>>> Batuqueiros Da Paulicéia - Enredo Do Samba De São Paulo - autografado de Osvaldinho Da Cuica - Andre Domingues pela Barcarolla (2009)
>>> O Livro Perigoso Para Garotos - Edicao De Bolso Com Luva de Hal Iggulden - Conn Iggulden pela Galera Record (2013)
>>> Hipnose Não Existe? Monstros e Varinhas de Condão de Steven Heller pela Madras (2012)
>>> Assassinato na Floresta de Paulo Rangel pela Ftd (1991)
COLUNAS

Quarta-feira, 17/5/2006
Sem cortes, o pai do teatro realista
Tais Laporta
+ de 6600 Acessos

Se você fechar os olhos, provavelmente lembrará daquelas antigas rádio-novelas que faziam nossas avós vibrarem em casa. Mas as semelhanças terminam aí: diante de você, atores lêem, sem censura prévia, o texto completo de um grande dramaturgo. Não é preciso cenário, tampouco qualquer montagem para tirar proveito da apresentação, como apontou Guilherme Conte em "A redescoberta da(s) leitura(s)". A mais recente demonstração de como as leituras dramáticas interessam, sim, ao público, aconteceu no último dia 6 de maio, na Casa do Saber, um dos raros lugares de São Paulo que abrem espaço à atividade.

O diretor Sérgio Ferrara reuniu um elenco de peso, entre ele os veteranos Luiz Damasceno, Mirian Mehler e Antônio Petrin, para ler a íntegra de um dos dramas mais realistas do norueguês Henrik Ibsen (1828-1906), O Inimigo do Povo. Ele acentua que, diferente de um espetáculo, a atividade exige uma percepção mais segmentada. "É preciso prestar uma outra atenção para assistir à leitura, porque é um momento voltado especialmente para a audição da palavra", diferencia.

Enquanto a platéia se atém a imaginar formas e cores através dos diálogos, o diretor observa, do fundo da sala lotada, reações de humor, catarse e tédio. O público é, sem dúvida, o contato indispensável para testar os pontos fortes e fracos de um texto na preparação de qualquer peça. "Isto nos ajuda a definir novas arquiteturas para a montagem que está prevista para agosto ou setembro deste ano", explica Ferrara, sem detalhes definidos, a principal motivação para o encontro.

Encenar Ibsen por aqui e em outras bandas não foi uma escolha ao acaso. Já que está na moda homenagear décadas, meios séculos e centenários de mortes, aniversários e desaniversários, chegou a vez de lembrar, em 2006, os cem anos de falecimento do dramaturgo norueguês, responsável por romper com as fantasias do teatro europeu antes de se consolidar como o pai do drama realista em todo o globo. A dura crítica aos problemas sociais do século XIX presentes em sua obra é estranhamente contemporânea, bem como os personagens e situações criadas nas histórias.

A recíproca é proposital, já que Ibsen pretendeu aproximar a realidade de seus personagens com a do público, de forma que ele identificasse eventos da vida real nas cenas fictícias das peças. Tanto que os diálogos, extremamente naturais, peculiares às características de cada personagem, carregam o maior sustentáculo de suas mensagens. O Inimigo do Povo, escrito em 1882, traça uma análise universal das hipocrisias sociais, facilmente assimiláveis a qualquer época e território das civilizações humanas.

Na peça, o Dr. Thomas Stockmann, figura respeitada de uma pequena cidade balneária, descobre que os famosos banhos públicos da região estão contaminados por esgotos e detritos animais. A princípio, ele obtém o apoio de pessoas-chave para denunciar a gravidade do fato. Contudo, visto que a notícia prejudicaria os interesses econômicos da cidade, todos os habitantes e até sua família decidem ignorar os fatos e passam a repudiar suas idéias, tachando-o de "inimigo do povo". Ainda assim, Stockmann não abandona seus princípios e conclui, enfim, que "o homem mais poderoso do mundo é também o mais só", frase que colocaria Ibsen no topo dos bancos de citações célebres.

O drama acertou o alvo de uma sociedade esgotada de príncipes, fadas e heróis, embora prevalecessem, ainda, os valores ancestrais da família e da propriedade. Jean Rostand, filósofo e historiador francês, diria mais tarde, claramente em sintonia com a solidão do Dr Stockmann, que "embora ela pareça susceptível de unir, nada divide mais que a verdade". Seria ela, também, uma metáfora do realismo de Ibsen, nem sempre compreendido em sua época.

Casa de Bonecas (1879) e Espectros (1891), obras que ao lado de O Inimigo do Povo marcaram o realismo dramático do autor, influenciaram fortemente a emancipação feminina e os tabus sexuais no século XX ao tratarem, a primeira, de uma mulher que abandona o marido diante de seu mau caráter e, a segunda, uma personagem que opta por cuidar da doença venérea do esposo, adquirida em um evidente caso extraconjugal.

Mas, voltando aos fatos, vale ressaltar que a leitura aparentemente simples de um drama tão atual e contundente como O Inimigo do Povo, recheado de diálogos ilustrativos, pode ser mais marcante que espetáculos anunciados com confete, cujo descuido recai sobre um roteiro fraco ou mal adaptado. Eis a vantagem de Ibsen sem cortes: conhecer a essência da obra, sem a mão de terceiros.

Não que as montagens mereçam menos aplausos. Ao contrário, ganham forma com leituras desta espécie, responsáveis, muitas vezes, por minimizar os riscos de uma adaptação equivocada. Mirian Mehler, depois de interpretar a precavida Sra. Stockmann, confessou com a forte entonação que confere a seus personagens: "Isto, sim, é teatro." Em seguida, repetiu a última palavra, em caixa alta.


Tais Laporta
São Paulo, 17/5/2006

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Só uma descrição de Eugenia Zerbini
02. Rio 2016 pelo fim do complexo de vira-latas de Marcelo Spalding
03. Plantar bananeira, assoviar e chupar cana de Pilar Fazito


Mais Tais Laporta
Mais Acessadas de Tais Laporta em 2006
01. Guimarães Rosa no Museu da Língua Portuguesa - 1/11/2006
02. Pelas curvas brasileiras - 11/7/2006
03. Ninguém segura Lady Macbeth - 2/8/2006
04. Sem cortes, o pai do teatro realista - 17/5/2006
05. Confissões de uma ex-podcaster - 20/9/2006


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Livro Contos Ler é Aprender Contos Novos Volume 4
Mário de Andrade
Klick
(1997)



Poseidon - Livro 1
Anna Banks
Novo Conceito
(2014)



The Count of Monte Cristo
Alexandre Dumas
Oxford
(2014)



Linguística. Poética. Cinema Série Debates 22
Roman Jakobson
Perspectiva
(1970)



Love Hina - Nº 27 (1ª Série)
Ken Akamatsu
Jbc
(2003)



O Espirito Santo
Bispo Macedo
Unipro
(2007)



Sistema Constitucional Tributário Interpretado pelos Trubunais
José Maurício Conti
Oliveira Mendes
(1998)



Box 5 Livros Todo Enem Material Cadernos Redação Linguagens Comentado
Ftd
Ftd
(2019)



Currículo - Reflexões e Proposição
Reginaldo dos Santos
Appris
(2018)



43 Autores Violentos do Conto Policial
Ross Pynn
Ibis
(1965)





busca | avançada
107 mil/dia
2,4 milhões/mês