10º Búzios Jazz e Blues | Marília Almeida | Digestivo Cultural

busca | avançada
82631 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Curitiba On-line: atividades culturais disponíveis para fazer em casa
>>> Luis Stuhlberger, um dos maiores gestores de fundos do país, participa do próximo Dilemas Éticos
>>> Cia. Palhadiaço faz temporada online de Depósito acompanhada por oficinas grátis
>>> GRUPO MORPHEUS TEATRO leva obra audiovisual “BERENICES” para teatros públicos do munícipio de São Pa
>>> II Bibliofest debate Agenda 2030 da ONU/IFLA em bate-papos literários e oficinas culturais
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Geração# terá estreia no feriado de 21 de abril
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
>>> Curtíssimas: mostra virtual estreia sexta, 16.
>>> Estreia: Geração# terá sessões virtuais gratuitas
>>> Gota d'agua
>>> Forças idênticas para sentidos opostos
>>> Entristecer
>>> Na pele: relação Brasil e Portugal é tema de obra
>>> Single de Natasha Sahar retrata vida de jovem gay
>>> A melancolia dos dias (uma vida sem cinema)
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Caindo de paraquedas na escrita
>>> Inteligência artificial
>>> Rimbaud, biografia do poeta maldito
>>> 7 de Setembro
>>> Deixa se manifestar
>>> Auctoritas
>>> A arte do cinema imita o caos. Ou vice-versa
>>> Toca Raul!
>>> Seu Mauro
>>> Mamãe
Mais Recentes
>>> 9788522443987 de Michael Porter ( pela Campus (1999)
>>> Renunciando por Amor de Izoldino Rezende pela Cristo Consolador (2012)
>>> Linguagem de Sinais de Vários Autores pela Soc. Torre de Vigilia (1992)
>>> O Golpe de 64 e a Ditadura Militar (colecao Polemica) 5ª de Júlio José Chiavenato pela Moderna (1994)
>>> Guia Ilustrado de Peixes da Bacia do Rio Grande de Org Monica Maria Vaz pela Cetec (2000)
>>> Almas Que Voltam de Fernando do ó pela Feb (1988)
>>> Inculta e Bela V. 2 de Pasquale Cipro Neto pela Publifolha (2001)
>>> Licitações e Contratos Lei Nº 8666/93 de Varios pela Forum
>>> Livro House Of Night -Coleção Completa V.2 (7 ao 12) Ver Desc. Literatura de P.C. Cast e Kristin Cast pela Novo Seculo (2010)
>>> Luz na Penumbra de Aureliano Alves Neto e Outros pela Do Lar (1986)
>>> Quando Setembro Chegar de Fatima Arnolde pela Lumen (2013)
>>> Educação Pre-escolar de Gilda Rizzo pela Francisco Alves (1988)
>>> Dinamica de Grupo: Jogo da Vida e Didatica do Futuro de Balduino a Andreola pela Vozes (1985)
>>> Pronto Socorro de Plantas-bolso de Yone Fukusima pela Nobel (1989)
>>> O Avesso de Saulo Marden pela Do Autor (2005)
>>> Revista 58-ano I Numero 01-da União Brasileira de Escritores de Vários pela Cepe (1991)
>>> Lei de Licitações e Contratos Administrativos de Renato Geraldo Mendes pela Zenite (2006)
>>> Por Que Não o Melhor? de Jimmy Carter pela José Olympio (1976)
>>> O Branco da Maçã e Outros Lapsos de Luiz Ayrton Santos Junior pela Avant Garde (2015)
>>> Mulheres Em Terapia de Harriet Lerner pela Artes Médicas (1990)
>>> Be-a-bá da Cozinha- o Livro Que Ensina a Cozinhar de Vovó Sinhá pela Nagycolor
>>> Pregão Presencial e Eletronico de Joel de Menezes Niebuhr pela Zenite (2005)
>>> Recordações do Escrivão Isaias Caminha de Lima Barreto pela Folha (1997)
>>> Pensamentos e Emoçoes-bolso de Ana Maria Braga pela Nova Cultural (1998)
>>> Reliquias da Casa Velha de Machado de Assis pela Globo
COLUNAS

Terça-feira, 14/8/2007
10º Búzios Jazz e Blues
Marília Almeida

+ de 11700 Acessos

Volta às raízes. É assim que podemos resumir o festival, que aconteceu no final de julho e que começou há dez anos, no segundo destino mais visitado do Rio de Janeiro. Mas a merecida comemoração não foi tão abrangente se comparada às edições anteriores. Houve problemas que impediram uma devida homenagem à sua primeira década. Afinal, o 10º Búzios Jazz e Blues pode ser considerado um dos mais antigos do Estado, mas, quando comparado ao Rio das Ostras Jazz e Blues, atualmente em sua 5º edição, foi ultrapassado em tamanho e qualidade.

Mas seu conceito difere muito do festival da cidade vizinha. Parece mais querer valorizar e manter o ambiente sofisticado do município e sua estrutura do que ampliá-la. E nem poderia: Búzios já está consolidada, enquanto Rio das Ostras clama por mais turistas. O show de João Donato, na penúltima noite do festival, resume bem essa proposta: foi o suficiente para lotar o Pátio Havana. Ele começou com músicas instrumentais, para depois tocar clássicos da MPB com sua voz suave. Ajudado por um contrabaixo gingado, o pianista tocou e cantou "Bananeira" e a platéia fez coro. Depois, veio "Suco de Maracujá".

As melodias só paravam de serem dançadas e cantadas quando um persistente problema de microfonia, que durou todo o show, entrava em cena. E, apesar de João ter uma equipe de produção própria, houve um atraso de quase uma hora para que começasse a levantar o público. Mas, relevemos: era noite de happy hour e o show, em compensação, foi extenso: durou quase duas horas. E a noite continuou, com "A paz", sua composição com letra de Gilberto Gil; e "Nasci para Bailar", música que a platéia aplaudiu de pé. No bis, a clássica "Chega de saudade" arrepiou e emocionou todos os presentes, que ainda pediram mais um.

Mais tarde, em uma Chez Michou Créperie lotada demais, Leo Gandelman tocou com o guitarrista Charlie Hunter e um clima de êxtase envolveu a todos: o som do saxofone de Leo era, ao mesmo tempo, pesado e etéreo, às vezes substituído por um instrumento de sopro. Não menos surpreendente foi o som da guitarra de oito cordas de Charlie, que acaba de lançar com seu trio um novo álbum, Mistico - seu virtuosismo o permitiu tocar os mais diversos ritmos e criar diferentes combinações, o que encantou os admiradores dos instrumentos e produziu um som diferenciado, leve. A percussão de Sidney Moreira ajudava a criar o ambiente exótico, complementada pela bateria de Allen Pontes, de apenas 22 anos.

A fina garoa que começou a cair na cidade não atrapalhou a apresentação, ajudada por um toldo que cobriu toda a Créperie. Mas, como o estabelecimento estava lotado, muitas pessoas que ouviam o show da rua tiveram que se agasalhar. Mas muitas continuaram firmes até o final. Surpreendentemente, a banda homenageou a música brasileira, tocou músicas da autoria de Charlie, como "Chimp Gut", de seu novo álbum, e Leo tocou até pandeiro. A banda solou cada instrumento, arrebatou a platéia e finalizou a noite.

No sábado ainda teve o show da Big Time Orchestra e da baterista Cindy Blackman. No balanço, houve uma boa dosagem de ritmos, mesmo com um menor número de shows, se comparado às edições anteriores; tradicionalismo, que não poderia faltar em um fim de ciclo, com duas atrações, Celso Blues Boy e Blues Etílicos, que tocaram na primeira edição do festival, além de Leo Gandelman, presença assídua no evento; Phil Guy, irmão mais novo de Buddy Guy, preencheu seu grande nome e não decepcionou no palco; e o festival ainda trouxe inovações, com Taryn Szpilman e Cindy. Não poderia ser diferente em um evento que já trouxe nomes como o guitarrista Stanley Jordan e o argentino Fito Páez.

Mas o problema maior foi o menor número de locais para as apresentações: os três shows por noite se transformaram em dois, pois nesse ano a prefeitura proibiu que o festival utilizasse a praça da cidade, que comporta cerca de três mil pessoas. Isso, além de restringir o número de shows, fez com que a platéia se concentrasse em apenas dois lugares e somente a Créperie não é fechada. Resultado: o público maior se concentrou no estabelecimento, que mostrou não ter estrutura para comportá-lo. O que de certa forma até ajudou o andamento do festival foi que, apesar do frio, não choveu (apenas garoou), o que evitou uma aglomeração maior, e a data do evento, que começou na quarta-feira (25) da última semana das férias de julho fez com que muitas pessoas apenas conseguissem passar o fim de semana na cidade.

Mas há um aspecto que limita a estrutura do evento: o apoio do festival. Ele é praticamente executado e organizado apenas pelo grupo Chez Michou, composto por diversos sócios, alguns estrangeiros, que são donos dos dois estabelecimentos que comportam os shows, o Pátio Havana e a Chez Michou Créperie, além do restaurante argentino Don Juan, localizado na mesma rua. Antes patrocinado pela Visa, hoje o festival leva o nome da empresa de telefonia TIM e tem apenas o apoio cultural do governo do Rio de Janeiro, enquanto que o festival de Rio das Ostras é sustentado pela prefeitura da cidade, que ainda é impulsionada pelos dólares provenientes do petróleo da região, que não atinge Búzios.

Em 2008, o público espera um festival que repense sua estrutura e data, para manter sua qualidade e conseguir fechar mais um ciclo com louvor. Uma pena que, justamente em uma grande comemoração, ele parece ter se reduzido.


Marília Almeida
São Paulo, 14/8/2007


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Em defesa de Nuno Ramos e da arte de Jardel Dias Cavalcanti
02. É clássico, pode acreditar de Tais Laporta


Mais Marília Almeida
Mais Acessadas de Marília Almeida em 2007
01. Dez obras da literatura latino-americana - 10/7/2007
02. A trilogia da vingança de Park Chan-Wook - 22/5/2007
03. Nouvelle Vague: os jovens turcos - 30/1/2007
04. 10º Búzios Jazz e Blues - 14/8/2007
05. Cinema é filosofia - 28/8/2007


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Frommers - Guia Completo de Viagem - Orlando
Rena Bulkin
Julio Louzada
(1995)



A Última Conversão
Art Ayris - Danny Buladani e Outros
100%cristão
(2012)



Gente Catarina Origens e Raízes
Werner Zotz
Letras Brasileiras
(2002)



Bichinho de Estimação - Coleção Eu Gosto Mais Leitura
Alina Perlman
Ibep Geral
(2012)



Le Dernier Jour Dun Condamné
Victor Hugo; Lecture Accompagnée Par Alain T
Gallimard
(2000)



A Lenda do Centauro
Antonio Santos
Record
(1999)



Transformando Suor Em Ouro
Bernardo Rocha de Rezende
Sextante
(2006)



Língua e Estilo Ironia e Humor Nas Crônicas de Veríssimo
Roberto Carlos Borges
Velocípide
(2002)



Und Jetzt Ihr! Basisgrammatik Fur Jugendliche
Christine Schmidte * Marion Kerner
Hueber
(2002)



Nada Melhor Que um Beijo
Carmen Martins
Difusão Cultural do Livro
(2006)





busca | avançada
82631 visitas/dia
2,6 milhões/mês