Hitch 22 | Guilherme Pontes Coelho | Digestivo Cultural

busca | avançada
14031 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 6/4/2011
Hitch 22
Guilherme Pontes Coelho

+ de 2700 Acessos

"Na medida em que [o homem de cultura] defende e alimenta valores morais, ninguém pode acusá-lo de ser escravo das paixões partidárias. Porém, ao mesmo tempo, na medida em que adquire consciência bem clara de que estes valores não podem ser desconsiderados por nenhuma república, sua obra de artista e de poeta, de filósofo e de crítico, torna-se eficaz na sociedade da qual é cidadão" (grifo meu, adiante você verá por quê).

Isto é Norberto Bobbio, em Os Intelectuais e o Poder, uma coletânea de artigos publicados ao longo de quarenta anos de atividade reflexiva (Unesp, 1996, 187 págs., tradução de Marco Aurélio Nogueira). Eu me recordo pouco deste livro, que foi tão querido há quase uma década e que só recentemente voltou a ocupar um lugar em minhas estantes.

Todos os debates mentais que travei comigo mesmo a cada artigo lido esbarravam, quando exteriorizados, no ímpeto juvenil (atraente, mas ignorante) de meus colegas e no pouco charme dos intelectuais de carne e osso, os que eu conhecia ao menos de ouvir falar, de artigos em jornais (impressos) e de seminários e afins em ambiente acadêmico. Eram muito mais interessantes as reflexões de Bobbio, Croce e Benda sobre a atividade intelectual, e a categoria, não classe, dos intelectuais, do que a atividade em si dos intelectuais, digamos, à minha volta.

Sinceramente, ainda procuro pelo intelectual. Pundits partidários, polemistas de controvérsias descartáveis, revoltados a favor e parasitas do eu falei estão aí nas revistas semanais e nos telejornais mais próximos de você. Mas intelectual, aquele não-restrito à academia, aquele comprometido com a razão e com a cultura no tempo presente, aquele a quem poderíamos chamar de "público" (pense em Susan Sontag), eu não o vejo. Vou chamar este intelectual de republicano.

Temos muitos e bons jornalistas que, sendo generoso, até poderiam ser republicanos, não fossem tão partidários. (Vejo, ainda bem, muitos proto-intelectuais na internet.) Partidários não desta ou daquela bandeira, mas de qualquer bandeira que represente uma instituição e não, como seria republicano, ideias e valores.

Pensando nisso, e sentindo falta deste intelectual republicano, é que me dispus a ler Hitch-22, as memórias de Christopher Hitchens publicadas recentemente (Nova Fronteira, 2010, 591 págs., tradução de Alexandre Martins).

Hitchens sempre foi nome popular orbitando ao meu redor. A gente o acompanha na Vanity Fair e noutras publicações e a gente sabe das constantes, hm, polêmicas que o envolvem. É um nome que não costuma provocar reações uniformes. Não é um articulista com quem se concorde ou de quem se discorde com um certo padrão de freqüência (e nunca unânime, como convém a qualquer pessoa minimamente inteligente). Acho que ele ficaria feliz em ler o período anterior, porque eu só me dei conta da obviedade do papel do contestador ao ponderar se leria ou não suas memórias. Essa constatação óbvia faz dele um intelectual republicano, ainda por cima globalizado. (Gostaria de saber o que Bobbio acharia disso, intelectual republicano globalizado.)

Para um homem como Hitchens, apaixonado por livros, é importante dizer que ler Hitch 22, mesmo o traduzido, foi um prazer digno de qualquer viciado em leitura. Um livro digressivo, humorado, afiado, rico. Se Hitchens consegue ser tão sedutor escrevendo praticamente sobre qualquer coisa, escrevendo sobre si é um deleite inigualável, que por vezes me fez reduzir o ritmo de leitura para retardar a chegada da última página.

Em quase 600 páginas, Hitchens narra sua educação intelectual. Do esquerdismo britânico da juventude ao republicanismo norte-americano de agora. Esta transição, se você tiver pouca familiaridade com ele, é sempre lembrada ao criticá-lo. Assim como suas posições sobre a guerra no Afeganistão e suas palavras um pouco espinhosas sobre figuras ilustres, tais como Madre Teresa. Arengas à parte, ler o que motiva Hitchens a viver e a ter tomado certas posições políticas no decorrer da vida foi muito esclarecedor. Sobretudo para mim, tão acostumado a caminhar na via esquerda do passeio político.

Para além de espectros políticos, o que se lê na vida de Hitchens é um homem comprometido com a razão, com a liberdade e com a ironia. Esta última particularmente importante para um homem que não crê em deus (ele só escreve em minúsculas), porque revela o quão instigante é a vida de quem se entrega ao enriquecimento da cultura como uma missão exclusivamente terrena. Esta tem sido sua missão aqui, cada vez mais próxima do fim, pois tem enfrentado um câncer inconveniente.

"A defesa da ciência e da razão é o grande imperativo da nossa época, e me sinto enormemente honrado de ser reunido, na opinião pública, a grandes professores e acadêmicos como Richard Dawkins, Daniel Dennet e Sam Harris. Ser um descrente não é simplesmente ter a 'mente aberta'. É, em vez disso, uma admissão decisiva de incerteza dialeticamente relacionada ao repúdio do princípio totalitário, tanto na mente quanto na política".

(Dia 13 de abril será aniversário de Christopher Hitchens, um intelectual republicano.)

Leia também
"O do contra", "Deus não é Grande, de Christopher Hitchens" e "FLIP 2006 III".

Para ir além


Guilherme Pontes Coelho
Brasília, 6/4/2011


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A noite iluminada da literatura de Pedro Maciel de Jardel Dias Cavalcanti
02. Eu blogo, tu blogas? de Fabio Gomes
03. Elon Musk de Julio Daio Borges
04. Nos tempos de Street Fighter II de Luís Fernando Amâncio
05. O Novo Museu da Estação da Luz: uma Proposta de Heloisa Pait


Mais Guilherme Pontes Coelho
Mais Acessadas de Guilherme Pontes Coelho em 2011
01. A sordidez de Alessandro Garcia - 9/2/2011
02. Churchill, de Paul Johnson - 2/2/2011
03. Pequenos combustíveis para leitores e escritores. - 7/9/2011
04. Cisne Negro - 16/2/2011
05. Derrotado - 2/3/2011


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




COMO ENFRENTAR A ASMA E OUTRAS ALERGIAS
LAIN PONTES DE CARVALHO
JOSÉ OLYMPIO
(1971)
R$ 7,90



ARTE-EDUCAÇÃO NO BRASIL - 7ª EDIÇÃO
ANA MAE BARBOSA
PERSPECTIVA
(2012)
R$ 30,95



SHANGRILÁ 2 - MULHER IMORTAL - CAPA DURA
IRVING STONE
EDART
(1962)
R$ 7,00



REDE DE SABERES DIFERENTES PRÁTICAS E NOVOS SABERES NA FORMAÇÃO DOCENTE
CARLA MARIA KIRILOS MATTAR DE OLIVEIRA (ORG)
NEW HAMPTON PRESS
(2006)
R$ 50,00



OS SENSOS INCOMUNS, CONTOS
MARIA ISABEL BARRENO
CAMINHO
(1993)
R$ 31,26



ROMEU E JULIETA
WILLIAM SHAKESPEARE
MARTIN CLARET
(2007)
R$ 7,90



LA REINA EN EL PALACIO DE LAS CORRINTES DE AIRE
STIEG LARSSON
DESTINO
(2009)
R$ 60,00



PROCESSO DE EXECUÇÃO E CAUTELAR 12
MARCUS VINICIUS RIOS GONÇALVES
SARAIVA
(2003)
R$ 7,00



COMENTÁRIOS À CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DAS LEIS DO TRABALHO
VALENTIN CARRION
ED. SARAIVA
(2002)
R$ 5,00



EDUCAÇÃO FÍSICA MUNDIAL - CAPACIDADE AERÓBICA 2
KENNETH H COOPER
AGIR
R$ 10,00





busca | avançada
14031 visitas/dia
1,2 milhão/mês