Meio-dia no Rio de Janeiro | Marta Barcellos | Digestivo Cultural

busca | avançada
28584 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
>>> Do inferno ao céu
>>> Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando
>>> Manual para revisores novatos
>>> A Copa, o Mundo, é das mulheres
Colunistas
Últimos Posts
>>> Brandenburg Concertos (1 - 6)
>>> 100 nomes da edição no Brasil
>>> Eu ganhei tanta coisa perdendo
>>> Toda forma de amor
>>> Harvard: o que não se aprende
>>> Pedro Cardoso em #Provocações
>>> Homenagem a Paulo Francis
>>> Arte, cultura e democracia
>>> Mirage, um livro gratuito
>>> Lançamento de livro
Últimos Posts
>>> João Gilberto: o mito
>>> Alma em flor
>>> A mão & a luva
>>> Pesos & Contra-pesos
>>> Grito primal II
>>> Calcanhar de Aquiles
>>> O encanto literário da poesia
>>> Expressão básica II
>>> Expressão básica
>>> Minha terra, a natureza viva.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Frankenstein de Mary Shelley
>>> Christian Barbosa no MitA
>>> Obama e o oba-oba
>>> E se Amélia fosse feminista?
>>> O que é ser jornalista?
>>> Toda forma de amor
>>> O filósofo da contracultura
>>> Oderint Dum Metuant
>>> Beleza e barbárie, ou: Flores do Oriente
>>> A fragilidade dos laços humanos
Mais Recentes
>>> Trotski - O Profeta Banido de Isaac Deutscher pela Civilização Brasileira (1984)
>>> Nos Tempos de Getúlio: Da Revolução de 30 ao Fim do Estado Novo de Sonia de Deus Rodrigues Bercito pela Atual/ Sp. (1995)
>>> De Getulio a Getúlio: o Brasil de Dutra e Vargas (1945 a 1954) de Francisco Fernando Monteoliva Doratioto (e outro) pela Atual/ Sp. (1995)
>>> Indústria, Trabalho e Cotidiano: Brasil (1889-1930) de Maria Auxiliadora Guzzo de Decca pela Atual/ Sp. (1996)
>>> Indústria, Trabalho e Cotidiano: Brasil (1889-1930) de Maria Auxiliadora Guzzo de Decca pela Atual/ Sp. (1991)
>>> Império do Café: a Grande Lavoura do Brasil (1850 a 1890) de Ana Luiza Martins pela Atual/ Sp. (1995)
>>> Império do Café: a Grande Lavoura do Brasil (1850 a 1890) de Ana Luiza Martins pela Atual/ Sp. (1994)
>>> Independência Ou Morte: a Emancipação Política do Brasil de Ilmar Rohloff de Mattos /Lui Affonso Seigneur de Albuquerque pela Atual/ Sp. (1992)
>>> Código da Vida - Fantástico Litígio Judicial de Uma Família de Saulo Ramos pela Planeta (2008)
>>> Independência Ou Morte: a Emancipação Política do Brasil de Ilmar Rohloff de Mattos /Lui Affonso Seigneur de Albuquerque pela Atual/ Sp. (1992)
>>> Independência Ou Morte: a Emancipação Política do Brasil de Ilmar Rohloff de Mattos /Lui Affonso Seigneur de Albuquerque pela Atual/ Sp. (1991)
>>> O Império da Boa Sociedade: a Consolidação do Estado Imperial Brasil de Ilmar Rohloff de Mattos / Marcia de A. Gonçalves pela Atual/ Sp. (1993)
>>> O Império da Boa Sociedade: a Consolidação do Estado Imperial Brasil de Ilmar Rohloff de Mattos / Marcia de A. Gonçalves pela Atual/ Sp. (1993)
>>> O Império da Boa Sociedade: a Consolidação do Estado Imperial Brasil de Ilmar Rohloff de Mattos / Marcia de A. Gonçalves pela Atual/ Sp. (1992)
>>> Contabilidade introdutória de Sergio Iudicibus, Stephen e outros pela Atlas (1977)
>>> Language Its Nature - Development and Origini de Otto Jespersen, (Prof. Univ. Coppenhagen)./ pela George Allen & UnwinnLtd/London (1949)
>>> El Espejo y La Lámpara: Teoría Romántica y Tradición Clásica de M. H. Abrams pela Eitorial Nova/ Argentina (1962)
>>> Clause Sauf Encaissement de Casimir Pajot pela Librairie Nouvelle de Droit Et de Jurisprudence (1891)
>>> Catolicismo para Leigos de John Trigilio e Kenneth Brighenti pela Altabooks (2008)
>>> Estudos Sobre Sucessões Testamentária de Orosimbo Nonato pela Forense (1957)
>>> Los Caminos Actuales de La Critica (Encadernado) de René Girard/ G. W. Ireland/ Jacques Leenhardt... pela Planeta/ Barcelona (1969)
>>> Instituições de Direito Civil Portuguez de M.A. Coelho da Rocha pela Garnier Livreiro (1907)
>>> Régimen Argentino de la Propiedad Horizontal de José A. Negri pela Arayú (1953)
>>> Enciclopédia de Cultura de Joaquim Pimenta pela Freitas Bastos (1963)
>>> Direitos de Família de Lafayette Rodrigues Pereira pela Freitas Bastos (1945)
>>> Demarcação Divisão Tapumes de Alfredo de Araujo Lopes da Costa pela Bernardo Alves S.A. (1963)
>>> Consultor Civil de Carlos Antonio Gordeiro pela Garnier (1913)
>>> El Derecho de Familia en La Legislacion Comparada de Luis Fernandez Clerico pela Hispano Americana (1947)
>>> Estudos de Direito Civil de Manoel Martins Pacheco Prates pela São Paulo (1926)
>>> Direitos Reaes de Garantia de J.L. Ribeiro de SouSa pela C. Teixeira
>>> Obrigações de Pagamento em Dinheiro (Três Estudos) de Paulo Barbosa de Campos Filho pela Jurídica e Universitária (1971)
>>> Teoria e Pratica dos Testamentos de Manoel Ubaldino de Azevedo pela Saraiva (1965)
>>> Les Groupements D' Obligataires de Albert Buisson pela Librairie Générale de Droit et de Jurisprudence (1930)
>>> Novo Código Civil Anotado Volume II ( Direito das Obrigações) de J.M.Leoni Lopes de Oliveira pela Lumen Juris (2002)
>>> Curso de Direito Civil ( Volume 6 ) Direito das Sucessões de Washington de Direito Monteiro pela Saraiva (1964)
>>> Curso de Direito Civil ( Volume 5 ) (Direto das Obrigações 2ª parte) de Washington de Direito Monteiro pela Saraiva (1991)
>>> Curso de Direito Civil ( Volume 4 ) Direito das Obrigações de Washington de Direito Monteiro pela Saraiva (2019)
>>> Curso de Direito Civil ( Volume 3 ) Direito das Coisas de Washington de Direito Monteiro pela Saraiva (1991)
>>> Curso de Direito Civil ( Volume 2 ) Direito Família de Washington de Direito Monteiro pela Saraiva (1992)
>>> Curso de Direito Civil ( Parte Geral) Volume 1 de Washington de Direito Monteiro pela Saraiva (1964)
>>> Usucapião de Imóveis de Lourenço Mario Prunes pela Sugestões Literárias S/A
>>> Instituições de processo Civil (Volume VI) de Caio Mário da Silva Pereira pela Forense (2007)
>>> Direito Civil Volume 6 de Silvio Rodrigues pela Saraiva (2004)
>>> O Pensamento Vivo de Einstein (Edição Ilustrada) de José Geraldo Simões Jr.: (Pesquisa e Tradução) pela Martin Claret (1986)
>>> Direito Civil Volume 2 de Silvio Rodrigues pela Saraiva (2002)
>>> Posse o Direito e o Processo de Guido Arzua pela Revista dos Tribunais (1957)
>>> Estudo da Posse e das Acções Possessorias de Leopoldino Amaral Meira pela Livraria Academica (1928)
>>> Acção Possessória de J.M. de Azevedo Marques pela São Paulo (1923)
>>> O Direito de Ação e o Modo de Execê-lo de Ataliba Vianna pela Forense (1969)
>>> O Pensamento Vivo de Darwin (Edição Ilustrada) de Eide M. Murta Carvalho (Pesquisa/Org. Tradução) pela Martin Claret (1986)
COLUNAS

Sexta-feira, 1/7/2011
Meio-dia no Rio de Janeiro
Marta Barcellos

+ de 2400 Acessos

Primeiro vamos lembrar: eu posso falar mal do Rio, mas você não. É o combinado, principalmente com os paulistas. Mas saiba que mesmo quem tem carta branca, certidão atestando a gema como origem da autêntica carioquice, sofre hoje da dificuldade de reclamar. Ignoramos a página policial, nos adaptamos ao custo Rio-2016 expresso na conta do restaurante com cinco anos de antecedência e acreditamos que o trânsito está infernal mas os benefícios serão permanentes. Para não perder o hábito, falamos dos bueiros que explodem na cidade, que absurdo - para emendar que "Bueiro da Light" virou o drinque do momento, explosivo no bom sentido, segundo o bartender. Sabe como é, somos inteligentes e bem humorados, sempre.

Claro que às vezes ficamos um pouco confusos. Tudo era exatamente o contrário, até poucos anos atrás. Queríamos retornar ao tempo de quando éramos corte, ou pelo menos capital federal; de quando nossos governantes tinham projeção nacional e não eram motivo de piada. Queríamos de volta os morros celeiros de sambistas, e não de bandidos, a estética da pobreza urbana e pacata enfeitando, e não desmatando a paisagem. Mas não havia mágica nem máquina do tempo: o jeito era blindar o vidro da sala, seguir para o aeroporto, aguentar os comentários dos paulistas.

Em um piscar de olhos, tudo mudou - a cidade, o país, a distância em relação ao primeiro mundo já não tão rico assim. Mais do que o brasileiro em geral, o carioca superou o complexo de vira-latas, recuperou a autoestima perdida nos arrastões e só não subiu no salto alto porque bacana no Rio é andar de chinelo e bermuda - e ser imitado pelos turistas. Os estrangeiros sempre estiveram por aqui, desde os tempos de Carmem Miranda e Zé Carioca, mas nunca foram tão constantes. Carnaval, abril, julho, faça chuva ou faça sol, eles continuam perambulando pelo calçadão. E estão diferentes.

Talvez abalados pela crise financeira, a nova ordem econômica mundial, o trauma do 11 de setembro, sabe-se lá. O fato é que os gringos agora são mais humildes e discretos, tentam se camuflar, já não usam camisas floridas e cafonas. Estão menos interessados nos shows de mulatas do que em flanar pelos bares onde serão mal tratados por garçons que não falam inglês. Não somos apenas mais um paraíso tropical, mas o país de Giseles e havaianas, o país do futuro que afinal chegou lá. É engraçado ver europeias branquelas tentando parecer cariocas, saindo de chinelos justo no dia de inverno em que chove e as botas (sem salto, claro) explodem as poças nas calçadas. Parecem as brasileiras em Paris, antigamente, quando tudo era ao contrário, tentando dar de o nó certo na echarpe que mal sabiam usar.

Nós, cariocas, poderíamos estar irritados, como os parisienses que precisam driblar grupos de excursões para apreciar seus museus. Junto com o turismo e a cotação do real, nossos preços dispararam, nosso café preferido agora está lotado, e não são poucos os cariocas expulsos da zona sul por aluguéis galopantes. Poderíamos, mas não estamos. Somos apenas blasé, sem o mau humor francês, e disfarçamos bem o nosso orgulho, da mesma forma que sempre fingimos não ver os artistas da televisão empurrando carrinhos de bebê. Ah, sim, é verdade; nossa cidade é mesmo maravilhosa.

Mas a mudança foi rápida demais, como já foi lembrado. E existem os distraídos, sem falar nos nostálgicos empedernidos. Talvez sem tanto contato com os elogios externos, ou ainda influenciados pela politização das boas notícias nas últimas eleições, estes podem embarcar no bonde do passado, como no novo filme de Woody Allen. Ao meio-dia eles sobem no estribo que leva a Santa Teresa, equilibram-se sobre o Rio Antigo, os Arcos da Lapa, sem notar a aglomeração de jovens alegres lá embaixo. Desfiam uma ladainha chorosa sobre os bons tempos, estes sim bem retratados nas páginas de jornal, frequentadas por intelectuais e poetas de verdade. Os cronistas, ah, os cronistas não eram de internet - havia Rubem Braga. Aliás, o que era Copacabana, hein, diria o Zózimo, também colunista que não se encontra mais. O Rio ingênuo e sofisticado da bossa nova, repisado agora por documentários, era tão mais fácil de decifrar do que o Rio do funk.

Da Copacabana de Rubem Braga, não sei. Mas do Leblon de Manoel Carlos posso contar. Como o personagem que lembra, em Meia-noite em Paris, que a vida não devia ser fácil antes do antibiótico e da anestesia no dentista, vou ressaltar que era difícil até para artista global empurrar carrinho de bebê na calçada. Os carros ficavam em cima delas. Trinta anos atrás, o bairro era bem chinfrim, tomado por pontos finais de ônibus, e qualquer comparação com o charme parisiense ou nova-iorquino passaria por piada. A praia vivia poluída por esgoto, imprópria para banho - isso quando não se sentia o cheiro da mortandade de peixes da Lagoa Rodrigo de Freitas. Passear de bicicleta na Lagoa, jamais: não havia ciclovia nem quiosques, e o assalto era certo.

Por essas e muitas outras, pego o bonde de volta. Admito que precisei ficar uns anos fora, para ter o distanciamento necessário. Não me iludo com o oba-oba da Copa e da Olimpíada, e nem creio que viraremos um dia o "antigo primeiro mundo" (e nem ele voltará a ser). Procuro fugir dos extremos. O meu Rio, como a Paris de Woody Allen, nunca foi o do arrastão no Jornal Nacional, nem é hoje o do cartão postal em 3D na tela do cinema. Ele carrega as complexidades de seu passado, suas favelas, sua música, seu povo e sua elite. E oferece tanta diversão e contemplação que, vamos combinar de novo (principalmente com os paulistas), é bobagem perder tempo. Seja com desconfianças, política ou nostalgia.

Nota do Editor
Marta Barcellos mantém o blog Espuminha


Marta Barcellos
Rio de Janeiro, 1/7/2011


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Para você que escreve e tem mais ou menos 30 anos de Marcelo Spalding


Mais Marta Barcellos
Mais Acessadas de Marta Barcellos em 2011
01. A internet não é isso tudo - 14/1/2011
02. Entre livros e Moleskines - 11/2/2011
03. Somos todos consumidores - 8/4/2011
04. Em busca da adrenalina perdida - 4/3/2011
05. A novíssima arquitetura da solidão - 4/11/2011


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O TOQUE - MÉTODOS E MILAGRES DE CURA
M. A. DOUG HEYES
MADRAS
(2018)
R$ 34,90



INTRODUÇÃO ÀS CIÊNCIAS SOCIAIS
PIERRE JACCARD
LIVROS HORIZONTE
(1977)
R$ 24,82



DO MEU AO TEU CORAÇÃO
PE. PAULO H. MOURA
ED. LOYOLA
R$ 15,00



THE HOLLOW EARTH
RAYMOND BERNARD
ADVENTURES UNLIMITED PRESS
(2009)
R$ 35,00



ORAÇÃO QUE TRANSFORMA
SUELY BEZERRA
FÔLEGO
(2009)
R$ 10,00



A 8 SERIE C
ODETTE DE BARROS
MUNDO JOVEM
(1987)
R$ 11,00



OS TERRITÓRIOS DO REINO DE DEUS:
MARCUS CASTRO FARIA
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 258,00



O SELF ESSENCIAL
WILL SELF
ALFAGUARA BRASIL
(2014)
R$ 35,00
+ frete grátis



CLARA-COMO-O-SOL, ESCURO-COMO-A-NOITE 2º EDIÇÃO
JOSÉ BORTOLINI
PAULUS
(2005)
R$ 4,00



SÓCRATES ENCONTRA SARTRE
PETER KREEFT
VIDE EDITORIAL
(2013)
R$ 150,00





busca | avançada
28584 visitas/dia
1,0 milhão/mês