Palhaço | Daniel Bushatsky | Digestivo Cultural

busca | avançada
54101 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> 14ª Visões Urbanas tem Urbaninhas com quatro espetáculos para crianças
>>> Visões Urbanas permanece online em sua 14ª edição
>>> Ensaios Perversos traz papo cabeça com drag, performances e festa pra dançar
>>> Chega a São Paulo projeto cultural que vai levar teatro a crianças de seis estados
>>> Clube do Disco - Os Saltimbancos
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
Últimos Posts
>>> Mundo Brasil
>>> Anônimos
>>> Eu tu eles
>>> Brasileira muda paisagens de Veneza com exposição
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Dia do Rock em São Paulo
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Debret e o Brasil, pela editora Capivara
>>> Lula e o Mensalão Cultural
>>> Vascaíno vota em vascaíno
>>> I’ve been up, I’ve been down
>>> Colunismo em 2005
>>> O Brasil não é a Seleção Brasileira
>>> Jean Baudrillard
>>> Anotações durante o incêndio
Mais Recentes
>>> Mémoires interrompus de François Mitterrand pela Odile Jacob (1996)
>>> Como lidar com pessoas dificeis de Alan houel e christian godefroy pela Madras (2011)
>>> Spektro A Revista Do Terror Nr 7 - Macumba e mais 13 historias pavorosas de Shimamoto pela Vecchi (1978)
>>> Liquid Gold dessert Wines of the World de Stephen Brook pela Beech Tree Books (1987)
>>> Calafrio H.Q De Terror Em Nova Dimensão - Volume 5 - Hq O Homem Na Multidão de Edgar A. Poe pela D Arte (1982)
>>> As Aventuras Da Liga Extraordinaria Nr - hq de Alan Moore e Kevin O Neill pela Pandora Book (2001)
>>> Física 1 - Mecânica da Partícula e dos Corpos Rígidos de Sears - Zemansky - Young pela Livros Tecnicos e Cientificos (1985)
>>> Cripta Do Terror - Numero 1 - Hq de Varios pela Record (1991)
>>> Gibi De Ouro Os Classicos Dos Quadrinhos Completo - 6 Volumes - Hq de Varios pela Rge (1985)
>>> Super Homem - Funeral Para Um Amigo - 4 Volumes Completa -Hq de Dan Jurgens pela Abril Jovem (1997)
>>> Na Luz da Verdade - Vol. 3 de Abdruschin pela Ordem do graal na terra (1980)
>>> Cripta Do Terror - Numero 3 - Hq de Varios pela Record (1991)
>>> A Moreninha de Joaquim Manuel de Macedo pela Tecnoprint (1980)
>>> Cripta Do Terror - Numero 7 - Hq de Varios pela Record (1991)
>>> O Grande Livro do Terror - Nostalgia 1950-1960 Nr 1 - Hq de Varios pela Argos (1978)
>>> A Moreninha de Joaquim Manuel de Macedo pela Três livros e fascículos (1984)
>>> A Moreninha de Joaquim Manuel de Macedo pela Ciranda Cultural (2007)
>>> Almanaque Superboy 1970 Ano Homem na Lua - Hq de Curt Swam pela Ebal (1970)
>>> Amor de Perdição de Camilo Castelo Branco pela Ática (1996)
>>> Batman O Cavaleiro Das Trevas -Ediçao encadernada de luxo da mini serie completa - Hq de Frank Miller pela Abril Jovem (1987)
>>> As Melhores Historias de Kripta- Edição Luxo - Hq de Varios pela Rg (1979)
>>> Além de Toda Crença: o Evangelho Desconhecido de Tomé de Elaine Pagels pela Objetiva (2004)
>>> Filiação Socioafetiva Direito à Identidade Genética de Leila Donizetti pela Lumen Juris (2007)
>>> El lider del futuro 2 de Frances hesselben e marshall goldsmith pela Deusto (2007)
>>> El lider del futuro 2 de Frances hesselben e marshall goldsmith pela Deusto (2007)
COLUNAS

Segunda-feira, 12/12/2011
Palhaço
Daniel Bushatsky

+ de 2900 Acessos

Palhaço "Sou um palhaço" ou "você é um palhaço". As duas expressões existem? Qual é a certa?

No Brasil as duas expressões são corretas, somente dependem do ponto de vista. Se palhaço é alguém que faz rir, tem momentos que sou um palhaço e tem momentos que vejo vários deles andando na rua.

Quando leio que o puxadinho do aeroporto de Cumbica caiu, que o Lupi fica no governo ou mesmo que na Coréia do Norte ainda existem campos de concentrações para prisioneiros políticos (talvez mais de 200 mil), punidos com a morte caso "roubem" comida, me sinto um verdadeiro palhaço (ou será que estou vendo um monte de palhaços?). Onde está a empresa séria, a ética e a ONU, respectivamente? Ah, talvez estes sejam os palhaços!

Ao mesmo tempo, leio no jornal notícias mais animadoras, como a GM americana que irá recomprar seu primeiro carro elétrico, o Volt, dos consumidores que se sentirem com medo de pane elétrica, pelas recentes e noticiadas falhas na bateria. Outro exemplo de compromisso é o da Honda que anunciou o recall de 300 mil veículos no mundo inteiro. Atitudes, êta, que dão orgulho de ver!

Os fatos/notícias narrados acima, foram tirados do jornal no decorrer da última semana e me pareciam tristes, paradoxais, palhaçais. É verdade que estava sensível após assistir ao filme "O Palhaço", do Selton Mello, no domingo passado. Eles me pegaram de forma estranha.

Não é a primeira, nem a última vez que lerei notícias muito parecidas com estas: a maioria me fazendo rir (para não chorar) e algumas para mostrar que o mundo tem salvação, há empresas com ética no mercado e pessoas honestas e cheias de boas intenções.

Quanto aos palhaços em si, pessoalmente sempre me assustei com estes seres. Nunca gostei da roupa. O macacão e os grandes sapatos sempre me pareceram fora de moda, fica a dica, poderiam ser reestilizados. Já a maquiagem, de filme de horror. Quando criança, o único efeito que faziam em mim era de aterrorizar!

Mas o pior mesmo, desculpem, são as piadas: sempre me pareceram forçadas. Como o humor exige algo inesperado, sendo uma ironia fina do cotidiano, é natural que poucos consigam e, mais natural ainda, que na maioria das vezes as piadas pareçam super forçadas.

Sempre gostei de piadas de momento (não preparadas), aquelas feitas a partir de conversas banais (ou não), que trazem em si uma sátira da nossa rotina, da nossa pequenez, talvez, ouso, da nossa mediocridade.

É este último ponto que me atraiu no filme de Selton Mello. A procura da felicidade, metaforizada no palhaço medíocre que se questiona o que está fazendo, na verdade traz a procurada do conhecimento próprio.

Quantos se questionam o que estão fazendo ou mesmo o que estão acrescentando neste mundo? Pessoas que fazem isto acabam sendo, paradoxalmente, mais felizes e mais tristes ao mesmo tempo.

Mais felizes, pois estão sempre preocupadas em realizar "coisas" que a deixam satisfeitas, questionando a importância de seus atos e buscando algo a mais.

Mais tristes porque acabam observando as inúmeras possibilidades de atividades possíveis e percebendo que o ditado "é impossível abraçar o mundo" é verdadeiro. A voracidade traz muitas opções, que acabam em desilusões e a sensação de impotência.

Porém, uma certeza pode se extrair: quem procura o conhecimento próprio acaba saindo de dogmas e, portanto, sendo menos medíocre. Esta talvez a maior transformação do personagem vivido por Selton Mello, em seu filme, ao se distanciar de seu circo, tentar algo novo, procurar um possível amor para descobrir que sua verdadeira vocação é fazer os outros rirem.

Alguns poderiam levantar que a mediocridade é um conceito relativo. Felicidade também o é. O importante é tentar descobrir o significado destas palavras subjetivas para você.

A verdade é que se não quisermos fazer piadas forçadas e se quisermos entender as ironias de nossas vidas, precisamos tirar o macacão e nossos grandes sapatos para fazermos humor fino da nossa própria mediocridade, o que será nossa melhor autocrítica.

Caso o contrário, continuaremos no picadeiro e tomados por aquela sensação de impotência, da rotina sufocante, da mediocridade..., da piada forçada, como ver o puxadinho de Congonhas, a esperança da Infraero para combater o apagão aéreo, cair!

Cadê o meu macacão?


Daniel Bushatsky
São Paulo, 12/12/2011


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A pintura do caos, de Kate Manhães de Jardel Dias Cavalcanti
02. Vamos pensar: duas coisas sobre home office de Fabio Gomes
03. Noel Rosa de Fabio Gomes
04. Em 2016, pare de dizer que você tem problemas de Fabio Gomes
05. A coerência de Mauricio Macri de Celso A. Uequed Pitol


Mais Daniel Bushatsky
Mais Acessadas de Daniel Bushatsky em 2011
01. Plágio - 4/4/2011
02. Felicidade - 14/2/2011
03. Souza Dantas, Almoço e Chocolate - 4/7/2011
04. O que queremos do Natal? - 21/11/2011
05. Preconceitos - 14/3/2011


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Aprenda a Falar Em Público
C. W. Wright
Record
(1995)



Principios de Ebusiness
Thomas M Siebel
Maxima
(2002)



Reminiscências da Guerra do Paraguai
Artur Jaceguai
Senado
(2011)



Malibu
William Murray
Record
(1980)



A Inversão da Olhadela Alterações no Ato do Espectador Teatral
Flávio Desgranges
Hucitec
(2012)



Come and Get Me and Other Ghost Stories
Peter Bullard
Longman
(1983)



Comida. Prazer?! Doença?! - Volume 15
Fátima Deitos
Icone
(2007)



Estrutura e Análise de Balanços Fácil
Osni Moura Ribeiro
Saraiva
(2001)



Médicos Em Perigo
Frank G. Slaughter
Círculo do Livro
(1988)



O Capital Grandes Mestres do Pensamento Volume 6
Karl Marx
Formar
(1978)





busca | avançada
54101 visitas/dia
1,8 milhão/mês