Blindagem das palavras? | Daniel Bushatsky | Digestivo Cultural

busca | avançada
73783 visitas/dia
2,7 milhões/mês
Mais Recentes
>>> “Bella Cenci” Estreia em formato virtual com a atriz Thais Patez
>>> Espetáculo teatral conta a história de menina que sonha em ser astronauta
>>> Exposição virtual 'Linha de voo', de Antônio Augusto Bueno e Bebeto Alves
>>> MAB FAAP seleciona artista para exposição de 2022
>>> MIRADAS AGROECOLÓGICAS - COMIDA MANIFESTO
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
>>> André Barcinski por Gastão Moreira
>>> Massari no Music Thunder Vision
>>> 1984 por Fabio Massari
>>> André Jakurski sobre o pós-pandemia
>>> Carteiros do Condado
>>> Max, Iggor e Gastão
Últimos Posts
>>> A lei natural da vida
>>> Sem voz, sem vez
>>> Entre viver e morrer
>>> Desnudo
>>> Perfume
>>> Maio Cultural recebe “Uma História para Elise”
>>> Ninguém merece estar num Grupo de WhatsApp
>>> Izilda e Zoroastro enfrentam o postinho de saúde
>>> Acentuado
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Crise dos 40
>>> Marcelotas
>>> Para ler no botequim
>>> O blog da Bundas
>>> Introdução à lógica do talento literário
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Nada a comemorar
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> O desafio de formar leitores
>>> O Tigrão vai te ensinar
Mais Recentes
>>> O Jornal da Noite de Arthur Hailey pela Record (1990)
>>> As meninas de Lygia Fagundes Telles pela Circulo do Livro (1979)
>>> Um estranho no espelho de Sidney Sheldon pela Circulo do Livro (1976)
>>> O Universo Das Comunicaçoes Humanas - Comunicação de Eneas Machado de Assis pela Mageart (1997)
>>> Literatura Comentada Guimarães Rosa de (Guimarães Rosa) pela Nova Cultural (1988)
>>> O Peregrino de John Bunyan pela Publicações Pão Diário (2020)
>>> O livro de san michele de Axel Munthe pela Círculo Do Livro (1985)
>>> Vargas E A Crise Dos Anos 50 - C. Politica de Org. Angela de Castro Gomes pela Relume (2011)
>>> Noel Rosa (literatura Comentada) de (Noel Rosa) pela Nova Cultural (1981)
>>> A Peregrina de John Bunyan pela Publicações Pão Diário (2020)
>>> Para Falar E Escrever Melhor O Portugues - Linguistica de Adriano Dagamakury pela Nova Fronteira (1989)
>>> O navegante de Morris West pela Circulo do Livro (1980)
>>> Conjunção Dos Verbos Em portugues -Pratico e Eficiente - Linguistica de Maria Aparecida Ryan pela Atica (1995)
>>> Nao Podemos Esperar - C. Politica de Martin Luther King pela Senzala (1968)
>>> A Privata Tucana -Os documentos secretos e a verdade sobre o maior assalto ... C. Politica de Amaury Ribeiro Jr pela Geração (2012)
>>> Cassino: Amor e Honra Em las Vegas de Nicholas Pileggi pela Record (1995)
>>> Nada Dura para Sempre de Sidney Sheldon pela Record (1996)
>>> Qb VII de Leon Uris pela Circulo do Livro (1970)
>>> Espiritualidade no Amor Exigente - Catolico de Pe. Haroldo Rahm , Sj pela Loyola (2012)
>>> Eu confesso tudo de J. M. Simmel pela Círculo do livro (1992)
>>> A Mitologia Na vida Cotidiana - Mitologia - Historia de Assela Alamillo pela Angra (2002)
>>> Um erro de descontinuidade de Peter F. Drucker pela Círculo do livro (1980)
>>> Diversidade dos Carismas: TEORIA e PR'TICA da MEDIUNIDADE de Herminio C.miranda pela Lachatre (2018)
>>> O analista de bagé de Luis Fernando Verissimo pela Circulo do Livro (1986)
>>> Uma Noite de Amor de Paul Verguin pela Circulo do Livro (1994)
COLUNAS

Segunda-feira, 7/1/2013
Blindagem das palavras?
Daniel Bushatsky

+ de 3200 Acessos

A forma mais interessante de se homenagear alguém morto, certamente é lembrar de seus grandes feitos e, se possível, implementá-los na realidade.

Todos os grandes meios de comunicação prestaram suas homenagens ao repórter econômico Joelmir Beting, relembrando sua trajetória, o início no jornalismo esportivo, a transição para a economia, e sua melhor característica profissional: traduzir o economês.

Mas e sobre a parte de implementar os grandes feitos? Se não vejo os grandes meios de comunicação tentando traduzir a linguagem dos negócios a todos, lembrando que não é só a economia que precisa ser entendida, surgem algumas iniciativas para deixar o conteúdo mais próximo da população.

Destaco três que me chamaram a atenção, seja pela possibilidade de escrever compreensível, seja pela nova forma de ensinar, seja pela linha de negócio.

O primeiro é a série de livros sobre temas diversos, sempre com um mesmo sub-título "Para Leigos", tradução mais educada, dos livros da origem desta franquia de mídia, que no título em inglês traz o famigerado "For Dummies". A série, que começou em 1991, em resposta à pouca literatura sobre o "sistema informático DOS", hoje já vendeu milhões de exemplares, nos mais diversos países, o que prova que, não obstante a internet, muitos não possuem informação técnica e precisa de forma acessível, mas anseiam por aprender algo novo. O próprio título, divertido, faz com que vistamos o manto da humildade e possamos, sem vergonha, confessar que temos interesses por assuntos dos quais não temos facilidade em compreender.

Falando em facilidade de compreender, não posso deixar de citar Salman Khan, o professor admirado por Bill Gates. Khan defende uma escola menos chata, com o professor ensinando as matérias com uma linguagem próxima a dos alunos, mas, ao mesmo tempo - e isto é possível -, assertiva e técnica (mais uma vez esta palavra).

Por último, uma coincidência, se é que ela existe. A propaganda colada à reportagem da revista Veja, de 5 de dezembro de 2012, que fala da morte de Beting, traz a nova experiência da agência de publicidade NBS, que abriu um escritório na favela Santa Marta, no Rio de Janeiro. O objetivo é claro e está bem descrito na propaganda de página inteira, escrita, diga-se de passagem, em linguagem coloquial: "E pra assumir nosso papel nesta transformação: o de ser uma ponte entre as marcas/empresas e as milhares de pessoas que vivem em comunidades pacificadas". Veja-se que a própria agência diz que não é filantropia e sim negócio. Mas que negócio? Certamente o de descomplicar ainda mais a linguagem da propaganda, para que inclusive esta possa alcançar os mais de 630 mil moradores de áreas antes ocupadas pelo tráfico.

Pelo jeito, a palavra de ordem em vários setores da economia, porque não, veja-se os exemplos - editoras, escolas e agências de publicidade -, é descomplicar o complicado, é traduzir o introduzível, é deixar, portanto, acessível, a informação a todos; é, basicamente, wikipedizar o conhecimento.

A concentração de informação, que sempre existirá, para a proteção de segredos industriais ou estratégias de defesas militares, é importante. O que não se pode permitir é que em outros assuntos de interesse geral e que logicamente fazem com que as comunidades se desenvolvam o conhecimento seja restrito a poucos. Blindar conhecimento diminui a chance de nos desenvolvermos, como nação, como país.

Se fazemos isto, escrevendo difícil, com palavras do século XIX, de duas, uma: ou estamos nos protegendo, pois não temos o conhecimento necessário para escrever fácil, ou temos vergonha de expor nossas verdadeiras opiniões (talvez, por não considerá-las tão boas).

Blindagem das palavras?

Chega disto: vamos ser coloquiais e assertivos!

Se a função da forma é a beleza, já homenageando o grande arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer, e já implementando seus ensinamentos, a beleza da palavra é ser compreendida!

Para leigos: chega de blindá-las!


Daniel Bushatsky
São Paulo, 7/1/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Sobreviver à quarentena de Luís Fernando Amâncio
02. O palhaço no poder de Luís Fernando Amâncio
03. Notas confessionais de um angustiado (Final) de Cassionei Niches Petry
04. Melhor que muito casamento de Ana Elisa Ribeiro
05. Manual para revisores novatos de Ana Elisa Ribeiro


Mais Daniel Bushatsky
Mais Acessadas de Daniel Bushatsky em 2013
01. Palavra de Honra - 9/9/2013
02. Amar a vida! - 10/6/2013
03. Rejeição - 21/4/2013
04. Formatura - 18/2/2013
05. Família e Maldade - 20/5/2013


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Contra Tudo e Contra Todos
Raul Drewnick
FTD
(1997)



Histoire de La Colonisation Française
Xavier Yacono
Puf
(1969)



Sob o Sol, a Garoa e a Fumaça
Vários Autores
Senac
(2004)



Direito Previdenciario
Wagner Balera*cristiane Miziara Mussi
Gen Metodo
(2015)



Gestão de Pessoas: uma Vantagem Competitiva?
Maria Zélia de a Souza e Vera Lúcia de Souza
Fgv
(2016)



Calabar
Chico Buarque de Holanda
Civilização Brasileira
(1987)



Sintesis Curso de Lengua Espanola-volume Unico-ensino Medio
Ivan Martin
Atica
(2011)



Ida Volta
Rubens Politto
Do Autor
(2014)



Los Truenos Que Arrasan El Mundo
J. R. Jochmans
Martinez Roca (espanha)
(1982)



Les Mythes Grecs, Tome 2
Robert Graves
Fayard
(1967)





busca | avançada
73783 visitas/dia
2,7 milhões/mês