Ano novo, vida nova. | Rafael Azevedo | Digestivo Cultural

busca | avançada
37668 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Sexta-feira, 11/1/2002
Ano novo, vida nova.
Rafael Azevedo

+ de 1600 Acessos

Everywhere is war
2001, 2002. Atentados, violência, exércitos tomando posição, bombardeando-se a distância. Indianos e paquistaneses, israelenses e palestinos. A irracionalidade ainda toma conta de boa parte do nosso mundo. Conflitos seculares gerados pela religião, conflitos milenares recém-despertados. Não há fim à vista.
Feliz ano novo a todos.

Inteligência estratégica.
Governos autoritários e opressores, financiados pelos EUA, voltam-se contra a América e seus interesses – para combatê-los, os americanos financiam outro governo, que desprezará igualmente o povo que estará sob seu jugo, e breve voltará a se voltar contra todos nós; será preciso encontrar outro líder local, de caráter e intenções duvidosas, mas que tenha o interesse de se aliar com os infiéis do ocidente, em troca de obter o poder. Está feito o círculo vicioso... não seria hora de rever essa política? Não se pode empreender uma luta “pela liberdade” em algum lugar, sem que efetivamente sejam dadas liberdade e democracia ao povo destes lugares esquecidos por Deus e pelos homens. O regime militar de Saddam foi armado pelos EUA (que faziam vista grossa à opressão que ele imprimia ao povo iraquiano), na guerra contra o Irã – deu no que deu... o regime militar tirânico do Paquistão, comandado pelo presidente (leia-se general) Musharraf, foi o principal aliado americano na guerra contra o Taliban, mas agora assume involuntariamente o papel de vilão nesta imbecil disputa com a Índia pela Cachemira. Arafat era um terrorista sanguinário, aos olhos do Ocidente, até menos de vinte anos atrás. Agora, é Nobel da Paz...
Felizmente, a maneira com que a comunidade internacional vem comandando a mudança de regime no Afeganistão parece sugerir que algo foi aprendido dos erros passados, e o país não será esquecido, nem largado às moscas. Ou aos camelos. Mas esse é só o começo. Faltaria fazer o mesmo no Paquistão, Uzbequistão, Turcomenistão, Cazaquistão, Quirguistão... e quem sabe um dia, China, Iraque, Iêmen, Somália, Egito, Síria, Arábia Saudita... a lista é interminável.

Charadas brasileiras
Fernando Dutra Pinto sequestra a filha do maior empresário do país, volta à sua casa e mantêm ele como refém, depois de ter se envolvido num tiroteio onde morreram dois policiais e o nome da corporação saiu mais sujo do que já era. Algumas semanas depois, aparece morto – causa mortis: parada cardio-respiratória. Ele tinha menos de 25 anos. Morte natural, diz o Secretário de Segurança Pública. Ninguém fala nada, publicamente.
Cássia Eller morre no hospital, com o braço infestado de picadas; mas os jornalistas noticiam que o que a matou foi 1 grama de cocaína – misturada com whisky (coro de senhoras: ooohhhhh!). A capa da Veja brada, revoltada, repulsiva – “Drogas, mais uma vítima.” Ela injeta o que quer nos tubos, mas nem assim a culpa é dela – foi a droga que fez isso. Além de tudo, a mulher entrou caminhando, embora amparada – e teve o primeiro infarte já no leito do hospital. Mas não se comenta a possibilidade de erro médico nos meios de imprensa.
Os diretores de cinema nacional continuam usando dinheiro público para fazerem suas “obras-primas”. Em contrapartida, não temos uma orquestra sequer em todo o território brasileiro capaz de fazer com que sintamos orgulho de nosso cenário musical. O teatro vive de esporádicas manifestações de vida inteligente, e a TV equilibra-se na fina linha que divide o popular do vulgar. Nossa literatura vive, como sempre viveu, de esforços individuais heróicos... enquanto isso, na Academia Brasileira de Letras, Sarney e Cony tomam chá enquanto “metem o pau no FHC”. Roberto Marinho faz que não é com ele.
Muda ano, sai ano, e o Brasil continua o mesmo – só não sei se é mais difícil acreditar nos fatos em si, ou na passividade com que aceitamos eles.

post scriptum
Ontem, provavelmente enquanto eu escrevia esta coluna, a o governo da Arábia Saudita estava colocando em prática a demolição de uma fortaleza otomana de 220 anos de idade, patrimônio histórico-arquitetônico da humanidade, para a construção de residências "populares" para hospedar os imigrantes em seu caminho para Meca. Apesar dos apelos insistentes do governo turco, os sheiks árabes foram irredutíveis no que chamaram de exercício de sua soberania. Nestes tempos em que o Taliban foi tão justamente criticado por destruir praticamente tudo o que o Afeganistão possuía que apresentasse algum valor artístico ou arqueológico, é interessante notar como os líderes do maior aliado dos EUA na região nesta "Guerra contra o Terror" são capazes de atos tão bárbaros, senão mais, que o dos próprios e temidos Talibans. Afinal, é sempre bom lembrar que na Arábia Saudita ainda se aplicam as mesmas punições públicas que se viam nos estádios de Cabul há algum tempo atrás, e ainda existe uma polícia especializada em bater nas mulheres desavisadas que porventura saiam à rua com uma calça, ou deixem escapar seu cabelos do véu.



Rafael Azevedo
São Paulo, 11/1/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Jornalista e empreendedor? de Marta Barcellos
02. Sombras Persas (VIII) de Arcano9
03. O vilão é Magneto ou a invasão dos blockbusters? de Marcelo Miranda
04. Sombras Persas (III) de Arcano9
05. A Tragédia de Plínio de Guilherme Conte


Mais Rafael Azevedo
Mais Acessadas de Rafael Azevedo em 2002
01. Banana Republic - 19/4/2002
02. Terra Papagalli - 22/2/2002
03. Depois do ensaio - 1/3/2002
04. O injustificável - 12/4/2002
05. Vidas Paralelas - 22/3/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




MOLEQUES DE RUA AS AVENTURAS DE JOÃO PÃO, UM MENOR ABANDONADO
ROBERTO FREIRE
MODERNA
(1997)
R$ 6,00



OS GRANDES PROFETAS
NOVA CULTURAL
NOVA CULTURAL
(1985)
R$ 16,00



NEGOCIAÇÕES INTERNACIONAIS E A GLOBALIZAÇÃO
CELSO CLAUDIO DE HILDEBRAND E GRISI
LTR
(1999)
R$ 28,00



LADYBUG - CORES DA AVENTURA
CIRANDA CULTURAL
CIRANDA CULTURAL
(2016)
R$ 8,90



OAB: DIREITO EMPRESARIAL
ANDRÉ LUIZ SANTA CRUZ RAMOS
ED. JUSPODIVM
(2012)
R$ 29,91



ENQUANTO O DIABO COCHILA
DELCIO MONTEIRO DE LIMA
LIVRARIA FRANCISCO ALVES
(1990)
R$ 7,00



PORTUGUÊS 2 TODA A LISBOA E ARREDORES 153 FOTOGRAFIAS A CORES
XAVIER COSTA CLAVELL
ESCUDO DE ORO
(1986)
R$ 35,00



BRASIL: EM COMPASSO DE ESPERA - PEQUENOS ESCRITOS POLÍTICOS
FLORESTAN FERNANDES
UFRJ
(2011)
R$ 44,00



UMA EDUCAÇÃO PARA A LIBERDADE - TEXTOS MARGINAIS
PAULO FREIRE
FIRMEZA
(1974)
R$ 51,85



I HAVE LANDED
STEPHEN JAY GOULD
HARVARD UNIVERSITY PRESS
(2011)
R$ 160,00





busca | avançada
37668 visitas/dia
1,1 milhão/mês