Convocação para uma outra luta | Marilia Mota Silva | Digestivo Cultural

busca | avançada
80332 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Projeto aborda riqueza da tradicional Festa da Carpição
>>> Canto dos Recuados - espetáculo musical mergulha na cultura afrobarroca
>>> Primeiro Roteiro
>>> Festival Cine Inclusão abre inscrições de curtas-metragens com o tema terceira idade
>>> Musical Guerra de Papel estreia dia 3 de setembro no Teatro Viradalata
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
>>> Poesia como Flânerie, Trilogia de Jovino Machado
>>> O mundo é pequeno demais para nós dois
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Unchained by Sophie Burrell
>>> Deep Purple em Nova York (1973)
>>> Blue Origin's First Human Flight
>>> As últimas do impeachment
>>> Uma Prévia de Get Back
>>> A São Paulo do 'Não Pode'
>>> Humberto Werneck por Pedro Herz
>>> Raquel Cozer por Pedro Herz
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
Últimos Posts
>>> O cheiro da terra
>>> Vivendo o meu viver
>>> Secundário, derradeiro
>>> Caminhemos
>>> GIRASSÓIS
>>> Biombos
>>> Renda Extra - Invenção de Vigaristas ou Resultado
>>> Triste, cruel e real
>>> Urgências
>>> Ao meu neto 1 ano: Samuel "Seu Nome é Deus"
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Dia Marisa: todas as mulheres merecem
>>> O Filho da Noiva
>>> O rei nu do vestibular
>>> Selvageria Nunca Sai de Moda
>>> Você cumpre as promessas de final de ano?
>>> A cabeça de Steve Jobs
>>> O sublime Ballet de Londrina
>>> A vida subterrânea que mora em frente
>>> Por que as curitibanas não usam saia?
>>> Incubus - Circles
Mais Recentes
>>> Pimenta Neves - uma Reportagem de Luiz Octavio de Lima pela Scortecci (2013)
>>> O Estado do Planeta de Carlos Gabaglia Pena pela Record (1999)
>>> Escassez De Razão de Liberdade pela Liberdade (2021)
>>> Escola De Vendas K.L.A de Ser Mais pela Ser Mais (2021)
>>> A Estratégia Do Oceano Azul de Kim Mauborgne pela Elsevier (2008)
>>> Confissões de um Vira-lata de Origenes Lessa - Orlando Pedroso pela Global (2012)
>>> ESocial. Você E Sua Empresa Estão Preparados? de Leader pela Leader (2021)
>>> Ensaios E Conferências de Vozes pela Vozes (2021)
>>> Inocência - Série Bom Livro de Visconde de Taunay pela Ática (2011)
>>> Dicionário de Mitologia Grega e Romana de Mário da Gama Kury pela Zahar (1990)
>>> Mitologia Grega - Vol II de Junito de Souza Brandão pela Vozes (1997)
>>> Como Se Preocupar Menos Com Dinheiro de John Armstrong pela Objetiva (2012)
>>> Dicionário de Maçonaria de Joaquim Gervasio Figueiredo pela Pensamento (1996)
>>> Psicologia e Alquimia de C. G. Jung pela Vozes (1994)
>>> Símbolo, Rito, Iniciação de Vários Autores pela Ícone (1995)
>>> Sketchbook de Will Conrad pela Criativo (2013)
>>> Ensaios Psicanalíticos de Imprensa Livre pela Imprensa Livre (2021)
>>> João Turin - Vida, Obra, Arte - Vol 1 de José Roberto Teixeira Leite pela Nossa Cultura (2014)
>>> Leonard da Vinci. L de Vários pela Fondation Pierre Gianadda (2021)
>>> Ensinando Sobre O Holocausto Na Escola de Artmed pela Artmed (2021)
>>> Bye Bye Kitty!!! de David Elliott, Tetsuya Ozaki pela Yale University Pres (2011)
>>> Ensino Jurídico E A Formação Do Bacharel Em Direito de Livraria do Advogado pela Livraria do Advogado (2021)
>>> Frida By Ishiuchi de Miyako Ishiuchi pela RM Verlag (2014)
>>> Enthüllungen Aus Brasiliens Geschichte de Ordem do Graal pela Ordem do Graal (2021)
>>> Managing Our Natural Resources - 5ª Ed. de William G. Camp pela Cengage Learning (2008)
COLUNAS

Quarta-feira, 10/7/2013
Convocação para uma outra luta
Marilia Mota Silva

+ de 3700 Acessos

Estar perdido é bom. Significa que há caminhos. O grave é quando deixa de haver caminhos. (Mia Couto, em A Confissão da Leoa)

Caminhando nas matas, nos arredores de Washington, às vezes acontece de uma pessoa se perder, ainda mais nos meses frios: camadas de folhas secas, no outono, ou de neve, no inverno, cobrem o caminho e o espaço entre as árvores como um tapete único, branco ou colorido, igualando tudo. A pessoa segue confiante, inebriada do ar fresco e perfumado, da bela paisagem que a acolhe quando, de repente, se dá conta que as marcas pintadas, de longe em longe, nos troncos das árvores, marcando a trilha, também sumiram.

Procura dez, vinte metros em todas as direções, e nada. Tudo é placidez e silêncio sob a luz difusa de um céu subitamente cinza. Se for em frente, quem sabe, pode haver uma saída. Ou um precipício, ou um urso de má índole, ou um rio intransponível. Volta sobre os próprios passos, alerta a qualquer ruído, ao declínio do sol, ao desempenho dos próprios músculos, rezando para que não escureça até descobrir o ponto em que perdeu o rumo. (Encontramos! Foi só um susto.)

A exposição "Gênesis" de Sebastião Salgado, no Museu do Meio Ambiente, Rio de Janeiro, nos leva a esse susto e à mesma pergunta: Onde foi que nos perdemos? Em que momento caímos no desvio que nos trouxe a pássaros cobertos de óleo, rios mortos, fomes africanas, à riqueza estéril, à ganância extrema, sem sentido e sem vergonha?

As 245 fotografias que compõem a mostra não exibem essas misérias, no entanto. Ao contrário, elas revelam a beleza de "vastas e remotas regiões onde a natureza reina em silenciosa e imaculada majestade".

Paisagens grandiosas não afetadas ainda pela saga da dominação humana. Aldeias de pinguins, famílias de elefantes, leões marinhos, baleias: é intrigante que, entre tantos planetas estéreis só o nosso seja fecundo, só o nosso abrigue tantas formas de vida.

"Não podemos continuar poluindo nosso solo, nossa água e ar. Precisamos agir de imediato para preservar terras e águas ainda intocadas e para proteger o ambiente-santuário de animais e povos ancestrais", diz o texto de apresentação da mostra de Sebastião Salgado.

Não podemos continuar nesse caminho. Nem podemos voltar: nos perdemos faz muito tempo. Talvez quando da invenção do automóvel. Em função desse transporte individual, a terra se cobriu de tiras de asfalto, e o petróleo com seus subprodutos, petrodólares e guerras, definiu nossa era. Ou foi a produção em massa? Não importa. Procurar essas respostas agora seria um exercício fútil. Os distritos industriais se escondem nas periferias das cidades como um segredo sujo, as chaminés poluem, armazéns, galpões, prédios cinza enfeiam a vista, mas que conforto, que boa vida nos proporcionam! Não tem volta. E não há como parar também. Antigamente nossas ações se limitavam a um tempo e espaço, tínhamos algum controle sobre elas. Hoje não temos controle sobre nada, (nem sequer sobre nossa privacidade, mas isso é outra história) as repercussões do que fazemos nos escapam, a globalização tem rota própria.

Se não há volta, se não há como parar, o que fazer daqui para frente?

As fotos em preto e branco, profundas e luminosas, envolvem o visitante como um abraço. A pessoa espia, em silêncio reverente, paisagens grandiosas que existem longe de nosso olhar, livres de nosso domínio. Preservemos isso, é o apelo de Sebastião Salgado.

Qual a trilha a seguir, qual nos levará aos sítios que buscamos e não a um precipício, a um ponto sem retorno? Desenvolvimentismo a qualquer custo, nos moldes do século passado, ou um caminho novo a descobrir, a construir à medida que caminhamos, com as incertezas do novo? Mais um desafio de nosso tempo.


Marilia Mota Silva
Washington, 10/7/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O humor no divã de Freud de Carina Destempero
02. Por falar em outras línguas de Carla Ceres
03. O que querem os homens? Do Sertão a Hollywood de Marilia Mota Silva
04. Tiroteio, racismo e demagogia em sala de aula de Marcelo Spalding
05. O detetive Alyrio e as paisagens noturnas de Fabio Silvestre Cardoso


Mais Marilia Mota Silva
Mais Acessadas de Marilia Mota Silva em 2013
01. Amor (in)Condicional - 5/6/2013
02. Quatro autores e um sentimento do mundo - 10/4/2013
03. O Precioso Livro da Miriam - 20/2/2013
04. De olho em você - 1/5/2013
05. O Nome Dele - 7/8/2013


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Para um Homem de êxito
Lídia Maria Riba
Vergara & Riba
(1999)



Direito Á Saúde
Alvaro Luis de A. S. Ciarlini
Saraiva
(2013)



Os Regimes de Bens no Novo Código Civil
Heloísa Helena Barbosa e Luiz P V de Carvalho
Espaço Jurídico
(2003)



Quem Mexeu no Meu Queijo? - 49ª Edição - Revista e Ampliada
Spencer Johnson M. D.
Record
(2005)



Kairós
Marcelo Rossi; Fábio de Melo
Principium
(2013)



O Sindicato Em um Mundo Globalizado
Jose Carlos Arouca
Ltr
(2003)



Furacão Elis
Regina Echeverria
Nórdica
(1985)



Perigos Que Rondam o Ministério
Richard Exley
Ucb
(2003)



Emílio Ou da Educação - 4ª Edição
Jean- Jacques Rousseau
Martins Fontes - Selo Martins
(2018)



Tatibitati e os Mitos da Floresta
Fatima Maia e Paulo Caldas Ilustrações
Typografia
(2010)





busca | avançada
80332 visitas/dia
2,6 milhões/mês