Proposta Decente? | Marilia Mota Silva | Digestivo Cultural

busca | avançada
30385 visitas/dia
851 mil/mês
Mais Recentes
>>> Sidney Rocha lança seu novo livro, A Lenda da Seca
>>> Oficina de Alegria encerra o mês das crianças com a festa Bloquinho na Praça - 27 de outubro
>>> EMP Escola de Música faz apresentação gratuita de alunos e professores
>>> Miami Ad School Rio promove curso sobre criatividade que desmistifica o padrão do que é ser criativo
>>> Exposição destaca figura feminina com a leveza da aquarela
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Inferno em digestão
>>> Hilda Hilst delirante, de Ana Lucia Vasconcelos
>>> As pedras de Estevão Azevedo
>>> O artífice do sertão
>>> De volta à antiga roda rosa
>>> O papel aceita tudo
>>> O tigre de papel que ruge
>>> Alice in Chains, Rainier Fog (2018)
>>> Cidades do Algarve
>>> Gosta de escrever? Como não leu este livro ainda?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
Últimos Posts
>>> Sete chaves a sete cores
>>> Feira livre
>>> Que galho vai dar
>>> Relâmpagofágico
>>> Caminhada
>>> Chama
>>> Ossos perduram
>>> Pensamentos à política
>>> A santidade do pecado em Padre António Vieira
>>> Casa de couro III
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Cigarro, apenas um substituto da masturbação?
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Queijos
>>> A trilogia da vingança de Park Chan-Wook
>>> Redentor, a versão nacional e atualizada da Paixão
>>> Como detectar MAVs (e bloquear)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte II)
>>> Filmes on-line
>>> A Trilogia de Máximo Górki
>>> Apresentação
Mais Recentes
>>> Líderes religiosos da humanidade 2 volumes de Dr. Hugo Schlesinger & Pe. Humberto Porto pela Paulinas (1986)
>>> Folkloristas e Instituciones Folkloricas del Mundo de Felix Coluccio pela El Ateneo (1951)
>>> Deuses e heróis. O apogeu da Grécia Antiga de Mary Renault pela Nova Fronteira (1984)
>>> O Vermelho e o Negro de Stendhal pela Nova Cultural/Círculo do Livro (2003)
>>> Nos Submundos Da Antiguidade de Catherine Salles pela Brasiliense (1982)
>>> Curso De Midiologia Geral de Régis Debray pela Vozes (1993)
>>> Margens na Literatura de Luiza Lobo e Angélica Soares: Organizadoras pela Numen (1994)
>>> Livre mercado para todos de Stiglitz,Joseph E; Charlton,Andrew pela Campus/Elsevier (2007)
>>> A Correspondência Completa De Sigmund Freud para Willhelm Fliess de Jeffrey Moussaieff Masson pela Imago (1986)
>>> A alquimia das finanças de Soros,George pela Nova fronteira (1996)
>>> A jogada do século de Lewis,Michael pela Best business (2011)
>>> Nietzsche - O Bufão dos Deuses de Maria Cristina Franco Ferraz pela Relume Dumará (1994)
>>> O mapa e o território de Greenspan,Alan pela Portfolio,Penguin (2013)
>>> O sequestro da América de Ferguson, Charles H. pela Zahar (2013)
>>> O Matrimônio de Sören Kierkegaard pela Editorial Psy II (1994)
>>> O Que faria Maquiavel? - Os Fins Justificam Os Maus de Stanley Bing pela Rocco (2002)
>>> A Mão do Artista de W.H. Auden pela Siciliano (1993)
>>> Contos de Voltaire pela Victor Civilta (1979)
>>> Grandes imperios e civilizaçoes--1 e 2. de Delprado pela Delprado (2018)
>>> Maos de ouro--1,2 e 3. de Abril pela Abril (2018)
>>> Trabalhos maravilhosos--1,2,3,4 e 5. de Editora abril pela Abril (2018)
>>> Eneida de Virgílio pela Nova Cultural (2003)
>>> Maravilhas do mundo de Elvira de oliveira pela Klick (2018)
>>> Museu de arte da catalunha--barcelona. de Juan ainaud de lasarte pela Codex (2018)
>>> National museum of anthropology-mexico-geniuses of art de Laura garcia sanchez pela Susaeta (2018)
>>> A nova secretaria--1,2 e 3. de Editora globo pela Globo (2018)
>>> O Leopardo de Giuseppe Tomasi Di Lampedusa pela Nova Cultural (2018)
>>> A dieta da superenergia do dr. atkins de Robert c. atkins e shirley linde pela Arte nova (2018)
>>> Republica socialista do paraguay de Antonio sonsin pela Soft-set (2018)
>>> O bicho,meu deus,era um homem de Usf pela Usf (2018)
>>> Rio quente-uma historia aquecida pelas suas proprias aguas. de Arnaldo nogueira pela Grafica brasil (2018)
>>> Curso de formaçao de membros de Igreja messianica do brasil pela Moa (2018)
>>> Fragmentos de lembranças de Neuza das neves pela Degaspari (2018)
>>> Aluna do telhado de Clotilde do carmo dias pela Everest (2018)
>>> Dilemas da educaçao dos apelos populares a constituiçao. de Joao baptista herkenhoff pela Cortez (2018)
>>> Novelle e filastrocche tosco-brozzesi de Gabrielli di tante pela Litteraria riservata (2018)
>>> A sociedade responsavel de Stephen roman e eugen loebl pela Mestre jou (2018)
>>> Etiqueta sem frescura de Claudia matarazzo pela Melhoramentos (2018)
>>> O alquimista de Paulo coelho pela Rocco (2018)
>>> O demonio e a srta.prym de Paulo coelho pela Objetiva (2018)
>>> Divergente de Veronica Roth pela Rocco (2012)
>>> Migração e Mão-de-obra: Retirantes Cearenses na Economia Cafeeira... de Paulo Cesar Gonçalves pela Humanitas (2006)
>>> Italianos Sob a Mira da Polícia Polícia Política de Viviane Teresinha dos Santos pela Humanitas (2008)
>>> Catatau de Paulo Leminski pela Iluminuras (2010)
>>> Armagedom em Retrospecto de Kurt Vonnegut pela Lpm (2018)
>>> Democracia Sindical no Brasil de Ericson Crivelli pela LTr (2000)
>>> Instituições de Direito Civil - Volume 1 de Caio Mário da Silva Pereira pela Forense/Gen (2010)
>>> Maçonaria - Coletânea de Trabalhos dos Anais de 10 Anos - Acomp. CD de Loja Francisco Xavier Ferreira pela Grande Oriente do Rio Grande do Sul (2007)
>>> Prática de Contratos e Instrumentos Particulares de Antonio Celso Pinheiro Franco e Celina Raposo do Amaral Pinheiro Franco pela Revista dos Tribunais (2005)
>>> O Livro do Travesseiro de Sei Shonagon pela 34 (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 20/8/2014
Proposta Decente?
Marilia Mota Silva

+ de 6400 Acessos

"Depois de bem ajustado o preço, a gente deve sempre trabalhar por amor à arte", Millôr Fernandes dizia, exato como sempre.

Sim, trabalhar é preciso, por muitas razões, sendo dinheiro a mais convincente.

Há os idealistas, estóicos e uma nova categoria que andam chamando, sem intenção elogiosa, de escravos da internet mas nosso foco aqui está na maioria, os que trabalham pelo pagamento.

O fato é que, infelizmente, ainda não inventaram uma forma menos rústica de fazer a sociedade funcionar, produzindo bens e serviços que beneficiem a todos, alguns bem mais que outros.

Não é fácil. Cinco dias na semana, 12 horas por dia se contar o tempo gasto na condução, nossa vida, da tenra juventude até as portas da velhice pertence a quem nos paga o salário. Sorte sua se gosta do que faz. Se não gosta, também não está mal porque o desemprego seria pior. Ninguém disse que a vida é um passeio no parque - se for, é para poucos. Os demais fazem o possível.

Então quando um dos homens mais ricos do mundo diz que trabalhamos muito, que a semana de trabalho deveria ter três dias, todo mundo aplaude.

Finalmente alguém no topo dos 1% diz o que os trabalhadores sonham ouvir há muito tempo! Menos trabalho, mais vida! Fosse um zé mané que falasse, ninguém escutaria.

Carlos Slim , dono das telecomunicações no México e segundo homem mais rico do mundo, propôs uma "mudança radical" na vida dos trabalhadores, em palestra para líderes da América Latina, realizada em julho, em Montevidéu:

"Nós estamos fazendo tudo errado", disse. "Deveríamos trabalhar apenas três dias por semana, em turnos mais longos, de onze horas talvez. E em vez de aposentar-se aos 50 ou 60 anos, deveríamos trabalhar até mais velhos, até os 70 ou 75 anos - mas ter mais tempo livre enquanto trabalhamos. Com três dias na semana, haveria tempo para relaxar; melhor qualidade de vida. Quatro dias livres estimulariam a indústria do entretenimento e de outras atividades que nos manteriam ocupados" .

Ele deu a receita e está pondo em prática - timidamente ainda: reduziu a semana de seus funcionários para quatro dias, com pagamento completo.

As pessoas aplaudiram: "Quem não quer uma semana mais curta de trabalho? Mais tempo para viver, sem falar de tudo que temos que fazer até para estar pronta para o trabalho: lavanderia, supermercado, casa, médico, dentista, em vez de fazer tudo isso durante o expediente. E os pais teriam mais tempo para as crianças. A creche, as escolas também trabalhariam quatro dias, o ano letivo teria que se estender um pouco no verão, o que seria bom porque as férias hoje são muito longas".

Especulou-se nos blogues, artigos em jornais e comentários: "Como seria feito? Haveria uma turma de segunda a quarta, outra de quinta a sábado? E, claro, nem todos os trabalhos se enquadrariam nisso. Os ajustes seriam feitos caso a caso, desde que a nova norma fosse estabelecida. Quantas vantagens adviriam dessa medida. Menos trânsito, menos consumo de gasolina, menos gasto com condução, menos poluição. Mais empregos".

Nem tudo foi louvor. Um comentarista de tevê descarrilhou: "Pois ótimo, quero que meu competidor trabalhe menos. Eu vou trabalhar mais e ganhar todas as paradas".

Outros se revoltaram com a possibilidade de ver seus salários diminuídos (nos Estados Unidos o costume é pagar por hora trabalhada). E houve os que suspeitassem que o magnata, depois de amealhar muitos bilhões de dólares, descambou para o comunismo.

Longe disso.

Turnos de onze horas, três a quatro dias na semana. A redução da carga horária seria mínima. E onze horas é muito! Imagine uma pessoa de 60, 70 anos, num caixa de supermercado, na reposição de estoques, mesmo sentada em mesa de telemarketing, ou editando livros, das nove da manhã às oito da noite. Mais o tempo na condução. Mal teria tempo de se alimentar e dormir.

Mas isso não é tudo. Na palestra, Carlos Slim menciona "desafios financeiros ligados à longevidade". E propõe o acréscimo de pelo menos dez anos na idade mínima para aposentadoria. Os trabalhadores que se aposentariam aos 65 anos, fazendo jus à pensão, veriam esse benefício adiado por dez anos, período em que continuariam a pagar sua contribuição.

A "mudança radical" seria muito benéfica para as contas do governo. O ônus recairia todo sobre o trabalhador. Poucos tem o privilégio de trabalhar no que gostam, assim como são poucos os que tem saúde para trabalhar até os 75 anos. Considerando que a expectativa de vida está em torno disso, o déficit nas contas da previdência seria reduzido significativamente.

"Acho que a teoria do Slim é boa, desde que não se tenha chefe!", resumiu Nerino Piotto, empresário, radialista, avô da Sofia, e que também escreve no Blog do Alfaro ."E me arrisco até a dizer que se poderia ir além dos 75, com boa qualidade de vida. Desde que sem chefe!!!"

Certamente! Sem chefe, por vontade própria - não por determinação legal - esse seria o melhor dos mundos. Não se contam as horas, nem os anos, nem mesmo o pagamento importa tanto quando se trabalha com independência e por gosto. Mas esse é um privilégio que não contempla o trabalho assalariado. A não ser que a pessoa se aposente, não muito tarde, e possa enfim se dar essa oportunidade.


Marilia Mota Silva
Washington, 20/8/2014


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Primavera ao ar livre de Elisa Andrade Buzzo
02. Beijo surdo de Ana Elisa Ribeiro
03. A filosofia mínima de Luís Augusto Fischer de Marcelo Spalding
04. A quem interessa uma sociedade alienada? de Marcelo Spalding
05. A vida de 4 em 4 anos de Marcelo Spalding


Mais Marilia Mota Silva
Mais Acessadas de Marilia Mota Silva em 2014
01. Proposta Decente? - 20/8/2014
02. Defensores da Amazônia - 19/2/2014
03. O Ouro do Brasil - 17/9/2014
04. O Subjuntivo Subiu no Telhado - 21/5/2014
05. O Mito da Eleição - 16/4/2014


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




EL GRAN LIBRO DEL VINO
EDITORIAL BLUME
EDITORIAL BLUME
(1975)
R$ 90,00



MARVEL MAX Nº 40 - FURY O PACIFICADOR
MARWEL
PANINI COMICS
(2006)
R$ 7,00



FAÇA O MÁXIMO COM O DINHEIRO QUE VOCÊ JÁ TEM
CAROL KEEFFE
CAMPUS
R$ 21,79



THE CHRISTIAN USE OF EMOTIONAL POWER
H. NORMAN WRIGHT
F H REVELL CO
(1974)
R$ 27,00



A MORAL SECRETA DO ECONOMISTA
ALBERT O. HIRSCHMAN
UNESP
(2000)
R$ 20,00



GEOPOLÍTICA NA AMÉRICA LATINA - NELSON BACIC OLIC
NELSON BACIC OLIC
MODERNA
(1992)
R$ 5,00



SOBRE FORMIGAS E CIGARRAS
ANTÔNIO PALOCCI (AUTOGRAFADO)
OBJETIVA
(2007)
R$ 10,00



CARTAS DE UM DEUS QUE TE AMA
LARRY CRABB
THOMAS NELSON
(2012)
R$ 14,00



O PRAZER DA LEITURA
EDITORA ABRIL
ABRIL
R$ 14,00



AS AVENTURAS DO CAPITÃO PIRILAMPO E DO COMANDANTE NOITA
FLAVIO REZENDE, SUZANA GASPARIAN
GIRAFINHA
(2011)
R$ 29,99





busca | avançada
30385 visitas/dia
851 mil/mês