O PSDB e o ensino superior | Gian Danton | Digestivo Cultural

busca | avançada
37900 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Luciano do Valle (1947-2014)
>>> Por que as velhas redações se tornaram insustentáveis on-line
>>> Ação Social
>>> Dá-lhe, Villa!
>>> forças infernais
>>> 20 de Abril #digestivo10anos
>>> Pensando sozinho
>>> Minha casa, minha cama, minha mesa
>>> Aranhas e missangas na Moçambique de Mia Couto
>>> Novos Melhores Blogs
Mais Recentes
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Circulo do Livro/ SP. (1989)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Codecri (1981)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Codecri (1981)
>>> Fort of Apocalypse #10 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Codecri (1981)
>>> Fort of Apocalypse #09 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Fort of Apocalypse #08 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Festa Sob as Bombas - Os Anos Ingleses de Elias Canetti pela Estação Liberdade (2009)
>>> Fort of Apocalypse #07 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Fort of Apocalypse #06 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Fort of Apocalypse #05 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Fort of Apocalypse #04 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Antologia da Poesia Parnasiana Brasileira de João Ribeiro Francisca Júlia/ Alberto Oliveira... pela Cia. Ed. Nacional/ Lazuli (2008)
>>> Antologia Poética de Ernesto Cardenal pela Salamandra (1979)
>>> Fort of Apocalypse #03 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Fort of Apocalypse #02 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Da Natureza da Guerra de Julian Lider pela Biblex/ RJ. (1987)
>>> Fort of Apocalypse #01 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Pubis Angelical de Manuel Puig pela Nova Fronteira/ Rj. (1981)
>>> Teoria Geral do Processo de Antonio Carlos de Araujo Cintra e Ada P. Grinover e Câncico R. Dinamarco pela Revista dos Tribunais (1991)
>>> Pubis Angelical de Manuel Puig pela Nova Fronteira/ Rj. (1981)
>>> Pubis Angelical de Manuel Puig pela Nova Fronteira/ Rj. (1981)
>>> O que é a conscienciologia de Waldo Vieira pela Instituto Internacional de Projeciiologia
>>> The Promised Neverland #02 de Kaiu Shirai, Posuka Demizu pela Panini (2018)
>>> The Promised Neverland #01 de Kaiu Shirai, Posuka Demizu pela Panini (2018)
>>> Pubis Angelical de Manuel Puig pela Nova Fronteira/ Rj. (1981)
>>> O caminho do Serenão - criações conscienciais de Haydée Silveira Melo e outros pela Informa e Instituto de Pesquisa da Consciência (1999)
>>> Bungo Stray Dogs #01 de Kafka Asagiri, Sango Harukawa pela Panini (2018)
>>> O nauticômio de Hormiga Negra pela Edições Marítimas ltda (1988)
>>> Alice Hearts #04 - Alice no País dos Corações de Quin Rose, Soumei Hoshino pela NewPOP (2015)
>>> Alice Hearts #03 - Alice no País dos Corações de Quin Rose, Soumei Hoshino pela NewPOP (2015)
>>> Alice Hearts #02 - Alice no País dos Corações de Quin Rose, Soumei Hoshino pela NewPOP (2015)
>>> Alice Hearts #01 - Alice no País dos Corações de Quin Rose, Soumei Hoshino pela NewPOP (2015)
>>> Administração de recursos humanos de Júlio A. Lobos pela Atlas (1979)
>>> Gênese das estruturas lógicas elementares de Jean Piaget e B. Inhelder pela Zahar (1975)
>>> Kill La Kill #01 de Ryo Akizuki pela JBC/Ink Comics (2015)
>>> Kill La Kill #02 de Ryo Akizuki pela JBC/Ink Comics (2015)
>>> Testemunha em perigo de Zahyra de Albuquerque Petry pela Sulina (1983)
>>> Kill La Kill #03 de Ryo Akizuki pela JBC/Ink Comics (2015)
>>> Por uma pedagogia da pergunta de Paulo Freire e Antonio Faundez pela Paz e Terra (1985)
>>> Um morto no elevador de Zahyra de Albuquerque Petry pela Sulina (1983)
>>> Magnus Chase e os Deuses de Asgard, Vol. 02 - O Martelo de Thor de Rick Riordan pela Intrínseca (2016)
>>> Filosofia da educação de Olivier Reboul pela Nacional (1980)
>>> Rangers, Ordem dos Arqueiros, Vol. 02 - Ponte em Chamas de John Flanagan pela Fundamento (2009)
>>> Teoria do conhecimento de Johannes Hessen pela Armênio Amado (1987)
>>> Rangers, Ordem dos Arqueiros, Vol. 01 - Ruínas de Gorlan de John Flanagan pela Fundamento (2009)
>>> Avaliação mito & desafio - uma perspectiva construtivista de Jussara Hoffmann pela Mediação (1998)
>>> Rangers, Ordem dos Arqueiros, Vol. 03 - Terra do Gelo de John Flanagan pela Fundamento (2009)
>>> Sociologia da educação de Alberto Tosi Rodrigues pela DP&A (2002)
>>> Teumbilhao ou A Sociedade Perfeita S.A. de Leandro Telles Franz pela Insular (2008)
COLUNAS

Sexta-feira, 24/10/2014
O PSDB e o ensino superior
Gian Danton

+ de 2500 Acessos

A grande possibilidade de Aécio Neves ser eleito presidente nos faz imaginar como seria sua gestão e uma boa maneira de fazer isso é relembrar como foram os oito anos de governo FHC uma vez que os dois são do mesmo partido e não parece haver nada de muito diferente na forma como os dois pensam a condução do país. Aqui falarei um pouco da educação superior, uma área em que atuo há quinze anos.

O governo de Fernando Henrique Cardoso ficou famoso por implantar uma política de estado mínimo (em que os investimentos eram reduzidos ao mínimo, restando ao estado muito mais a função de fiscalizador do que de fornecedor). Essa política esteve aliada a uma altíssima carga tributária, de modo que costumo chamá-la de "estado mínimo, imposto máximo".

Para se ter uma ideia, no final do governo FHC, o cidadão pagava 40,50% de imposto sobre o detergente. Se decidisse levar sabão em barra, irá pagar os mesmos 40,50%. Se precisasse reformar sua casa, pagaria 39,50% de imposto sobre o saco de cimento. Se o dinheiro desse para uma pintura, o dito cidadão iria desembolsar 45,77% do valor apenas para pagar impostos sobre a tinta.

O cidadão poderia desistir da reforma e decidir tomar uma água com açúcar para se acalmar, e, então, descobriria que pagava 40,50% de imposto sobre o quilo do açúcar. Se, em vez de água com açúcar, resolvesse beber um refrigerante, pagaria 47% de imposto. Para acompanhar, um biscoito, com 38,50% de imposto. Se por um lado a carga tributária era alta (tão alta quanto hoje), por outro lado, em consonância com a ideia do estado mínimo, os investimentos em educação superior eram mínimos. Nos oito anos de governo FHC, nas universidades federais que conheço, não se fez concurso e não se abriu novos cursos. Para compensar a necessidade do aumento de vagas, foi estimulada a criação de faculdades particulares, o que provocou um verdadeiro boom no setor. Cidades que só tinham uma faculdade particular antes de FHC passaram a ter 16.

Ao governo restava a função fiscalizadora, para garantir a qualidade do ensino ministrado, mas há de se perguntar até que ponto essa função era exercida.

Até a era FHC, faculdades particulares eram sinônimo de qualidade, bons professores e salários muitas vezes mais altos que os das federais. Instituições como a Universidade Metodista e a PUC eram exemplo disso.

A partir do estímulo à criação de novas faculdades, surgiram instituições de ensino superior com 200 alunos por sala, cursos que funcionavam de madrugada, faculdades em que os professores não tinham contrato de trabalho ou carteira assinada, ministrando apenas módulos de uma semana e depois sendo dispensados.

Havia casos em que faculdades alugavam livros de livrarias para montar a biblioteca para recebimento da comissão, livros que eram imediatamente devolvidos logo após a visita. Em outros casos, alugava-se laboratórios inteiros, que eram imediatamente devolvidos aos seus donos após a visita da comissão. Havia casos em que se alugava currículos: os professores eram pagos apenas para receber as comissões do MEC, não se tornando realmente contratados da instituição.

Outras instituições contratavam grande quantidade de mestres e doutores no período de recebimento de comissões de reconhecimento, professores que eram colocados em todos os cursos em reconhecimento, sendo demitidos logo após o reconhecimento para a contratação de graduados e especialistas (cujos salários eram muito mais baixos).

O surgimento de tantas instituições provocou uma guerra de preços que certamente prejudicou as faculdades particulares sérias, já que no Brasil o consumidor é levado a escolher muito mais pelo preço do que pela qualidade. Como uma faculdade que pagava bons valores aos seus professores e mantinha um bom quadro docente, bibliotecas e laboratórios bem estruturados, poderia concorrer com uma faculdade de preço baixo, em que se economizava em salários de professores (soube de um coordenador de curso de graduação que ganhava menos do que um professor de ensino primário), bibliotecas e laboratórios?

O resultado disso temos visto por aí: pessoas com nível superior que não sabem nem mesmo escrever um texto compreensível. Aqui vale um parêntese: na época conheci um rapaz que um dia me disse, orgulhoso, que havia se matriculado no curso de história numa dessas faculdades de preço baixo, que contratam professores apenas para uma semana de aula. Convivi com ele durante os quatro anos do curso e nunca percebi nenhuma mudança, nem mesmo de capacidade crítica de análise dos acontecimentos contemporâneos ou de contextualização histórica dos acontecimentos passados. Nem mesmo a forma de se expressar mudou minimamente. Se é verdade que aprender significa modificar-se, aparentemente para ele não houve qualquer aprendizado.

Se Aécio for eleito, será certo que ele, em consonância com a política do estado mínimo, irá diminuir os investimentos nas universidades federais. Resta saber qual será sua atitude diante da função fiscalizadora do estado com relação às faculdades particulares. A falta de investimentos nas federais certamente levará a uma diminuição e vagas e queda no nível médio de ensino do brasileiro, que precisará ser compensada. Se mantiver ou aumentar o rigor atual das fiscalizações, será impossível compensar a estagnação de vagas das universidades publicas com um aumento de vagas nas faculdades particulares. Seria a solução abdicar totalmente da função fiscalizadora do estado, deixando totalmente livre a abertura de cursos superiores? Como Aécio irá resolver esse dilema é uma questão que se coloca.


Gian Danton
Goiânia, 24/10/2014


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O Carnaval que passava embaixo da minha janela de Elisa Andrade Buzzo
02. Bruxas no banheiro de Marta Barcellos
03. A cultura visual e a emancipação do receptor de Gian Danton
04. MPTA, Dança feita de Afetos Condensados de Duanne Ribeiro
05. Por falar em outras línguas de Carla Ceres


Mais Gian Danton
Mais Acessadas de Gian Danton em 2014
01. Uma norma para acabar com os quadrinhos nacionais? - 25/7/2014
02. Monteiro Lobato: fragmentos, opiniões e miscelânea - 24/1/2014
03. O cão da meia-noite - 19/12/2014
04. Abelardo e Heloísa - 28/2/2014
05. A cultura visual e a emancipação do receptor - 20/6/2014


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ORIGINAIS, MODELOS, RÉPLICAS
JOÃO CÂMARA
ARTES GRÁFICAS
(1998)
R$ 35,00



BATMAN (OS NOVOS 52) - VOL. 20
VÁRIOS
PANINI COMICS
(2014)
R$ 15,00



MEMÓRIAS DA EMÍLIA
MONTEIRO LOBATO
GLOBO ANTIGO
(2009)
R$ 20,00



A ENGENHOSA LETÍCIA DO PONTAL
NEJAR, CARLOS
OBJETIVA
(2003)
R$ 19,60



TAI PAN 1
JAMES CLAVELL
RECORD
R$ 6,00



PERSPECTIVAS DO MODERNO TEATRO ALEMÃO
HENRY THORAU
BRASILIENSE
(1984)
R$ 20,00



MANUAL DE MUSCULAÇÃO 5050
MARCO UCHIDA / MARIO AUGUSTO CHARRO / REURY
PHORTE
(2003)
R$ 38,00



SINTOMAS CLAVES DE LA MATERIA MEDICA HOMEOPATICA EN EL REPERTORIO DE K
VIJNOVSKY
ALBATROS
(1989)
R$ 90,00



COMO UNIR A LAS NACIONES
GEORGE MIKES
SIGLO VEINTE
(1965)
R$ 12,00



QUÍMICA ORGÂNICA 2: ANÁLISE ORGÂNICA QUALITATIVA
ARTHUR I. VOGEL
AO LIVRO TÉCNICO
(1971)
R$ 30,00





busca | avançada
37900 visitas/dia
1,3 milhão/mês