O irmão alemão, de Chico Buarque | Jardel Dias Cavalcanti | Digestivo Cultural

busca | avançada
92061 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Pauta: E-books de Suspense Grátis na Pandemia!
>>> Hugo França integra a mostra norte-americana “At The Noyes House”
>>> Sesc 24 de Maio apresenta programação de mágica para toda família
>>> Videoaulas On Demand abordam as relações do Homem com a natureza e a imagem
>>> Irene Ravache & Alma Despejada na programação online do Instituto Usiminas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
>>> Filmes de guerra, de outro jeito
Colunistas
Últimos Posts
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
Últimos Posts
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
>>> Lamentável lamento
Blogueiros
Mais Recentes
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> Concisão e sensibilidade
>>> Blog do Reinaldo Azevedo
>>> Alerta aos que vão chegar
>>> Cultura e Patrocínio
>>> Deus, um delírio, de Richard Dawkins
>>> O delfim, de José Cardoso Pires
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Thor
>>> Das Kunstwerk der Zukunft
Mais Recentes
>>> As 100 Melhores Histórias Eróticas da Literatura Universal de Flávio Moreira da Costa pela Ediouro (2020)
>>> As 100 Melhores Histórias Eróticas da Literatura Universal de Flávio Moreira da Costa pela Ediouro (2020)
>>> Mahatma Gandhi - Politik und Gewaltlosigkeit de Otto Wolff pela Musterschimidt-Verlag (1963)
>>> Marionetes Populares de Yvonne Jean pela Din (1955)
>>> As Bacanas = Plauto de Newton Belleza pela Emebê (1977)
>>> Trinta Toques de Rogério Viana pela Engenho da Letra (1999)
>>> O Teatro de Cervantes de José Carlos Lisboa pela Os Cadernos de Cultura (1952)
>>> O Teatro de Oraci Gemba de José Plínio pela Do autor (1994)
>>> Teatro Moderno = O Anúncio feito a Maria de Paul Claudel pela Agir (1968)
>>> O Palco dos Outros de Sérgio Brito pela Rocco (1993)
>>> Importe-se o Bastante para Confrontar de David Augsburger pela Cristã Unida (1996)
>>> Mais de Nogueira Salton pela Do autor (2009)
>>> Minha Mente, Meu Mundo de Walter Barcelos pela Didier (2001)
>>> Marketing Pessoal do Personal Trainer. Estratégias Práticas Para o Sucesso - 5D de Cauê Vazquez la Scala Teixeira pela Phorte (2013)
>>> Fortaleza digital - 5D de Dan Brown pela Arqueiro (2015)
>>> Arquivologia e Ciência da Informação - 5D de Maria Odila Kahl Fonseca pela Fgv (2008)
>>> Aristofanes Las Nubes Lisistrata Dinero de Elsa García Novo pela Alianza Editorial (1987)
>>> Fisiologia do exercício - 8C de Marília dos Santos Andrade pela Manole (2016)
>>> Musculação Funcional. Ampliando os Limites da Prescrição Tradicional - 8C de Cauê Vazquez la Scala Teixeira pela Phorte (2016)
>>> Personal Trainer. Uma Abordagem Prática do Treinamento Personalizado - 8C de Fabiano Pinheiro Peres pela Phorte (2013)
>>> Temas Fundamentais De Criminalistica - 3D de Jose Lopez Zarzuela pela Sagra luzzatto (1995)
>>> As sete leis espirituais do sucesso - 3D de Deepak Chopra pela Best Seller (2009)
>>> A Escolha - 3D de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2015)
>>> Ser Elegante É… - 3D de Candace Simpson-Giles pela Sextante (2014)
>>> Seu Sexto Sentido. Ativando Seu - 3D de Belleruth Naparstek pela Rocco (1999)
>>> História geral das Civilizações Volume 1 - O oriente e a Grécia Antiga de Maurice Crouzet pela Bertrand Brasil (1993)
>>> O Diário de Anne Frank de Ane Frank pela Pé da Letra (2019)
>>> A sombra do poder: Martinho de Melo e Castro e a administração da Capitania De Minas Gerais (1770-1795) de Virgínia Maria Trindade Valadares pela Hucitec
>>> A Revolta da Vacina de Sevcenko, Nicolau pela UNESP
>>> A quebra da mola real das sociedades: A crise política do antigo regime Português na província do Grão-Pará (1821-1825) de André Roberto Arruda Machado pela Hucitec
>>> A paz das senzalas: Famílias Escravas e Tráfico Atlântico C.1790- C.1850 de Florentino, Manolo pela UNESP
>>> A outra Independência: O Federalismo Pernambucano de 1817 a 1824 de Mello, Evaldo Cabral de pela 34
>>> A História do Brazil de Frei Vicente do Salvador. História e Política no Império Português do Século XVII de Maria Lêda Oliveira pela Versal
>>> A experiência do tempo: Conceitos e narrativas na formação nacional brasileira (1831-1845) de Araújo, Valdei Lopes de pela Hucitec
>>> A Educação Pela Noite de Antônio Candido pela Ouro sobre Azul
>>> A Diplomacia na Construção do Brasil. 1750-2016 de Rubens Ricupero pela Versal
>>> A Corte na Aldeia de Vários Autores pela Verbo
>>> A Companhia de Jesus na América por Seus Colégios e Fazendas de Márcia Amantino and Carlos Engemann pela Garamond Universitaria
>>> A carne e o sangue: A Imperatriz D. Leopoldina, D. Pedro I e Domitila, a Marquesa de Santos de Priore, Mary de pela Rocco
>>> 1889: Como um imperador cansado, um marechal vaidoso e um professor injustiçado contribuíram para o fim da Monarquia e a de Laurentino Gomes pela Globo Livros
>>> 1822: Como um homem sábio, uma princesa triste e um escocês louco por dinheiro ajudaram dom Pedro a criar o Brasil - um de Laurentino Gomes pela Globo Livros
>>> 1808: Como uma rainha louca, um príncipe medroso e uma corte corrupta enganaram Napoleão e mudaram a História de Portugal de Laurentino Gomes pela Globo Livros
>>> 130 Anos: Em Busca Da República de Lessa, Renato; Wehling, Arno; Franco, Gustavo; Tavares Guerreiro, José Alexa pela Editora Intrínseca
>>> Arte de Gramática da Língua Mais Usada na Costa do Brasil de José de Anchieta pela EdUFBA (2014)
>>> Inglorious Revolution de William R. Summerhill pela Yale University Press (2015)
>>> O governo das conquistas do Norte de Fabiano Vilaça dos Santos pela Annablume (2011)
>>> O sol e a sombra de Laura de Mello e Souza pela Companhia das Letras (2006)
>>> Amazon Frontier - the defeat of the Brazilian Indians de John Hemming pela Papermac (1995)
>>> International Law de Malcolm Evans (edited by) pela Oxford University Press (2014)
>>> Complete International Law: Text, Cases, and Materials de Ademola Abass pela Oxford University Press (2014)
COLUNAS

Terça-feira, 25/11/2014
O irmão alemão, de Chico Buarque
Jardel Dias Cavalcanti

+ de 2900 Acessos

Desde Estorvo, seu primeiro romance, Chico Buarque vem mesclando fantasia e realidade nas suas criações literárias. Também aspectos biográficos (ligados ao eu do artista ou à sua inserção na história do Brasil) compõem grande parte do que ele escreve (e mesmo no âmbito de suas canções pressentimos o mesmo tipo de presença). Não é diferente agora em seu novo romance, denominado O irmão alemão, que a Companhia das Letras acaba de lançar.

O novo livro parte da ideia da existência de um irmão de Chico Buarque, concebido por seu pai, o grande historiador Sergio Buarque de Hollanda, no período de sua juventude vivida na Alemanha, antes de se casar com a mãe do escritor. Além do irmão alemão, o autor decide explorar a relação que tem com o próprio pai, um escritor preso à sua biblioteca, ausente de contatos amistosos com o filho, mas para quem ele é uma figura central e, principalmente, misteriosa.

Não só dos elementos acima citados vive o romance, onde aparecem vários fatos ligados à história pessoal do próprio autor, suas aventuras afetivo-sexuais, suas preferências literárias, sua relação com o aparecimento da ditadura militar e a morte do pai. Chico Buarque, em sua escrita sempre delirante (como em Leite Derramado e Estorvo, principalmente), pratica uma espécie de literatura que concebe o real como fantasioso e o fantasioso como real. Nessa transmutação de significados, os leitores passam a confundir os dois polos das existências descritas. A velocidade da escrita/narrativa, sem muita descrição subjetiva dos fatos, ajuda a pensar o próprio correr do tempo de uma vida que se forma dentro e fora dos personagens, não sendo uma mais importante que a outra. E é essa capacidade de criar a dimensão cruzada de forças interiores e exteriores que faz de Chico um grande narrador.

O crítico literário Alcides Villaça, em artigo no Estadão sobre O irmão alemão, chamou esse tipo de literatura de "romance de imaginação autobiográfica", o que talvez traga um parentesco com a literatura de outro escritor contemporâneo: Marcelo Mirisola. De fato, nos dois escritores os aspectos pessoais da existência e os aspectos da criação literária não se separam, sendo como dois átomos trombando um no outro e, com a energia que daí deriva, é que se fertiliza a escrita que sustenta a arquitetura dos romances que criam.

Ao ler o romance de Chico Buarque sentimos que estamos sendo levados para uma espécie de parque de diversão, onde o drama não deixa de existir, mas onde o humor é quem se apresenta com mais força na constituição dos encontros e desencontros dos personagens. Não só a presença do pai, da mãe, dos amigos e do irmão namorador, como também as fantasias que o autor cria em torno do irmão alemão são colocados sempre na clave divertida de uma aventura detetivesca, misto de farsa e realidade documentada, forjando os elementos propulsores da história.

Mesmo não deixando de lado a História - a descrição da violência dos corpos sob tortura no regime militar e a invasão de privacidade, por exemplo, e até a aproximação da ditadura com o nazismo- o peso a ela atribuído tem certa leveza, talvez a de quem se libertou dos ressentimentos do passado, ou de quem a descreve a partir de uma lembrança tão distante que faz dela uma fantasia em dó menor.

O que importa de fato para Chico Buarque é sua qualidade de escritor, ou seja, a do sujeito que fabrica uma fantasia através da linguagem e para quem a linguagem é o meio mais eficaz de se aproximar do "real". E que sabe que o real, quando tornado elemento literário, merece sempre as aspas com que a literatura o adorna.

Dentro de uma clave musical, podemos dizer que o romance de Chico Buarque é uma "fantasia". E aqui recorremos ao Dicionário Grove de Música, que define "fantasia" como uma composição em que a imaginação do compositor tem precedência sobre os estilos e formas convencionais. Então, se o real se apresenta, sobre ele o autor cria uma sucessão de acontecimentos, pequenas peças livres, guiadas por estados imaginativos tão importantes quanto a reconstrução documental dos fatos. E se os documentos querem falar, poderão falar, mas sob o tom maior da inventividade do autor. Afinal, para ser uma obra literária uma narrativa precisa ir além do real e se tornar um produto da rainha das faculdades humanas, a imaginação.

E Chico Buarque, apesar do peso que sua própria história comporta dentro da História do Brasil, sempre soube nos embalar com criações que vão além do tempo datado dos fatos históricos. E este romance, O irmão alemão, que é um romance também sobre livros, mostra que grande leitor ele foi para depois se tornar o grande escritor em que tem se transformado.


Jardel Dias Cavalcanti
Londrina, 25/11/2014


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Made in China de Pilar Fazito
02. A voz de uma geração perdida e abandonada de Tatiana Cavalcanti


Mais Jardel Dias Cavalcanti
Mais Acessadas de Jardel Dias Cavalcanti em 2014
01. Simone de Beauvoir: da velhice e da morte - 29/7/2014
02. O assassinato de Herzog na arte - 30/9/2014
03. As deliciosas mulheres de Gustave Courbet - 3/6/2014
04. A Puta, um romance bom prá cacete - 2/12/2014
05. Narciso revisitado na obra de Fabricius Nery - 11/3/2014


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




HOMOEOPATHY AND THE ELEMENTS
JAN SCHOLTEN MD
HOMEOPATHIC EDUCATIONAL SERVICES
(2007)
R$ 455,00



BIOGRAFIA DE UMA ASSOCIAÇÃO DE CARIDADE - VOL. 2
PEDRO MACIEL VIDIGAL
BELO HORIZONTE
(1973)
R$ 9,02



CLÁSSICOS DA LITERATURA - O ATENEU
RAUL POMPÉIA
CIRANDA CULTURAL
(2007)
R$ 9,00



MEMÓRIAS DE UM SARGENTO DE MILÍCIAS
MANUEL A. DE ALMEIDA
O GLOBO
(1997)
R$ 25,90



REVISTA JURÍDICA ANO 1 N. 1
ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉTIO PÚBLICO DE SÃO PAULO
IMPRENSA OFICIAL DO ESTADO
(2001)
R$ 29,61



A LA SOMBRA DEL MAESTRO (OSITOLITTLE BEAR) (SPANISH EDITION)
JUAN FARIAS
ALFAGUARA
(1996)
R$ 8,00



VAI EM FRENTE!
KEN BLANCHARD
CAMPUS
(2002)
R$ 6,90



AKPALÔ CIÊNCIAS 4ª ANO
DENISE BIGAISKI - LILIAN SOIRIENT
BRASIL
(2017)
R$ 80,00



LUZES SOBRE A INICIAÇÃO MISTERIOS DA TRADIÇÃO CABALÍSTICA ROSA- CRUZ
JEAN- LOUIS DE BIASI
MADRAS
(2012)
R$ 34,24



DO MEU AO TEU CORAÇÃO
PE. PAULO H. MOURA
ED. LOYOLA
R$ 15,00





busca | avançada
92061 visitas/dia
2,2 milhões/mês