Por que a discussao politica tem de evoluir | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
71136 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Oficina de Objetos de Cena nas redes do Sesc 24 de Maio
>>> Lançamento: livro “A Cultura nos Livros Didáticos”, de Lara Marin
>>> Exposição coletiva 'Encorpadas - Grandes, largos, políticos: corpos gordos'
>>> Clássicos da Literatura Unesp ganha mais cinco títulos
>>> Bertolt Brecht inspira ÉPICO
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
>>> Jogando com Cortázar
>>> Os defeitos meus
>>> Confissões pandêmicas
>>> Na translucidez à nossa frente
>>> A Velhice
>>> Casa, poemas de Mário Alex Rosa
>>> Doutor Eugênio (1949-2020)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
Últimos Posts
>>> Tonus cristal
>>> Meu avô
>>> Um instante no tempo
>>> Salvem à Família
>>> Jesus de Nazaré
>>> Um ato de amor para quem fica 2020 X 2021
>>> Os preparativos para a popular Festa de Réveillon
>>> Clownstico de Antonio Ginco no YouTube
>>> A Ceia de Natal de Os Doidivanas
>>> Drag Queen Natasha Sahar interpreta Albertina
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Palavras impressas
>>> Teoria da Conspiração
>>> Movimento Literatura Urgente
>>> O fim das mídias físicas
>>> Ayn Rand ou o primado da razão
>>> Viagem ao Âmago da Palavra
>>> Modelos plus size: as novas mulheres irreais
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> Escrever não é para amadores
Mais Recentes
>>> Quem me roubou de mim? de fabio de Melo pela Canção Nova (2010)
>>> Se conto ninguem acredita- autografado de Rafael pedrosa pela pandogA (2018)
>>> The Young Riders of Mongolia de Rob Waring pela Footprint (2011)
>>> Let’s Do It Together de Luiz H. Rose, Maiza Fatureto & Tereza Sekiya pela Cambridge University (2008)
>>> A Matter of Prejudice de Luiz H. Rose, Maiza Fatureto & Tereza Sekiya pela Cambridge University (2007)
>>> Depois do Funeral de Agatha Christie pela Círculo do Livro
>>> Strange Noises de Luiz H. Rose, Maiza Fatureto & Tereza Sekiya pela Cambridge University (2007)
>>> A Casa Vazia de Rosamunde Pilcher pela Bertrand Brasill (2006)
>>> Lost in the Woods de Luiz H. Rose, Maiza Fatureto & Tereza Sekiya pela Cambridge University (2007)
>>> Devastação Ou a Volta à Natureza de Rene Barjavel pela Círculo do Livro (1976)
>>> Os segredos da mente milionária de T harv eker pela Sextante (2010)
>>> A Day on the Farm de Luiz H. Rose, Maiza Fatureto & Tereza Sekiya pela Cambridge University (2007)
>>> Economia Solar Global de Hermann Scheer pela Cresesb (2002)
>>> Alguém Que já Não Fui de Artur da Távola pela Nova Fronteira (1986)
>>> Enquanto Eu Estivesse Fora... de Sue Miller pela Bertrand Brasill (2000)
>>> Infâncias Roubadas o Ser Criança Como Desafio para o Reino de Silvana Bezerra de Castro Magalhães pela Coiô Coiô (2016)
>>> Já Pensou Se Alguém Acha e Lê esse Diário? de Nilza Rezende pela Record (2007)
>>> O Quiabo Comunista de Carlos Eduardo Novaes pela Nordica (1977)
>>> Mulheres ajudando mulheres de elyse Fitzpatrick e carol Cornish pela c p a D (2005)
>>> O poder dos Quietos de Susan Cain pela Agir (2012)
>>> O segredo de Luísa de Fernando Dolabela pela Sextante (2008)
>>> Marley & eu de John Grogan pela Ediouro (2010)
>>> O grande conflito de Ellen G. White pela Casa (2004)
>>> Problemas? OBA ! de Roberto Shinyahiki pela Gente (2011)
>>> Ali and his Camera de Raymond Pizante pela Penguin Readers (2008)
>>> Os 10 hábitos da memorização de Renato Alves pela Gente (2009)
>>> Billy and the Queen de Stephen Rabley pela Penguin Readers (2008)
>>> O código da inteligência de Augusto Cury pela Ediouro (2008)
>>> Manual de Normas Internacionais de Contabilidade: IFRS versus Normas Brasileiras de Ernst & Young - FIPECAFI pela Atlas (2010)
>>> Quem mexeu no meu queijo ? de Spencer Johnson,M.D pela Record (2010)
>>> Desenvolvimento Pessoal e Profissional de Josiane C. Cintra; Keli C. de L. Campos; Tatiane R. Bonfim; Yaeko Ozaki; Rodolfo L. de F. Olivo pela Anhanguera Publicações (2011)
>>> Simon and the Spy de Elizabeth Laird pela Penguin Readers (2008)
>>> 0870707329 de Paola Antonelli pela The Museum of Modern Art (2008)
>>> Contabilidade Financeira de Alessandra Cristina Fahl; José Carlos Marion. pela Anhanguera Publicações (2013)
>>> Perícia Contábil de Antônio Lopes de Sá pela Atlas (2011)
>>> Contabilidade Gerencial: Um Enfoque em Sistema de Informação Contábil de Clóvis Luís Padoveze pela Atlas (2010)
>>> Administração de Idalberto Chiavenato pela Elsevier (2010)
>>> João santana , um marqueteiro no poder de luiz Maklouf carvalho pela Record (2015)
>>> Custos e Formação de Preços de Eunir de Amorim Bomfim; João Passarelli; pela IOb (2011)
>>> Estrutura e Análise das Demonstrações Financeiras de Marcelo Cardoso de Azevedo; Fernando Coelho; José Carlos Ruiz; Paulo Neves. pela Alínea (2010)
>>> Desenvolvimento Econômico de Aderbal O. Damasceno; Ana Paula Avellar; Claúdio César de Paiva; Fernando C. B. Oliveira; Flávio V. Vieira; Michele P. Veríssimo; Suzana F. de Paiva. pela Alínea (2013)
>>> Educação Corporativa: Fundamentos, Evolução e Implantação de Projetos de Marisa Eboli; André Luiz Fischer; Fábio Cássio Costa Moraes; Wilson Ap. Costa de Amorim. pela Atlas (2012)
>>> 100 cronicas Escolhidas de Mauro Mota pela Cepe (2011)
>>> Mole at the Seaside de Julie Davies pela Richmond (2009)
>>> Contabilidade Avançada: Texto e Testes com as Respostas de José Hernandez Perez Junior; Luís Martins de Oliveira. pela Atlas (2012)
>>> Revista Civilização Brasileira 9 - 10 de Revista (Dias Gomes-Moacir Felix diretores) pela Civilização Brasileira (1966)
>>> Smellybear de John Foley pela Richmond (2009)
>>> Modelo de Competências e Gestão dos Talentos de Maria Rita Gramigna pela Pearson (2013)
>>> Contabilidade Pública de Heilio Kohama pela Atlas (2012)
>>> Fundamentos do Mercado de Capitais de Umbelina Cravo Teixeira Lagioia pela Atlas (2011)
COLUNAS

Segunda-feira, 24/8/2015
Por que a discussão política tem de evoluir
Julio Daio Borges

+ de 2700 Acessos

Ontem, no meio de comentários no Facebook, me vi tirando uma conclusão óbvia - que talvez sirva para você, que tenta, como eu, dividir suas opiniões políticas na internet.

Eu virei para dois militantes eletrônicos e falei: "A diferença é que nós [eu e mais alguns outros] estamos tentando discutir ideias aqui. E vocês estão fazendo militância. Assim não dá para discutir. Boa sorte na sua militância."

Eu realmente cansei de discutir com gente maliciosa, que, deliberadamente, não quer prestar atenção no que você fala, mas só quer te atacar, pessoalmente, para você desistir do debate. Assim, acham que impõem sua visão de mundo. Ainda acham...

Vou reproduzir, aqui, muitos dos cacoetes, que eu percebi, e que podem te ajudar a se defender, igualmente, de ataques infundados:

* Não é porque eu votei no Aécio, na última eleição, que eu seja "aecista". Não tenho de defender o Aécio Neves em todas as situações - e nem quero. Aliás, *crítico*. Mas, para os militantes, se você critica a Dilma, ou o Lula, eles atacam o Aécio de volta - como se você tivesse alguma coisa a ver com isso (ou como se isso desculpasse o Lula e a Dilma)...

* Não é porque eu votei no PSDB, nas últimas eleições, que eu voto PSDB pro resto da vida. Isso não me transforma em "militante" do PSDB e nem num "quadro" do partido. Aliás, eu tenho muitas críticas ao papel do PSDB como oposição. E votei no PSDB, muitas vezes, sim - mas, em muitas delas, por falta de alternativa! Contudo, para a militância eletrônica, ter votado no PSDB te transforma, automaticamente, em "tucano" - e você não pode apontar os erros do PT sem ter de ouvir que "o governo do PSDB fez igual ou pior". Alô, alô: eu não sou nem filiado ao partido. Eu não tenho de defendê-lo. E o fato de eu ter votado no PSDB não me desautoriza a criticar os demais partidos.

* Não é porque eu votei "contra" o PT na última eleição que eu sou de "extrema direita". Que eu defendo a intervenção militar etc. Eu não defendo! Só que eu não sou "de esquerda". E eu posso criticar a esquerda, sim, mesmo não sendo "extrema direita".

* Não é porque eu me sinto mais "de direita" agora que eu não posso criticar a direita brasileira, qualquer que seja. Eu posso, sim! E eu crítico. Porque não acho que essa "direita" me representa. Aliás, nem existe direita, de fato, no Brasil. Não acho que existam ideologias, de fato, no Brasil (mas, sim, conveniências políticas).

* E não é porque eu me sinto mais à direita agora que eu não posso elogiar alguma medida "de esquerda", algum político mais à esquerda etc.

Resumindo: eu votei no Aécio mas não sou aecista. Eu votei no PSDB, mas não sou tucano. Eu votei contra a esquerda, mas não sou extrema direita. Eu me sinto direita hoje, mas posso elogiar a esquerda, eventualmente, também!

Ao contrário da militância eletrônica, eu não raciocínio por "categorias" fixas. Até porque isso, em política, não é raciocinar. Eu me considero um aprendiz no assunto. E eu posso mudar de opinião, sim. "Eu evoluo", como disse o Paulo Francis ao Caio Blinder (que o criticou, uma vez, por ter mudado de ideia).

Eu acho, por exemplo, que o senador Ronaldo Caiado é o maior político de oposição neste momento (e não o Aécio Neves e nem ninguém do PSDB). O FHC está aposentado e eu não acho que ele esteja sempre certo. Acho a postura do Alckmin em relação à Dilma, no mínimo, incoerente - para quem concentrou os votos "anti-PT" em nosso estado. E eu não queria o José Serra como ministro da fazenda. Não acho que ele seja melhor economista do que, por exemplo, o Joaquim Levy.

Eu acho, também, que um dos melhores cronistas deste momento político é o Fernando Gabeira. (Atenção: ele *não é* de direita.) Outro, que está brilhando, é o Merval Pereira. Mas isso não me faz concordar com as Organizações Globo. Aliás, sempre achei a postura "governista" da TV Globo nefanda (ainda mais agora)...

Eu gosto da TVeja. Acho o historiador Marco Antonio Villa, na televisão, brilhante. Talvez o nosso maior comentarista político, em TV, hoje. Gosto do Augusto Nunes, também. Mas isso não me faz concordar com a revista Veja. Acho que ela exagera - principalmente por querer antecipar notícias que, depois, não se confirmam. Por causa do Diego Escosteguy, que é uma estrela em ascensão - e não se diz nem de direita, nem de esquerda -, eu tenho preferido a Época.

E mesmo me considerando de direita, não sou fã do Olavo de Carvalho, nem do Jair Bolsonaro, nem do Silas Malafaia e nem do Eduardo Cunha. Tive uma briga enorme com os seguidores do Olavo há mais de dez anos. E considero a hegemonia do PMDB - de Sarney e de Renan - uma tragédia para o Brasil.

Como se vê, o mundo é muito mais complicado do que "esquerda" e "direita". Existem tons de cinza, como dizia o Daniel Piza. Infelizmente, é típico da militância eletrônica eleger "gurus", dividir o mundo em duas metades estanques e ficar repetindo palavras de ordem...

Acredito que faz parte da nossa imaturidade política - e da imaturidade da nossa *discussão política* - reduzir tudo a uma briga de torcidas. A realidade é muito mais complexa do que isso. Ocorre que dá mais trabalho lidar com todas as nuances. E um número razoável de pessoas (de direita, também) prefere "escolher um lado" e ficar demonizando o outro.

Deveríamos aproveitar este momento - onde a visão polarizada causou tantos estragos e já se esgotou - para tentar superar esta fase, em que, se você não concorda comigo, você é meu inimigo - e eu tenho de acabar com você. Não vamos construir um país assim. Não vamos avançar, politicamente, assim.

Para ir além
Compartilhar


Julio Daio Borges
São Paulo, 24/8/2015


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Píramo e Tisbe de Ricardo de Mattos
02. O Que Podemos Desejar; ou: 'Hope' de Duanne Ribeiro
03. O Natal de Charles Dickens de Celso A. Uequed Pitol
04. Gerald Thomas: uma autobiografia de Jardel Dias Cavalcanti
05. Metallica e nostalgia de Luís Fernando Amâncio


Mais Julio Daio Borges
Mais Acessadas de Julio Daio Borges em 2015
01. Lendo Virgílio, ou: tentando ler os clássicos - 25/5/2015
02. Regras de civilidade (ou de civilização) - 21/9/2015
03. Man in the Arena 100 (e uma história do Gemp) - 30/11/2015
04. Por que a discussão política tem de evoluir - 24/8/2015
05. 10 coisas que a Mamãe me ensinou - 10/5/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




AS SOBRINHAS DA BRUXA ONILDA & CINDERELA - (LITERATURA INFANTIL)
M. COMPANY E R. CAPDEVILA
SCIPIONE
(1997)
R$ 10,00



A AGENDA DE CAROL
INÊS STANISIERE
LEITURA
(2007)
R$ 10,00



CURSO DE DIREITO CIVIL VOL. 1
WASHINGTON DE BARROS MONTEIRO
SARAIVA
(1997)
R$ 10,00



EMA LADY HAMILTON A DIVINA DAMA
F. W. KENYON
ITATIAIA
(1930)
R$ 10,00



O SORRISO DO GATO
FRANÇOIS MASPERO
NOVA FRONTEIRA
(1988)
R$ 10,00



FULL FRONTAL FASHION
MELISSA SONES
PENGUIN BOOKS
(2005)
R$ 10,00



A VIDA DE ALLAN KARDEC PARA AS CRIANÇAS 9600
CLÓVIS TAVARES E NINA ARUEIRA
LAKE
(2009)
R$ 10,00



SCRIPTA: LINGUISTICA E FILOLOGIA VOL2 NÚMERO 4
PTOF. PE. GERALDO MAGELA TEIXEIRA
PUC MINAS
(1999)
R$ 10,00



PARA QUERER BEM
MANUEL BANDEIRA
MODERNA
(2005)
R$ 10,00



REENCARNAÇÃO E VIDA
AMÁLIA DOMINGO SOLER
INSTITUTO DE DIFUSÃO ESPIRITA
R$ 10,00





busca | avançada
71136 visitas/dia
2,4 milhões/mês