Os bigodes do senhor autor | Renato Alessandro dos Santos | Digestivo Cultural

busca | avançada
77507 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Coletivo Mani Carimbó é convidado do projeto Terreiros Nômades em escola da zona sul
>>> CCSP recebe Filó Machado e o concerto de pré-lançamento do álbum A Música Negra
>>> Premiado espetáculo ‘Flores Astrais’ pela primeira vez em Petrópolis no Teatro Imperial para homenag
>>> VerDe Perto, o Musical Ecológico tem sessões grátis em Santo Antônio do Pinhal e em São Paulo
>>> Projeto Sinos volta a Teresópolis para oferecer aulas gratuitas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Marcelo Mirisola e o açougue virtual do Tinder
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
Colunistas
Últimos Posts
>>> A melhor análise da Nucoin (2024)
>>> Dario Amodei da Anthropic no In Good Company
>>> A história do PyTorch
>>> Leif Ove Andsnes na casa de Mozart em Viena
>>> O passado e o futuro da inteligência artificial
>>> Marcio Appel no Stock Pickers (2024)
>>> Jensen Huang aos formandos do Caltech
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
Últimos Posts
>>> Cortando despesas
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Como detectar MAVs (e bloquear)
>>> 2006, o ano que não aconteceu
>>> Com ventilador, mas sem educação
>>> Nem capitalismo, nem socialismo, nem morte
>>> O blog do Luiz Schwarcz
>>> Do Surrealismo
>>> Fórum das Letras 2007
>>> Um conto-resenha anacrônico
>>> Andaime, de Sérgio Roveri
>>> Um lugar para o tempo
Mais Recentes
>>> Segredos para uma garota vencedora de Cristina Alemany pela V&r (2011)
>>> Empire - The Epic Novel of Imperial Rome de Steven Saylor pela Corsair (2010)
>>> Livro Infanto Juvenis A Grande Mala Vermelha de Silvana Hilgemberg pela Ftd (2016)
>>> Livro Literatura Estrangeira Outliers The Story Of Success de Malcolm Gladwell pela Back Bay Books (2009)
>>> Livro Ciência Política Capitalismo E Social-Democracia de Adam Przeworski pela Companhia das Letras (1995)
>>> Lee - An Abridgement In One Volume de Douglas Southall Freeman pela Collier Books (1993)
>>> Uma Estrela para minha amiga de Stella Jakoby pela V&r (2006)
>>> Livro Infanto Juvenis A Operação De Lili de Rubem Alves pela Ftd (2016)
>>> A Orillas Del Rio Piedra Me Sente Y Llore de Paulo Coelho pela Martínez Roca (1994)
>>> Livro O Cotidiano Da Creche Um Projeto Pedagógico de Durlei De Carvalho Cavacchia pela Loyola (1993)
>>> Brotherband ,Livro 3 : Os Caçadores de Jhon Flanagan pela Fundamento (2014)
>>> Colégio De Princesas. Uma Coroa Para Vicky de Prunella pela Fundamento (2012)
>>> Literatura Estrangeira A Garota No Trem de Paula Hawkins pela Record (2016)
>>> Os Mistérios Do Corvo Edgar : Fantasmas E Engenhocas - Volume 2 de Marcus Sedgwick pela Fundamento (2014)
>>> The Gunpowder Plot - Terror & Faith in 1605 de Antonia Fraser pela Weindfel e Nicolson (1997)
>>> Livro Infanto Juvenis Verdade Ou Desafio? 1 Mentiras Inocentes E Verdades Escancaradas de Cathy Hopkins pela Vergara & Riba (2007)
>>> War Beneath the Sea - Submarine Conflict 1939-1945 de Peter Padfield pela Pimlico (1997)
>>> Brasil Em Alta: A Historia De Um Pais Transformado de Larry Rohter pela Geração (2012)
>>> Livre ou Ocupado? Histórias E Reflexões Vividas Em Um Táxi de Elso Fagundes Correia pela AD Santos (2015)
>>> Gibis Tokyo Ghoul Re 16 de Sui Ishida pela Panini Comics, Planet Manga (2020)
>>> Livro Biografia Anarquistas, Graças A Deus de Zélia Gattai pela Record (1993)
>>> Sea Combat off the Falklands - The Lessons That Must Be Learned de Antony Preston pela Willow Books (1982)
>>> Sombras Da Noite: A Vinganca De Angelique de Lara Parker pela Geração (2012)
>>> Finest Years - Churchill As Warlord 1940-45 de Max Hastings pela Harper Press (2009)
>>> Conspiracy 365 : Fevereiro de Gabrielle Lord pela Fundamento (2012)
COLUNAS

Terça-feira, 24/3/2020
Os bigodes do senhor autor
Renato Alessandro dos Santos
+ de 2000 Acessos

Manuel Antônio de Almeida escreveu um único romance em seus curtos 30 anos de vida, e Memórias de um sargento de milícias é um livro ímpar do romantismo brasileiro: é tão diferente dos outros romances do período que poderia ser aquela solitária estrela que, na bandeira nacional, fica isolada de todas as outras.

Enquanto no país sopravam os ventos ultrarromânticos, o livro, escrito por “um brasileiro” no formato dinâmico do folhetim, não recebeu do público o reconhecimento esperado, e imagino que o autor ― da mesma forma que uma novela da Globo sofra da influência do Ibope e dos comentários que vêm das ruas ― tenha aqui e ali padecido do mesmo mal. Certo é que ambos necessitam do público, e Manuel fez um romance divertido, cujo tom de comédia transparece por todo ele ― à exceção da última linha, repleta de melancolia e de tristeza, o que dá no mesmo. Voltaremos a ela.


É que a vida do brasileiro sempre foi dura, e, elásticos, acabamos por encontrar no riso uma maneira de animar o estômago; é o que faz o narrador ao pintar em tom de comédia os costumes na corte ― pinceladas que retratam as camadas menos favorecidas daquele período inédito da história do país: abertura dos portos, beija-mão da família real, Banco do Brasil. Vem então uma galeria de tipos e caricaturas: meirinho (funcionário da justiça), barbeiro, dona de casa, soldado, padre Don Juan, cigana e, em meio a eles, um ou outro personagem endinheirado, como D. Maria e um militar de alta patente que salva Leonardo Pataca. Faltaram os negros, preteridos pelo autor.

É o “tempo do rei” no romance, período que se estendeu de 1808 ― mesmo ano em que a Nona sinfonia estreou na Europa ― até a independência. O que queria Manuel ao situar o correr da ação exatamente nesse tempo, quando colocou Memórias de um sargento de milícias em circulação no início dos anos 1850? Mamede Mustafa Jarouche oferece uma possibilidade: embora o romance tenha sido publicado no período nacional de nossa literatura, a história, que se passa nos momentos derradeiros de quando ainda éramos colônia de Portugal, pode refletir a inércia que veio em seguida, naquele pós-independência que resultou no mesmo arroz e feijão no prato do brasileiro; ou seja, para os desvalidos, praticamente, nada mudou com a chegada do rei.

"O que o autor pretendeu dizer? Talvez, de forma irônica, ele estivesse insinuando que o Brasil de seu tempo (1852-1853) não seria lá muito diferente do Brasil no tempo de Dom João VI. Nesse sentido, as Memórias poderiam constituir uma espécie de sátira social, texto por meio do qual se condena a sociedade contemporânea. O governo vivia alardeando que o Brasil progredia a olhos vistos e que a situação colo-nial era um passado distante; já as Memórias de um sargento do milícias talvez estivessem dizendo o contrário: nossa situação está e esteve muito mal..."

O enredo de Memórias de um sargento de milícias é cheio de peripécias, recurso muito utilizado pelos folhetins, primeira encadernação do livro, como mencionado, quando saiu em A pacotilha, entre 27 de junho de 1852 e 31 de julho de 1853, ano eleitoral em que dois partidos se comiam em busca daquelas empadinhas à que os eleitos têm direito. Desde a pisadela e o beliscão, passando pelo chute que Leonardo Pataca dá no filho — que o faz voar impossíveis oito metros —, e pelas diabruras da infância e da adolescência (coroinha, agregado à família de Vidinha, afrontas ao major Vidigal etc.) até chegar à “maturidade”, quando, premiado tanto com uma patente militar (sargento de milícias) como com o resgate do primeiro amor, o que o leitor encontra é, como Antonio Candido ensinou , um malandro, ou um pícaro, fôssemos galegos. Pícaro? O pícaro é o malandro, e no romance o malandro é Leonardo, ou, aos de casa, Leornardinho. Vê bem: um malandro de bom coração, alterando a rota do romance a toda hora, mas não com aquele tanto de peripécias como em Macunaíma. Ai... Que preguiça...

Porém, mais do que a malandragem, é o registro de um tempo importante que está nas Memórias de um sargento de milícias, algo capaz de oferecer ao moderno leitor um pouco do que era a cidade do Rio de Janeiro nas duas primeiras décadas do século 19, em um momento importante, isto é, quando o Brasil colônia passou a viver como metrópole, mas com o rei na barriga. E, finalmente, aquela última linha do romance, que é? Brasileiro bom que era, Manuel sabia a maldade, o sorriso, a falsidade e a melancolia que iam na vida distraída cá embaixo, embaixo do Cruzeiro do sul, onde de uma alvorada a outra, reina esse surto de alegria que, em meio à queda para a tristeza, faz a gente acreditar que no fim tudo haverá de dar certo nesse nosso Brasil brasileiro, terra de nosso senhor, onde canta triste o triste sabiá.



Renato Alessandro dos Santos, 47, publica este mês mais dois livros: o volume 2 de Todos os livros do mundo estão esperando quem os leia - de onde esse texto sobre Memórias de um sargento de milícias foi retirado - e Lado B: música, literatura e discos de vinil, ambos publicados pela Engenho e arte. A ilustração é de Stênio Santos e foi criada especialmente para Todos os livros do mundo estão esperando quem os leia - volume 2


Renato Alessandro dos Santos
Batatais, 24/3/2020

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Your mother should know de Pilar Fazito


Mais Renato Alessandro dos Santos
Mais Acessadas de Renato Alessandro dos Santos em 2020
01. Meu malvado favorito - 22/9/2020
02. Contentamento descontente: Niketche e poligamia - 25/8/2020
03. A redoma de vidro de Sylvia Plath - 20/10/2020
04. Quincas Borba: um dia de cão (Fuvest) - 16/6/2020
05. Um grande romance para leitores de... poesia - 14/7/2020


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Mistérios do desconhecido para além da mente
Mistérios do desconhecido para além da mente
Sem



Enquanto Eles Choram, Eu Vendo Lenços
João Wady Cury
Agir
(2014)



Administração Hoteleira
Geraldo Castelli
Educs
(2003)



A piscina; Diário de gravidez; Dormitório: três novelas
Yoko Ogawa
Estação Liberdade
(2023)



Virtudes Para Um Outro Mundo Possível
Leonardo Boff
Vozes
(2006)



Lenine, O Ditador
Victor Sebestyen
Objectiva
(2017)



Por um Fio
Drauzio Varella
Companhia das Letras
(2004)



Mulher Daqui pra Frente
Marina Colsanti
Circulo do Livro
(1981)



Wessel - Os Segredos Da Carne
István Wessel
Dba
(1997)



Diccionaio de Autores Iberoamericanos
Pedro Shimose
Ministerio de Assuntos Exteriores
(1982)





busca | avançada
77507 visitas/dia
2,1 milhões/mês