Em cena, uma resenha da vida | Rennata Airoldi | Digestivo Cultural

busca | avançada
38611 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 12/6/2002
Em cena, uma resenha da vida
Rennata Airoldi

+ de 2100 Acessos

A todo momento a vida nos surpreende, trazendo afetos e desafetos que involuntariamente somos obrigados a carregar. Existem os grandes momentos de paz e amor e existem as grandes decepções seguidas de amargura, dor e incompreensão. Na vida, temos diversos tipos de amores que nos consomem de maneiras diferentes. Nosso "coração" é capaz de abrigar muitas paixões simultaneamente. Temos apego especial aos familiares, um amor incondicional a todos que, de alguma maneira, formam nossos laços de sangue. É a eles que dedicamos nossas vitórias, fracassos e esperamos em troca o apoio e o reconhecimento.

Em outro plano, temos os laços de carne, que agrupam nossos amigos, nosso companheiros: homens ou mulheres que dividem tudo conosco. Que, de tão importantes, muitas vezes tomam os lugares de nós mesmos em nossas vidas. Quando notamos, já é tarde demais. Ao lado na cama, a escova de dente no banheiro, o cheiro, o corpo, a presença. Tudo se confunde em cada centímetro de um ambiente que revela horas de história.

Não existe razão para amar. Nossos amores podem muitas vezes nos confundir e nos corroer por dentro. Só uma mãe, na hora do parto, pode falar deste laço que a une ao que acaba de chegar. Frágil, desprotegido, totalmente entregue. Assim é um bebê. Porém esse pequeno ser cresce, faz suas escolhas e aprende a questionar e amar igualmente outras pessoas. Nesse momento, uma mãe não tem mais o domínio da vida de seu filho. Ele já ganhou o mundo, ganhou vida própria. Cada um com seus próprios erros e acertos.

Muitas vezes ouvimos dizer que o coração de mãe perdoa tudo; e também que quem ama sabe igualmente libertar. Mas, as emoções e os sentimentos são muito mais que pequenos frascos com essências que podemos escolher em uma prateleira de supermercado. A vida nos leva para cantos e portos que, muitas vezes, não esperávamos chegar. Uma palavra dita na hora certa pode consolar ou destruir.

Tudo isso pode estar parecendo um tanto quanto vago; filosofia barata de fim de noite. Pode ser, mas a realidade é que tive de pensar muito a respeito das relações humanas para escrever sobre a experiência de assistir ao espetáculo "NORMA".

Seria muito pobre apenas escrever uma resenha da peça. Seria pouco revelador e diminuiria consequentemente a grandiosidade deste simples espetáculo.

Digo isso pois, em termos técnicos e cênicos, a peça é muito simples. Para compor o cenário: poucos objetos, folhas secas, caixas. Apenas a lembrança de um apartamento que acaba de receber um novo morador. Entretanto, as questões que a peça trata e as relações estabelecidas em cena são de uma grandiosidade inimaginável. O texto é simples e coloquial com os atores que mais parecem viver cada palavra, digerindo cada sensação proposta em cena.

É maravilhoso quando o público é "dominado" num reflexo imediato a tudo que acontece em cena. As ações e reações invadem o espaço e rompendo assim a chamada "Quarta Parede". De repente, tudo deixa de ser ficção e passa a ser real. Aqui temos a essência do fazer teatral (de que tanto falo!). Não é na luz, não é no cenário, é no corpo em cena que pulsa junto à aquele que o assiste na platéia. É a catarse que envolve o teatro e faz com que todos juntos vivam uma experiência única, talvez efêmera. É quando a arte passa a ser vida!

Não estou sendo generosa demais ou fazendo colocações vazias. De repente, o homem da cadeira da frente começa a chorar compulsivamente, tomado por uma dor inexplicável ou por uma lembrança inesquecível... (Aqui, eu posso apenas supor). Isso é surpreendente. A própria transformação! A comoção: a partir do choro ou do riso, tanto faz. O importante é a provocação. O artista procura traduzir para a realidade concreta o que todo o coletivo não consegue "expurgar"!

Caros leitores, desculpem a minha emotividade, mas a arte tem dessas coisas... Para quem ainda não assistiu a peça, um recado: Assista! Dê esse presente a você mesmo, ao seu amigo, companheiro, familiar. "NORMA" é um texto de Dora Castellar e Tonio Carvalho, que também assina a direção. No elenco, a fenomenal Ana Lúcia Torre e Eduardo Moscovis. Aliás, ele está com uma interpretação surpreendente, detalhista, comovente. Portanto, não tenham preconceito com o fato dele ser um "galã global", e nem esperem reconhecer nessa peça nenhum de seus personagens televisivos. Ele vai muito além.

Em poucas palavras: a peça conta a história de Norma, uma senhora já "desgostosa" da vida, solitária, que resolve mudar para um apartamento menor. O antigo inquilino, que ainda guarda grandes recordações do local, resolve ir até o apartamento para pedir, ao novo morador, que dê seu novo telefone às pessoas que vão procurá-lo lá. E é a partir desse encontro entre os dois moradores de um mesmo imóvel, em momentos diferentes, que se iniciam as grandes revelações e surpresas.

Encerrando, quero dizer que fiquei fã de "NORMA". Quem dera mais e mais atores buscassem essa simplicidade, mais e mais autores se dispusessem a desvendar a alma humana dessa maneira, sem limites, sem dó. Agora, mais detalhes sobre essa história, só assistindo a peça!

" NORMA"
TEATRO CENTRO DA TERRA
R. Piracuama, 19 - Sumaré - Tels.: 3675-1595 ou 3672-2139
Sexta e Sábado às 21h30 e Domingo às 18hrs.

P.S. - A temporada irá, a princípio, até o dia 23 de junho, podendo haver uma extensão.


Rennata Airoldi
São Paulo, 12/6/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Sebastião Rodrigues Maia, ou Maia, Tim Maia de Renato Alessandro dos Santos
02. Fragmentos de Leituras e Sentido de Ricardo de Mattos
03. E não sobrou nenhum (o caso dos dez negrinhos) de Gian Danton
04. Simone de Beauvoir: da velhice e da morte de Jardel Dias Cavalcanti
05. O humor no divã de Freud de Carina Destempero


Mais Rennata Airoldi
Mais Acessadas de Rennata Airoldi em 2002
01. Cartas que mudaram a História! - 10/4/2002
02. Do primeiro dia ao dia D - 13/3/2002
03. Enfim: Mário Bortolotto! - 25/9/2002
04. A Nova Hora, A Hora da Estrela! - 6/3/2002
05. Uma conversa com Reinaldo Moraes - 18/9/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




SANGUE DE AMOR CORRESPONDIDO
MANUEL PUIG
NOVA FRONTEIRA
(1982)
R$ 6,00



OLHOS DE ESPANTO
NINA SCHILKOWSKY
JAGUATIRICA
(2015)
R$ 29,00



PISCICULTURA AO ALCANCE DE TODOS (AUTOGRAFADO)
ALCIDES RIBEIRO TEIXEIRA FILHO
NOBEL
(1992)
R$ 15,00



O HOMEM DO CAVALO BRANCO E OUTRAS NOVELAS
THEODOR STORM
BOA LEITURA
R$ 5,70



O EXERCÍCIO DISCIPLINADO DO OLHAR
DIANA GONÇALVES VIDAL
UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO
(2001)
R$ 150,00



ANUÁRIO - NACIONAL DE LIVRARIAS 2008-2010
VARIOS AUTORES
ANL
(2008)
R$ 30,00



CONHECER OS 5 SENTIDOS - COLEÇÃO PRIMEIRAS DESCOBERTAS
EURO IMPALA
IMPALA
(2011)
R$ 25,00



O QUE VOCÊ QUISER
SARA FAWKES; JULIO DE ANDRADE FILHO
PLANETA DO BRASIL
(2013)
R$ 15,00



O VENDEDOR DE ARMAS
HUGH LAURIE
PLANETA
(2010)
R$ 6,28



POR UM FIO
DRAUZIO VARELLA
COMPANHIA DAS LETRAS
(2004)
R$ 10,00





busca | avançada
38611 visitas/dia
1,4 milhão/mês