Comentários de Carol Assis | Digestivo Cultural

busca | avançada
59908 visitas/dia
1,9 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Baianas da Vai-Vai são convidadas de roda de conversa no Teatro do Incêndio
>>> Airto Moreira e Flora Purim se despedem dos palcos em duas apresentações no Sesc Belenzinho
>>> Jurema Pessanha apresenta sambas clássicos e contemporâneos no teatro do Sesc Belenzinho
>>> Como se prevenir dos golpes dos falsos agentes no mundo da música?
>>> Cia. Sansacroma estreia “Vala: Corpos Negros e Sobrevidas“ no Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> O melhor da Deutsche Grammophon em 2021
>>> A história de Claudio Galeazzi
>>> Naval, Dixon e Ferriss sobre a Web3
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
Últimos Posts
>>> Brega Night Dance Club e o afrofuturismo amazônico
>>> Fazer o que?
>>> Olhar para longe
>>> Talvez assim
>>> Subversão da alma
>>> Bons e Maus
>>> Sempre há uma próxima vez
>>> Iguais sempre
>>> Entre outros
>>> Corpo e alma
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O INVISÍVEL
>>> The Daily Zen Podcast
>>> O soldado absoluto
>>> Carta aos Amigos
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Eat the Rich
>>> The myth maker
>>> 19 de Dezembro #digestivo10anos
>>> O Blog da Livraria Cultura
>>> O século da canção
Mais Recentes
>>> Edith e a velha sentada de Lázaro Ramos pela Pallas (2021)
>>> Neguinho aí de Luis Pimentel pela Pallas (2009)
>>> Saber Do Negro de Joel Rufino dos Santos pela Pallas (2015)
>>> Regeneração e Vida de Públio Carísio de Paula pela Minas (2003)
>>> Coleção Explorando o Ensino - Geografia: Ensiono Fundamental de Coord. Marísia Margarida e Santiago Buitoni pela Ministério Da Educação (2010)
>>> Retrato no Espelho de Teresa Noronha pela Ed. do Brasil
>>> Nova Visão de Francisco Cândido Xavier e Outro pela Ide (1987)
>>> O Mistério de Marie Rogêt de Edgar Allan Poe pela Ftd (1990)
>>> Os ibejis e o carnaval de Helena Theodoro pela Pallas (2019)
>>> Saber Atual: A álgebra moderna de M. Queysanne e A. Delachet pela Difusão Européia do Livro
>>> Errar é humano... Perdoar é canino! de Marcel Benedeti pela Mundo Maior (2010)
>>> 365 dias com a Bíblia - um texto para cada dia de Seleção de Paulo Sérgio Bazaglia pela Paulinas (1992)
>>> Cachorros do Céu de Wilson Bueno pela Planeta (2005)
>>> Denúncia Espontânea Em Direito Tributário de Antonio Sebastião Paloni pela Ágá Juris e Distribuidora (2000)
>>> Pequena Filocalia, o Livro Clássico da Igreja Oriental de José Comblin pela Paulus (2009)
>>> Experiência Mística de Lourenço da Ressurreição de Alexandre Sergio da Rocha pela Lotus do Saber (2000)
>>> O Caminho das Estrelas de Vera Lúcia Marinzeck De Carvalho ; Antonio Carlos pela Petit (2016)
>>> O Evangelho de Judas - O Texto Perdido que Revolucionou a História do Cristianismo de Rodolphe Kasser, Marvin Meyer e Gregor Wurst pela Prestígio (2006)
>>> A Grande Sacerdotisa de Nadir Gomes pela Girassol (2007)
>>> Encontros com o Griot Sotigui Kouyate de Isaac Bernat pela Pallas (2013)
>>> Xangô de Ildásio Tavares pela Pallas (2022)
>>> Iansã – Rainha Dos Ventos E Tempestades de Helena Theodoro pela Pallas (2009)
>>> O Texto Argumentativo de Adilson Citelli pela Scipione (1994)
>>> Passageiros da Vida de Roberto Monteiro de Andrade pela Fundação Gutenberg de Artes Gráficas (2005)
>>> O Lar que tudo suporta ( Pocket ) de L. Aguiar Valvassoura pela Casa Nazarena (2003)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Terça-feira, 31/5/2005
Comentários
Carol Assis


Blogueiros do Amapá! Uni-vos!
Eu achei muito bom teres sido chamado para escrever sobre blogs, Ivan. Afinal, nossa pespectiva de blogueiros amazonidas é diferente das demais regiões, lembrando ainda que nós ainda estamos começando a criar uma rede blogueira aqui no estado, acho que a grande maioria dos blogs indicados aqui são bem recentes... o que quer dizer que também os leitores destes veículos estão começando a entender como isso funciona. Tem gente que entra lá no blog e não sabe que pode participar do papo apertando naquele espaço para comentários, o que também pode ser uma decorrência dos nossos antigos modelos de nào-interatividade. Pra mim o blog acabou virando meu único refúgio como recém formada e desempregada ...então enquanto isso, eu fico aqui e escrevo da minha casa. Abraços Gian e obrigado pela indicação. P.S cade os coments lá do seu blog, hein? Poe de novo...

[Sobre "A voz da singularidade"]

por Carol Assis
31/5/2005 às
21h42 200.222.130.184
 
fruição, resgistro e prazer
Adriana, concordando com vc e alterando um poquinho só, eu diria então... a arte é o conjunto de aspectos que faz uma manifestação (musical, literaria, plástica, etc) ser agradável a ponto de provocar emoção nas pessoas, que traga consigo uma mensagem e que vá além da subjetividade do artísta, que exista não por utilidade, mas para fruição, resgistro e prazer. Não sei... mas a arte conteporânea parece estar cada vez mais "estranha".

[Sobre "Bienal: obras ou arte?"]

por Carolinne
14/11/2004 às
13h23 200.222.130.1
 
Vamos ver onde isso vai dar
Tomar a "arte pela arte" direciona o trabalho ao "populismo folhetinesco" ou ao "vanguardismo vazio e sem apelo"? Acho que quanto mais gente estiver escrevendo... melhor. Se "o surgimento desenfreado de novos autores parece aumentar ainda mais a angústia daqueles que estão dispostos a sacrificar um bom futuro como advogado, médico ou jornalista para se dedicar à literatura", isso, provavelmente, deverá levar esses "verdadeiros escritores" a serem melhores que os médicos, que as domésticas literárias e que os "gonzo" jornalistas. Também não acho ruim "vulgarizar" a pompa envolta do escritor. Mas eu posso estar interpretando mal o sentido da "vulgarização"... "E aí o escritor vai arrumar emprego, e trabalha, trabalha, trabalha, até que um dia vê no jornal uma reportagem sobre um novo autor. É roído pela inveja, pela vaidade, pragueja contra o fato de não ser ele o contemplado. 'Porque não eu?', grita em silêncio, rilhando os dentes." Pô, vide Bukowisk, Henry Miller, dois escritores... e quanta fome esses malditos não passaram até terem seus livros publicados e reconhecidos? Vai ver que a história é a mesma. Escritor que é escritor fica famoso postumamente... "O negócio é ser publicado. Só isso acalmará a serpente de vaidade que se agita em seu espírito inquieto." Um fanzine resolve o problema (se esse for o problema): o cara faz até na mão, tira xerox e vende. Fiz isso semana passada: R$ 0,60 por seis páginas de papel A4. Vendi tudo, publiquei meu trabalho e tem gente gostando. Muito embora eu ainda sinta imaturidade textual, mas isso a gente resolve treinando, uma hora fica bom. E isso não é tática de auto-afirmação, é avaliação mesmo. "Seguindo a minha ideologia pessoal de que a crítica seguida de sugestão é um gesto muito mais nobre do que o simples resmungo, vai a minha idéia: aumentar o número de concursos, sempre com a participação de um júri popular e um júri especializado." Concordo plenamente com você. Isso tem de ser feito não apenas na literatura, por que enfrentamos o mesmo problema em outras artes. Aposto que você poderia citar alguns bons músicos sem gravadoras e sem discos... e tudo por quê? O mesmo problema... mas eu acho que estamos numa fase onde a reprodutibilidade, que de técnica passou à digital, esta mais facilitada e a dependência dos grandes esquemas parece estar diminuindo nos "circuitos alternativos". Vamos ver onde isso vai dar.

[Sobre "Aflições de um jovem escritor"]

por Carolinne Assis
14/11/2004 às
12h49 200.222.130.1
 
Morrissey, apaixonante
The Smiths foi aquela banda que mudou minha vida. Sem dúvida! O Morrissey, apaixonante, é daqueles homens de frente que fazem toda a diferença numa banda... Os movimentos dele são inimitáveis, assim como também os movimentos do vocalista do REM, que é outra presença, mas as semelhanças param por ai... Ao menos, eu acho.

[Sobre "Lembranças do Morrissey"]

por Carolinne Assis
14/11/2004 às
11h58 200.222.130.1
 
o futuro da literatura
Uma vez assisti a palestra do autor Nelson de Oliveira, e ele fazia essa mesma afirmativa de que, talvez, o futuro da literatura estivesse na WEB...

[Sobre "Digestivo nº 197"]

por Carolinne
23/10/2004 às
17h21 192.168.133.52
 
eu é que queria tê-lo escrito
Eu acho que está cada vez mais difícil as pessoas conseguirem chegar a denominadores comuns, justamente por que ainda temos esse habito de adotar sistemas e padroes para tudo. E sao tantas ideologias distribuidas na vitrine da vida que todos tentam convencer-se de que aquela que escolheu é a melhor, é a verdadeira. E assim até falar de música pode se tornar um grande problema... E eu que um tempo atrás achava que a gente só discutia por religião e política. Adorei seu texto, Julio, gostei tanto que eu queria tê-lo escrito. Um grande abraço.

[Sobre "Ideologia: você quer uma pra viver? Eu, não"]

por Carolinne
21/10/2004 às
14h27 192.168.133.51
 
O silencio existe?
Você sabe que, ontem, eu e um grupo de amigos estavamos falando exatamente disso? E nos questionavamos se o silencio existia, e como seria a sensação de total ausencia de sons? Por exemplo, no meu quarto agora, se eu parasse de teclar estaria em silencio, mas logo ouço o barulhinho do relógio. E depois do relógio, tem uns outros sons constantes, como os da energia elétrica, etc. Ficamos tentando imaginar um lugar realmente silencioso... pensamos no vacuo (começamos a pegar pesado, hahaha). Mas será que o silencio do vacuo era realmente silencioso? Caramba! O silencio existe?

[Sobre "Ensaios sobre o silêncio"]

por Carolinne Assis
21/10/2004 às
13h34 192.168.133.51
 
Releases copiados
Trabalhei como assessora de imprensa em dois orgãos públicos na cidade de Macapá, no Amapá. E todos os releases produzidos por mim e enviados para os orgãos de imprensa passavam por esse caminho... Eram publicados nos jornais locais com nomes de outros repórteres. Já aconteceu de um mesmo release ser copiado por dois jornais com dois nomes diferentes... Lamentável!

[Sobre "Release: subsídio ou substituto?"]

por Carolinne Assis
27/7/2004 às
08h07 200.179.85.61
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Deus Será Que Existe? Quem é Ele?
Douglas Ferreira Barros
Moderna
(1997)



Cheiro de Goiaba - 8ª Ed.
Gabriel Garcia Marquez
Record
(2014)



Vitória
Lia Zatz
Planeta Jovem
(2004)



A dança dos possuídos
Joanne Greenberg
Imago
(1983)



Os Assados
Espiral da Boa Cozinha
Globo



O Presidente Precioso
Jhonson Dr. Spencer
Record



Introdução aos Estudos Sociais
Irene Mello Carvalho
Fgv
(1970)



Cresça- Náo Envelheça
Doroth Carnegie
Record
(1956)



Os Beijos de Lênin
Yan Lianke
Record
(2018)



Turma da Monica Jovem - Num. 29-o Mundo do Contra - Parte 1 de 2
Mauricio de Souza
Panini
(2010)





busca | avançada
59908 visitas/dia
1,9 milhão/mês