fruição, resgistro e prazer | Carolinne

busca | avançada
51542 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Cia Triptal celebra a obra de Jorge Andrade no centenário do autor
>>> Sesc Santana apresenta SCinestesia com a Companhia de Danças de Diadema
>>> “É Hora de Arte” realiza oficinas gratuitas de circo, grafite, teatro e dança
>>> MOSTRA DO MAB FAAP GANHA NOVAS OBRAS A PARTIR DE JUNHO
>>> Ibevar e Fia-Labfin.Provar realizam uma live sobre Oportunidades de Carreira no Mercado de Capitais
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Mamãe falhei
>>> Sobre a literatura de Evando Nascimento
>>> Velha amiga, ainda tão menina em minha cabeça...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
>>> Trader, investidor ou buy and hold?
>>> Slayer no Monsters of Rock (1998)
>>> Por que investir no Twitter (TWTR34)
Últimos Posts
>>> Parei de fumar
>>> Asas de Ícaro
>>> Auto estima
>>> Jazz: 10 músicas para começar
>>> THE END
>>> Somos todos venturosos
>>> Por que eu?
>>> Dizer, não é ser
>>> A Caixa de Brinquedos
>>> Nosferatu 100 anos e o infamiliar em nós*
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Mais espetáculo que arte
>>> teu filho, teu brilho
>>> O Medium e o retorno do conteúdo
>>> A Poli... - 10 anos (e algumas reflexões) depois
>>> Web-based Finance Application
>>> Pensando sozinho
>>> Aventuras pelo discurso de Foucault
>>> Chega de Escola
>>> Hipermediocridade
>>> A luta mais vã
Mais Recentes
>>> O Que é Psicologia Social de Silvia Tmaurer Lane pela Brasiliense (2000)
>>> Militia de Léon Degrelle pela ‎ Edizioni Di Ar (2003)
>>> Cenas Urbanas Dialogo de Júlio Emílio Braz pela Scipione (2012)
>>> Projeto Multiplo - Gramatica & Texto - Parte 2 de José de Nicola pela Scipione Didaticos (2014)
>>> Como se tornar rico de Hugo Bessone pela Solar (2003)
>>> Verdades de Fogo de Claudio Dias pela Palavra & Prece (2012)
>>> Antigamente era assim de Julio Capile pela Valci (2004)
>>> Empreendedores de Eduardo Glitz pela Gente (2019)
>>> A Segunda Pátria de Miguel Sanches Neto pela Intrinseca (2015)
>>> Desestórias de Márcia Denser pela Kotter (2015)
>>> Moderna Plus - Física 2: os Fundamentos da Física, Parte I de Francisco Ramalho Junior pela Moderna (2015)
>>> Os Pensadores: Leibniz, Vol. II de Nova Cultural pela Nova Cultural (1988)
>>> Descobrindo a História 5ª Série - Brasil Colônia de Sônia Mozer e Vera Telles pela Ática (2002)
>>> Porta Retrato - Poemas e Poemas de Luiza Clara Nogueira pela Aseel (2005)
>>> O último dos Moicanos - Clássicos Adaptados Larousse de James F. Cooper pela Larousse (2005)
>>> O Leitor de Bernhard Schlink; Pedro Sussekind pela Record (2009)
>>> A Economia do Cedro de Carlos Alberto Júlio pela Virliae (2011)
>>> Loja Vivas de Edmour SaiNI pela Senac (2001)
>>> Antõnio Descobre Veredas de Deborah Kietzmann pela Biruta
>>> Caleidoscópio - Em busca de si mesmo de Terezinha de Jesus pela otimismo (1997)
>>> Socialismo Democracia de Roberto Amaral pela Fundação João Mangabeira (2011)
>>> O Massacre de Sabra e Chatila de Amnon Kapelopuk pela Veja (1983)
>>> Gol de Padre de Stanislaw Ponte Preta pela Ática (2003)
>>> O Vendedor de Armas de Hugh Laurie pela Planeta do Brasil (2010)
>>> Testes Psicométricos e Projetivos - Medidas Psico-educacionais de Goderdo baquero pela Loyola (1983)
COMENTÁRIOS

Domingo, 14/11/2004
Comentários
Leitores


fruição, resgistro e prazer
Adriana, concordando com vc e alterando um poquinho só, eu diria então... a arte é o conjunto de aspectos que faz uma manifestação (musical, literaria, plástica, etc) ser agradável a ponto de provocar emoção nas pessoas, que traga consigo uma mensagem e que vá além da subjetividade do artísta, que exista não por utilidade, mas para fruição, resgistro e prazer. Não sei... mas a arte conteporânea parece estar cada vez mais "estranha".

[Sobre "Bienal: obras ou arte?"]

por Carolinne
14/11/2004 às
13h23 200.222.130.1
(+) Carolinne no Digestivo...
 
Vamos ver onde isso vai dar
Tomar a "arte pela arte" direciona o trabalho ao "populismo folhetinesco" ou ao "vanguardismo vazio e sem apelo"? Acho que quanto mais gente estiver escrevendo... melhor. Se "o surgimento desenfreado de novos autores parece aumentar ainda mais a angústia daqueles que estão dispostos a sacrificar um bom futuro como advogado, médico ou jornalista para se dedicar à literatura", isso, provavelmente, deverá levar esses "verdadeiros escritores" a serem melhores que os médicos, que as domésticas literárias e que os "gonzo" jornalistas. Também não acho ruim "vulgarizar" a pompa envolta do escritor. Mas eu posso estar interpretando mal o sentido da "vulgarização"... "E aí o escritor vai arrumar emprego, e trabalha, trabalha, trabalha, até que um dia vê no jornal uma reportagem sobre um novo autor. É roído pela inveja, pela vaidade, pragueja contra o fato de não ser ele o contemplado. 'Porque não eu?', grita em silêncio, rilhando os dentes." Pô, vide Bukowisk, Henry Miller, dois escritores... e quanta fome esses malditos não passaram até terem seus livros publicados e reconhecidos? Vai ver que a história é a mesma. Escritor que é escritor fica famoso postumamente... "O negócio é ser publicado. Só isso acalmará a serpente de vaidade que se agita em seu espírito inquieto." Um fanzine resolve o problema (se esse for o problema): o cara faz até na mão, tira xerox e vende. Fiz isso semana passada: R$ 0,60 por seis páginas de papel A4. Vendi tudo, publiquei meu trabalho e tem gente gostando. Muito embora eu ainda sinta imaturidade textual, mas isso a gente resolve treinando, uma hora fica bom. E isso não é tática de auto-afirmação, é avaliação mesmo. "Seguindo a minha ideologia pessoal de que a crítica seguida de sugestão é um gesto muito mais nobre do que o simples resmungo, vai a minha idéia: aumentar o número de concursos, sempre com a participação de um júri popular e um júri especializado." Concordo plenamente com você. Isso tem de ser feito não apenas na literatura, por que enfrentamos o mesmo problema em outras artes. Aposto que você poderia citar alguns bons músicos sem gravadoras e sem discos... e tudo por quê? O mesmo problema... mas eu acho que estamos numa fase onde a reprodutibilidade, que de técnica passou à digital, esta mais facilitada e a dependência dos grandes esquemas parece estar diminuindo nos "circuitos alternativos". Vamos ver onde isso vai dar.

[Sobre "Aflições de um jovem escritor"]

por Carolinne Assis
14/11/2004 às
12h49 200.222.130.1
(+) Carolinne Assis no Digestivo...
 
Morrissey, apaixonante
The Smiths foi aquela banda que mudou minha vida. Sem dúvida! O Morrissey, apaixonante, é daqueles homens de frente que fazem toda a diferença numa banda... Os movimentos dele são inimitáveis, assim como também os movimentos do vocalista do REM, que é outra presença, mas as semelhanças param por ai... Ao menos, eu acho.

[Sobre "Lembranças do Morrissey"]

por Carolinne Assis
14/11/2004 às
11h58 200.222.130.1
(+) Carolinne Assis no Digestivo...
 
só quem vive c/ salário mínimo
Acho que só quem vive com um salário mínimo e tem várias bocas para alimentar, pode dizer se é exagero o comportamento daquelas pessoas. Além disso, o livro mostra um período de revoluções e faz menção a filósofos tais como Marx e Engels. Há todo uma carga histórica e cultural na obra que ajuda a entender melhor.

[Sobre "Um conselho: não leia Germinal"]

por Aline Santos Campos
13/11/2004 às
22h24 201.4.106.106
(+) Aline Santos Campos no Digestivo...
 
Respeito é bom e a gente gosta
Sim, urgente: aulas de como viver em sociedade, nas escolas, cursos, palestras, workshops, seminários... porque respeito é bom e a gente gosta.

[Sobre "A difícil arte de viver em sociedade"]

por Gisele Lemper
13/11/2004 às
15h55 200.181.20.101
(+) Gisele Lemper no Digestivo...
 
Morrissey e nós
Apesar de gostar demais do Velho Moz, sempre gostei mais dos Smiths. Tenho duas coletâneas do Moz solo e o Viva Hate, recentemente saído no país, com bonus tracks. Os anos 80 são verdadeiramente The Smiths, The Cure e U2, além de, para mim, não conseguir excluir o REM, nem que eu quisesse. Também tive minha fase heavy metal (AC/DC e Iron Maiden, parando por aqui). Já comentei anteriormente que, aqui no Norte, tudo é muito difícil. Só sabíamos dos discos importados através de revistas especializadas (Bizz, depois Showbizz, Rock Brigade, que eram as que apareciam por aqui). Lembro que ouvia tanto o “Hatful of Hollow” (em vinil) que o coitado chegou a furar. Ainda o tenho e também “The queen is dead”, “The world won’t listen”, “Louder than bombs”, “Rank”, o primeiro Smiths, e dois EPs, tudo em vinil. As duas coletâneas do Moz dão uma idéia do que o bardo de Manchester era capaz sem seus partners na banda: língua afiada, desencanto sem fim, aliados a sua precisa verve oscar-wilderiana. Eu provavelmente não vou ouvir um guitarrista tão virtuosístico e, ao mesmo tempo, tão melódico quanto Johnny Marr. Não lembro de ter ouvido antes dos Smiths e tenho certeza de que até hoje, pós-tudo, não ouvi. De qualquer forma, ressuscitar os bons tempos do rock inglês servem como alento nesta época em que evanescentes bandas pipocam nos hit parades e nossos horizontes musicais se estreitam a ponto de nos credenciarmos a revivals, na esperança de que tais túneis do tempo nos levem para longe de terras de gigantes em sonoras viagens ao fundo do mar.

[Sobre "Lembranças do Morrissey"]

por Pepê Mattos
12/11/2004 às
22h26 200.252.140.6
(+) Pepê Mattos no Digestivo...
 
The Smiths vs. The Cure
Morrissey espezinhava Robert Smith e sua banda sempre que tinha oportunidade, assim como provavelmente desprezava U2 e The Police. The Smiths nunca fez parte de nenhum "movimento" ou panelinha do rock britânico. Em termos estéticos, o único grupo com o qual eles talvez tivessem alguma afinidade era o REM.

[Sobre "Lembranças do Morrissey"]

por Flávio
12/11/2004 às
13h56 200.188.163.188
(+) Flávio no Digestivo...
 
espaço para assinar embaixo
Você deveria ter deixado espaço para podermos assinar embaixo. Detesto quando os textos de meus amigos são melhores...

[Sobre "Lembranças do Morrissey"]

por André Lima
11/11/2004 às
15h58 192.168.133.52
(+) André Lima no Digestivo...
 
faltou o cure
smiths, U2 e police? um tem tanto a ver com o outro quanto jota quest e sex pistols. faltou o cure. cure e smiths, smiths e cure, andavam de mãos dadas nos anos 80. noves fora o caju.

[Sobre "Lembranças do Morrissey"]

por carl
12/11/2004 às
12h10 200.182.146.140
(+) carl no Digestivo...
 
Obrigado por suas palavras
Obrigado por suas palavras. Mas eu sou mesmo é uma alma atormentada pelo silêncio.

[Sobre "Um conselho: não leia Germinal"]

por Paulo Polzonoff Jr
12/11/2004 às
10h13 201.8.0.112
(+) Paulo Polzonoff Jr no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Ateneu - Biblioteca Folha 16
Raul Pompéia
Ediouro



Guia para Elaboração de Monografias e Trabalhos de Conclusão de C
Alexandre Lintz e Gilberto de Andrade Martin
Atlas
(2000)



Criando Você e Cia
William Bridges
Campus
(1998)



Black Rock Shooter Innocent Soul - Vols 1 ao 3
Huke e Sanami Suzuki
Panini Comics
(2016)



Tu Frankenstein III
Vários autores
Besouro Box
(2015)



Sénèque, sa vie, son oeuvre, sa philosophie
Pierre Grimal
Presses Universitaires de France
(1957)



Prehistoria de Suramérica
Juan Schobinger
Labor
(1973)



Cadernos de Leituras - Clássicos Brasileiros
Mariana Mendes (org.)
Companhia das Letras
(2015)



A Polegarzinha
Vários
Impala
(2000)



Memórias de um fusca
Orígenes Lessa
Global
(2013)





busca | avançada
51542 visitas/dia
1,8 milhão/mês