como uma caixa de bombons | Adriana Carvalho

busca | avançada
44847 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 15/5/2007
Comentários
Leitores


como uma caixa de bombons
Fantástico, Luís Eduardo! Lembro de uma entrevista que vi com a Adélia Prado, em que ela diz que a literatura e os livros devem ser oferecidos aos jovens leitores como uma caixa de bombons, devem ser atraentes dessa forma. Concordo totalmente que, apesar da importância dos clássicos brasileiros da literatura, há tempo para que eles cheguem aos jovens leitores. Eu incluiria até gibi nas salas de leitura das escolas, Harry Potter, Desventuras em Série e tudo que possa deliciar e cultivar o gosto da leitura entre as crianças. Eu mesma devorei quase toda a coleção da Agatha Christie na adolescência, para mim era divertido ficar trancada no quarto tardes e tardes lendo os livros de mistério. E nem por isso deixei de ler e curtir Machado de Assis depois. Assim como na alimentação, onde não é só o conteúdo que interessa, mas o modo como se come, o prazer, a reunião à mesa, na literatura não interessa só o conteúdo, mas também o gosto pela leitura, o prazer e o interesse.

[Sobre "O desafio de formar leitores"]

por Adriana Carvalho
15/5/2007 às
18h39 200.225.94.130
(+) Adriana Carvalho no Digestivo...
 
Um Anti-herói
Algumas coisas fazem com que nos sintamos estranhos, diferentes. Experimentei sensação semelhante com Graciliano mas não sei se era o livro ou, quem sabe, eu. Acho que a figura do anti-herói tende a esta depressão e o ritmo não ajuda muito no caso de Cervantes. Sempre que penso no Quixote vem à tona a figura de Gandhi, uma potência sem agressividade, uma essência sem o juízo das mitologias ocidentais; exemplar único na força não belingerante um paradoxo e como tal sem par, sem referência analógica. Odisseu é em contra-partida a potência do mito, um arauto dos deuses; a ousadia do homem e sua vontade. Ao apontar um paralelo entre o Nazareno e Don Quixote talvez fique apontado na necessidade que alguns sentem de retirá-lo da cruz ou mostrar piedade pelo seu destino, quando de fato ele é refém do seu destino e a sua verdade se funda nisto; existir post-mortem e ad aeternum. A loucura em Don Quixote é paixão suspensa, a sua jornada é a de todos nós, desumanizados pelas nossas incoerências...

[Sobre "Quixote que nada"]

por Carlos E. F. Oliveir
15/5/2007 às
17h21 201.65.37.4
(+) Carlos E. F. Oliveir no Digestivo...
 
Você não está só
Isso, isso, isso!

[Sobre "Quixote que nada"]

por andré henriques
15/5/2007 às
15h50 189.12.159.163
(+) andré henriques no Digestivo...
 
Dom Quixote ainda vive
É inegável a influência que o livro de Cervantes, publicado há mais de 400 anos, exerceu em todos as áreas da cultura - literatura, artes plásticas, música (sonhar mais um sonho impossível... vencer o inimigo invencível...), nas artes cênicas, no cinema, etc. O fato é que passado esse longo tempo, Dom Quixote ainda vive e pulsa, e continua a comover, a intrigar e a encantar milhões de pessoas em todo o mundo, com exceção de alguns poucos críticos, como Guga Schultze. Tudo bem, posso não concordar com uma só palavra sua, mas defenderei até a morte o direito de dizê-la. Agora, que o livro é magnífico, ah, isso é.

[Sobre "Quixote que nada"]

por Henrique Godoy
http://Quixote vive
15/5/2007 às
15h04 201.78.5.169
(+) Henrique Godoy no Digestivo...
 
Escrever requer paciência
Meus amigos, pais e professores me admiram por eu ter uma facilidade enorme em escrever. Comecei um livro há pouco, mas admito que é MUITO DIFÍCIL. Às vezes parece fácil você chegar e "ah, já sei tudo". O pior é que não! E quando você acha que está legal, está um saco. Escrever requer paciência, aprendi isso. Um dia ainda me verão autografanfo um livro de minha autoria... AGUARDEM!

[Sobre "Como escrever bem – parte 3"]

por Anna Carolina
15/5/2007 às
14h45 189.13.123.225
(+) Anna Carolina no Digestivo...
 
Ao inferno o mercado!
Pena Julio, que pessoas que lêem, que as vejo nos ônibus, trens e lotações lendo, ou escolares em lugares outros, não tenham o tempo e o computador para acessar mesmo os clássicos, grátis, em vários sítios. Pena que nem o Overmundo.com, que tem uma excelente produção, de vários colaboradores sobre cultura brasileira e cultura feita no Brasil, seja acessível ao povo esse que falei acima e a outros. Pena que não haja um computador com banda larga em cada casa do Brasil e uma casa para cada família brasileira. Pena que que haja poucos novos escritores que ainda não se desiludiram antes ou por ler o que escreves sobre a desnecessidade do livro em papel. Inda bem que acabo de publicar em papel minha primeira novela (petulância!) antes de te ler, mas podes acessá-la no blog listado neste postado. Ainda assim, concordo que a Literatura não tem muito apoio do mercado. Até porque, não é Julio?, os produtores não tem muita vez no mercado, não é fato?

[Sobre "Publicar em papel? Pra quê?"]

por Adroaldo Bauer
http://coisaegente.blogspot.com
15/5/2007 às
14h37 200.169.16.20
(+) Adroaldo Bauer no Digestivo...
 
Livro é rádio, internet é TV
A realização plena de qualquer autor é ver sua obra publicada em papel, em livro, revista ou jornal, não numa página virtual. A internet ajuda a divulgar o nome do autor, não há dúvida. Ocorre que os dois formatos vão correr sempre juntos, assim como o rádio enfrentou a televisão e ainda existe. Alguém já imaginou ir à piscina ou à praia com um laptop para acessar um texto literário? Um livro a gente folheia, apalpa, abre em qualquer página, lê em qualquer local. É mais ou menos como acariciar uma mulher. O que não se pode fazer com o laptop.

[Sobre "Publicar em papel? Pra quê?"]

por Félix Maier
15/5/2007 às
13h35 201.88.104.194
(+) Félix Maier no Digestivo...
 
Texto Definitivo
Luís Eduardo, sou escritor, como você já sabe (mas quero deixar registrado aqui no Digestivo este pequeno detalhe) e gostaria de afirmar que, em décadas de labuta literária, poucas vezes li um texto mais sincero e lúcido a respeito da cultura humana. Desejo que seus leitores saibam que não é nada fácil fazer declarações como as feitas por você, pois represálias haverá com certeza, por meio de portas fechadas em círculos literários ou comentários depreciativos por parte dos doutos. Estudo a possibilidade de me associar a um blog de teatro (sou dramaturgo também) e deixo registrado que este seu texto será uma espécie de epígrafe de minha seção. Forte abraço a você e a seus afortunados leitores.

[Sobre "O desafio de formar leitores"]

por mauro judice
15/5/2007 às
13h22 201.7.59.155
(+) mauro judice no Digestivo...
 
Caminhos de suplício
É interessante ler uma opinião de alguém que não gosta e não conseguiu ler uma obra que, para mim, é magnífica. Mas ainda bem que você falou que ele é um livro cansativo pelo menos pra você. Porque eu o li em um dia só, enquanto não cheguei ao final não consegui desgrudar. Talvez aquela loucura me fizesse enxergar a vida com outros olhos, ver que também nos comportamos assim, inocentes em certos aspectos enquanto outros querem comer o nosso fígado; fantasiando amores, quando estamos sós; encontrando um bobo para ser nosso escudeiro, a fim de termos com quem falar nesse deserto de vida; enxergarmos beleza e força, quando os outros só vêem um velho moinho de vento. Enfim, para mim foi arrebatador! Mas não há problemas, o dilema que você viveu tentando ler o Cavalheiro Andante, eu também vivi tentando ler Grande Sertão. Mas eu "vim, vi e venci", porque encarei como um desafio e depois de centenas de tentativas eu consegui lê-lo em alguns dias... e até que tirando as infinitas descrições.

[Sobre "Quixote que nada"]

por Fabíola Barreto
http://www.ladyfox.blogger.com.br
15/5/2007 às
11h19 201.4.119.9
(+) Fabíola Barreto no Digestivo...
 
Considerações ao léu
Fico pensando na quantidade de aspirantes a escritor que procuram o Digestivo em busca de uma "luz"... Talvez falte mercado para a literatura de entretenimento no país, como sugerem alguns. Fora da "grande" Literatura, eu prefiro perder tempo com filosofia, ciência, semiologia, fotografia ou coisas afins (em livros e na web). Entretenimento, também, é uma mercadoria e, como tal, dificilmente "consagra" alguém. Mesmo a consagração não significa autógrafos, money e uma vida à la Paulo Coelho (o que os aspirantes - interessante - mais parecem desejar). Talvez, penso, faltem críticos que ralhem mais, que digam na cara do estreante que ele não tem talento. Como dizem para alguém numa escolinha de base de Futebol ou, sei lá, de Tênis, que o sujeito não presta praquilo. Quantos, afinal, chegam no ranking mundial? E olha que Tênis dá mais dinheiro que Literatura...

[Sobre "Publicar em papel? Pra quê?"]

por Rogério Kreidlow
http://rogerkrw.blogspot.com
15/5/2007 às
11h18 201.24.122.195
(+) Rogério Kreidlow no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




LHASA APSO
MÁRCIO INFANTE VIEIRA
PRATA
(2008)
R$ 20,00



OS CANTOS (POESIA DE TODOS OS TEMPOS)
EZRA POUND
NOVA FRONTEIRA
(1986)
R$ 35,00



PRISIONEIRAS
DRAUZIO VARELLA
COMPANHIA DAS LETRAS
(2017)
R$ 34,90



CULTURA ESCRITA E EDUCAÇÃO
ARTMED
ARTMED
(2001)
R$ 90,00



EL ARTE DE LEER ESPAÑOL INTERACCIÓN - ENS. MÉDIO - VOLUME 2
DEISE C. L. PICANÇO / TERUMI KOTO B. VILLALBA
BASE EDITORIAL
(2010)
R$ 15,00



A ARTE DA PERFORMANCE
JORGE GLUSBERG
PERSPECTIVA
(2003)
R$ 38,00



AS GRANDES SACADAS DE DO BRASIL
LÍVIO GIOSA
SENAC - SP
(2009)
R$ 10,00



ELOS SEM FIM
DEBORAH CRISTINA E MELLO DE JESUS (ESPÍRITO)
MINAS
(2001)
R$ 12,90



SPARTACUS
BEN KANE
EDIOURO
(2015)
R$ 14,00



CONQUISTA DA AMAZÔNIA
VIDALINO TORRANO
VOZ DO OESTE
(1983)
R$ 4,40





busca | avançada
44847 visitas/dia
1,1 milhão/mês